Após Feliciano pedir impeachment de Mourão, Bolsonaro evita desgaste com bancada evangélica

POR GUILHERME AMADO

O deputado Marco Feliciano, do Podemos de São Paulo, permanecerá vice-líder do governo, apesar de ter protocolado um pedido de impeachment de Hamilton Mourão.

Jair Bolsonaro e auxiliares avaliam que a saída de Feliciano traria um desgaste indesejável com a bancada evangélica.

Entretanto, o gesto político de não punir quem estocou Mourão tem lá seu significado.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. victoadrianoperrucijr disse:

    victorjr : nao meixam no salario minimo pra' baixo , sempre pra' cima ( os valores )

  2. Antonio Turci disse:

    General Mourão é competente, digno, decente. Entretanto não pratica a discrição, como sempre fez, à época, o vice Itamar Franco. Judielson

  3. Mari disse:

    Não sei o que é pior, se lula e Dilma com uma quadrilha toda montada, ou como Bolsonaro, que se elegeu sozinho, e tem que montar o seu governo, e nós temos que assistir todo dia os comparsas das facções se degladiando, tentando postos mais avançados pra fazer rapinagem

COMENTE AQUI