Coronavírus: Trump estende quarentena até 30 de abril


Foto: Jonathan Ernst/Reuters

O presidente americano Donald Trump anunciou neste domingo, 29, que os Estados Unidos vão utilizar um novo tipo de teste contra o coronavírus que fica pronto em cinco minutos.

Trump desmentiu uma informação dada por ele mesmo de que os EUA voltariam ao normal na Páscoa, no dia 12 de abril. O presidente agora afirma que os americanos terão de permanecer em casa até o dia 30 de abril.

“É provável que o pico da epidemia aconteça em duas semanas. Nada seria pior do que declarar vitória antes do momento correto. Essa seria nossa maior derrota. Portanto, nas próximas duas semanas, e durante esse período, é muito importante que todos sigam as diretrizes”, disse.

Em seguida, ele rejeitou a ideia de que pode flexibilizar as medidas de isolamento social antes do prazo em determinados pontos dos EUA.

“O quanto melhor fizermos isso, mais rápido esse pesadelo irá embora”.

Também neste domingo, o diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, o médico Anthony Fauci, que é conselheiro de Trump, afirmou que o coronavírus pode causar entre 100.000 e 200.000 mortes no país.

Durante a entrevista, o presidente americano disse que começara nesta semana o emprego massivo de exames contra o coronavírus. Segundo o político republicano, serão realizados até 50.000 testes por dia.

Segundo Trump, o novo kit foi aprovado pela Food and Drug Administration (FDA), órgão regulador da saúde e da alimentação, em quatro semanas.

Em média, uma aprovação do tipo chega a demorar 10 meses.

“Na sexta-feira, o FDA autorizou um novo teste desenvolvido pelo laboratório Abbott, que fornece resultados extremamente rápidos em menos de cinco minutos”, explicou.

Os Estados Unidos vêm se tornando epicentro da pandemia de coronavírus no mundo. O país registra atualmente mais de 120.000 casos confirmados e 2.100 mortes provocadas pela Covid-19.

Segundo a Casa Branca, todas as regiões metropolitanas do país podem enfrentar surtosda magnitude do que vem acontecendo em Nova York.

Somente no último sábado 28, a cidade registrou 237 mortes e 7.195 novos casos. O avanço da doença já sobrecarrega os hospitais nova-iorquinos. Segundo o prefeito, Bill de Blasio, a cidade tem suprimento médico para atender os pacientes vítimas do coronavírus somente até o final desta semana.

VEJA

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Laura disse:

    Parabéns Trump , liga para o.Bolsonaro explica a ele o que é Covid 19.

  2. Luiz disse:

    Mais um “comunista” indo contra a opinião do Bozo…..

  3. Eduardo Neto disse:

    Daqui a pouco papai Trump liga para o filhinho mimado tosco e manda ele copiar a atitude do papai… ai o capitao mito deixa de ser tao escroto!

  4. Laercio disse:

    O ASSASSINO DO PRESIDENTE BOSTA, MUDA JA DE IDEIA, IMBECIL , LOUCO, IRRESPONSÁVEL, MALDITO, VERME, TRASTE, PESTE…SAO CODINOMES POUCO AO QUE ESSE DEMÔNIO REPRESENTA….

    • Marcos Vinícios disse:

      Palavras que indicam a luz vermelha eivadas de ódio. Melhora teu vocabulário, mesmo, que a contra gosto do teu cérebro.

COMENTE AQUI