Adolescente curitibano, foge de casa, burla esquema de segurança de aeroporto e embarca em voo para São Paulo

Um adolescente de 12 anos começou a semana protagonizando uma história cheia de aventuras. Na segunda-feira, o morador de Curitiba foi suspenso da escola, ficou com medo da reação dos pais, e “fugiu”. Até parece mais uma daquelas histórias rotineiras – e até seria se o menino não tivesse conseguido embarcar no voo 3012 da Latam com destino a São Paulo sem que ninguém percebesse. A companhia providenciou o retorno dele em segurança.

Tudo começou porque o jovem curitibano tirou nota vermelha em uma prova e ficou com medo de levar bronca, então falsificou a assinatura dos pais no boletim e entregou à escola. Ele foi descoberto e suspenso. Ao sair do colégio, o adolescente decidiu ir ao aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, que fica a 18 km do centro da capital paranaense. No terminal, ele aproveitou a distração dos funcionários do aeroporto, passou pelo esquema de segurança que dá acesso ao embarque e se infiltrou junto à uma família com três crianças.

Sem documentos e sem passagem aérea, ele conseguiu embarcar normalmente, porém foi descoberto ao chegar no aeroporto de Congonhas, em São Paulo. A ideia do adolescente não era nada modesta: seguir para países como Espanha e França (Paris), que estavam anotados em sua mão como parte do plano.

Em nota, a Latam informou que “está apurando o ocorrido e que esteve em contato tanto com as autoridades quanto com os responsáveis do menor, e prestou assistência para o seu retorno imediato de Congonhas a Curitiba no mesmo dia (15 de abril)”. Já a Infraero relatou em nota que “colaborará com as autoridades policiais para esclarecer o fato em questão, ao mesmo tempo em que reforçará seus processos de segurança na sua Rede de aeroportos”.

Melhores Destinos