Nordeste consolida liderança do PT, que pode eleger 5 governadores neste ano na região

por Dinarte Assunção

Pela primeira vez, o Nordeste poderá terminar a eleição de 2018 com cinco governadores do PT.

O partido cresce no Nordeste no momento em que seu líder, o ex-presidente Lula, está encarcerado. A legenda tem amargado um processo anêmico em todo o Brasil. Na região onde Lula nasceu, no entanto, o PT se anaboliza.

O Nordeste detêm três dos nove governos atuais: Bahia (Rui Costa), Ceará (Camilo Santana) e Piauí (Wellington Dias).

Nas três unidades, a oposição patina e os governadores caminham para ser reeleitos, especialmente na Bahia, onde a oposição se viu implodida depois que ACM Neto se recusou a deixar a prefeitura de Salvador para disputar o governo.

Em outro viés, Rio Grande do Norte e Pernambuco, especialmente o RN, projetam petistas para governar seus estados.

No RN, a senadora Fátima Bezerra detém a liderança isolada das pesquisas. Em Pernambuco, a neta de Miguel Arraes e prima de Eduardo Campos, a vereadora Marília Arraes, está marcando 20% nas pesquisas e está apenas atrás do atual governador Paulo Câmara.

Racha

No momento de forte repulsa ao nome do PT e com o país dividido, a sinalização do Nordeste tende a aprofundar os preconceitos regionais que marcam as eleições, desta vez com o componente da centralização.

Se em 2014, a região foi alvejada pelos habitantes do Sul por ter sido decisiva para a reeleição de Dilma Rousseff, agora, em 2018, tenderá a ser fustigada por frustrar o plano de quem defende que um Brasil livre de corrupção passa por eliminar o PT.

São os falsos liberais, essa gente que defende a flexibilização das normas econômicas, mas que não porta o verdadeiro espírito da liberalidade, pois qualquer um que se autoproclame assim tem, por princípio, ideais de democracia.

COMENTE AQUI

Lopes  17/04/2018

Choram porque quer, a mamadeira ta cheia. #LulaLivre - Responder

Expedito Junior  17/04/2018

Deus tenha misericórdia deste bando de analfabetos que idolatram um ladrão como o Lula. - Responder

gust  17/04/2018

Correto. O povo não aprende. Prefere crer em mentiras do que na própria realidade que vive. - Responder


+ Ver todos os comentários

PT encolhe candidaturas a patamar de 20 anos atrás

Levantamento preliminar feito pela Direção Nacional do PT mostra que a legenda terá 1.135 candidatos a prefeito nas eleições de outubro. O número representa uma redução de 35,5% em relação aos 1.759 candidatos petistas que disputaram prefeituras nas eleições de 2012. É a menor quantidade de representantes do partido em um pleito municipal nos últimos 20 anos, quando disputou 1.077 prefeituras em 1996.

Segundo dirigentes do PT, a redução reflete as turbulências pelas quais tem passado o partido. “É a crise”, afirmou o deputado Paulo Teixeira (PT-SP), vice-presidente da legenda.

pq

Estadão

COMENTE AQUI

Val Lima  08/08/2016

Tem razão Dep Teixeira... Crise moral e financeira,já q o PT não dispõe da estrutura criminosa q o manteve no poder durante tanto tempo.... - Responder

VDelgado  08/08/2016

Você não pode generalizar, caríssimo Joca... Classificar toda uma categoria como conivente não é correto. - Responder

Silva  08/08/2016

Já disse aqui. O PT vai se tornar um partido NANICO. Quem é que vai se encostar nesse partido falido e desmoralizado? Só os que fizeram juramento e mais ninguém. - Responder


+ Ver todos os comentários

Dilma diz que PT precisa reconhecer erros e passar por ‘transformação’

dilma

Crédito: Fotos Públicas

A presidente afastada, Dilma Rousseff, afirmou que seu partido, o PT, precisa passar por uma “grande transformação” e reconhecer erros cometidos do ponto de vista ético e “do uso de verbas públicas”.

“Eu acredito que o PT precisa passar por uma grande transformação. Primeiro, uma grande transformação em que se reconheça todos os erros que cometeu do ponto de vista da questão ética e da condução de todos os processos de uso de verbas públicas”, disse Dilma em entrevista à revista “Fórum” nesta terça (2), no Palácio da Alvorada, em Brasília.

A petista afirmou que a atitude é necessária para manter o legado do partido, segundo ela, formado por uma “corrente imensa de experiências políticas que deram sua contribuição para esse país”. Ela ressaltou que as falhas foram cometidas por algumas pessoas, e não por toda a entidade.

“Nós vamos ter de resgatar isso [o legado]. Não é possível que se confunda o erro individual de algumas pessoas, que são passíveis de erros, com o erro de uma instituição. A instituição tem de ser preservada”, disse.

“O PT tem sobrevida se as suas lideranças souberem fazê-lo seguir em frente”, acrescentou.

Nos últimos dias, Dilma voltou a responsabilizar o PT pela suspeita de pagamentos de caixa dois para o marqueteiro João Santana, afirmando que ele cobrou dívidas da sua campanha de 2010 para a tesouraria da sigla.

Em depoimento à Justiça, Santana e sua mulher, Mônica Moura, afirmaram ter recebido ilicitamente US$ 4,5 milhões para compensar uma dívida do partido com o casal. Segundo eles, em 2013, o então tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, os orientou a procurar o engenheiro Zwi Skornicki, que tinha negócios com a Petrobras e efetuou o pagamento.

“Ele [Santana] diz que recebeu isso em 2013. Ora, a campanha começa em 2010 e até o final do ano, antes da diplomação, ela é encerrada. A partir do momento em que ela é encerrada, tudo o que ficou pendente de pagamento da campanha passa a ser responsabilidade do partido”, disse Dilma no último dia 27.

“Como disse o próprio João Santana, com quem ele tratou essa questão foi com a tesouraria do PT.”

As afirmações desagradaram a membros da legenda. Apesar disso, o presidente do partido, Rui Falcão, divulgou nesta segunda-feira (1º) uma nota em que afirmou “repudiar” a ideia de que o partido teria abandonado a presidente afastada na defesa contra seu processo de impeachment.

Na nota, publicada no site do partido, Falcão disse que o partido “reafirma seu compromisso integral na luta pelo retorno à Presidência da companheira Dilma”.

FUTURO

Na entrevista desta terça, Dilma voltou a chamar o seu processo de impeachment de “golpe” -segundo ela, capitaneado por um grupo integrado pela oposição tradicional, pelo PMDB, pela “grande mídia” e pelo empresariado.

Questionada sobre como quer ser lembrada após a Presidência, Dilma afirmou ter esperança de não ser cassada no processo atualmente em curso no Senado.

“Eu serei lembrada como a primeira mulher presidente. [Mas] Eu quero ser lembrada como a primeira mulher presidente que superou um processo de impeachment sem base [legal]. Essa é a minha esperança”, disse.

FolhaPress

COMENTE AQUI

Carlos Verôncio  03/08/2016

Interessante ver como a manipulação PeTista corrompeu o raciocínio de alguns. A justiça vem provando a corrupção implantada pelo PT e os zumbis de mortadela acusam a globo. Uns são dependentes de drogas, os PeTistas são dependentes do partido e dos recursos públicos. Então para estes só o PT serve, o resto é farinha do mesmo saco. Se assim é, vamos banir os PeTistas para seus pares, mandá-los para Cuba e Venezuela. Que eles vão ao paraíso que tanto desejam, mas lá, nunca, jamis aqui. - Responder

Jasciscleide de Ruteguilima  03/08/2016

Reconhecer que Quebrou o Brasil durante 13 ano e fechar o Circo e nunca mais eleger nem Sindico de predio. - Responder

Senhor Cidadão  03/08/2016

MILITARES JÁ!!! - Responder


+ Ver todos os comentários

[FOTO] Manifestantes projetam “Tchau Querida” na fachada do Congresso Nacional

tchau querida

Manifestantes a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff projetaram na noite desta quarta-feira (13), através de projetores de lazer, a frase “Tchau Querida” na fachada do Congresso Nacional.

A mensagem é uma alusão à despedida da presidente, caso seja aprovado o relatório que pede o impedimento do mandato da presidente na Câmara dos Deputados e no Senado Federal.

COMENTE AQUI

Marco Bueno  16/04/2016

É extremamente necessário após o "impeachment" entrar com um processo contra o PT por violação da lei dos partidos políticos ao se relacionar com o Fóro comunista de São Paulo, desde 1990. Este relacionamento com organização internacional, inclusive de narcotraficantes e terroristas como FARC (Colombia) e Movimento da Esquerda revolucionária (Chile)é proibido por essa lei. Deve haver também um processo para impedir tal Fóro do Brasil pois ele atenta contra a soberania de todos os países da América. - Responder

Nosdliw  14/04/2016

Ainda bem que essas lágrimas não derramarei. Afinal, são mais de 09 anos sem recomposição salarial. - Responder

antonio pereira  14/04/2016

eu quero ver o choro depois que a direita reassumir esse país. Servidores públicos que hoje apoiam o golpe vão se arrepender drasticamente. Igualmente os funcionários privados quando a terceirização bater à sua porta e precarizar ainda mais sua mão de obra. - Responder


+ Ver todos os comentários

PT perdeu 24 prefeitos e 186 vereadores em São Paulo

Desde meados do ano passado, quando a crise política se aprofundou, até o dia 2 de abril, fim do prazo legal para mudança partidária, 24 prefeitos do Estado de São Paulo trocaram o PT por outras legendas. O número corresponde a exatamente um terço (33,3%) dos 72 prefeitos eleitos pelo partido no Estado em 2012.

Além disso o PT perdeu 186 (28%) dos 664 vereadores que elegeu no Estado. Vários deles eram vistos como possíveis candidatos do partido na disputa por prefeituras importantes. O caso mais vistoso é o de Carapicuíba, cidade com mais de 270 mil eleitores, governada pelo PT há oito anos, onde o presidente da Câmara e pré-candidato a prefeito, Abraão Junior, trocou o partido pelo PSDB para disputar a eleição de outubro.

A maioria dos prefeitos que deixaram o PT governada pequenas ou médias cidades. A principal baixa foi o prefeito de Osasco, Jorge Lapas, que trocou a sigla pelo PDT. Osasco é o quinto maior colégio eleitoral de São Paulo com 548 mil eleitores.

O motivo alegado, na maioria dos casos, é o forte sentimento antipetista manifestado por setores do eleitorado desde o aprofundamento das crises política e econômica que têm como protagonista o governo Dilma Rousseff e as revelações feitas pela Operação Lava Jato.

COMENTE AQUI

Observador Potiguar  05/04/2016

O PT vai perder muito mais nas eleições de outubro. Fernando Maldade não se reelege em SP. Mineiro vai ser o último aqui em Natal. Entre as 200 maiores cidade do país não vencerá uma. Aguardem! - Responder

Fátima lamenta que PMDB sirva de instrumento para golpear democracia

Foto: Jefferson Rudy / Agência Senado
Foto: Jefferson Rudy / Agência Senado

A senadora Fátima Bezerra disse, em Plenário, nesta quarta-feira (30) que a população já está percebendo os riscos que correriam a democracia e as conquistas sociais e trabalhistas dos últimos anos, caso o golpe fosse consumado e o vice-presidente Michel Temer assumisse o poder. “Nós lamentamos profundamente que o PMDB tenha se aliado aos derrotados nas urnas, PSDB e DEM, e hoje sirva de instrumento para golpear a democracia, mas quero, no entanto, destacar que muitas das pessoas que gritavam nas ruas a favor do impeachment estão dando conta do que significa, na verdade, apear do poder uma mulher legitimamente eleita, para entregar o poder nas mãos de alguém que não foi eleito Presidente da República”, destacou a senadora.

Fátima ressaltou que o programa “Uma Ponte para o Futuro”, do PMDB, deveria ser chamado de Ponte para o Inferno, já que, caso suas propostas viessem a ser implantadas, seriam piores do que qualquer plano neoliberal já instituído no país. “O programa ‘Uma Ponte para o Futuro’, como está escrito, é incompatível com a execução de políticas sociais; ele põe em risco as conquistas e os avanços que nós tivemos nesses últimos 13 anos, no que diz respeito à inclusão social”, enfatizou a senadora.

Para a senadora, várias propostas do que chamou de “Projeto Temer” atingem direta e imediatamente políticas públicas e direitos sociais e trabalhistas, como a prevalência dos acordos trabalhistas em detrimento da legislação de proteção ao trabalhador, a desvinculação dos reajustes da previdência dos reajustes do salário mínimo e até mesmo a estagnação dos benefícios. Ela destacou especialmente os prejuízos sofridos pela área de educação, caso o projeto do PMDB fosse colocado em prática. “Essa proposta de Michel Temer, do vice, de desvincular os recursos para a área de educação, não seria uma ponte para o futuro, mas uma ponte para destruir o presente e o futuro da educação brasileira”, enfatizou.

A parlamentar lembrou que, para cumprir os acordos que certamente fizeram com o empresariado para garantir seu apoio, constatados pela participação explícita da FIESP nas manifestações pró-impeachment, teria que se cortar recursos das políticas sociais. Ela ressaltou que Estado teria de ser redesenhado para atender a interesses de multinacionais e do sistema financeiro, com a privatização de instituições como o Banco do Brasil, a Caixa Econômica e a Petrobras.

COMENTE AQUI

Jacinto Leite no Rego  01/04/2016

Ô senadorazinha sem futuro. O que que vocês fizeram pelo aposentado, me digam, Pense num partido vira lata e não é só esse tem muito mais, cada coisa sem futuro. - Responder

Neto  31/03/2016

Vai ter CADEIA, vai ter ALGEMAS, vai ter PAPUDA - Responder

Neto  31/03/2016

O nome do Partido deles deveria se chamar GOLPE pois esse nome não sai da boca deles, mais quando foi usado o golpe contra Fernando Collor não foi golpe para eles foi Democracia. Quer saber va "VTNC" - Responder


+ Ver todos os comentários

Para Fátima, Lula vai ajudar governo a retomar desenvolvimento do país

1935225_902152883215408_3090902825327479594_nA senadora Fátima Bezerra comemorou a indicação do ex-presidente Lula para ocupar o cargo de ministro chefe da Casa Civil. Para senadora, a decisão da presidenta Dilma Rousseff de convidar Lula para compor o governo é mais uma prova do esforço que ela está fazendo, no sentido de colocar o país de volta no caminho do desenvolvimento econômico, da estabilidade fiscal e da inclusão social, buscando o diálogo político. “Ela sabe da experiência desse homem, da capacidade extraordinária que ele tem de buscar a coesão, de buscar a unidade, de buscar a união. E é por isso que nós estamos muito confiantes e esperançosos”, ressaltou Fátima.

Da mesma forma, Fátima considera que Lula também teve uma atitude grandiosa ao aceitar o convite. A senadora lembrou que o ex-presidente é um dos melhores presidentes que o país já teve: deixou o governo, ao final de dois mandatos, com 80% de aprovação e foi o primeiro presidente a receber o prêmio Estadista Global, do Fórum Econômico Mundial. Para ela, por ser um grande estadista, Lula, não poderia se omitir em um momento difícil da vida do país.

“E é provavelmente por isso que a oposição está com os nervos à flor da pele, porque a oposição teme que a presença de Lula no Governo ajude a fortalecer o governo e a retomar o desenvolvimento”, destacou a parlamentar.

Aos que dizem que o ex-presidente assumiu um cargo no governo para ganhar foro privilegiado, a senadora fez questão de esclarecer que Lula não terá benefício jurídico algum por se tornar ministro. Ela lembrou que a prerrogativa de foro não é um privilégio, pois só significa que as investigações continuam, mas no âmbito da Suprema Corte do país e, inclusive, se for aberto um processo, enquanto os cidadãos comuns têm direito a, no mínimo, duplo grau de jurisdição, os que têm o chamado foro privilegiado só passam pelo julgamento do Supremo, sem uma instância superior para recorrer. “Aliás, com essas críticas, a oposição está na verdade colocando em suspeição a mais alta Corte deste país. Isso é uma total falta de desrespeito!”, destacou.

A senadora fez questão de ressaltar ainda que, quando os adversários criticam a ida do presidente para o ministério dizendo que a presidenta Dilma iria virar uma rainha da Inglaterra estão movimentos pelo preconceito: “Se fosse um homem que estivesse à frente da Presidência da República, eu duvido que eles fariam essa afirmação com tanta ênfase”, destacou.

Fonte: Agência Senado

COMENTE AQUI

Nosdliw  17/03/2016

A Senadora terá o papel fundamental de ficar em cima do Procurador de Rondônia, segundo Lula. - Responder

Chico  17/03/2016

Eu acredito em Papai Noel, mais nisso chamais acontecerá. - Responder

Júnior  17/03/2016

Tô esperando pra ver o que vai dizer depois que o Lula ter mencionado o nome dela. Nunca me enganou, sempre tive desconfiança, sempre tive certeza que ela e Mineiro são manobrados feito rabo de canoa pelo o chefe. - Responder


+ Ver todos os comentários

LAVA JATO: Descobertos arquivos escondidos pelo Instituto Lula

lulaA Polícia Federal cumpriu mandado de busca e apreensão – até hoje mantido sob sigilo – no número 139 da rua Gonçalo Pedrosa. Descobriu que o endereço era usado pelo Instituto Lula para esconder documentos fundamentais para a investigação.

Foram encontrados lá contratos de prestação de serviço firmado pela LILS Palestras com grandes empreiteiras investigadas na Lava Jato, contratos de câmbio, passaportes diplomáticos de Lula vencidos, boletos e NFs emitidas pelo instituto. Chamou atenção dos investigadores, NFs emitidas em fevereiro e março de 2016 em nome de Cleber Batista Pereira Informática ME, por serviços de gerenciamento de contas de e-mail, backup de servidores em nuvem e administração de servidores WEB.

Desconfiados, os investigadores solicitaram a Sérgio Moro outro mandado de busca e apreensão na empresa de Cleber e o fornecimento de todos os dados, inclusive senhas, para acesso “integral” de dados/arquivos eletrônicos mantidos pelo Instituto Lula. “O acesso aos bancos de dados mantidos pela referida empresa em favor do Instituto Lula é fundamental para o aprofundamento das investigações.”

instituto lula

Fonte: O Antagonista

COMENTE AQUI

PT, PDT e PSOL pedem cassação da TV Globo por escândalo da Fifa

O delator Alejandro Burzaco, que acusou a TV Globo de pagar propina. Foto: John Taggart/Reuters

O PT está apresentando uma representação ao Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) em que acusa o Grupo Globo de ter ferido a lei de Defesa da Concorrência no caso Fifa. Assinam o documento também o PDT e o PSOL.

As legendas acionaram ainda a PGR (Procuradoria-Geral da República) para a investigação de eventuais crimes e pediram ao Ministério da Ciência e Tecnologia que casse a concessão da TV, por supostamente infringir a Lei Geral de Telecomunicações.

A empresa foi acusada de pagar propina de US$ 15 milhões, junto com a mexicana Televisa, pelos direitos de transmissão das Copas do Mundo de 2026 e 2030. O valor garantiria os direitos de TV, rádio e internet para os eventos esportivos e teria sido depositado no banco Julius Bär, na Suíça.

As acusações foram feitas por um delator, o argentino Alejandro Burzaco, uma das principais testemunhas no julgamento do ex-presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) José Maria Marin, que está ocorrendo em Nova York no escândalo de corrupção da Fifa.

A TV Globo afirma que não pode “comentar sobre o que não fomos notificados ou oficialmente informados. Mas aproveitamos para reafirmar o que já dissemos, que o Grupo Globo não pratica nem tolera qualquer tipo de propina e está sempre à disposição das autoridades”.

Em nota divulgada quando o escândalo veio a público, o grupo afirmou que, após “mais de dois anos de investigação” feita nos EUA, a empresa “não é parte nos processos que correm na Justiça americana”.

O grupo disse ainda que conduziu “amplas investigações internas” desde que o escândalo da Fifa foi revelado, em 2015. Nelas, ainda segundo o comunicado, foi apurado que o Grupo Globo “jamais realizou pagamentos que não os previstos no contrato”.

Mônica Bergamo – Folha de São Paulo

 

COMENTE AQUI

Vera L. M.V.silva  22/11/2017

Quer dizer q as facções PT, PDT e PSOL vão pedir a cassação da GLOBO!!! E q moral tem essa gentalha? Coitados, é mta ousadia, viu ....só bandido querendo se misturar!!! A escória do país querendo se meter com a GLOBO, cresçam e apareçam asquerosos - Responder

Tiago  22/11/2017

Hoje a CELA é sua, Hoje a CELA é nossa, É de quiser... Quem vier... - Responder

CURITIBA JÁ  22/11/2017

PT PEDINDO CASSAÇÃO POR ESCÂNDALO/????KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, SO PODE SER PEGADINHA - Responder


+ Ver todos os comentários

Lula “participou ativamente” de Petrolão, acusam procuradores

Em parecer à Justiça nesta semana, procuradores da Operação Lava Jato acusam o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de ter “participado ativamente” do esquema de corrupção na Petrobras e de ser um de seus beneficiários.

“Há elementos de prova de que Lula participou ativamente do esquema criminoso engendrado em desfavor da Petrobras, e também de que recebeu, direta e indiretamente, vantagens indevidas decorrentes dessa estrutura delituosa”, escrevem os procuradores.

O documento, de 70 páginas, é um dos mais incisivos posicionamentos do Ministério Público em relação ao ex-presidente, alvo de inquéritos na Lava Jato.

Para os procuradores, não é “crível” que Lula não soubesse da existência do esquema, tendo em vista que admitiu, ainda em 2005, a existência de caixa dois no PT e também afirmou à Polícia Federal, em março, que nomeava os diretores da Petrobras de acordo com as indicações de aliados políticos.

“Diversos fatos vinculados ao esquema que fraudou as licitações da Petrobras apontam que o ex-Presidente da República tinha ciência do estratagema criminoso e dele se beneficiou”, escrevem.

A força-tarefa ainda acusa o PT de atuar “de forma constante e própria” para obter dinheiro para a legenda.

O documento lista diversos acusados na Lava Jato que tinham ascendência no partido e íntima relação política com Lula, tais como o ex-ministro José Dirceu, o ex-tesoureiro João Vaccari Neto e o ex-deputado André Vargas -todos presos pela operação.

“Considerando que todas essas figuras, diretamente envolvidas no estratagema criminoso, orbitavam em volta de Lula e do PT, não é crível que ele desconhecesse a existência dos ilícitos”, dizem os procuradores.

FolhaPress

COMENTE AQUI

Rômulo  05/08/2016

Se houvesse provas de que Lula tivesse "participado ativamente" do petrolão, ele já estaria atrás das grades há tempos! Querem é usar a deturpação da Teoria do Domínio do Fato para condená-lo sem provas, usando termos como "não é crível que ele desconhecesse a existência dos ilícitos", "tem de saber" etc. Provar que é bom, nada! - Responder

Reginaldo  05/08/2016

Ja imaginou se todo mundo que soubesse que outra pessoa roubou fosse preso não ia ter espaço pra tanta gente. Se quiser prender o homem usaem provas concretas e não achismo, estão tentando prejudicar um futuro adversário nas próximas eleições. - Responder

Marta S.O.S  05/08/2016

Provas maiores que essa ? Alem de Molitonto, Golpista, Alienado e Pão com Mortadela me diga em qual Mundo da Lua você vive ? - Responder


+ Ver todos os comentários

Justiça manda soltar Mônica Moura, mulher de marqueteiro de Dilma

moni

Foto: Heuler Andrey/Folhapress

O juiz Sergio Moro determinou na manhã desta segunda-feira (1) a soltura da empresária Mônica Moura, mulher do marqueteiro João Santana.

Os advogados dela confirmam a decisão.

Segundo Fabio Tofic Simantob, a defesa comemora. “Depois do interrogatório deles e do operador Zwi Skornicki, isentando-os da corrupção, não faria mais sentido mantê-los presos”, afirma.

A decisão veio acompanhada do pagamento de uma fiança. Os valores já estariam incluídos no montante que foi bloqueado pela Justiça.

O publicitário também pode ser solto nos próximos dias, caso os advogados apresentem petição neste sentido.

Mônica Bérgamo, Folha

COMENTE AQUI

MB  01/08/2016

HAJA CHIFRE AGORA! KKKKKK - Responder

Fátima: Temer não tem condição de pacificar este país

26139038750_4cfa36f2ab_kA senadora Fátima Bezerra disse, nesta quarta-feira, que o vice-presidente, Michel Temer, não tem condição nenhuma de pacificar o País ao lado do Presidência da Câmara, Eduardo Cunha. “Todos nós sabemos o que significaria Michel Temer e Cunha à frente dos destinos deste País, do ponto de vista do desmonte, do ponto de vista do retrocesso, tanto no campo político, como no campo social”, disse.

Fátima afirmou que ainda que o Programa intitulado “Uma Ponte para o Futuro”, do vice-presidente, representa, na verdade, uma ponte para destruir o presente e o futuro das conquistas do povo brasileiro. “O que estamos vivendo é um momento histórico. Daqui a 50 anos, contaremos aos nossos descendentes – e a história honrará aqueles e aquelas que terão orgulho de dizer que foram às ruas para defender o mandato de uma Presidenta legitimamente eleita pelo voto popular, contra quem não se pode comprovar qualquer crime”, afirmou.

Fátima também voltou a pedir que continuem as mobilizações em todo o pais. “ A batalha não terminou. Estamos confiantes de que nós vamos celebrar a democracia no próximo domingo, derrotando o impeachment ainda na Câmara dos Deputados. A grande mídia, todos nós sabemos, tem lado, tem cara e tem se apresentado como um verdadeiro partido de oposição, tentando criar um clima, criar uma onda, como se houvesse um fato consumado, quando não é nada disso, de maneira nenhuma. Este não será o País do ódio, da vingança e das traições. No domingo, vamos sepultar o Impeachment e dizer que valeu a luta”, ressaltou a senadora.

COMENTE AQUI

Ricardo  13/04/2016

Então quem tem é você senadora. - Responder

EMILSON  13/04/2016

O PT ERA FORTE COM O DINHEIRO DA PETROBRAS....AGORA TUDO ACABADO SENADORA. - Responder

Gervasio Mila  13/04/2016

Essa senadorasinha acha que quem tem condições de pacificar o país é esta corja de ladrões que estão no poder e que faliram a Petrobrás? - Responder


+ Ver todos os comentários

Rafael Motta critica: “Vivemos uma queda de braço medíocre”

Rafael Motta 1O deputado federal Rafael Motta, do PSB, criticou hoje a crise política que tomou conta do Brasil e que tem resultado em uma total obstrução dos trabalhos da Câmara dos Deputados, em Brasília. Segundo o parlamentar, o País vive hoje uma “queda de braço medíocre” que tem impedido a criação de uma agenda para resolver os problemas da população.

“Essa situação toda está atrapalhando o trabalho legislativo. A gente está vivendo uma queda de braço medíocre. Falta uma agenda propositiva para o nosso País. As votações aqui no plenário (da Câmara dos Deputados) estão os partidos encaminhando à obstrução porque, primeiro, não se discute o impeachment todo de uma vez só e, segundo, não temos um presidente que não tem legitimidade para conduzir toda essa discussão”, afirmou Rafael Motta.

Segundo o deputado, é preciso resolver o quanto antes essa questão e acabar com a dúvida se o governo federal continua ou não. “A gente precisa, realmente, resolver logo esse problema, porque se não vai agravar cada vez mais a política do nosso país. As instituições estão em crise. A economia está em queda, o emprego normal caindo, o desemprego aumentando, o juros aumentando, e tudo isso faz com que o impeachment não seja, apenas, um julgamento político em relação as famosas pedaladas fiscais”, acrescentou ele.

COMENTE AQUI

observador  30/03/2016

ISTO É UMA SUMIDADE! MEUS DEUS! - Responder

haroldo  30/03/2016

Essas tetas do governos ninguem quer soltar. - Responder

fernando alves  31/03/2016

E brincadeira escuta este cara dizer estas coisas. kkkkkkkkkkk Será que ele sabe o que esta acontecendo no RN? será .... kkkkkkkkkk Cala-te boca kkkkkkkkk - Responder


+ Ver todos os comentários

Presidência abre procedimento por desvio ético contra Mercadante

mercadante-777x437A Comissão de Ética Pública da Presidência da República determinou nesta segunda-feira (28) abertura de procedimento de investigação por desvio ético contra o ministro da Educação, Aloizio Mercadante.

A iniciativa foi tomada diante de denúncia apresentada pela bancada do PSDB no Senado Federal ao órgão federal. O partido de oposição acusa o ministro de ter incorrido em conduta incompatível com o cargo em diálogo com o assessor do senador Delcídio do Amaral (sem partido-MS), Eduardo Marzagão.

Em gravação entregue à Procuradoria-Geral da República, para tentar evitar uma delação premiada, o ministro sinaliza ao assessor que poderia ajudar Delcídio financeiramente e lobby junto aos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) para a sua saída da prisão.

Em entrevista a jornalistas logo após a revelação da conversa, Mercadante explicou que estava prestando “solidariedade” ao senador preso e que não tinha intenção de impedir sua delação, influenciando na Operação Lava Jato.

No pedido, o líder do PSDB no Senado Federal, Cássio Cunha Lima (PB), pede que se apliquem sanções contra o ministro, que podem variar desde uma advertência escrita até uma sugestão para que ele deixe o cargo.

A pedido da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) do Distrito Federal, o órgão federal também abriu procedimento de investigação por desvio ético contra o advogado-geral da União, José Eduardo Cardozo.

No pedido, a OAB-DF acusa o ministro de confundir suas atribuições no cargo com a de fazer uma “defesa partidária” do governo federal.

COMENTE AQUI

paulo  29/03/2016

BG Esses ptRALHAS são CÍNICOS e sem-vergonhas. - Responder

Na bandeira do meu país não existe a cor vermelha  29/03/2016

Essas são as "estrelas" do PT. - Responder

Fátima Bezerra: “Globo está incentivando sentimento de ódio e intolerância”

Senadora-Fátima-BezerraA senadora Fátima Bezerra (PT-RN) defendeu, na terça-feira (8), criticou fortemente os ataques golpistas de que estão sendo vítimas o ex-presidente Lula e a presidenta Dilma Rousseff e das arbitrariedades que estão sendo cometidas pela grande mídia e de parte do Judiciário. “Nós continuaremos firmemente empenhados, nesta tribuna, nas ruas, nas escolas, onde for, na defesa do mandato da Presidenta Dilma, na defesa da soberania popular, assim como na defesa da biografia e da história do Presidente Lula e de todo o legado que ele deixou para o povo brasileiro. Eles não conseguirão nem o impeachment da presidenta Dilma nem o impeachment preventivo do Presidente Lula, com toda essa operação judicialesca em curso”, afirmou.

Segundo a senadora, a tese de tirar a presidenta Dilma Rousseff do poder a qualquer custo não vai passar de um sonho da oposição. “Não vai passar de um sonho de verão, de inverno, seja lá do que for, não vai passar de um sonho. Eles querem tirar Dilma e inviabilizar a candidatura de Lula, prejudicando, portanto, a continuação de um projeto que vem transformando a realidade social brasileira (…) Essas iniciativas golpistas por parte da oposição felizmente não prosperaram e não prosperarão”, salientou.

Fátima declarou ainda que, o espetáculo grotesco a que o Brasil assistiu na última sexta-feira, é mais uma demonstração da arbitrariedade do juiz Sérgio Moro. “Em uma atitude sem base legal, o juiz, que tem agido quase que como militante do PSDB, decidiu pela condução coercitiva de uma pessoa que nunca se negou a colaborar com a Justiça deste País. Não pode haver dois pesos e duas medidas, não pode haver, de maneira nenhuma, uma investigação de caráter dirigido, de caráter partidarizado. Nós queremos investigação, sim, mas que seja ampla, geral e irrestrita, que investigue todos e todas. Pois, infelizmente, para a Operação Lava Jato, a turma da oposição, o PSDB, é intocável”, criticou.

Mídia

Fátima atacou a manipulação e propagação do ódio que vem sendo feito no país a fora por parte da grande mídia, especialmente da Rede Globo. “Infelizmente, o noticiário é feito a mando de seus donos, da forma mais reprovável que pode haver no mundo, um noticiário extremamente manipulador, que não respeita qualquer manual de comunicação social, que não observa o mínimo de isenção, de profissionalismo e de seriedade. Infelizmente! E é a própria Rede Globo que está incentivando o sentimento de ódio e de intolerância, mas o nosso povo não vai cair nessa provocação, de maneira nenhuma”, defendeu.

Manifestações

A senadora Fátima também ponderou a importância das manifestações como instrumento popular. “O que se espera é que as manifestações ocorram sob o signo do respeito, tanto de um lado como de outro. Não temos medo de mobilização popular, de mobilização social. Foi nas ruas que nós, do PT, do campo democrático popular, da esquerda, dos movimentos sociais, dos movimentos populares, nascemos, e de lá nós nunca nos ausentamos. Estamos aqui imbuídos do sentimento de fazer justiça à biografia, à história, à trajetória de Lula, não somente pelo legado que ele construiu como Presidente da República, mas por sua biografia de militante político e sindical, de Parlamentar e de Presidente. Ele entrou para a história do Brasil como o melhor e maior Presidente deste País”, concluiu.

Fonte: Agora RN

COMENTE AQUI

FRASQUEIRINO  09/03/2016

E a senhora defendendo os PETRALHAS os quais ajudou a se eleger. - Responder

Jackson  09/03/2016

Essa estória de dizer que a Globo está incitando o ódio é apenas para desviar o foco: Que a corrupção desse governo do PT. Quem está na verdade incitando o ódio é o primeiro. Já tem mais dez anos que eu não voto em nenhum candidato do pt. A farsa acabou! - Responder

GUILHERME  09/03/2016

TA NAO TA SO FALANDO A VERDADE SENADORA FRIBOI VA TRABALHAR E DEIXE DE DEFENDER BANDIDOS DO PT - Responder


+ Ver todos os comentários

IMPEACHMENT: Mineiro acredita que divergência dos Alves seja reflexo da divergência do PMDB

MINEIROO PMDB está divido atualmente quanto ao processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff acatado pela Presidência da Câmara dos Deputados. Atulamente, o senador Garibaldi Alves é contra, o deputado federal Walter Alves é a favor e o ministro Henrique Alves em cima do muro.

O deputado estadual Fernando Mineiro, do PT, disse ao blog que acredita que essa divergência posicionamentos quanto ao processo seja reflexo da divisão interna do próprio PMDB, que tem o vice-presidente da República.

“É normal que não se tenha uma unanimidade [no PMDB]. O meu desejo era que não tivesse essas contradições e que todos estivessem ao lado da presidente. Faz parte do próprio sistema partidário brasileiro. É reflexo da própria divergência do partido. Isso só vai mudar, quando a população mudar o voto”, disse.

Mineiro aproveitou para reiterar seu posicionamento quanto à nova fase de investigação da Operação Lava-Jato, que cumpriu mandados de prisão na casa do ministro Henrique Eduardo Alves.

“Ninguém está acima da lei. Desejo que as apurações transcorram o mais rápido o possível e que quem for culpado que seja penalizado e que quem for inocente que seja inocentado. Não faço julgamento”, completou.

COMENTE AQUI

joel Avelino de lima  16/12/2015

Dá espaço a esse sem futuro é o fim do mundo. - Responder

FRASQUEIRINO  16/12/2015

Mineiro vc tem duvida do comportamento da familia Alves? sempre é assim: Garibaldi fica com candidato A, Henrique Alves fica con o candidato B e depois da disputa eleitoral quem perder salva o derrotado e assim continuam nas tetas do poder. - Responder

Silva  16/12/2015

Tadim, do lado da presidenta? É como diz o bico. Meus eggs. Rsrsrs - Responder


+ Ver todos os comentários