Barrada no TSE, campanha de Lula tem dívida de R$ 5,6 milhões

Em documento de prestação de contas apresentado ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), apresenta uma dívida de R$ 5,6 milhões.

O relatório foi apresentado dois dias após o Partido dos Trabalhadores ter trocado Lula por Haddad como candidato à presidência. O documento, aponta que o valor arrecadado para a campanha do candidato do PT era de R$ 20,6 milhões, enquanto seus gastos de campanha já passavam de R$ 26,2 milhões.

Mas o quadro ainda pode mudar, já que estes valores ainda são as contas parciais de campanha do partido. A prestação de contas final ocorre até 30 dias após o primeiro turno, no dia 6 de novembro.

A campanha de Lula teve duração de 16 de agosto a 11 de setembro, quando seu nome foi substituído pelo de Haddad para representar o PT nas eleições presidenciais. A decisão ocorreu 10 dias depois do TSE ter barrado o registro da candidatura de Lula.

A dívida porém, não será herdada por Haddad. Caso o valor não seja pago pelo fundo de campanha, a dívida pode ser assumida pelo PT.
NOTÍCIAS AO MINUTO
OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Rosa disse:

    Por isso que o africano (petralhas cooptado e filho de ditador) que lula fez várias incursões por lá para emprestar o dinheiro dos miseráveis e desempregados, através do BNDES, foi flagrado no aeroporto com uma mala de quase 200 milhões de reais. A federal ainda não sabe pra quem ia a mala, mas já há indícios petralhas!

COMENTE AQUI