Economia

Deputada lembra que combustível do RN é o segundo mais caro do país: “PB, PE e CE estão lá atrás”

A deputada estadual Cristiane Dantas, aquela tem cobrado a redução do ICMS sobre os combustíveis como alternativa para redução dos valores de venda praticados no Rio Grande do Norte, ppntuoi que o combustível do combustível no estado é o segundo maior do país.

“O combustível no RN figura no ranking brasileiro como o 2º mais caro do País, enquanto estados vizinhos como Paraíba, Pernambuco e Ceará aparecem lá atrás. O valor é exorbitante, penalizando a população que vem pagando um preço muito elevado e injusto, sobretudo quem trabalha com serviços de transporte”, alertou Cristiane.

O preço médio da gasolina no RN é de R$ 6,623, segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O menor preço é de R$ 6,409 e o maior de R$ 6,699.

De acordo com ela, a manutenção do ICMS de 29%, uma das maiores cargas tributárias do país, só tem servido para aumentar a arrecadação e prejudicar o trabalhador.

Opinião dos leitores

  1. Além de LEMBRAR, o que a nobre deputada pode fazer para baratear o preço dos combustíveis ??? Blá blá blá de político pra lá.

  2. GOVERNO RUIM DA GOTA SERENA.
    NÃO PAGA A FORNECEDORES, SAÚDE EDUCAÇÃO E SEGURANÇA NA UTI.
    NADA FUNCIONA DIREITO, DA CALOTE NO POVO O DIABO.
    DE QUEBRA UMA DAS GASOLINA MAIS CARA DO BRASIL.
    FALTA O QUE PRA ESSA DESGOVERNADORA RENUNCIAR??
    POVO PERVERSO.
    ONDE DANADO ESSES PETISTAS ENFIAM TANTO DINHEIRO??
    CADÊ O DINHEIRO DOS RECORDES DE ARRECADAÇÃO?
    CADE OS BILHÕES QUE BOLSONARO MANDOU??
    FORA FATAO GRELO DURO.
    VOLTA PRA PARAIBA.
    JA MAMOU DE MAIS AQUI NO RN.
    XÔ!!!!

  3. E de quem é a culpa, do governo federal não é, pois foram reduzidos ou zerados vários impostos, cadê os governadores !!

  4. Tem que acabar com esse negócio de governador nos Estados.
    Isso é coisa para os séculos passados.
    Estamos no século 21.
    Tudo informatizado, da pra governar as demandas de qualquer estado brasileiro direto de Brasília.
    Governador e vice, tem que cairem fora.
    Depois pelo menos a metade do parlamento de vereador a senador.
    Até implantar todo o sistema, depois zera tudo.
    É o certo.

  5. Em 2015, a nobre deputada votou pelo aumento de ICMS nos combustiveis. Seu nobre esposo era vice governador do Estado.

  6. Os deputados estaduais têm o poder de diminuir o ICMS do combustível em 8%, só colocar em pauta, porque ninguém tem interesse?????

  7. Alguns comentários dizem que o ICMS é o mesmo em todos os estados. Por acaso acham baixo um percentual de 29% cobrado antecipadamente aos postos?? Baseado numa projeção de lucro??
    Qual a razão da gasolina aqui ser R$ 0,50 mais cara que na Paraíba??
    Qual a razão dos governadores no Nordeste não quiseram diminuir o ICMS?? Não Foi por questão econômica, afinal a economia a gente trata depois.

  8. Caros amigos! Diante de toda essa polemica de opiniões a respeito dos preços dos combustíveis, faz jus dizer que toda problemática em torno do assunto, parte de sua Produção até o seu consumo final. A Petrobras diante da sua politica de preço determina o início da cadeia massacrante para nós consumidores. O petróleo produzido na nossa pátria, é refinado fora e adquirido a cotação de uma moeda que vale 6x mais que a nossa. Em seguida, vem o atravessador (DISTRIBUIDORAS) nas quais não percebo citarem elas nessa onda, por quanto será que elas repassam o produto? qual sua margem de lucro? quais os impostos incidentes sobre ela…? E por fim, o “brother” da vez, o ICMS. Este peso tem sua medida! 27%+2%=29%, onde 27 ser a alíquota interna e 2% a FECOP (Fundo de combate a pobreza) será que está combatendo? Os “míseros” 27% está inserido caros amigos, nos produtos onde o Governo trata como supérfulo… Então eu finalizo meu cometário, lhes perguntando: Dá pra equiparar o bem como Combustíveis com CIGARROS E BEBIDAS ALCOOLICAS??? Pensem bem quem é o mais culpado.

    1. Interessante sua opinião.
      Mas esqueceu de dizer que toda essa política da Petrobrás foi fortalecida de 1994 a 2016, em governos de centro esquerda e esquerda. Que mesmo diante de tudo isso, a Petrobrás deu prejuízo de 2013 a 2016.
      Que entre 1994 a 2018 NADA foi feito para que acabasse essa necessidade do refino do nosso petróleo fora do Brasil.
      A situação de hoje é herança maldita de governos anteriores incompetentes

    2. Para que a Petrobras siga os critérios no mercado internacional o governo federal dar o aval, então a política começa Pelo governo federal.

  9. É muito simples de explicar. O problema reside na cobrança antecipada do ICMS por parte do governo do RN utilizando como premissa o preço médio cobrado pelos postos em um determinado período. Em função disso, os postos de combustíveis não têm muito margem para praticarem preços diferenciados porque essa prática de cobrança antecipada prejudica o livre mercado e a concorrência. Os donos de postos até gostam disso porque o preço fica praticamente tabelado e quem perde somos nós consumidores.

    1. E por que quando a gasolina era 2.90 incidia o mesmo ICMS? Por que já tivemos 7 aumentos de gasolina esse ano e nenhum aumento no ICMS? Nos supermercados a coisa está pior ainda. Não é por acaso que as pessoas estão apelando para pé de galinha, carcaça de frango e osso. Tá osso os preços. O cara que entrar em um supermercado e ainda sair bolsominion, pode internar que é um doente. Ovos a 20 reais. Num dá nem pra dizer bolsonaro meusovo.

  10. Segundo a mídia comprometida com recursos públicos e a turma que idolatra seu corrupto de estimação, a culpa é de Bolsonaro.
    Com o agravante que ele não disse ou ensinou aos governadores como governar beneficiando o povo com a redução de impostos.
    Alguns políticos e seus assessores tem que manter o discurso do caos financeiro para justificar a falta de pagamento aos terceirizados, os atrasos nos salários, a falta de ação na manutenção de hospitais, escolas, rodovias, usam também para despistar a não contratação de pessoal da saúde e de quebra para diminuir os investimentos, depois vão a mídia culpar o governo federal. Simples assim!
    Nenhum governador aceitou baixar o valor cobrado de seus ICMS estaduais nos combustíveis e tem uns aumentando sobr o argumento fantasioso de realinhamento, reposição tributária.
    No RN o litro da gasolina está R$ 6,69 enquanto na PB R$ 6,19 Apenas fatos, sem narrativas ou acusações.

  11. A excelentíssima senhora governadora ao ser indagada hoje pela manhã (ao vivo ) sobre a crise dos hospitais no RN, fez o maior “arrudeio” e não respondeu objetivamente a pergunta , eximindo-se de culpa e apontando o dedo para o governo federal .
    A excelentíssima deveria ao menos disfarçar o texto previamente combinado com a reportagem, e fazer o “mea culpa” pelo seu governo incompetente , que se gaba de PAGAR SALÁRIO EM DIA, diga-se de passagem , uma OBRIGAÇÃO.
    ESTAMOS DE OLHO!!!

  12. para Fátima cadeado está ótimo, pois para a maioria, desinformados, só reflete negativamente para governo federal e tudo que ela quer. O povo? Se lasque!!

  13. É o governo do PT, da Perda Total. Fátima está acabando com o RN. O ano que vem, vai ser aposentada compulsoriamente nas urnas.

  14. Só um doente 🤢 não ver que o ICMS não tem nada haver com o aumento da gasolina, pois só esse ano já aumentou umas 20 vezes, lembrando que o ICMS é o mesmo para Paraíba, Rn , Ceará , Piauí, então se aqui é o mais caro não é culpa do ICMS, mas lógico que o ICMS leva um valor alto referente ao valor final do combustível, mas a culpa é a forma do câmbio e da política de preço da Petrobras . Isso aí é fato . Precisa a petrobras mudar sua política de preço , só lembrando que o lema dela é o petróleo é nosso, porém nosso povo brasileiro não tem nada .

    1. Neste caso a Petrobrás vende com o valor diferente para a paraíba, lá é um real mais barato, agora fiquei confuso

  15. Interessante que o percentual do ICMS do RN é o mesmo dos outros estados. Não tem um percentual maior. Então não é por aí que vai consertar o valor do combustível.

  16. Sei q não está fácil conviver com o preço dos combustíveis , alguém tem q fazer algo.
    Mas vou voltar a outro assunto, padre de tangará , bg, leio seu blog todos os dias, sei do seu compromisso com a verdade, mas gostaria q nesse caso do padre lenilson seria bom se vc pudesse ouvir a população tangaraense, esse padre não e político , ele desabafou pq não aguenta mais os fiéis reclamarem dessa administração, o povo diz que elegeram um médico como prefeito , e quem manda na cidade e a filha, a cidade está entregue as batatas, e muita propaganda, e pouco sendo feito, foi colocado na mídia só o desabafo de padre lenilson, e foi infeliz nessa cobrança, mas e as outras cobranças q ele faz pra melhoria dos seus fiéis, porque não vem a mídia, esse padre não se mete na política, e cobra ações dos políticos, entre alguns políticos de tangará , e o padre lenilson, pensem bem antes de tomar uma posição, para não serem o justos

  17. pergunto quanto é o ICMS dos estados citados.Se for o mesmo percentual então o problema não está o imposto,

  18. A culpa é do ICMS ?
    O ICMS é o mesmo de sempre, desde quando a gasolina era “cara” a R$4,00!
    Hoje é R$ 7,00 e estão achando barata só para não abalar o mito!

  19. O que eu gostaria de saber o porquê de tudo que o Brasil tem prejuízo jogam para o contribuinte paga , a energia aumentou por causa da falta das chuvas nós reservatório de água nas hidroelétricas aí somos nois que pagamos o pato ,os ICMS de cada estado os governadores não estão nem aí para zera e o cidadão ficar aliviado com preço da gasolina, porque quanto mais barata mais vendem.

  20. Fui a Paraiba sábado e encontrei gasolina a 5,43, eu pergunto? A culpa é de Bolsonaro, então me explica a diferença de mais de 1 real de estado para o outro “VIZINHO” . Tá na hora de colocar essa governadora pra fora.

  21. Já pensaram se Fátima não fosse a mãe dos pobres? O malvado do genocida baixou os impostos de gás, gasolina e diesel. O etanol ele liberou a venda direta dos produtores, esse presidente dos ricos.

    1. Com certeza ele é presidente dos ricos.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Beckham assina contrato de mais de R$ 1 bilhão para ser ‘rosto’ da Copa do Mundo do Catar

Foto: Reprodução

Segundo o jornal The Sun, o ex-meio-campista David Beckham assinou um contrato bombástico para ser o embaixador da Copa do Mundo de 2022, no Catar.

Atualmente dono do Inter Miami, time que disputa a MLS, o britânico vai ganhar 150 milhões de libras (R$ 1,165 bilhão) para ser “a cara” do Mundial da Fifa.

De acordo com o veículo, o contrato será válido por uma década, mas o principal objetivo é usar a imagem do craque associada à Copa de 2022.

O tabloide inglês salientou que uma das condições impostas por Beckham para aceitar o acordo é que haja a garantia que bandeiras com as cores LGBTQIA+ poderão ser exibidas nos estádios do Catar durante o Mundial.

O The Sun ainda contou que o ex-meio-campista discutiu a questão com sua esposa, a ex-cantora Victor Beckham, antes de colocar a caneta no papel.

“David sempre falou sobre o poder do futebol como uma força para promover o bem em vários níveis”, disse a assessoria do ídolo do Manchester United.

“No momento em que estamos próximos de alcançar a marca de um ano para o Mundial, ele vai se juntar novamente à comunidade do futebol na preparação para a Copa do Mundo de 2022, evento para o qual ele está ansioso”, completou.

ESPN Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Neoenergia Cosern prorroga “Saldão Baixa Renda” até 13 de novembro

Foto: Divulgação / Neoenergia

A Neoenergia Cosern prorrogou até o dia 13 de novembro o “Saldão Baixa Renda”, uma ação que oferece condições especiais de negociação de dívidas para clientes cadastrados como Baixa Renda, beneficiados com a Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE).

Entre as vantagens para colocar as contas em dia e evitar os cortes, estão sendo oferecidos descontos que podem chegar a 36% para negociação de dívidas pagas à vista ou parceladas em até 10 vezes, além da isenção da cobrança de juros, multas e encargos como Índice Geral de Preços ao Mercado (IGP-M) e Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

“Estamos empenhados em ajudar os nossos clientes a evitar os cortes, que foram autorizados pela Aneel desde o dia 1 de outubro mas ainda não estavam sendo feitos por decisão nossa”, ressalta Gilmar Mikeias, gerente de Recuperação da Receita da Neoenergia Cosern.

“Estamos enviando os avisos de débitos em aberto na própria fatura e reforçando as vantagens das negociações nos nossos canais de comunicação”, reforça o gerente.

Desde abril, a determinação da Aneel suspendendo o corte por inadimplência abrangia cerca de 340 mil clientes Baixa Renda beneficiados pela TSEE no Rio Grande do Norte. A suspensão do corte, entretanto, não significava que a concessionária deixou de cobrar as faturas.

Para aproveitar os benefícios, o cliente pode procurar as Lojas de Atendimento ou acessar o Portal de Negociações online da concessionária no site (www.neoenergiacosern.com.br).

Formas de negociação

O Portal de Negociação da Neoenergia Cosern oferece uma série de vantagens no pagamento de faturas, tais como quitação à vista, pagamento integral no débito com o cartão virtual (Auxílio Emergencial) ou parcelamento em até 10 vezes no cartão de crédito.

Para utilizar os serviços do portal e ter acesso às opções de negociação, é necessário realizar um cadastro informando o CPF e a conta contrato do cliente. Depois desse primeiro passo, é possível visualizar o débito e as condições de pagamento disponíveis.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Moro se filia ao Podemos do Paraná até 10 de novembro

Foto: ISAAC AMORIM / MJSP

O ex-juiz titular da Lava Jato e ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, vai se filiar ao Podemos, até o dia 10 de novembro. A decisão de que Moro assine a ficha de filiação pelo estado do Paraná — e não por São Paulo — é mais um elemento a colaborar com o projeto de candidatura presidencial, e não ao Senado. O principal líder do Podemos, Álvaro Dias, já detém a única cadeira do Paraná no Senado.

O ex-juiz vai manter como principal marca de sua eventual candidatura a bandeira do combate à corrupção. Apoiadores esperam que ele seja recebido pelo eleitorado como uma espécie de anti-Lula e também de anti-Bolsonaro. Para reforçar essa imagem, e como forma de marcar o início dessa trajetória, está previsto para o início de dezembro o lançamento do livro Contra o Sistema da Corrupção, de autoria de Moro.

O ex-magistrado, que hoje vive nos Estados Unidos, mantém reserva sobre o tema e evita dar declarações sobre a candidatura. No entanto, o vazamento de informações sobre sua filiação, rompendo o compromisso de sigilo, veio logo após a notícia da filiação do senador Rodrigo Pacheco ao PSD, prevista para esta quarta. Os movimentos de ambos sinalizam para a tentativa de se destacar do pelotão de pelo menos sete potenciais pré-candidatos da chamada terceira via, como forma de se antecipar nas articulações pré-eleitorais.

Na disputa com Pacheco, Moro é visto como nome mais forte, por sair na frente no quesito “conhecimento do eleitor”. O ex-juiz é amplamente mais conhecido pelo eleitor do que o presidente do Senado. No entanto, o senador teria margem expressiva para crescer, uma vez que está livre da eventual rejeição, à qual Moro não estaria imune.

R7

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Potiguar Ítalo Ferreira surfa ondas gigantes em Portugal e brinca: ‘Sem seguro de vida’

Foto: Instagram / Italo Ferreira

O brasileiro Ítalo Ferreira surfou ondas gigantes em Nazaré, Portugal, nesta segunda-feira, 25. O medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio esteve acompanhado de Pedro Scooby, Lucas Chumbo e Lucas Fink na cidade portuguesa e compartilhou momentos no seu Instagram.

Ítalo mostrou bom humor ao divulgar fotos e vídeos das grandes ondas. “Sem seguro de vida, mas cheio de vontade de viver”.

O brasileiro fez viagens por Portugal, Áustria, Alemanha, França, Espanha e depois retornou para terras portuguesas. Na terça-feira, o surfista se encontrou com Neymar e Ronaldinho Gaúcho e foi presentado com uma camisa do Paris Saint-Germain. No último domingo, esteve na companhia do comediante Whindersson Nunes. Ítalo Ferreira agora viaja para o Senegal nesta terça-feira, 26.

Antes, o potiguar de Baía Formosa esteve na busca pelo bicampeonato mundial de surfe, mas viu o título ficar com o compatriota Gabriel Medina.

Em setembro, lançou um documentário sobre sua trajetória no surfe desde criança. A Curiosa História de Ítalo Ferreira mostra como o garoto que começou a surfar com tampas de isopor que seu pai usava para guardar os peixes que pescava agora é campeão mundial e olímpico.

Confira o vídeo abaixo:

Estadão

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Meio Dia RN

VÍDEO MEIO-DIA RN: Confira o programa desta segunda em RESENHA com Pedro Ratts, Ricardo Sérgio Faria e Walter Fonseca

Confira programa desta segunda-feira (25). O Meio-Dia RN, com este blogueiro, debateu os principais assuntos no Estado, pelo país e no mundo. Clique abaixo e assista via YouTube.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Lira diz que Bolsonaro deve “pagar” se falar sem “base científica”

Foto: Igo Estrela / Metrópoles

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), reagiu à declaração que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez em sua live semanal relacionando a vacina contra Covid-19 ao desenvolvimento de Aids.

O comentário do deputado foi feito durante sua participação em um seminário sobre agronegócio. Na ocasião, Lira afirmou que Bolsonaro precisará “pagar” se não conseguir comprovar, com fundamentos científicos, a afirmação feita na transmissão ao vivo nas redes sociais.

“Se não tiver nenhuma base científica para isso [que disse], ele vai pagar pela declaração”, declarou o presidente da Câmara.

O Facebook e o Instagram derrubaram a live da última quinta-feira (21/10) do presidente por causa da fake news divulgada por Bolsonaro.

Em nota, o porta-voz das redes sociais afirmou: “Nossas políticas não permitem alegações de que as vacinas de Covid-19 matam ou podem causar danos graves às pessoas”. A empresa também é responsável pelo Instagram.

“Outra coisa grave aqui: só vou dar notícia, não vou comentar: ‘Relatórios oficiais do governo do Reino Unido sugerem que os totalmente vacinados […] estão desenvolvendo a síndrome imunodeficiência adquirida muito mais rápido que o previsto’. Recomendo que leiam a matéria. Talvez eu tenha sido o único chefe de Estado do mundo que teve a coragem de colocar a cara a tapa nessa questão”, disse Bolsonaro, ao ler uma suposta notícia, na transmissão ao vivo.

A informação apresentada pelo chefe do Executivo federal, contudo, é falsa.

O Comitê Científico de HIV/Aids da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI) afirmou não existir nenhuma relação entre qualquer vacina contra a Covid-19 e o desenvolvimento de síndrome da imunodeficiência adquirida.

“Pessoas que vivem com HIV/Aids devem ser completamente vacinados para Covid-19. Destacamos inclusive a liberação da dose de reforço (terceira dose) para todos que receberam a segunda dose há mais de 28 dias”, prosseguiu a entidade, ao repudiar toda e qualquer notícia falsa que circule e faça menção a esta associação inexistente.

Metrópoles 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Celebridades

Alec Baldwin apontava para a câmera quando a arma disparou e matou Halyna Hutchins, segundo depoimento

Foto: Sonia Recchia / Getty Images / AFP; Angela Weiss / AFP

O ator Alec Baldwin apontava o revólver para a câmera no set de “Rust” quando a arma disparou, atingiu a diretora de fotografia Halyna Hutchins no peito e a matou, de acordo com um depoimento do diretor do filme, Joel Souza, divulgado neste domingo (24).

Baldwin recebeu a arma e disse que ela estava descarregada, disseram as autoridades de Santa Fé, no Novo México, em documentos judiciais.

“Joel disse que estava olhando por cima do ombro de Hutchins, quando ouviu o que parecia um chicote e um estalo alto”, diz o depoimento.

A diretora de fotografia foi baleada na região do peito. “Joel então se lembra vagamente de que ela reclamou de dor no estômago e agarrou a barriga. Ele também disse que Hutchins começou a tropeçar para trás até ser ajudada.”

Já Reid Russel, cinegrafista que estava ao lado de Halyna no momento em que ela foi baleada, afirmou em depoimento que ela dizia não conseguir sentir as pernas.

Também neste domingo, o pai de Halyna, Anatoly Androsovych, afirmou que Baldwin não teve culpa pela morte da filha.

“Alec Baldwin não tem culpa, a responsabilidade é da equipe responsável pelos objetos de cena, que cuida das armas”, disse Anatoly Androsovych em entrevista ao jornal britânico “The Sun”.

À publicação, Anatoly afirmou que o ator tem mantido contato constante com sua família. O pai de Halyna tenta chegar aos Estados Unidos para se despedir da filha e ficar com o neto.

“O menino foi bastante afetado, ele está perdido sem a mãe”, afirmou o avô.

Para ler a matéria na íntegra acesse AQUI.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Governo pede abertura de crédito de R$ 9,4 bilhões para Auxílio Brasil

Foto: © Marcello Casal Jr / Agência Brasil

O governo federal encaminhou ao Congresso Nacional um projeto de lei (PL) que pede a abertura de crédito especial de R$ 9,4 bilhões para o Programa Auxílio Brasil. O despacho do presidente Jair Bolsonaro foi publicado hoje (25) no Diário Oficial da União.

Em nota, a Secretaria-Geral da Presidência explicou que a proposta remaneja o saldo do Bolsa Família para o novo programa social. Os recursos são em favor do Ministério da Cidadania.

Instituído pelo governo em agosto, por meio da Medida Provisória nº 1.061/2021, o Auxílio Brasil substitui o Bolsa Família, que será extinto em novembro. O início dos pagamentos do novo programa coincide com o fim do auxílio emergencial, lançado no ano passado para apoiar famílias vulneráveis durante a pandemia e que terá a última parcela creditada este mês de outubro.

“O remanejamento evitará a esterilização de recursos orçamentários destinados à transferência de renda, que representa um dos instrumentos mais importantes de proteção social no país”, diz a nota.

Normas constitucionais

Ainda de acordo com a Presidência, o projeto de lei “está de acordo com a normas constitucionais e infraconstitucionais que regem a matéria, de modo que não afeta a regra de ouro, tampouco o Novo Regime Fiscal (EC 95/2016) [teto de gastos], e é compatível com a obtenção da meta de resultado primário, prevista na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2021”.

A regra de ouro estabelece que o governo só pode emitir dívida pública para rolar (renovar) a própria dívida ou para cobrir despesas de capital, como investimentos em obras públicas e amortizações.

Para cobrir gastos correntes, o governo precisa pedir autorização ao Congresso. Já o teto de gastos limita o aumento das despesas federais ao aumento da inflação do ano anterior, calculado de julho do ano anterior a junho do ano atual.

O déficit primário representa o resultado negativo nas contas do governo desconsiderando os juros da dívida pública. A estimativa de resultado negativo em 2021 é de R$ 139,4 bilhões (1,6% do PIB). A meta determinada pela LDO é de R$ 247,1 bilhões para o Governo Central, com a possibilidade de abatimento até R$ 40 bilhões de gastos relacionados ao enfrentamento da pandemia de covid-19.

Valor médio de R$ 400

O Auxílio Brasil deverá ser ampliado para 17 milhões de beneficiários, com um valor mínimo médio de R$ 400 por família, até o final do ano que vem. Desse valor, R$ 100 correspondem a aporte extra, fora do teto de gastos, em um total de R$ 30 bilhões. O valor médio do Bolsa Família, hoje, é de R$ 189.

Para isso, o governo encaminhou ao Congresso, na semana passada, uma proposta que muda o período de cálculo do teto de gastos, de janeiro a dezembro do ano atual, para acomodar o benefício de R$ 400 do Auxílio Brasil que vigorará até o fim de 2022. Com a subida da inflação nos últimos meses, a medida dará uma folga no teto de gastos. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que é a inflação oficial, acumula alta de 6,90% até setembro.

A proposta original do Projeto da Lei Orçamentária de 2022 (PLOA), enviada no fim de agosto, previa déficit primário de 0,6% do Produto Interno Bruto (PIB) para o próximo ano. Com o impacto do Auxílio Brasil, o texto terá de ser alterado na Comissão Mista de Orçamento do Congresso (CMO).

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Privatização da Petrobras “entrou no radar”, diz Bolsonaro

Foto: Evaristo Sá / EM / D.A Press

O presidente Jair Bolsonaro confirmou nesta segunda-feira (25), em entrevista para uma rádio de Mato Grosso do Sul, que a privatização da Petrobras “entrou no radar” do governo, mas disse que não é um processo imediato.

“Isso entrou no nosso radar. Mas privatizar qualquer empresa não é como alguns pensam, que é pegar a empresa botar na prateleira e amanhã quem der mais leva embora. É uma complicação enorme. Ainda mais quando se fala em combustível. Se você tirar do monopólio do Estado, que existe, e botar no monopólio de uma pessoa particular, fica a mesma coisa ou talvez até pior”, disse Bolsonaro à rádio Caçula, de Três Lagoas (MS).

Essa é pelo menos a segunda vez que o presidente levanta a possibilidade de privatização da petroleira, um tema que estava nos planos do ministro da Economia, Paulo Guedes, mas não tinha sido analisado por Bolsonaro até agora. O aumento dos combustíveis, no entanto, levou Bolsonaro a falar nesse assunto.

Bolsonaro já disse neste mês que “tem vontade” de privatizar a Petrobras e acrescentou que avaliará com a equipe econômica o que pode fazer a este respeito.

A Petrobras tem sido alvo de discussão política à medida que os custos de energia ajudaram a levar a inflação ao consumidor no país a dois dígitos, prejudicando a popularidade do Bolsonaro antes da eleição presidencial do próximo ano.

Bolsonaro já se opôs anteriormente à privatização da Petrobras, por considerar a empresa “estratégica” para os interesses nacionais do Brasil. No entanto, mesmo com seu apoio, alguns participantes do mercado acreditam que um processo de privatização seria difícil, já que precisa haver mudança na legislação a ser aprovada pelo Congresso Nacional.

O presidente reclamou ainda na entrevista das críticas que tem recebido por conta da inflação em alta no país, mas reafirmou que não vai interferir em preços.

“Eu não sou malvado, eu não quero aumento de combustível, mas é uma realidade. O mundo todo está sofrendo com a economia neste pós-pandemia”, disse. “Eu não quero aumentar o preço de nada, mas eu não posso interferir em nada.”

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Mulher dá à luz dentro de elevador de condomínio da Grande Natal: ‘Quando eu vi já estava nascendo’, diz o pai

Foto: Arquivo pessoal

Uma bebê nasceu dentro do elevador de um condomínio na noite deste domingo (24) no bairro Nova Parnamirim, no município de Parnamirim, na Grande Natal. Clara Manuela Costa Chaves teve tanta pressa de chegar ao mundo que sequer esperou a descida do 13° andar para o térreo do prédio.

O fato aconteceu às 20h47, quando os pais já se encaminhavam ao hospital após a bolsa da mãe ter estourado. Foi aí que a bebê, o primeiro filho do casal, resolveu antecipar o caminho.

“Quando a gente chegou no elevador, eu apertei pra descer, aí minha esposa falou: ‘Ai meu Deus do céu, está nascendo’. E eu disse: ‘O quê? O que está nascendo?’. E nasceu. Aí estava lá no elevador ela com o bebê no braço, cordão umbilical e tudo”, contou Emanoel Chaves Junior, o pai da bebê.

“O elevador estava chegando no andar térreo do prédio. A bebê escorregou mesmo. A fisioterapeuta, Aline Alves, que estava no acompanhamento, que segurou a bebê e a enrolou em uma toalha”.

Segundo ele, a esposa – a médica Mariela Costa – sentiu contrações durante praticamente todo o dia no domingo. O obstetra da família, que é amigo dela, chegou a ir na casa deles verificar contrações e dilatações e projetou que o bebê nasceria pela madrugada.

Ela estava grávida de 39 semanas e seis dias – completaria as tradicionais 40 semanas nesta segunda (25).

“A gente estava ontem lá em casa e minha esposa começou a sentir logo de manhã uma ‘contraçãozinha’, que poderia ser um alarme falso. Só que aí essas contrações foram começando a ter uma frequência, a cada 20 minutos. E isso deixou minha esposa preocupada” explicou Emanoel.

“Ela já tinha acertado com uma fisioterapeuta para acompanhá-la quando ela começasse a sentir essas contrações. E aí gente entrou em contato com a fisioterapeuta, ela mandou a gente fazer uns exercícios. O obstetra da gente, que ia fazer o parto, foi lá mais cedo, ver a situação. E disse que esse bebê só ia nascer lá pra de madrugada. E a gente foi se preparando pra ir de madrugada”.

Em determinado momento, o alerta veio por parte da própria fisioterapeuta Aline Alves, após perceber que as contrações ficaram mais fortes em Mariela.

“A fisioterapeuta começou a ver uma coisa estranha. Ela estava suspeitando que a bolsa tinha estourado. E aí disse para irmos para o hospital ‘agora’. Ela chega engrossou a voz”, contou Emanoel.

“Depois que terminou uma contração, ela puxou minha esposa. Minha esposa disse que queria ir ao banheiro, aí a fisioterapeuta examinou e constatou que a bolsa tinha estourado”.

A bebê e a mãe passam bem e estão sendo acompanhadas em um hospital particular de Natal.

G1 RN

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *