Com foco no combate à violência, Arquidiocese de Natal apresenta Campanha da Fraternidade nesta quarta em Mãe Luiza

A Arquidiocese de Natal apresenta nesta quarta-feira (14) à imprensa o tema da Campanha da Fraternidade 2018, que é “Fraternidade e superação da violência”.

A coletiva acontecerá na quarta-feira de Cinzas, dia 14, às 15h30, na Arena do Morro, na Comunidade de Mãe Luiza.

Participarão o arcebispo metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha, e o coordenador arquidiocesano da Campanha da Fraternidade, Padre Robério Camilo da Silva.

Na ocasião, serão apresentados também alguns projetos sociais desenvolvidos pela Igreja Católica, na Comunidade de Mãe Luiza, que contribuem para a superação da violência.

COMENTE AQUI

Começa o retiro espiritual da Arquidiocese de Natal

O Arcebispo Metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, abre hoje,  o retiro espiritual da Arquidiocese de Natal.

Cento e dez  padres do clero l, participam do retiro que irá até o próximo dia  20, no Centro de Espiritualidade Uirapuru, em Fortaleza (CE).

O tema “A identidade e a espiritualidade do presbítero, no contexto da mudança de época”, norteia as reflexões, que serão conduzidas pelo monge Dom Guilherme Gomes Pinto, do mosteiro de São Bento, de São Paulo.

Durante o retiro não haverá missas nas igrejas de Natal.

COMENTE AQUI

Arquidiocese de Natal abre Campanha da Fraternidade no dia 05(domingo); veja programação

Por interino

A Arquidiocese de Natal programou a abertura da Campanha da Fraternidade (CF) para o próximo domingo, dia 5, em três locais. Cada local contempla um dos Vicariatos territoriais da Arquidiocese.

Em nível de Vicariato Episcopal Sul, a abertura será na cidade de São Paulo do Potengi. Às 14h, acontecerá a acolhida das caravanas das paróquias da região, na entrada da cidade, seguida de caminhada, até a Praça Monsenhor Expedito, em frente a Igreja Matriz, onde será celebrada missa, às 16h, presidida pelo Vigário Episcopal Sul, Padre Severino dos Ramos Vicente.

No Vicariato Episcopal Norte, a programação acontecerá na cidade de João Câmara, na Igreja Matriz de Nossa Senhora Mãe dos Homens, a partir das 15 horas, com acolhida das caravanas. Às 16h, será celebrada missa, presidida pelo Vigário Episcopal Norte, Padre Josino Raimundo da Silva.

E em nível de Vicariato Episcopal Urbano, que reúne as paróquias da capital e grande Natal, a abertura da Campanha será no Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte, situado na Av. Prefeito Omar O’grady, no bairro do Pitimbu. A programação iniciará às 14h30, com acolhida das caravanas das paróquias, apresentações teatrais e uma reflexão sobre os biomas, feita pela professora da UFRN, Magda Guilhermina. Às 16h será celebrada missa, presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha, marcando o encerramento da programação.

Origem da CF

A primeira Campanha da Fraternidade aconteceu em 1962, no município de Nísia Floresta. Na época, foi feita uma coleta, através da qual as pessoas doavam galinhas, ovos, hortaliças, frutas, e o resultado comercializado numa feira cuja renda tinha como finalidade a compra de colchões, redes, dentre outras coisas, para as famílias pobres espalhadas em treze comunidades ligadas ao município.

A segunda CF, na Quaresma de 1963, foi realizada em 25 dioceses da Região Nordeste.

Em 1964, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) assumiu a Campanha e, a partir daí, ela passou a acontecer em todas as dioceses do País.

CF 2017

Neste ano, a CF tem como tema: “Fraternidade: biomas brasileiros e defesa da vida” e como lema: “Cultivar e guardar a criação (Gn 2, 15)”. O objetivo é alertar as pessoas para o cuidado com a criação, de modo especial com os biomas brasileiros: a Mata Atlântica, a Amazônia, o Cerrado, o Pantanal, a Caatinga e o Pampa.

COMENTE AQUI

Delegado pede prisão do Padre

De: Magnos Alves, Jornal De Fato:

O delegado do município de Assú, Caetano Baumam, vai pedir à Justiça a prisão preventiva do pároco do município de Ipanguaçu, padre José Irineu da Silva, de 31 anos. O padre está sendo acusado de atentado violento ao pudor contra menino de 10 anos, conforme boletim de ocorrência registrado na delegacia de Ipanguaçu no último dia 29 de abril. O caso teria ocorrido no último dia 28 de abril na localidade de Arapuá, zona rural de Ipanguaçu.

De acordo com o depoimento da mãe da vítima, no dia 28, a criança se preparava para participar da primeira eucaristia na capela de São José Operário, localizada em Arapuá, quando o padre teria cometido o crime, tocando em partes íntimas do menino de 10 anos, “só não acontecendo o pior porque o meu filho correu”, disse.

(mais…)

COMENTE AQUI