Coronavírus pode custar R$ 410 bilhões extras ao SUS, estima Ministério da Saúde

novo coronavírus pode exigir R$ 410 bilhões a mais dos cofres públicos para que o Sistema Único de Saúde (SUS) consiga atender a população infectada. A projeção está registrada em documento, obtido pelo Estado, enviado na terça-feira pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, a Paulo Guedes, da Economia. Apesar do discurso do presidente Jair Bolsonaro, que tenta minimizar a gravidade da doença, o documento expõe a preocupação do ministério com o aumento das despesas para tratar um número cada vez maior de pessoas infectadas.

Para chegar à cifra de R$ 410 bilhões, a equipe da Saúde projeta, por exemplo, o custo de R$ 9,31 bilhões para internações, caso 10% da população seja contaminada. O valor é “conservador”, segundo o mesmo documento, “sendo necessário, assim, um aporte maior de recursos emergenciais”. O orçamento do Ministério da Saúde previsto para todas as ações da pasta neste ano é de cerca de R$ 125,5 bilhões. O documento enviado a Guedes afirma que, “como na maioria dos países”, os números de infectados no Brasil têm crescido de forma exponencial. “E há indícios de que estejam subestimados.”

A Saúde ainda alerta que a prevenção de uma epidemia se torna mais desafiadora e cara quando há falhas na prevenção de surtos. “A mitigação da epidemia continua sendo a única opção política. Atrasos na detecção e controle são, em última análise, muito caros, porque os custos de contágio e mitigação crescem exponencialmente.”

ESTADÃO

Leia a reportagem completa clicando aqui: https://saude.estadao.com.br/noticias/geral,coronavirus-pode-custar-r-410-bilhoes-extras-ao-sus-estima-ministerio-da-saude,70003248383

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Enock disse:

    É só falar com BOTAFOGO pra acabar o Fundão, que ja ajuda.
    Bora botafogo, faça alguma coisa safado.

  2. Ojuara disse:

    Vamos usar o dinheiro que seria utilizado pra pagar juros da dívida pública.

    • Minion de Peixeira disse:

      Ou seja, dar calote e assistir esses títulos que pagariam as despesas virarem bosta. Terminar sem crédito para quem gasta mais do que arrecada é suicídio.O mundo é complicado.

  3. Anti-Político de Estimação disse:

    Se for usado o INDECENTE Fundo Partidário (que os políticos nem falam mais, lógico) Já ajuda bastante.

COMENTE AQUI