Economia

Auxílio Brasil e novos benefícios devem injetar mais de R$ 16 bilhões no comércio

Foto: Adriana Toffetti/Ato Press/Estadão Conteúdo

A CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo) projeta um impacto de R$ 16,3 bilhões no comércio com o aumento do Auxílio Brasil de R$ 400 para R$ 600 e os benefícios a caminhoneiros e taxistas, que começam a ser pagos a partir da terça-feira (9).

A previsão é que os setores de hiper, super e minimercados (R$ 5,53 bilhões), de combustíveis e lubrificantes (R$ 3,03 bilhões) e as lojas de tecidos, vestuário e calçados (R$ 2,32 bilhões) sejam os mais beneficiados.

Os auxílios fazem parte da PEC (proposta de emenda à Constituição) dos Benefícios Sociais, promulgada em julho pelo Congresso Nacional. A medida autoriza o governo federal a gastar R$ 41,2 bilhões para conceder benefícios sociais.

Além de autorizar o pagamento de seis parcelas de R$ 1.000 a caminhoneiros e taxistas, a PEC ampliou o número de beneficiados de 18,1 milhões para 20,2 milhões do Auxílio Brasil e o valor, de R$ 400 para R$ 600, desde este mês até dezembro, e aumentou em 50% o Auxílio Gás.

R7

Opinião dos leitores

  1. Meus cliente é tudo da área nobre nova parnamirim e faço até delivery, eles não depende desses benefício mais fico feliz pelo MITO MESSIAS BOLSONARO estar ajudando a quem compra no alecrim e no midway

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Presidente do STF derruba liminar e torna Eduardo Cunha inelegível de novo

Foto: Sérgio Lima/Poder360

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Luiz Fux, anulou na quinta-feira (18.ago.2022) uma decisão que suspendia a inelegibilidade do ex-deputado Eduardo Cunha (PTB).

O ex-presidente da Câmara chegou a se candidatar para o cargo de deputado nas eleições de outubro. A decisão de Fux considerou pedido da PGR (Procuradoria Geral da República).

A determinação que beneficiou Cunha foi tomada em julho deste ano pelo juiz Carlos Augusto Pires Brandão, do TRF-1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região). Suspendeu os efeitos de parte de uma resolução da Câmara que determinava a inelegibilidade do ex-deputado.

A medida atendeu a um pedido da defesa de Cunha, que apontou irregularidades na tramitação do processo de cassação do seu mandato.

Na interpretação de Fux, ao tornar Cunha elegível novamente, a Justiça interferiu no funcionamento do Legislativo. “A decisão impugnada obsta de modo indevido o regular exercício de competência constitucional exclusiva do Poder Legislativo”, escreveu o ministro.

A decisão do presidente do STF ficará vigente até o trânsito em julgado da ação de origem.

Poder360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Kid Bengala tenta vaga na Câmara dos Deputados: “Vou entrar com tudo”

Foto: Reprodução/TSE

Clóvis Basílio dos Santos, mais conhecido como Kid Bengala, é mais uma das figuras que tentarão uma vaga na Câmara dos Deputados nas eleições deste ano. O anúncio da candidatura foi feito na última quarta-feira (17/8), em publicação realizada no TikTok.

“Como o Lucas, como o seu João, como o José, como o Ricardo, também como a Flávia, como a Maria, como a Joice, enfim, eu como todos os brasileiros e brasileiras estou de saco cheio de tanta sacanagem na política. Por isso, como você, eu resolvi inovar para meter o pau nessa bagunça”, disse na publicação que já passa das 196 mil visualizações.

Kid Bengala, que disputa o cargo de deputado federal pelo União Brasil, afirma que resolveu inovar e tentar uma candidatura para “meter o pau nessa bagunça”. “Pode apostar que eu vou entrar é com tudo”, finalizou o ator pornô de 67 anos.

Esta é a quarta vez que Kid Bengala concorre a um cargo político. Em 2008, se candidatou a vereador pela cidade de São Paulo. Na segunda eleição, saiu como candidato a deputado estadual. Já nas últimas, realizadas em 2020, tentou novamente o cargo de vereador. Em nenhuma das ocasiões o ator pornô conseguiu votos suficientes para ser eleito.

Metrópoles

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Governo pretende aumentar a tributação para quem ganha mais, diz Guedes

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quinta-feira (18), que o governo pretende aumentar a tributação para quem ganha mais, simplificando os impostos como contrapartida. “A base de arrecadação aumenta e essa massa de arrecadação maior paga a transferência de renda”, comentou.

Durante participação em evento do BTG Pactual, o ministro defendeu um mix de política econômica baseado em ação social do governo, investimento privado e melhor gestão do capital público.

Guedes criticou o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), dizendo que o banco teria agido junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) para não devolver recursos ao governo.

“Em vez de pagar, foram no TCU e convenceram o TCU de que era melhor deixar para pagar mais na frente. Nós temos que botar eles para pagar, porque, quando paga, a gente reduz um pouquinho o bônus deles mas, em compensação, reduz os impostos para todo mundo”, disse Guedes.

Estadão Conteúdo

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

OMS não recomenda 4ª dose de vacinas contra Covid para população geral

Foto: Sérgio Lima/Poder360

A Organização Mundial da Saúde (OMS) atualizou, nessa quinta-feira (18/8), as recomendações sobre o uso das vacinas contra a Covid-19. De acordo com os especialistas do Grupo Consultivo Estratégico de Peritos em Imunização (SAGE, na sigla em inglês), não há necessidade de aplicar a quarta dose – o segundo reforço – na população geral, livre de fatores de risco.

A indicação do reforço fica restrita aos grupos com alto risco de desenvolver a forma grave da doença e morrer após infecção do coronavírus, incluindo idosos, pessoas com comorbidades, imunossuprimidos, gestantes e profissionais de saúde.

Os especialistas da OMS têm feito constantes revisões de estudos sobre as vacinas e a resposta imunológica de diferentes grupos populacionais aos imunizantes.

O presidente do SAGE, Alejandro Cravioto, afirmou durante coletiva de imprensa que garantir que todos recebam a imunização primária (com as duas primeiras doses) continua sendo a prioridade.

Metrópoles

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

“Amanhã, eu estarei lá. E depois também”, diz youtuber que ofendeu Bolsonaro

Foto: Reprodução

O cabo da reserva do Exército Brasileiro, advogado e influenciador digital Wilker Leão de Sá, 26 anos, viralizou nessa quinta-feira (18), após confrontar, ofender e irritar o presidente Jair Bolsonaro (PL), no cercadinho nas proximidades do Palácio da Alvorada, em Brasília (DF).

Bolsonaro chegou a tentar tirar o celular em que o jovem gravava um vídeo. Nas redes sociais, um outro vídeo mostra que, em seguida, o presidente respondeu os questionamentos dele.

Em entrevista à CNN, Wilker diz considerar a atitude do presidente como inadequada, mas que o final foi positivo. “A forma como ele se aproximou para tentar tomar o meu celular foi errada. Aí, ele viu que não conseguiu tomar o meu celular e ordenou que os seguranças pegassem”, disse. “Mas acho que o final foi positivo por tentar conversar como deveria ter sido antes.”

Por conta da repercussão do caso, ele revela estar preocupado com a reação dos apoiadores do presidente, mas disse que não deixará de ir ao cercadinho. “Amanhã, eu estarei lá. E depois também. Eu acredito que esse debate consegue elucidar pontos sobre esse governo que os apoiadores dele não entendem ou preferem ‘passar um pano’.”

CNN Brasil

SAIBA MAIS: VÍDEO: Veja o momento em que Youtuber xinga o Presidente Bolsonaro

Opinião dos leitores

  1. Pelas ofensas deferidas contra o presidente ou a qualquer outro cidadão, deveria responder um processo, no mínimo.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

“Quiseram puxar meu tapete”, diz Tebet sobre Lula e emedebistas

Foto: Reprodução/YouTube

A candidata do MDB à Presidência, Simone Tebet, disse nesta quinta-feira (18.ago.2022) que “quiseram” puxar seu tapete durante a pré-campanha. Ela disse que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tentou articular com aliados emedebistas para que ela não se candidatasse.

“Quiseram puxar o meu tapete e, por conta disso, não estão pensando no que é uma democracia, que é a oportunidade de dar ao eleitor a oportunidade de realmente escolher. O verdadeiro voto útil é levar uma candidatura de centro para o 2º turno”, afirmou a senadora.

Em entrevista ao Flow Podcast, Tebet respondeu que o ex-presidente “fez reuniões” e “mandou recados” contra sua candidatura. Ela citou o encontro de Lula com lideranças do MDB, cuja foto foi divulgada para mostrar que ela não teria apoio na convenção emedebista.

“Não estou discutindo escolhas, mas ele [Lula] fez reuniões, ele mandou recados, ele criou uma situação. Tanto é, que foi um prefeito lá do interior de Alagoas, não preciso dizer mais nada que judicializou logo depois dessa fotografia. Porque não acreditavam que eu teria coragem de ir até o final”, declarou a senadora.

Poder360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tecnologia

Anatel adia em 60 dias início do 5G em Natal e mais 14 capitais

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

O conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou nesta quinta-feira, 18, mais 60 dias de prazo para a tecnologia móvel de 5ª geração (5G) começar a rodar em 15 capitais brasileiras.

A proposta de extensão foi recomendada na última sexta-feira, 12, pelo grupo da Anatel que acompanha a limpeza de faixas necessária para o 5G funcionar sem interferências nas cidades. A votação aconteceu em circuito deliberativo remoto.

Agora, essas 15 capitais precisam estar liberadas até 28 de outubro para a ativação da tecnologia. As operadoras então terão mais 30 dias, podendo ligar o sinal até 27 de novembro. Pela regra anterior, que já contava com uma prorrogação de prazos, todas as capitais deveriam receber o sinal até o fim de setembro. Mas, em razão do cronograma de entrega de equipamentos necessários para evitar interferências de sinal, o grupo recomendou a extensão do prazo.

O adiamento vale para Recife, Fortaleza, Natal, Aracaju, Maceió, Teresina, São Luís, Campo Grande, Cuiabá, Porto Velho, Rio Branco, Macapá, Boa Vista, Manaus e Belém.

Agência Estado

Opinião dos leitores

  1. Só no Brasil mesmo, onde se faz propaganda sobre algo que ainda não existe. O ministro das comunicações veio à Natal fazer o lançamento de algo que não existe.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Confira a agenda dos candidatos ao Governo do RN nesta sexta-feira (19)

Foto: Reprodução

Veja a agenda dos nove candidatos ao Governo do Rio Grande do Norte nesta sexta-feira (19).

Antonio Bento (PRTB):

18h – Entrevista na 95 FM

Clorisa Linhares (PMB):

14h – Entrevista na rádio Nova 87.7 FM – Blog Heloísa Macedo
16h – Reunião com Fetarn no Hotel Monza
19h – Reunião com Samara Xavier na Zona Norte

Danniel Morais (PSOL):

Manhã – Campanha na passarela do Natal Shopping
18h – Entrevista na 98 FM

Fábio Dantas (Solidariedade):

13h40 – Entrevista na TV Ponta Negra, com Micarla de Souza
19h – Lançamento da campanha a deputado estadual de Taveira Jr, em Parnamirim
21h – Lançamento da campanha a deputado estadual de Maurício Filho, em João Câmara

Fátima Bezerra (PT):

9h – Adesivaço da coligação “O Melhor Vai Começar”, no Comitê
10h – Reuniões com o Marcco, IFRN e despachos administrativos, na Governadoria
14h – Reuniões com lideranças políticas, no Comitê
17h – Abertura do comitê “O Melhor Vai Começar”
18h – Caravana com apoiadores, em Mirassol, Pirangi e Neópolis
20h – Aniversário de Eribaldo, em São José do Campestre

José Nazareno (PMN):

Manhã – Reunião de alinhamento com assessoria
Tarde – Ato de entrega da plataforma da Agricultura Familiar (Fetarn)
Noite – Reunião de planejamento interno

Rodrigo Vieira (Democracia Cristã):

Não informada

Rosália Fernandes (PSTU):

9h – Audiência pública sobre licitação do transporte público em Natal, na Câmara Municipal
14h – Recebe documento “Plataforma da Agricultura Familiar”, da Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras Familiares do RN (Fetarn), no Hotel Monza
19h – Cerimônia de posse da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Ceará-Mirim, no Centro Esportivo e Cultura

Styvenson Valentim (Podemos):

Não informada

Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Gabriel Monteiro tem mandato cassado por quebra de decoro parlamentar

Foto: Fernado Frazão/Agência Brasil

O vereador Gabriel Monteiro (PL) teve o mandato cassado na Câmara do Rio nesta quinta-feira (18) por quebra de decoro parlamentar. Dos 50 votos possíveis, 48 foram pela cassação de Gabriel. Só Gabriel e o vereador Chagas Bola foram contrários.

A sessão que determinou a cassação do mandato do vereador Gabriel Monteiro, por quebra de decoro, teve início às 16h desta quinta-feira no plenário da Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro e terminou às 22h23 com a votação e consequente cassação do mandato.

Gabriel Monteiro foi investigado no Conselho de Ética da Câmara por acusações de assédio sexual, forjar vídeos na internet e de estupro de vulnerável, por filmar relações com menor de idade, o que é crime previsto pelo Estatuto da Criança e do Adolescente. Gabriel Monteiro já é réu na Justiça por isso.

g1

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

TSE informa tempo dos candidatos à Presidência no horário eleitoral no rádio e na televisão

Foto: reprodução

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou hoje (18) a proposta de distribuição de tempo no horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão para os candidatos à Presidência da República.  A propaganda começa no dia 26 deste mês e vai até 29 de setembro.

A minuta de resolução foi apresentada durante audiência pública promovida pelo TSE e ainda poderá ser contestada pelos partidos. O texto final será julgado na terça-feira (23). O tempo é calculado conforme a representatividade dos partidos políticos na Câmara dos Deputados.

Conforme o cálculo, a distribuição do tempo diário dos candidatos nos blocos de propaganda ficou estabelecida assim:

Luiz Inácio Lula da Silva (3 minutos e 39 segundos) – Coligação Coligação Brasil da Esperança, formada pela Federação Brasil da Esperança (PT, PCdoB, PV), Federação PSOL/Rede, Solidariedade, PSB, AGIR, Avante e Pros

Jair Bolsonaro (2 minutos e 38 segundos) – Coligação Pelo Bem do Brasil (PL, PP e Republicanos);

Simone Tebet  (2 minutos e 20 segundos) – Coligação Brasil para Todos (MDB e Federação PSDB-Cidadania e o Podemos);

Soraya Thronicke (2 minutos e 10 segundos) – União Brasil

Ciro Gomes (52 segundos) – PDT

Roberto Jefferson (25 segundos) – PTB

Felipe D’Avila (22 segundos ) – Novo

Os candidatos ainda terão à disposição as inserções de propaganda durante a programação das emissoras.

Eymael (DC), Léo Péricles (UP), Vera Lúcia (PSTU) e Sofia Manzano (PCB), que não atingiram os requisitos mínimos, não terão acesso ao horário eleitoral. Pela cláusula de barreira, para isso, é preciso que as legendas tenham obtido 1,5% dos votos válidos na última eleição em um terço dos estados, ou nove deputados eleitos distribuídos por um terço do território nacional.

Pablo Marçal (Pros) não entrou na contagem. Sob nova direção, a legenda revogou a candidatura dele.

Ordem de apresentação

No dia 26 de agosto, primeiro dia do horário eleitoral, a ordem de apresentação dos candidatos à Presidência da República será a seguinte: Roberto Jefferson, Soraya Thronicke, Felipe D’Avila, Lula, Simone Tebet, Bolsonaro e Ciro Gomes.

O primeiro turno será realizado no dia 2 de outubro, quando os eleitores vão às urnas para eleger o presidente da República, governadores, senadores, deputados federais, estaduais e distritais.

Caso haja segundo turno  para a disputa presidencial e para governos estaduais, a votaçao será em 30 de outubro.

Agência Brasil

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *