DATAFOLHA aponta Doria na frente em SP, Eduardo Paes na frente no RIO, Anastasia na frente em MG e Paulo Câmara na frente em PE. Confiram oi números

SÃO PAULO

O ex-prefeito de São Paulo João Doria (PSDB) oscilou positivamente e, a menos de 20 dias para o primeiro turno das eleições, lidera as intenções de voto ao governo, com 26%, no limite da margem de erro em relação ao segundo colocado, Paulo Skaf (MDB), que tem 22%.

É o que aponta pesquisa Datafolha feita entre terça (18) e quarta-feira (19) com 2.032 pessoas, presencialmente, em 60 municípios do estado. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

No levantamento anterior, do dia 6 de setembro, o candidato tucano era o favorito de 25% dos entrevistados. Já o emedebista, de 23%.

A proximidade numérica fez Doria passar a atacar Skaf em seu programa eleitoral nas últimas semanas, relacionando o nome do adversário ao presidente Michel Temer, que também é do MDB.

No Datafolha, o atual governador Márcio França, do PSB, passou de 8% para 11% e se isolou na terceira posição.

Depois dele, vem o petista Luiz Marinho, com 6%. Ele fica no limite da margem de erro com outros dois candidatos que têm 2%, Major Costa e Silva (DC) e Lisete Arelaro (PSOL).

RIO DE JANEIRO

O ex-prefeito Eduardo Paes (DEM) permanece em primeiro lugar na disputa pelo governo do Rio, de acordo com a nova pesquisa Datafolha.

Ele oscilou dois pontos percentuais para menos em relação ao levantamento anterior e está com 22% das intenções de voto. Antes, o ex-prefeito tinha 24%.

A diferença de Paes para o segundo colocado, o senador Romário(Podemos), foi reduzida para oito pontos percentuais.

O ex-jogador continua com 14%. O ex-governador Anthony Garotinho(PRP) oscilou dois pontos percentuais para cima e está com 12%. No último levantamento, ele tinha 10 %. Os dois estão empatados tecnicamente.

Dos candidatos com menos de 10% das intenções de voto, Índio da Costa (PSD) obteve 7%; Tarcísio Motta (PSOL),  6%; Wilson Witzel (PSC), 4%; e a professora Márcia Tiburi (PT), 3%.

A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

A intenção de votar em branco ou nulo caiu de 24 % para 20% e há 7% de indecisos (eram 6%)

O levantamento foi realizado na terça-feira (18) e quarta junto a 1.358 eleitores e foi encomendado pela Folha e pela TV Globo.

MINAS GERAIS

A pesquisa Datafolha sobre a eleição em Minas Gerais, divulgada nesta quinta-feira (20), mostra que o candidato do PSDB, Antonio Anastasia, oscilou um ponto percentual para mais, marcando 33% das intenções de voto e mantendo a liderança.

Em segundo lugar, o governador Fernando Pimentel (PT), que concorre à reeleição, também oscilou um ponto para mais, chegando a 23%.

última pesquisa Datafolha havia sido divulgada em 6 de setembro. Na primeira sondagem, publicada em 22 de agosto, o tucano tinha 29% das intenções de voto e o petista, 20%.

Em terceiro lugar está o candidato do Novo, Romeu Zema, que oscilou de 5% para 7%. João Batista dos Mares Guia (Rede) tem 3%, Adalclever Lopes (MDB) tem 3% e Dirlene Marques (PSOL) tem 2%. Jordano Metalúrgico (PSTU) e Claudiney Dulim (Avante) não pontuaram.

PERNAMBUCO

A pouco mais de duas semanas para as eleições, a disputa pelo governo de Pernambuco se acirrou: nova pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira (19) mostra um empate técnico entre Paulo Câmara (PSB) e Armando Monteiro (PTB).

Atual governador e candidato à reeleição, Câmara tem 35% das intenções de voto. Monteiro, por sua vez, cresceu seis pontos percentuais desde o último levantamento, e está com 31%.

Pela margem de erro, que é de três pontos percentuais, os dois estão tecnicamente empatados.

O pessebista oscilou de 34% para 35% desde o último Datafolha, feito no início de setembro. Já Monteiro tinha 25% na época, e reduziu a vantagem do adversário de nove para quatro pontos.

Os dois polarizam a disputa ao governo: os demais candidatos não ultrapassam 3% das intenções de voto. Seis por cento dos eleitores estão indecisos, e 19% declaram voto branco ou nulo.