Covid-19: EUA batem novo recorde diário com 90 mil casos e se aproximam de 9 milhões

Nesta quinta-feira (29), a poucos dias das eleições presidenciais – marcadas para 3 de novembro – os Estados Unidos voltaram a bater o recorde diário de casos registrados do novo coronavírus desde o início da pandemia.

Segundo dados da Universidade Johns Hopkins, 87.164 novos casos foram reportados no país nesta quinta – superando os 83.731 novos infectados confirmados em 24 horas na última sexta-feira (23).

Com a nova alta, o país está próximo dos 9 milhões de casos, com 8.944.632 infectados já registrados até o fim do dia. Os EUA seguem como país com mais recordes do mundo, seguidos pela Índia (que chegou no dia anterior aos 8 milhões).

Ainda pela contagem da Johns Hopkins, os EUA somaram 228.647 óbitos relacionadas à Covid-19 desde o início da pandemia, à frente do Brasil (o segundo país que teve mais óbitos: 158.969).

Nos Estados Unidos, 41 estados tiveram pelo menos 10% mais casos novos de Covid-19 na semana passada em comparação com a semana anterior, de acordo com dados da Johns Hopkins. Nenhum estado viu um declínio de casos de 10% ou mais.

Ex-comissário da Food and Drug Administration (FDA), agência reguladora dos EUA, o Dr. Scott Gottlieb disse acreditar que 100.000 novos casos por dia nos EUA são iminentes.

“Iremos cruzar com 100.000 infecções em algum momento nas próximas semanas, provavelmente. Podemos fazer isso esta semana, se todos os estados apresentarem relatórios a tempo”, disse Gottlieb.

Segundo contagem da agência Reuters, a alta de casos nos EUA foi ainda maior nesta quinta: com mais de 91 mil. De acordo com a Reuters, maior alta diária até aqui foi registrada na Índia, em 17 de setembro, com 97.894 novos casos em 24 horas.

CNN BRASIL