Saúde

Brasileiros com a ômicron apresentaram sintomas leves e têm histórico de vacina, diz Ministério da Saúde

Imagem: Getty Images/iStockphoto

O Ministério da Saúde informou neste sábado (4.dez.2021) que as 6 pessoas no Brasil diagnosticadas com a variante ômicron da covid-19 apresentam sinais leves da doença e “têm histórico de vacina”. A pasta não detalhou quando os pacientes tomaram os imunizantes.

O número de casos suspeitos no país subiu para 9. Seis deles são acompanhados no Distrito Federal, e os outros 3, no Rio Grande do Sul.

Eis a íntegra da nota divulgada pela pasta neste sábado:

“O Ministério da Saúde informa que recebeu confirmação de 6 casos para a variante Ômicron do coronavírus: 3 em São Paulo, 2 no Distrito Federal e um no Rio Grande do Sul. Seguem em investigação 9 casos: seis no Distrito Federal e 3 no Rio Grande do Sul.

Dos casos confirmados, 4 são do sexo masculino e 2 do sexo feminino. Todos os casos têm histórico de vacina, apresentaram quadro leve da doença e estão em monitoramento, assim como em todos os seus contactantes.”

Poder 360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Consultoria que empregou Moro recebeu R$ 42,5 milhões de empresas alvos da Lava Jato

Foto: Sergio Lima/Poder 360

A Alvarez & Marsal, consultoria que abrigou o ex-juiz Sergio Moro (Podemos) depois que ele deixou a magistratura, recebeu R$ 42,5 milhões de empresas investigadas pela Lava Jato. Os dados estavam em segredo até esta sexta-feira (21), mas o ministro Bruno Dantas, do TCU, retirou o sigilo.

O Poder360 teve acesso aos documentos que estavam em sigilo. Conforme apurou o Poder360, o Tribunal de Contas acredita que a Alvarez & Marsal está tentando omitir o valor exato repassado a Moro. O Tribunal, no entanto, deve pressionar a consultoria até que a informação seja divulgada.

Dos R$ 42,5 milhões, a consultoria recebia R$ 1 milhão por mês da Odebrecht e da Atvos (antiga Odebrecht Agroindustrial); R$ 150 mil da Galvão Engenharia; R$ 115 mil do Estaleiro Enseada (que tem como sócias Odebrecht, OAS e UTC); e R$ 97 mil da OAS.

O TCU apura se houve conflito de interesses na contratação do ex-juiz Sergio Moro com a Alvarez & Marsal, responsável pelo processo de recuperação judicial da construtora Odebrecht.

Moro atuou como juiz em diversos processos envolvendo a Odebrecht. Quando deixou a magistratura, passou a ocupar o cargo de sócio-diretor da Alvarez & Marsal.

A investigação conduzida pelo subprocurador-geral do MP (Ministério Público) junto ao TCU tenta entender quem recomendou os serviços da Alvarez & Marsal para as empresas que eram alvo da Lava. Jato.

A filial brasileira da consultoria tinha pouca ou nenhuma experiência no setor de construção pesada e infraestrutura até antes de 2014. Até a Lava Jato, por exemplo, a Alvarez & Marsal só tinha clientes do setor financeiro.

OUTRO LADO

Em nota, Moro afirma que nunca trabalhou para empresas envolvidas na Lava Jato. Disse também que quando trabalhou na Alvarez & Marsal só ficou responsável por ajudar empresas a criar políticas de combate à corrupção.

Por fim, afirmou que não atuou na recuperação judicial da Odebrecht.

Eis a íntegra da nota:

“Nunca prestei nenhum tipo de trabalho para empresas envolvidas na Lava Jato. E isso foi deixado claro, a meu pedido, no contrato que assinei com a renomada consultoria norte-americana. Nos meses em que estive na empresa, trabalhei com compliance e investigação corporativa, ou seja, ajudando e orientando empresas a construir políticas para evitar e combater a corrupção.

Jamais trabalhei para a Odebrecht ou dei consultoria, direta ou sequer indiretamente, a empresas investigadas na Lava Jato,

A empresa de consultoria internacional, para a qual prestei serviço, foi nomeada por um juiz para atuar na recuperação judicial de créditos da Odebrecht, ou seja, para ajudar os credores a receberem dívidas. E eu jamais trabalhei nesse departamento da empresa. Portanto, os argumentos de que atuei em situações de conflito de interesse não passam de fantasia sem base.”

Poder 360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Televisão

Jornalista natalense Fernando Campos vai participar do The Wall com Luciano Huck para informatizar Instituto dos Cegos no RN

Imagem: divulgação

O jornalista natalense Fernando Campos e Lucas Lavine vão participar do programa Domingão com Huck no quadro The Wall com o intuito de arrecadar fundos para informatizar o Instituto dos Cegos do Rio Grande do Norte. O programa vai ao ar neste Domingo, 23 de Janeiro no Domingão com Huck.

Formado em jornalismo, Fernando faz palestras motivacionais pelo Brasil para quebrar os preconceitos, trazer esperança, empoderamento e representatividade por meio de sua vivência. Ele perdeu a visão aos dois anos de idade logo após a cura de um câncer na retina. Sua história também já inspirou um personagem na temporada 2011 da novela malhação.

Além disso, o também escritor já lançou seu primeiro livro “Enxergando além do Atlântico – uma jornada ao Reino Unido”, em que conta com bom humor situações inusitadas e aprendizados do seu intercâmbio na Europa. E não para por aí, Fernando encontrou no mundo digital uma maneira de expor as dificuldades de seu cotidiano em um canal no YouTube “Na visão do cego”, que conta curiosidades sobre esse universo através de uma comunicação mais divertida e no seu instagram @soufernandocampos ele mostra a sua rotina para seus seguidores com muita alegria.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gastronomia

Programa Papo de Fogão deste fim de semana traz receitas repletas de sabores para você aproveitar o verão

Vem aí mais um fim de semana repleto de sabores para você aproveitar o verão, trouxemos duas receitas pra lá de deliciosas. A Chef Kersya Coelho, Professora de gastronomia em Fortaleza/CE, vai nos ensinar a preparar um prato do Mar e sertão – lagosta e carne de sol, uma combinação de dar água na boca! E a Chef Maria Aparecida, do Golfinho Bar, de João Pessoa/PB, vai passar todos os segredos de um maravilhoso Camarão no coco!

É neste fim de semana, no Papo de Fogão!

SÁBADO
Band Nordeste
Alagoas, 07h
Maranhão, 10h30

PARAÍBA
TV CORREIO/RECORD – Participação no Programa Verão da Correio, a partir das 13h.

DOMINGO⠀
RIO GRANDE DO NORTE – TV Tropical – 10h

Ou no nosso canal do YouTube http://youtube.com/c/PapodeFogao

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: Imagens de exames mostram diferenças nos pulmões de vacinados e não vacinados

Os pacientes vacinados têm uma parte maior dos pulmões coloridos em preto, o que significa que há pouco ou nenhum dano | Imagem: Divulgação

Um dos principais motivos para tomar a vacina contra o coronavírus é que, caso aconteça a infecção, o quadro clínico do paciente com Covid-19 não se agrave nem demande tratamento intensivo. Como prova da eficácia do fármaco, um radiologista da Escola de Medicina da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, divulgou duas radiografias de tórax que revelam grandes diferenças no pulmão entre pacientes vacinados contra a Covid-19 e os que não se imunizaram.

Nas imagens de tomografia computadorizada, é possível observar um impacto chocante do vírus nos órgãos internos das pessoas não vacinadas, em comparação aos que receberam o imunizante. Os pacientes vacinados têm uma parte maior dos pulmões coloridos em preto, o que significa que há pouco ou nenhum dano.

O exame do indivíduo imunizado mostra mais áreas pretas nos pulmões, sinalizando maior presença de ar e bom funcionamento, mesmo infectado. Já o exame do paciente sem nenhuma dose tem áreas mais claras, mostrando bloqueios no órgão e limitação no fluxo de oxigênio.

“A carga da doença ou da infecção é muito mais expressiva em um indivíduo não vacinado do que em um vacinado”, afirma Awan ao The Sun.

De acordo com o especialista, as radiografias apresentadas provam quão eficazes são os fármacos administrados, e que as imagens podem ser mais convincentes do que as estatísticas sobre os danos do coronavírus. Além disso, o profissional reforça as evidências de que os sintomas de uma pessoa vacinada são mais leves do que os de pacientes não imunizados.

“Aqueles que não são vacinados têm mais chances de sofrer falta de ar total e precisar ser entubados. Sendo assim, há uma maior propensão a irem para a UTI”, pontua.

O médico espera que as imagens mudem a opinião dos não vacinados. No Brasil, de acordo com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, a maioria das hospitalizações por Covid-19 é de pessoas que não tomaram o imunizante contra a doença.

Imagem: Divulgação

A carga da doença ou a carga da infecção é muito mais expressiva em um indivíduo não vacinado do que em um paciente imunizado

“As únicas pessoas que estão realmente adoecendo são as que recusam a vacinação”, declara Sam Durrani, chefe de equipe do Deer Valley Medical Center.

Segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos, pessoas não vacinadas têm 11 vezes mais chance de morrer de Covid-19 do que aqueles que receberam a injeção. A agência diz ainda que menos de 1% dos imunizados que são contaminados acaba falecendo em decorrência da infecção.

Metrópoles

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Governo federal anuncia inclusão da CoronaVac para crianças e adolescentes de 6 a 17 anos no Plano Nacional de Vacinação


Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

O Ministério da Saúde anunciou, nesta sexta-feira (21), a inclusão no PNO (Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação) da vacina contra a Covid-19 da CoronaVac para crianças e adolescentes de 6 a 17 anos. O anúncio foi feito pelo secretário-executivo da pasta, Rodrigo Cruz.

Cruz informou que a pasta encaminhará ofício aos estados para saber quantas doses do imunizante eles possuem e se precisam receber mais unidades. Segundo o técnico, há cerca de três milhões de doses em posse dos estados — o Distrito Federal, por exemplo, tem 500 mil em estoque.

Rodrigo Cruz destacou, contudo, que já identificou ao menos 12 estados que não têm doses da CoronaVac. Uma reunião deve ser realizada nos próximos dias para resolver o impasse.

A pasta da Saúde afirmou, também, que tem seis milhões de doses do imunizante disponíveis no Centro de Distribuição de Insumos Estratégicos de Saúde, em Guarulhos (SP). Cruz relatou que ainda não está definida a quantidade de doses da vacina que a União comprará do Butantan, mas o ministério negocia a compra de mais de 7 milhões de unidades.

A medida ocorre um dia após a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovar o uso do imunizante para essa faixa etária. O pedido do Instituto Butantan pleiteava o uso a partir dos 3 anos, mas a reguladora limitou a extensão tendo como base os resultados preliminares dos estudos clínicos apresentados para nortear a autorização.

A decisão foi unânime, tomada pela diretoria colegiada da agência, visto que a vacina não possui registro definitivo, cabendo aos diretores deliberar sobre o tema. A indicação da Anvisa prevê que a dose para crianças seja a mesma destinada a adultos. O intervalo entre as aplicações deverá ser entre duas e quatro semanas.

A autorização vem pouco mais de um mês após o segundo pedido, feito em 15 de dezembro de 2021 pelo Instituto Butantan, responsável pela CoronaVac no Brasil. O primeiro processo foi apresentado em julho de 2021 e, em agosto, a agência decidiu não aprovar a extensão do uso da vacina, considerando que, à época, não havia dados suficientes para sustentar o aval da reguladora.

O ministério já utiliza a vacina da Covid-19 da Pfizer para a imunização de crianças de 5 a 11 anos, com as doses pediátricas, e de 12 a 17 anos com a dose normal, para adultos. Até o momento, o país já recebeu cerca de 2,5 milhões de doses pediátricas da farmacêutica americana e a previsão é que um novo lote, com 1,8 milhão de doses, desembarque no país na próxima segunda-feira (24).

R7

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

CARNAVAL 2022: Rio e São Paulo adiam desfiles das escolas de samba para abril

Foto: Mauro Pimentel/AFP

As prefeituras das capitais de São Paulo e Rio de Janeiro — comandadas respectivamente por Ricardo Nunes (MDB-SP) e Eduardo Paes (DEM-RJ) —decidiram adiar os desfiles do Carnaval 2022 para o mês de abril, com início no feriado prolongado de Tiradentes, quinta-feira (21).

O avanço da ômicron e a alta de casos de Covid no país tem provocado uma pressão pelo cancelamento dos desfiles. A percepção dos técnicos das duas prefeituras é de que, devido à subnotificação, as estatísticas estão longe de refletir a realidade.

A decisão conjunta foi divulgada nesta sexta-feira (21) após reunião virtual em que os prefeitos discutiram o avanço acelerado da variante. O carnaval de rua já havia sido cancelado nas duas maiores cidades do país.

Também participaram do encontro o secretário municipal da Saúde do Rio, Daniel Soranz, e o secretário municipal da Saúde de São Paulo, Edson Aparecido, além dos presidentes das Ligas de Escolas de Samba das duas cidades.

Yahoo Notícias

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Secretaria de Saúde de Natal pede compreensão à população por lentidão na vacinação e explica que há vários profissionais de atestado médico

Foto: Anderson Régis/Secom

Em razão da lentidão da vacinação em Natal, a Secretaria Municipal de Saúde emitiu uma nota solicitando compreensão da população em razão de vários profissionais estarem afastados por questões de saúde.

Veja a íntegra da nota abaixo:

A Secretaria Municipal de Natal pede a compreensão da população em relação ao processo de vacinação que está mais lento em virtude de vários profissionais estarem de atestado médico, nossos heróis são humanos e também adoecem.

A Prefeitura do Natal tem feito todo esforço para repor essa mão de obra, mesmo diante da escassez de recursos financeiros e conta com a compreensão da população nesse momento.

A SMS Natal orienta que caso você compareça à uma Unidade Básica de Saúde e naquele momento haja falta de profissional se dirija a uma UBS mais próxima ou em algum ponto extra de vacinação.

Neste sábado os pontos de pedestre do Via Direra funciona das 9h às 21h e o Nélio Dias das 8h às 16h, ambos vacinação de pedestre.

A vacinação infantil acontece neste final de semana no Midway e Partage Norte Shopping.

No site https://vacina.natal.rn.gov.br/ tem todas informações e horários de vacinação.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Metade dos idosos no Brasil já tomou dose de reforço contra a Covid

Foto: Sergio Lima/Poder 360

O Brasil aplicou a dose de reforço de uma vacina contra a covid-19 em 52% dos idosos. Das 31,3 milhões de pessoas com 60 anos ou mais, 16,4 milhões já receberam a injeção adicional.

A 3ª dose foi administrada em 11% dos adultos de 18 a 59 anos. O país tem 128,7 milhões de pessoas nesse grupo. Dessas, 14,2 milhões tiveram a aplicação extra.

O dado de doses aplicadas por faixa etária foi consultado nesta 6ª feira (21.jan.2022) na plataforma Localiza SUS, do Ministério da Saúde. O Poder360 comparou o número com as projeções de população por idade do IBGE.

Os números do Localiza SUS demoram para ser contabilizados. A plataforma informa que 31 milhões de pessoas receberam o reforço. Informações mais atualizadas dos Estados, compiladas pela plataforma Coronavirusbra1, mostram que 40 milhões tomaram a 3ª dose. Contudo, só é possível ter detalhamento por idade na base de dados federal.

As faixas etárias de 70 a 74 anos e de 75 a 79 anos são as mais avançadas no reforço. Em ambas, 66% tiveram a aplicação extra. As pessoas a partir de 80 anos não tiveram um desempenho tão bom: 58% tomaram a 3ª dose. O percentual um pouco menor entre os mais velhos também é observado na 1ª e 2ª dose.

Dose de reforço no Brasil

Qualquer adulto está apto ao reforço a partir de 4 meses da 2ª dose da Pfizer, CoronaVac ou AstraZeneca. Quem tomou a vacina da Janssen há 2 meses já pode tomar a injeção.

A administração da 3ª dose começou em setembro, motivada pela queda da proteção dos imunizantes a longo prazo. Inicialmente, só idosos, imunossuprimidos e profissionais de saúde podiam receber a dose extra. O intervalo também era maior: de 6 meses.

O Ministério da Saúde ampliou a dose de reforço da vacina contra a covid-19 para todos os adultos em novembro. Também diminuiu naquele mês o tempo para 5 meses.

Em 20 de dezembro, o Ministério da Saúde reduziu o intervalo de 5 para 4 meses, pressionado pela ômicron. A variante do coronavírus é mais transmissível. O Brasil confirmou os primeiros casos da cepa no final de novembro.

41% dos adolescentes tomaram 2ª dose

Já receberam a 2ª aplicação 7,4 milhões das 18,1 milhões de pessoas com 12 a 18 anos. A 1ª dose foi aplicada em 82% dos adolescentes (14,8 milhões).

Todas as faixas etárias com mais de 50 anos já ultrapassaram 90% dos vacinados com a 1ª dose.

A imunização de crianças de 5 a 11 anos começou na 6ª feira passada (14.jan). Os dados do Localiza SUS, que possui atraso, mostram que nem 1% do grupo foi vacinado. Das 20,5 milhões de crianças, 31.000 tomaram a 1ª dose.

Poder 360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: Brasil registra 358 óbitos e 166 mil casos nas últimas 24h

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta sexta-feira (21).

– O país 358* óbitos nas últimas 24h, totalizando 622.563 mortes;

– Foram 166.539* novos casos de coronavírus registrados, no total 23.751.782;

*Sem dados do Ceará.

Dessa forma, a média móvel de óbitos dos últimos sete dias ficou em 252 e a média móvel de casos é de 117.797.

O ministério da Saúde calcula que mais de 21,8 milhões de pessoas já se recuperaram da Covid.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Pelé está com câncer generalizado; Tumores no intestino, fígado e pulmões

Foto: reprodução/Instagram

Após retornar esta semana ao Hospital Albert Einstein para continuar o processo de quimioterapia, Pelé teve alta na quinta-feira (20). Conforme apurou a ESPN, não se tratava de uma emergência. O Rei do Futebol esteve novamente no local para seguir o tratamento do câncer e realizar um estadiamento.

O procedimento serviu para confirmar a localização exata e determinar a extensão do câncer no corpo, verificando se a doença se espalhou mais ou não.

Pelé tem um tumor no intestino, um no fígado e o início de um no pulmão. O que mais preocupa os médicos é o do fígado, por não poder ser retirado em cirurgia. Por conta da situação fragilizada, ele segue sendo monitorado de perto e realiza quimioterapia a fim de evitar que os tumores se espalhem pelo corpo.

Em nota assinada pelos médicos Fabio Nasri (geriatra e endocrinologista), Rene Gansl (oncologista) e Miguel Cendoroglo Neto (Diretor-Superintendente Médico e Serviços Hospitalares), o Hospital Albert Einstein confirmou a saída do Rei.

“Edson Arantes do Nascimento esteve internado no Hospital Israelita Albert Einstein nos dias 19 e 20 de janeiro para dar sequência ao tratamento do tumor de cólon, identificado em setembro de 2021. O paciente recebeu alta nesta quinta-feira (20) e está com condições clínicas estáveis”.

Com um tumor no cólon identificado em setembro de 2021, as idas de Pelé ao Hospital Albert Einstein passaram a ser mais frequentes. Pelé ficou internado durante o mês de setembro por conta de uma cirurgia para a remoção de um tumor no cólon direito.

Em dezembro, o maior nome da história do Santos e da seleção brasileira voltou à UTI para dar prosseguimento ao tratamento no intestino. Após alguns dias, teve alta para passar as festas em casa com a família.

ESPN

Opinião dos leitores

  1. Taí o resultado de ganância.não quis reconhecer a filha que era cara dele,agora tá recebendo o salário dele! Tomei abuso desse cara quando ele virou a cara pra filha

  2. Deus que dê a saúde dele mais; somente agora ele estará lembrando de tudo que a filha Sandra passou e ele nunca foi nem visita la. Imaginem para o velório nunca fez conta. E agora passa pelo mesmo calvário.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *