Criminoso dorme em shopping, faz buraco em parede e furta joalheria em Fortaleza


Foto: TV Verdes Mares/Reprodução

O homem entrou na livraria, sem ser visto, e dormiu no estabelecimento na noite de 9 de janeiro. Para sair da livraria, ele usou uma chave que estava na loja. Em seguida, ele utilizou ferramentas para furar a parede da joalheria.

Outros dois entraram no shopping na madrugada do dia 10 pelo sistema de ar-condicionado. Os três lavaram cerca de R$ 200 mil em joias.

O crime ocorreu em 10 de janeiro, e os suspeitos foram presos no dia 14, mas as informações foram divulgadas apenas nesta segunda-feira (18).

“Eles tiveram que ficar dormindo no shopping. O primeiro homem que estava na livraria conseguiu sair pela porta através de uma chave usada pelos funcionários. O segundo homem que entrou pelo sistema de ar-condicionado também que conseguiu deixar o lugar pela manhã”, explicou o delegado.

Com as investigações, a polícia chegou a mais um integrante do mesmo grupo no Distrito Federal e a outro em Goiás. Os dois foram também presos.

Jóias recuperadas

Com o trio, os policiais encontraram as joias que haviam sido levadas no furto. Imagens de câmeras de segurança registraram o crime, que foi usada por policiais para identificar os suspeitos.

“Trata-se de uma organização criminosa baseada em Brasília e Goiás que faz parte de várias células [grupos] que atuam no Brasil inteiro praticando furtos de grandes valores. Pegamos aqui essa ocorrência no último de 9 para o dia 10 de janeiro, onde foram usadas duas células no primeiro momento com três indivíduos”, diz.

G1