Produção de leite sobe e a de ovos bate recorde no Brasil, revela pesquisa

Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

O Brasil registrou aumento na produção e produtividade do leite em 2018, além de expansão na produção de mel e ovos de galinha e recuperação na carcinicultura (camarão).

Em contrapartida, o efetivo de bovinos sofreu a segunda queda consecutiva, depois de atingir o recorde de 218,2 milhões de cabeças em 2016. Os dados constam da pesquisa Produção da Pecuária Municipal 2018 (PPM), divulgada nesta sexta-feira (20) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A produção brasileira de leite atingiu 33,8 bilhões de litros, aumento de 1,6%, retomando a tendência de alta após queda de 1,1% em 2017. De acordo com o estudo, as regiões Sul e Sudeste, com participação de 34,2% e 33,9%, respectivamente, lideram a produção nacional.

Por estados, Minas Gerais foi o maior produtor, respondendo por mais de um quarto da produção nacional (8,9 bilhões de litros, ou o equivalente a 26,4% do total).

De 2017 para 2018, o preço médio nacional por litro de leite foi R$ 1,16, com alta de 4,7%, o que resultou em um valor de produção de R$ 39,3 bilhões.

Produção de ovos de galinha foi recorde em 2018, atingindo 4,4 bilhões de dúzias, alta de 5,4% em comparação com 2017 (Arquivo/Marcello Júnior/ Agência Brasil)

O maior preço médio (R$ 1,26 por litro) foi encontrado na Região Nordeste, enquanto o menor preço (R$ 0,99 por litro) ficou na Região Norte. Em termos de municípios, a cidade de Castro (PR) liderou o ranking de produção nacional, com 0,9%, respondendo por 6,7% da produção do estado.

Castro é também o terceiro município em valor de produção na soma dos seis produtos pesquisados pelo IBGE (leite, ovos de galinha, ovos de codorna, mel de abelha, lã e casulos de bicho-da-seda).

Os primeiros lugares são ocupados por Santa Maria de Jetibá (ES) e Passos (SP), que são destaques também na produção de ovos de galinha.

A pesquisa revela, ainda, que em 2018 foram ordenhadas 16,4 milhões de vacas, representativas de 7,7% do efetivo de bovinos do país.

O número mostra queda de 2,9% em comparação com a quantidade ordenhada no ano anterior. O Sudeste apresenta o maior efetivo ordenhado do país (29,2%), seguido da Região Sul (20,6%) e do Nordeste (20,4%).

Em 2018, o Brasil atingiu média de produtividade de 2.069 litros/vaca/ano.

“O Sul foi responsável pelo aumento da produtividade, com 3.437 litros por vaca no ano”, informou à Agência Brasil a analista da pesquisa, engenheira agrônoma Mariana Oliveira. O aumento alcançou 4,3% em relação a 2017.

Os três estados do Sul tiveram produtividades superiores a 3.200 litros/vaca/ano. Em seguida, aparece Minas Gerais, com 2.840 litros/vaca/ano.

Galináceos

Em 31 de dezembro do ano passado, o efetivo de galináceos, que envolve galos, galinhas, frangos e pintos, atingiu 1,468 bilhão de cabeças, alta de 2,9% sobre o resultado de 2017. O Sul é destaque na criação de frangos para abate, com 46,9%, seguido do Sudeste, com 25,4%.

Essa região é destaque na produção de ovos de galinha. O Paraná lidera o ranking nacional do efetivo de galináceos, com 26,2% do total.

A pesquisa registra 246,9 milhões de galinhas existentes em 2018, aumento de 2,5% em relação a 2017, com o Sudeste respondendo por 38,9% do total de cabeças no país, superando o Sul, que ficou com 25% do total. O Sudeste aparece também em primeiro lugar na produção de ovos, respondendo por 43,8% do total produzido em 2018, ou 1,946 bilhão de dúzias.

A produção brasileira de ovos de galinha foi recorde no ano passado, alcançando 4,4 bilhões de dúzias, alta de 5,4% em comparação ao resultado apurado no ano anterior, com rendimento de R$ 14 bilhões.

O IBGE ressaltou que essa é a primeira vez na série histórica que o total de ovos ultrapassou 4 bilhões de dúzias. O maior produtor nacional foi o estado de São Paulo, com 25,6% do total de ovos.

Ovos de galinha e leite foram os produtos que geraram maior valor de produção pecuária, em 2018. Destaque para os municípios de Santa Maria de Jetibá (ES), com valor de produção de R$ 986,9 milhões e ovos de galinha como principal produto; Bastos (SP), também liderado por ovos de galinha, com valor de produção de R$ 708,5 milhões; e Castro (PR), com valor de produção de R$ 449,7 milhões, e tendo o leite como produto principal.

Codornas

A pesquisa do IBGE informa que, no período de 2003 a 2014, o efetivo de codornas e a produção de ovos desse animal mostraram crescimento constante, embora tenham ocorrido duas quedas seguidas, em 2015 e 2016.

A atividade voltou a crescer em 2017. No ano passado, o efetivo somou 16,8 milhões de aves, expansão de 3,9% sobre o ano anterior. Já a produção de ovos de codorna – 297,3 milhões de dúzias – caiu 2,1%.

A região Sudeste concentra mais da metade do efetivo brasileiro (64%), com destaque para os estados de São Paulo, com participação de 24,6% do total, e Espírito Santo, com 21% da produção. Embora São Paulo ocupe a liderança, a atividade entrou em declínio desde 2015 naquele estado, enquanto no Espírito Santo ela evoluiu 32% no período compreendido entre 2015 e 2018, com a introdução de novas tecnologias.

“São Paulo tem tradição, mas o Espírito Santo tem inovação”, disse a pesquisadora do IBGE Mariana de Oliveira. O Sudeste detém ainda 68,5% da produção de ovos de codorna.

A análise por municípios mostra Santa Maria de Jetibá (ES) na primeira posição nacional, tanto em quantidade de codornas, como na produção de ovos, com aumentos respectivos de 35,7% e 31,7%, em 2018.

Caprinos

Entre os animais de médio porte, a pesquisa mostra que houve aumento, em 2018, tanto na criação de ovinos (+1,8%), como na de caprinos (+4,3%).

Os dois rebanhos somaram, respectivamente, 18,9 milhões de cabeças e 16,8 milhões de cabeças no ano passado.

A Região Nordeste se destaca, historicamente, nas duas criações, respondendo por 93,9% do total de caprinos do Brasil (10,7 milhões de cabeças no ano passado), e por 66,7% do total de 18,9 milhões de ovinos. Bahia, Pernambuco, Piauí e Ceará responderam por 79,6% do total de caprinos do país. “Essas criações de médio porte se adaptam muito bem à Região Nordeste”, disse Mariana.

A Bahia lidera o ranking dos dois rebanhos desde 2016, com 30,2% do efetivo de caprinos e com 22,1% do total de ovinos.

O Rio Grande do Sul surge na segunda posição, por causa da criação voltada para a produção de lã que, em 2018, concentrava 99% na Região Sul do país, revelou a pesquisadora. No Rio Grande do Sul estão 94,3% da produção de lã destinada à comercialização., que somou 8,7 milhões de quilogramas.

Suínos

Em termos de suínos, o estudo do IBGE estimou para 2018 a existência de 41,4 milhões de animais, alta de 0,14% em comparação a 2017.

O Brasil possui o quarto maior rebanho suíno do mundo. Quase metade desse efetivo (49,7%) fica na Região Sul, onde Santa Catarina respondeu por 19,2% do total nacional. Em seguida, vêm Paraná (16,6%) e Rio Grande do Sul (13,8%).

No ano passado, 5.486 municípios brasileiros apresentaram criação de suínos e 5.381 de matrizes de suínos. O efetivo total de suínos (11,6% ou o correspondente a 4,8 milhões), foi de matrizes, com alta de 1,5% sobre 2017.

Mel de abelha

A produção de mel no Brasil totalizou 42,3 mil toneladas, aumento de 1,6% em relação a 2017. A Região Sul manteve a liderança nacional, com 38,9% do total, mas a Região Nordeste, que sofreu longa estiagem desde 2012, vem recuperando a produção, tendo participado com 33,6% da produção brasileira de mel em 2018.

Mariana Oliveira informou que – de 2017 a 2018 – a produção de mel de abelha no Nordeste cresceu 11%, o que correspondeu a 1,4 milhão de quilos a mais. O valor da produção foi R$ 502,8 milhões, retração de 2,2% comparativamente ao ano anterior.

O Piauí aparece como destaque no Nordeste, com 12,3% da produção nacional e expansão de 18,6% na quantidade produzida, o que equivale a mais de 800 mil quilos de mel.

O Piauí ocupa a terceira posição no ranking de produção, depois do Rio Grande do Sul (15,2%) e Paraná (14,9%).

A pesquisadora disse, ainda, que a produção de mel é sensível a diversos fatores climáticos e ambientais. “Ela é afetada, é sensível. E agora é que o Piauí está se recuperando”.

Em Minas Gerais, a produção caiu cerca de 10%. Observou ainda que na Região Centro-Oeste, a produção de mel recuou 22,5% no ano passado, enquanto subiu 10,9% no Norte brasileiro, mas a participação dessa região no total da produção é de apenas 2,1%.

Piscicultura

A produção de peixes em criadouros somou 519,3 mil toneladas em 2018, alta de 3,4% em comparação a 2017. O IBGE não coleta dados de pesca.

A Região Sul manteve a liderança, respondendo por 32% da produção nacional, aumento de 15,2%. O valor de produção para a atividade atingiu R$ 3,3 bilhões em todo o país.

Em termos de estados, Paraná ocupa a primeira classificação, com produção de 23,4% do total da piscicultura nacional, seguido por São Paulo (9,9%) e Rondônia (9,7%).

A tilápia representa 60% de todas as espécies criadas, enquanto o tambaqui detém participação de 19,7%. O Paraná responde por 95% da produção brasileira de tilápia e por 73% da produção da piscicultura do país. O tambaqui predomina na Região Norte, onde foi responsável por 73,1% do total de 102,6 mil toneladas produzidas em 2018.

Com informações da Agência Brasil

“Sentença de um magistrado de 21 anos de carreira” e unanimidades do “TRF-4 e STJ”, responde deputada Carla Zambelli ao “jurista” e YouTuber Felipe Neto sobre sentença de Lula

Reprodução: Twitter

Carla Zambelli, deputada federal pelo PSL-SP, ironizou o YouTuber, comediante e empresário Felipe Neto nessa quinta-feira(19), ao chamá-lo de “jurista”, quando resolveu classificar a condenação do ex-presidente Lula(PT) no caso Triplex como “abominação jurídica”.

Zambelli fez questão de enumerar o processo sentenciado por um juiz de 21 anos de carreira, confirmado por unanimidade pelo TRF-4 e, de forma também indiscutível, pelo STJ.

Foto: (Marcos Michael/VEJA)

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. gilson disse:

    pelo olhar já se vê que o cara é perturbado…. kkkkkkkk

  2. Calixto Silva disse:

    Garoto ixpertinho kkkk, é assim que o YouTuber Nando Moura chama ele, agora a Dep. Carla zambely chama ele de jurista kkkkk. Esse Felipe Neto só vive sendo processado e processando também.

  3. Olimpio disse:

    Mais um idiota inutil, querendo aparecer.

  4. Tom disse:

    quando ele sofrer um boicote, rapidinho ele muda de opinião. Kkkkk

  5. Marcão disse:

    Esse "mininu" podia ter ficado calado, nasceu nem os dentes ainda, levou umas lamboradas segura para aprender.

  6. Raimundo disse:

    Um doidinho, quer mudar de público infantil para os “Luka livre”

Auditor fiscal e consultor do Banco Interamericano é o novo secretário da Receita Federal

O novo secretário da Receita Federal, José Barroso Tostes Neto, durante entrevista no Senado em 2015 — Foto: Pedro França/Agência Senado

O auditor fiscal aposentado José Barroso Tostes Neto será o novo secretário da Receita Federal. Escolhido pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, ele assumirá o posto deixado por Marcos Cintra, demitido pelo presidente Jair Bolsonaro no último dia 11.

Especialista em gestão fiscal, Tostes foi apresentado a Bolsonaro no fim da tarde de quarta-feira (18), quando a escolha foi chancelada pelo presidente.

Depois de enfrentar resistência da corporação da Receita com a escolha de Marcos Cintra, Paulo Guedes optou por um nome da carreira, ainda que Tostes esteja afastado. Atualmente, ele ocupa o posto de consultor do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), primeiro em Washington e agora em Brasília.

No ano passado, Tostes concorreu à lista tríplice para o cargo de secretário da Receita Federal, em eleição promovida pelo Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco). Ele não ficou entre os três da lista, entregue ao governo como sugestão.

Durante a campanha, em vídeo em que divulga alguns de seus posicionamentos, Tostes afirma: “Nosso sistema tributário necessita de muitos ajustes. São inúmeras distorções, desequilíbrios, ineficiências. Tornam imperativo fazer algum tipo de reforma em sua estrutura”.

Currículo

De acordo com o perfil de José Tostes em uma rede social, ele é engenheiro mecânico pela Universidade Federal do Pará e administrador de empresas pela Universidade da Amazônia.

Em 2009, foi diretor regional da Escola de Administração Fazendária do Ministério da Economia (ESAF). De 2011 a 2015, secretário estadual de Fazenda do Estado do Pará. No mesmo período, presidiu o Conselho de Administração do Banco do Estado do Pará.

Ainda segundo o perfil, Tostes deixou os dois cargos para atuar no Banco Interamericano de Desenvolvimento. Também foi consultor do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Com informações do G1

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Naldin disse:

    Muito competente, enorme conhecimento, conheço-o de encontros dos especialistas em finanças públicas, muito bem intencionado, se deixarem, fará um excelente trabalho.

Nota Potiguar chega ao terceiro sorteio com seis novos premiados; veja lista

Fotos: Divulgação

A Nota Potiguar divulgou nesta sexta-feira (20) os nomes dos contemplados no terceiro sorteio mensal da campanha, ocorrido ontem. Seis potiguares foram os sortudos quem vão receber R$ 118 mil em dinheiro. Foram três ganhadores da capital e outros três do interior do Rio Grande do Norte, que moram nas cidades Mossoró, Portalegre e Nova Cruz. Esses cidadãos participam da campanha ao baixar o aplicativo Nota Potiguar e exigir a inclusão do CPF na nota no momento das compras.

O primeiro prêmio no valor de R$ 50 mil foi para Edinalva Castro da Costa, que mora em Mossoró. Já Maria Aurimar Fernandes Nobre, de Portalegre, vai receber R$ 30 mil, enquanto Romildo de Carvalho Silva, de Natal, ficará com R$ 20 mil. Maria de Fátima de Araújo, também de Natal, vai ganhar R$ 10 mil. O quinto e sexto prêmios ficaram com Lucas Silva de Medeiros e Dionísio Inácio da Rocha Júnior respectivamente, que ganharão, cada um, R$ 4 mil. A relação completa dos sorteados e as instituições filantrópicas contempladas pode ser conferida no site https://np.set.rn.gov.br/portal/#/sorteios/ganhadores/ganhadores_3_sorteio

Com esse sorteio, o Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Tributação, soma um repasse total de R$ 831 mil, distribuídos entre instituições e os cidadãos que exercem sua cidadania fiscal, ajudam a combater a sonegação fiscal e asseguram o funcionamento de serviços públicos essenciais. A última entrega dos prêmios ocorreu no dia 13 deste mês.

Os recursos favorecem também as instituições filantrópicas que desenvolvem ações para a sociedade nas áreas de saúde, educação, assistência social e esportiva. As instituições cadastradas e escolhida pelos ganhadores também são contempladas com 50% do valor da premiação. Todas vão partilhar – desde que atinja ao menos 0,5% do total de pontos – um prêmio de R$ 30 mil igualitariamente. Os R$ 70 mil serão distribuídos proporcionalmente entre as instituições que atingiram o maior número de ponto.

Ao todo, são distribuídos todos os meses R$ 118 mil para os consumidores e R$ 159 mil para as instituições filantrópicas cadastradas com sorteios baseados nos números da Loteria Federal. A campanha já conta com mais de 158,8 mil usuários, que instalaram o aplicativo da campanha, 123 instituições cadastradas e 44,7 mil estabelecimentos. Nesse período, já foram processados através do programa quase 8 milhões de documentos fiscais emitidos.

Para concorrer aos sorteios

Para participar dos sorteios, é bem fácil. Basta baixar o aplicativo Nota Potiguar, disponível para os sistemas operacionais Android e iOS, e solicitar a inclusão no CPF na nota no momento das compras. Cada R$ 50 acumulados valem um ponto. Mas uma nota fiscal dá direito a, no máximo, cinco pontos. E durante todo o mês o acúmulo máximo é de 50 pontos.

Com esse montante, o participante pode trocar por desconto de até 10% no valor do IPVA (20 pontos a cada mês) e participar de sorteios de prêmios em dinheiro. Além disso, tem a possibilidade de trocar três pontos por um abadá no bloco exclusivo da Nota Potiguar, puxado por Capilé, no Carnaxelita, que será realizado no dia 5 de outubro. Cada participante tem direito a destinar os pontos a até dois abadás.

Preço dos combustíveis

Em períodos de aumento no preço dos combustíveis, a Nota Potiguar também presta mais um serviço ao consumidor. O aplicativo disponibiliza o Menor Preço, uma espécie de radar que aponta onde o combustível está mais em conta. O app faz uma busca por cidade e localidade e identifica o estabelecimento com o menor valor do litro de gasolina, diesel e álcool. Toda a informação sobre os valores dos produtos é obtida por meio da nota fiscal solicitada pelos usuários do no momento das compras, e por isso o serviço não consiste em promoção ou propaganda, depende da colaboração dos consumidores. Até o fim do mês, os medicamentos também entram na lista de produtos cujos preços são pesquisados.

A Nota Potiguar é uma campanha que integra as ações do Programa de Cidadania e Educação Fiscal do Rio Grande do Norte. A expectativa é que, com o programa, o Governo arrecade em torno de R$ 84 milhões por ano através dessa conscientização do cidadão em pedir a nota fiscal e a inserção do CPF. Os detalhes da campanha, o regulamento e as funcionalidades do aplicativo podem ser conferidos no site oficial do programa www.np.set.rn.gov.br.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Luciana Morais Gama disse:

    Será que o aplicativo da NOTA POTIGUAR também mostra com quanto o estado fica em dinheiro por cada litro de gasolina vendida??? Seria o ideal pra gente ter uma ideia se o posto tá explorando.

Equipe de Bolsonaro avalia que ele vetará itens da reforma partidária aprovada na Câmara, diz O Globo

Foto: ADRIANO MACHADO / REUTERS

A equipe do presidente Jair Bolsonaro avalia que os responsáveis pela articulação que viabilizou a aprovação do projeto de reforma partidária e eleitoral na Câmara, na noite de quarta-feira, devem ser frustrados por vetos a itens do texto. O chefe do Executivo terá 15 dias úteis para decidir se sanciona a matéria, contados da data do recebimento pela Presidência, o que ainda não ocorreu. O texto já começou a ser analisado pela Subchefia de Assuntos Jurídicos (SAJ) da Presidência, comandada pelo ministro da Secretaria-Geral, Jorge Oliveira.

Para valer a tempo das eleições do ano que vem, o projeto precisa ser sancionado pelo presidente da República até 4 de outubro. O prazo apertado foi usado como justificativa pelos parlamentares – entre eles o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) – para aprovar o texto às pressas.

Na terça, o Senado reduziu o projeto ao dispositivo que regulamenta o fundo eleitoral com recursos públicos. Cerca de 24 horas depois, os deputados retomaram o texto que haviam aprovado há duas semanas quase na íntegra, retirando apenas quatro dos itens que provocaram mais críticas de entidades que defendem transparência.

A matéria afrouxa regras de fiscalização de contas das legendas e impõe um teto às multas para as que descumprirem a prestação de contas, entre outras alterações da legislação.

De acordo com um interlocutor frequente do presidente, a maior probabilidade é que ele desagrade boa parte do “centrão” da Câmara. Outro auxiliar frequente de Bolsonaro destacou a mobilização popular que pressionou o Senado a recuar da intenção de aprovar a primeira versão do texto. Esse ponto deve pesar na decisão do chefe do Planalto, cuja base eleitoral se insurgiu nas redes sociais contra o projeto.

Da maneira como foi aprovado na quarta, o texto pode regularizar uma prática que hoje é considerada caixa 2 e que poderia até abrir brecha para lavagem de dinheiro: o pagamento de advogados e contadores por terceiros, sem passar pelo caixa oficial das campanhas. De acordo com o projeto, as despesas com esses profissionais devem ser declaradas como gastos eleitorais, mas não entram na contabilidade do teto de despesas.

O Globo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ana leticia disse:

    Reforma de mentira, na realidade só uma maneira de roubar mais a população e acontinuar e ampliar a impunidade desses bandidos de colarinho Branco. Absurdo da de não beijada a essa corja de ladrões TRES BILHÕES, para suas campanhas e para os seus advogados defender esses bandidos da justiça. Imoralidade é o que eles estão propondo para nos cidadãos pagar.

Arcebispo de Natal Dom Jaime Vieira Rocha é nomeado presidente de Comissão Especial para Causa dos Santos

(Foto: Brunno Antunes)

O arcebispo metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, foi nomeado nesta quinta-feira (19), presidente da Comissão Especial para a Causa dos Santos. A nomeação foi feita pelo presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Walmor Oliveira de Azevedo. Também vão compor a comissão, Dom Diamantino Prata de Carvalho, OFM, bispo emérito da Diocese de Campanha (MG) e Dom Giovanni Crippa, IMC, bispo da Diocese de Estância (SE). Como assessor, foi eleito o padre Leonardo José de Souza Pinheiro, da Arquidiocese de Juiz de Fora (MG).

Dom Jaime recebeu a nomeação com alegria. “Agradeço a Deus por essa nova missão que me foi confiada e vejo isso também como um reconhecimento, fruto da canonização dos nossos 30 santos mártires, em 2017. Espero poder contribuir da melhor forma, juntamente com os demais membros da comissão. Que Deus nos favoreça e ilumine essa comissão”, frisou. Durante o processo de beatificação dos santos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, Dom Jaime integrou a comissão arquidiocesana. Na CNBB, o arcebispo também foi presidente da Comissão Especial para a Amazônia e atualmente é bispo referencial para a Comissão de Comunicação, no Regional Nordeste 2, da CNBB.

Sobre a comissão

A Comissão Especial para a Causa dos Santos tem como finalidade o acompanhamento dos processos de canonização e beatificação que já estão em andamento na Cúria Romana, na Congregação para a Causa dos Santos e, ao mesmo tempo, oferecer subsídios para as Dioceses que desejam introduzir novas causas. Outra atribuição da Comissão é a formação de pessoal que possa acompanhar este serviço nas Igrejas particulares.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Sergio disse:

    Quanto mais "santos" tem no Brasil, mais o país se afunda.
    Daqui a alguns anos vão canonizar o Bozo e Lula.

  2. natalsofrida disse:

    Homem nenhum tem a capacidade de determinar quem é ou não santo. Mundo de néscios, leiam a palavra do eterno e terão o conhecimento que todos precisamos pra não sermos levados que nem ovelhas, pra lá e pra cá.

Após exames, Bolsonaro confirma que vai à reunião da ONU

Foto: Marcos Corrêa/PR – 4.9.2019

O presidente Jair Bolsonaro confirmou na manhã desta sexta-feira (19) que irá à Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova York, na semana que vem, a partir de terça-feira (24). Ele foi submetido a exames em Brasília, no Hospital DF Star, e foi constatado que ele tem saúde suficiente para fazer a viagem na semana que vem.

Em sinal de melhora, o presidente vai participar de um evento no Palácio do Planalto na tarde desta sexta para sanção da Medida Provisória da Liberdade Econômica. Nos últimos quatro dias, ele despachou do Palácio da Alvorada, uma das residências oficiais da Presidência.

Quarta cirurgia

Bolsonaro foi submetido a uma cirurgia no domingo (8) para retirada de hérnia incisional em uma das cicatrizes de operação anterior. Foi a quarta cirurgia do presidente desde a facada durante campanha em Juiz de Fora (MG), há pouco mais de um ano.

Ele deixou o hospital após alta na segunda-feira (16).

Questionado se o presidente tem outro problema de saúde que atrasa a recuperação, o médico Antonio Macedo afirmou que “em todas as cirurgias que fizemos, houve um retardo na recuperação, mas, quando ele retorna, vai rápido”.

R7

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. O MICO disse:

    Depois dos exames vem os vexames!

  2. natalsofrida disse:

    Chora petralhada. Bando de vagabundos sem vergonhas.

  3. fernando disse:

    Vau falar dos dois dias deve cagar e outras besteiras.Aguardem

  4. natalsofrida disse:

    Eu topo, mas primeiro vamos fazer uma aposta: Quanto foi roubado dos cofres públicos pelos petralhas? Digo que não tem ninguém que consiga contar e vc? Quanto acha que foi? Aposto cinco paus! Topas?

    • Ana leticia disse:

      No mínimo Hum trilhão, e continuam, o sorteio da Sena de ontem foi mais uma manobra dessa cambada.

  5. Tonho disse:

    Aposto que vai arrumar 10 brigas, 8 polêmicas e vão perguntar pelo Queiroz. Quem vai? Até 1 real eu topo

    • Maria disse:

      Eu só digo que ele vai quando eu vir. Se for, vai passar vergonha, são tantos protestos que ele nåo vai saber digerir e se tiver que improvisar o discurso em algum momento, meu Deus, sai de baixo. As delegações,qdo nåo gostam do dirigente, costumam deixar o ambiente. Meu Deus, se isso acontecer, tende piedade de nós.

Prefeitura do Natal convoca novos aprovados no Concurso Público da Saúde

A Prefeitura do Natal publicou, no Diário Oficial do Município (DOM) desta sexta-feira (20/09), a chamada de aprovados no concurso público da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). A convocação acontece depois que os candidatos nomeados anteriormente não se apresentaram no prazo determinado ou não quiseram assumir as funções e pediram exoneração.

Os cargos contemplados foram: auxiliar de farmácia (3); técnico em enfermagem (15); técnico em enfermagem do trabalho (1); técnico em segurança do trabalho (1); técnico em saneamento (1); técnico em patologia clínica (1); assistente social (2); enfermeiro (5); enfermeiro obstetra (2); farmacêutico (3); farmacêutico bioquímico (1); médico anestesiologista (2); médico cardiologista (1); médico cínico geral (10); médico da estratégia de saúde da família (3); médico gastroenterologista (1); médico geriatra (1); médico ginecologista (2); médico obstetra (6); médico pediatra (9); médico psiquiatra (1); e médico urgencista (2).

Os candidatos nomeados deverão, no prazo máximo, de 30 dias, a partir desta segunda (23/09), comparecer ao auditório da Secretaria Municipal de Saúde, localizada a Rua Fabrício Pedroza, 915, Areia Preta, Natal/RN, CEP: 59014-030, das 8h às 13h, de segunda à quinta-feira, a fim de receberem instruções sobre a documentação necessária para a posse. Sob pena de não assim o fazendo perderem o direito a exercício do cargo.

Os aprovados precisarão apresentar os seguintes exames: hemograma – tipo sanguíneo; glicemia – VDRL – EAS – EPF – TSH – colesterol – triglicerídeos; eletrocardiograma (laudo e parecer do cardiologista); eletroencefalograma (laudo/parecer do neurologista); laudo de sanidade mental com parecer do psiquiatra; audiometria com parecer do otorrinolaringologista; e Raio X do tórax com parecer do radiologista.

Além disso, é necessário apresentar estes documentos: laudo médico (emitido pela comissão competente/CPMSHT/Semad); 01 foto ¾ recente; carteira de identidade e CPF; título de eleitor; certidão eleitoral de antecedentes criminais; certificado de reservista (sexo masculino); diploma de habilitação para o cargo; registro no conselho (quando exigido); certidão de antecedentes criminais (estadual e federal); certidão de nascimento ou de casamento; cartão do PIS ou do Pasep (caso seja inscrito); comprovante de residência; carteira de trabalho (incluindo folha do contrato assinado ou não); cartão de conta corrente do Banco do Brasil (caso tenha); e ato de exoneração ou cópia do requerimento no ato da posse (se servidor público).

A relação com os nomes está no DOM

FOTO: PRF apreende grande quantidade de sandálias por sonegação fiscal na BR 226 no interior do RN

Foto: Divulgação/PRF

Por volta das 23h10 dessa quinta-feira (19), uma equipa da PRF fiscalizou na BR 226, na Unidade Operacional de Campo Redondo/RN, uma caminhonete Hilux, carregada com sandálias de borracha, conduzida por um homem de 34 anos, natural de Patos/PB.

Na abordagem, o condutor apresentou um documento auxiliar de nota fiscal eletrônica – DANFE que indicava a quantidade de 1.500 sandálias, saindo da cidade de Patos/PB com destino a Juazeiro do Norte/CE. O que chamou a atenção dos policiais é que o condutor informou que estava indo para Natal.

Diante dos fatos, os PRFs entraram em contato com a Secretaria Estadual de Tributação/RN e solicitaram a presença de uma equipe do Fisco. Ao fazer a conferência, constatou-se que a carga continha 3.600 sandálias, caracterizando assim o crime de sonegação fiscal.

Ato contínuo, a mercadoria foi apreendida pela SET/RN e a PRF lavrou um Termo Circunstanciado de Ocorrência -TCO, pelo crime cometido. O delito deixa de existir quando o autor pagar as taxas e os impostos devidos. O valor dos encargos calculado nesta ocorrência foi de R$ 5.000,00.

Jean Paul Prates(PT-RN) é vencedor do prêmio Congresso em Foco de 2019

Foto: Divulgação

O senador Jean Paul Prates (PT-RN) recebeu, nessa quinta-feira, dia 19, dois prêmios do Congresso Em foco. Ele ficou entre os dez melhores senadores na votação popular na internet deste ano. Já na categoria em “Defesa dos bancos públicos”, o parlamentar ficou entre os cinco melhores parlamentares do país. Essa última categoria é composta por um júri de profissionais que, por dever de ofício, conhecem de perto a atuação parlamentar. O grupo é composto por representantes do segmento acadêmico, empresarial, sindical, terceiro setor e pelo próprio Congresso em Foco.

Para o senador, os resultados da premiação são estímulos para continuar lutando em defesa da democracia e das empresas públicas, como a Petrobras, Correios e Eletrobrás. Mês passado, o governo Jair Bolsonaro anunciou uma lista de estatais brasileiras que iniciarão o processo de privatização. O pacote inclui o Correios, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), a Eletrobrás, a Casa da Moeda Telebras, o Serpro e a Dataprev.

“Os resultados de hoje mostram que, nesse primeiro ano de mandato, estamos no rumo certo: na defesa da democracia, do Brasil, do Rio Grande do Norte e, claro, das nossas estatais. Vamos continuar lutando e fazendo política com dignidade e compromisso”, disse.

Saiba mais:

Em sua 12ª edição, o prêmio tem como finalidade distinguir os melhores parlamentares do Congresso Nacional e estimular a sociedade a acompanhar seus representantes de modo ativo, assim como a participar plenamente da vida política. A iniciativa pretende reconhecer o trabalho dos deputados federais e senadores que se destacam positivamente no exercício do mandato, valorizar os bons exemplos e, ao mesmo tempo, sinalizar ao eleitorado que melhorar a qualidade da nossa representação política é possível.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Léo Oliveira disse:

    Senador atuante e que tem demonstrado resultados satisfatórios para o RN e para o Brasil.

  2. Gustavo disse:

    Parabéns pelo trabalho! 👏🏻

  3. Elton disse:

    Parabéns Senador capacitado para função!

  4. Mirian disse:

    PARABÉNS 👏👏👏👏
    É de pessoas assim que o nosso País precisa 🙏

  5. Altairmendonca disse:

    Máximo respeito ao maior senador que o RN teve o prazer de conhecer! Enfim um orgulho na política norte riograndense! Estamos junto senador! Você vem fazendo pelo povo o que nunca ninguém fez! Obrigado por olhar por nós! Tamojunto tai!

  6. Uruca disse:

    Os bolsominio piram kkkkkkkkk e isso ai senador.
    7º melhor senador do país, Jean Paul Prates é o único parlamentar da bancada federal do RN entre os vencedores do Prêmio Congresso em Foco 2019.
    👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏👏

    • Zé Ruela disse:

      Imagina se esse foi o unico entre os potiguares a ganhar premio, como não é os que ficaram fora? Lamentável!

  7. Zé Ruela disse:

    Se esse foi o melhor pra ganhar premio, imagina os piores. Pobre Brasil! É o fim! Sinais de que Jesus ta voltando.

  8. Vinicius Dantas disse:

    Melhor senador!

  9. Clodoaldo disse:

    Senador chibata, o bixo acha q manter estatal é bom. VAI ESTUDAR ECONOMIA [email protected]#A

  10. Ramon Gurgel disse:

    Fruto de um trabalho suado! Parabéns ao senador, parabéns a sua equipe pelo empenho e dedicação!

  11. HUGO disse:

    um bocado de babão dando os parabéns, o Senador mais fraco que o RN já produziu, o cara que disse que era Senador do Brasil e não do RN, o cara que sempre votou contra a sociedade, homi vão cagar numa lata.

  12. Allan Bessa disse:

    Senador vei diferente 👏👏👏💥

  13. Edna disse:

    Parabéns meu senador! Você tem sido cada vez mais compromissado com o estado!

  14. Dr. Barbosa disse:

    Muito bom, nosso senador está de parabéns e quem ganha com isso, nosso Estado com um bom representante no senado, atuante e competente…

  15. Élida disse:

    Parabéns! 👏🏻👏🏻👏🏻

  16. eleneide batista disse:

    grande homen , humilde e que trabalha muito pelo nosso RN , prrêmio mais que merecido 👏👏👏

  17. Kivia disse:

    Merecido 👏🏻👏🏻👏🏻

  18. Isadora disse:

    Parabéns! Esse é o resultado do seu trabalho e compromisso com o povo Norte Rio Grandense. 👏

  19. Kelisson Lemos disse:

    Parabéns Senador 👏👏👏👏

  20. Irlander disse:

    Parabéns ✌🏼

  21. Ana Flávia disse:

    Não esperava menos senador Jean, está de parabéns pelo trabalho realizado no RN

  22. Vitória disse:

    Parabéns 👏🏻👏🏻

  23. Geovanna disse:

    Parabéns 👏🏻👏🏻

  24. Mislayne disse:

    Parabéns senador jean paul , merece demais 👏👏👏👏

  25. Samile vieira disse:

    Parabéns, sucesso sempre!. 👏🏻👏🏻

  26. Julio neto disse:

    Parabéns senador 👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

  27. Eduardo Alves disse:

    Prêmio merecido fruto de quem trabalha pelo seu Estado e está sendo reconhecido, se todos ao invés de se vender fizessem o mesmo nosso país teria alguma esperança !

  28. Sheila catiucia disse:

    Rio Grande do Norte agradece , um grande homem nos representa.

  29. Wagner disse:

    👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻👏🏻💥

  30. Lucia Vasconcelos disse:

    Isso é uma grande piada.
    Pobre Brasil!!!

  31. N.A.M.M disse:

    Esse cara ganhar esse premio, imagine os criterios dessa premiação e a qualidade dos senadores do nosso país, ASSUSTADOR esse prêmio….

    • Ana leticia disse:

      Imagino só a composição desse júri. Kkkkkk todos ou do partido dos patranhas ou apoiadores.

    • Querubino disse:

      Verdade! Esse Senador mostrou a que veio quando, visivelmente, colaborou na eleição fraudada para presidência do senado.

  32. Nilson Silva disse:

    Acredito que essa escolha foi por sorteio, pq por eficiência jamais.

  33. José claudio disse:

    Senador zero voto

  34. Tertu disse:

    Kkkkkkk, esse merece prêmio? imagina os outros

Tite convoca Gabigol, Rodrigo Caio e Santos para amistosos da Seleção contra Senegal e Nigéria; veja lista

Tite divulgou convocação da seleção brasileira nesta sexta — Foto: reprodução/Vídeo

O técnico Tite divulgou nesta sexta-feira a lista de 23 convocados para os amistosos da seleção brasileira contra Senegal e Nigéria, nos dias 10 e 13 de outubro, em Singapura. As principais novidades são o goleiro Santos, campeão da Copa do Brasil com o Athletico-PR, o zagueiro Rodrigo Caio e o atacante Gabriel Barbosa, do Flamengo, líder do Brasileirão.

O arqueiro, desta forma, recebe sua primeira chance na equipe principal do Brasil, enquanto Rodrigo Caio e Gabigol voltam a ser convocados – o zagueiro chegou a ser chamado por Tite nas eliminatórias para a Copa de 2018, e o atacante disputou a Copa América Centenário, com Dunga, em 2016 .

O meia Matheus Henrique, do Grêmio, e o lateral Renan Lodi, também foram chamados pela primeira vez para a Seleção principal – fechando a lista de Tite com uma novidade em cada setor do time.

Os jogadores que atuam no país vão perder duas rodadas do Brasileirão – a 24ª, nos dias 9 e 10 de outubro, e a 25ª, nos dias 12 e 13 de outubro. Alguns clubes acreditam que o longo deslocamento pode causar mais transtornos, entretanto.

O auxiliar pontual para as duas próximas partidas segue sendo o ex-jogador César Sampaio. O chefe de delegação será Bebeto, tetracampeão mundial em 1994.

O Brasil enfrenta Senegal no dia 10 de outubro, às 9h (de Brasília), no Estádio Nacional de Singapura. Três dias depois, no mesmo local, o rival será a Nigéria, também às 9h.

Confira a lista completa:

Goleiros: Ederson (Manchester City), Weverton (Palmeiras) e Santos (Athletico-PR);

Defensores: Daniel Alves (São Paulo), Danilo (Juventus), Alex Sandro (Juventus), Renan Lodi (Atlético de Madrid), Thiago Silva (PSG), Marquinhos (PSG), Éder Militão (Real Madrid) e Rodrigo Caio (Flamengo);

Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), Arthur (Barcelona), Fabinho (Liverpool), Matheus Henrique (Grêmio), Philippe Coutinho (Bayern de Munique) e Lucas Paquetá (Milan);

Atacantes: Everton (Grêmio), Firmino (Liverpool), Gabriel Barbosa (Flamengo), Richarlison (Everton), Neymar (PSG) e Gabriel Jesus (Manchester City).

Globo Esporte

 

‘Quero ser presidente, um dia, pelo voto’, afirma Rodrigo Maia em entrevista a Pedro Bial

Foto: TV Globo

O Conversa Com Bial recebeu Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, nesta quinta-feira, 19/9. Entre discussões sobre família, trajetória política e o governo de Jair Bolsonaro, o político entregou a vontade de ser presidente da República um dia. A declaração veio depois de Pedro Bial lembrar que Maia rejeitou pedidos de impeachment de Michel Temer após denúncias contra o ex-presidente. Caso Temer fosse deposto, o presidente da Câmara ia assumir a Presidência.

“No momento que o Brasil vivia, saindo de um impeachment, recessão profunda, pobreza aumentando, desemprego, era uma decisão de se manter as instituições funcionando ou correr o risco de desorganizar tudo.”

“Não é questão de ser presidente. Quero ser presidente, um dia, pelo voto.”

Sobre a possibilidade de concorrer em 2022, Rodrigo afirmou que só pretende disputar uma eleição quando organizar as contas do país.

“Só vou disputar uma eleição majoritária no Brasil se entender que terei condições de mudar a minha cidade, o meu estado e o meu país.”

Da infância ao começo na política

Maia não escondeu a emoção ao rever momentos da infância com a família no Chile. O presidente da Câmara lembrou da época em que o pai, César Maia, precisou se exilar no país por causa da ditadura militar.

“Se você não chegasse rápido para onde o estudante estava sendo levado, o estudante sumia. Minha avó corria para conseguir a lista dos estudantes presos, para dar a divulgação e não correr o risco de sumir com ele. Era sempre um processo muito doloroso.”

Ele contou que o pai, de primeira, não apoiou a sua entrada na política.

“A política é intensa, dá resultados positivos, mas também é muito instável. Ele entendeu que continuar no sistema financeiro era melhor que entrar na política.”

O jeito tímido

Com ares tímidos, Maia assistiu a entrevistas antigas e contou que sofreu bastante por causa da timidez no começo da trajetória política.

“Na primeira eleição foi difícil. Eu tinha sempre um deputado estadual comigo, dava a palavra a ele e depois dava ‘Boa noite’. Resolvi meu problema.”

Outro ponto marcante da personalidade de Maia é o jeito emotivo. Após exibir momentos emocionados do político, o apresentador questionou por que ele ficou tão mexido depois de uma declaração de Alexandre Frota.

“A gente cria preconceitos contra as pessoas. O Alexandre, ao longo desse processo, tinha tudo para ser um grande opositor do meu estilo de fazer política. Ele foi se aproximando, ajudando, compreendendo o que era política, vendo que tem muitos excessos nas redes sociais e construímos uma amizade.”

O apoio de Eduardo Cunha

O presidente da Câmara lembrou que Eduardo Cunha foi importante para a sua trajetória. Foi por causa do político que ele não abandonou a carreira.

“Eu tento ser racional. Eu tinha tido 235 mil votos, presidente do DEM fiz 86 mil votos, me elegi com 53 mil votos… o que sobrava para mim na próxima eleição? Era melhor nem disputar.”

“Para você estar na política, tem que estar estimulado a estar fazendo alguma coisa, realizando alguma coisa, e em 2014 eu estava com pouco espaço. Depois de alguma forma, com o próprio Eduardo Cunha na presidência, foi recuperado alguma coisa. Foi importante nesse processo.”

O governo de Jair Bolsonaro

Maia avaliou o governo de Jair Bolsonaro e apontou que foi o PT (Partido dos Trabalhos) que levou o atual presidente ao poder.

“Todo o ciclo do PT que gerou o Bolsonaro. Quem abriu a janela para a antipolítica, para o desgaste da política, foi o governo do PT. Quer se transformar em algo atual um problema construído por quem governou. Quem governa é quem gera espaço para quem entrar.”

“O presidente tem o perfil dele, ninguém desconhecia, as teses que ele sempre defendeu, os temas que ele sempre defendeu. Ele nunca escondeu. Não foi surpresa para ninguém.”

O presidente da Câmara ainda analisou quais são os pontos negativos e positivos do governo.

“O que tem de melhor é a narrativa da agenda de reformas que o Paulo Guedes faz. O que tem ainda de negativo é que essa narrativa precisa estar transformada em fatos reais.”

Os filhos de Jair Bolsonaro

O político também comentou as polêmicas em torno dos filhos de Bolsonaro, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). O presidente da Câmara comentou o comportamento dos herdeiros do presidente nas redes sociais.

“Na relação pessoal, não posso reclamar, sempre são educados e respeitosos. Na internet, o negócio fica um pouco mais agressivo.”

“Com o tempo, você acaba compreendendo aqui aquilo ali é um método. Um método de um ambiente radical que você precisa dar carne aos leões todos os dias para que ele possa continuar movimentando.”

Sobre a possível indicação de Eduardo para a embaixada dos Estados Unidos, Maia afirmou que o presidente precisa compreender que a escolha pode trazer consequências para o Brasil.

“No Brasil em 2019, onda sociedade cobra mais, participa e critica mais a política, é uma decisão que vai ter reflexos para o governo.”

GShow

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José aldomar disse:

    Esse tá comprometido dom Bolsonaro até a tampa

  2. Silva disse:

    Eu tô notando que a rede Globo Ta dando muita vitrine pra esse corrupto.
    É bem capaz de estarem fabricando uma candidatura presidencial, fiquem atentos!
    No final da legislatura anterior, ele era presidente da Câmara dos deputados, agora de novo, vamos vê se ele vai querer ser npvamente alterando o regulamento da casa, não pode, ele tem os deputados quase todos sentados no seu cólo, mais o povo não, se isso vier acontecer, o povo tem que ir pras ruas impedir esse abuso.
    Esse cara é corrupto, tá enrrolado até o pescoço com a justiça, ele e o Pai.

  3. THIAGO disse:

    NUNCA SERÁ PRESIDENTE ELEITO PELO VOTO.

  4. Tonho disse:

    Kkkkkkk, vai ser! Esse tá com um pé na papuda. Cunha na frente desse Botafogo, é um bebê de braço.

  5. antonio disse:

    Botafogo quase nao se reelege dep. federal pelo Rj,imagina presidente……………..Sonha Botafogo……rsssssssssssssssssssssssssssss

  6. Anti-Político de estimação disse:

    Esse gordinho sinistro se cuide é para não ira para a cadeia.

  7. Carlos Araújo disse:

    Só com muita mentira para enganar trouxa que esse ser conseguiria ser eleito, pq só faz merda no congresso e quem paga as merda que ele faz somos nós.

  8. Riva disse:

    Já dizia minha avó "Espera deitado porque em pé cansa", ou seja, nunca serás presidente.

  9. Carlos Araújo disse:

    Foi o PT quem levou Bolsonaro ao governo? Quer dizer então que se bolsonaro fizer um bom governo vai ser mérito do PT. Esses políticos defendem cada tese. Se tiver bom é oposição a tudo que o PT fez, se tiver ruim foi culpa do PT.

  10. natalsofrida disse:

    Fim dos tempos. Esses canalhas sempre pensando em lascar o povo, imagine um nojo desses na presidência.

  11. Daniel disse:

    Vai ser presidente do vasco!!!

  12. Manoel disse:

    Vixe! Estamos lascados se o sonho de Kiko se realizar…

Produção de camarão no Brasil tem aumento de 11,4% em relação ao ano anterior e RN tem maior destaque com 43,2% do total

Foto: (Arquivo/Governo de SP/ Divulgação)

A Agência Brasil destaca nesta sexta-feira(20) que a produção de camarão, ou carcinicultura, somou 45,8 mil toneladas no ano passado, aumento de 11,4% em relação ao ano anterior.

Entre 2016 e 2017, a produção sofreu queda de 21,2%, devido ao Vírus da Síndrome da Mancha Branca. O resultado de 2018 já demonstra recuperação, disse a analista da pesquisa. “A gente teve queda nas edições anteriores (da pesquisa), mas agora ela voltou a crescer”.

A Região Nordeste responde por 99,4% do total nacional. Destaque para os estados do Rio Grande do Norte, responsável por 43,2% do total da produção, e Ceará, com participação de 28,5%.

O valor de produção da carcinicultura atingiu R$ 1,1 bilhão. Dos 162 municípios que produziram camarão em cativeiro no ano passado, Pendências (RN) se tornou o líder.

Com informações da Agência Brasil

As comidas que criam os puns mais mortíferos, segundo a ciência

(SIphotography/iStock)

O assunto pode até não cheirar muito bem… Mas um grupo de cientistas da Universidade de Monash, na Austrália, decidiu produzir um estudo sério sobre peidos.

A pesquisa acaba com uma série de lendas sobre a origem dos puns fedidos, e traz algumas dicas valiosas se você é daqueles que vive com medo de soltar um matador no elevador do trabalho. A grande responsável pelo cheiro de morte, segundo o estudo, é a proteína — mas só quando ingerida em excesso.

Para chegar a esta conclusão, os pesquisadores analisaram a composição do cocô de sete participantes saudáveis. Parte deles tinha uma dieta rica em proteínas (ovos, carne, leite) e o resto comia carboidratos (pães, cereais) ou fibras (vegetais, frutas, legumes).

Os cientistas fizeram isso porque já sabiam de antemão que os puns mais fedorentos têm um composto específico: o sulfeto de hidrogênio, que transforma qualquer peido em uma bomba mortífera, daquelas que nem o dono consegue cheirar sem fazer careta. O estudo foi focado em perceber quais dietas estimulavam a produção dessa substância.

Nos cocôs de quem comia mais proteínas, a concentração do composto era sete vezes maior do que aqueles que tinham dietas ricas em carboidratos.

Já quem ingeria muitas fibras ficava ali no meio – era mais “venenoso” que a turma do carboidrato, mas tinha uma produção de sulfeto de hidrogênio 75% menor do que a turma da proteína.

A conclusão é simples: a dieta do “frango com batata doce para ficar monstrão” pode até ajudar a construir músculos para quem frequenta a academia, mas também cria os peidos mais fedorentos que o seu nariz já sentiu. E, claro, sua avó estava certa — vegetais, frutas e legumes fazem bem para o seu intestino.

Não é que as fibras e os carboidratos acabem com o problema — na realidade, esses nutrientes aumentam o número de puns, porque contribuem para a fermentação das bactérias intestinais, cujo produto são gases (é só pensar no quanto você peida quando come feijão, lentilha, vagem…).

Só que a maioria dessas flatulências não tem um cheiro tão forte, já que as fibras absorvem a água do intestino, o que dificulta bastante a produção de sulfeto de hidrogênio pelas bactérias.

Super Interessante

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Olimpio disse:

    Que reportagem fedorenta.

Risco país cai a menor nível em seis anos

Foto: (Amanda Perobelli/Reuters)

O risco Brasil, medido pelo Credit Default Swap (CDS), um título que protege contra calotes na dívida soberana, vem registrando nova rodada de queda e está em 116 pontos. É o menor nível em seis anos, desde maio de 2013. Mas outros ativos brasileiros, principalmente o dólar e a Bolsa, não estão acompanhando o movimento de melhora de percepção dos investidores sobre o País. Economistas e gestores ouvidos pelo Estadão/Broadcast avaliam que este “descolamento” mostra que os investidores estão antecipando um cenário doméstico melhor pela frente, mas, no momento, ainda seguem cautelosos e não vão aportar recursos em ativos locais sem maior crescimento econômico e avanço de outras reformas, inclusive o término da Previdência.

Historicamente, o CDS, o dólar e o Ibovespa têm correlação próxima – sendo que câmbio e risco costumam caminhar na mesma direção -, mas desde o segundo semestre do ano passado os comportamentos passaram a divergir. Um ex-diretor do Banco Central calcula que, com o CDS na casa dos 120 pontos, como agora, era para o dólar estar em R$ 3,60 ou abaixo. Mas a moeda está em R$ 4,10 e a visão dos especialistas é a de que não deve cair para abaixo de R$ 4 tão cedo. Para o mercado de ações, a avaliação é que, com o CDS neste nível, o Ibovespa deveria, pelo menos, estar acima da pontuação atual – que tem ficado entre 103 mil e 104 mil pontos nos últimos sete pregões.

Lucas Tambellini, estrategista de renda variável do Itaú BBA, afirma que, após vários anos com excesso de liquidez global, os contratos de CDS de vários países estão perto das mínimas históricas. No caso do Brasil, o nível de risco tem caído também diante da sinalização de melhora do lado fiscal. “No passado, a correlação era mais forte, mas estamos agora em um momento descolado. Na questão cambial, a taxa está se comportando de maneira diferente por motivos externos, uma vez que o dólar está forte praticamente contra o resto do mundo”, diz.

Para o economista-chefe do Bradesco, Fernando Honorato Barbosa, as taxas do CDS mostram que “a solvência externa do Brasil está sendo vista como positiva”. Segundo ele, no entanto, o que falta para o estrangeiro entrar aqui é crescimento econômico. “O Brasil não tem PIB para mostrar ao investidor estrangeiro”, afirma.

O Bradesco calcula que o País perdeu ao redor de US$ 50 bilhões nos últimos meses de recursos externos. Três fatores têm contribuído para este movimento, segundo o economista do banco. A redução do diferencial de juros entre o Brasil e os Estados Unidos, que pode diminuir ainda mais esta semana, deixando o país menos atrativo para os estrangeiros. O outro é que muitas empresas passaram a trocar dívida externa por dívida em real, por conta dos custos atrativos de captar recursos no mercado de capitais brasileiro. Um terceiro ponto que ainda pesa é o fato de o Brasil não ser mais classificado como grau de investimento, o que impede determinados investidores de aplicar no País.

De acordo o Itaú BBA, na ausência de boas notícias externas, principalmente em relação à guerra comercial, o real deve permanecer depreciado. Assim, a instituição projeta o dólar a R$ 3,80 em 2019 e R$ 4 em 2020, indicando, porém, que a moeda poderá se estabilizar próximo aos patamares atuais, na ausência de acontecimentos positivos na economia global.

CDS e Bolsa

Tambellini afirma que, entre as diversas variáveis para os cálculos do preço justo do Ibovespa, um CDS em 200 pontos já permitiria a projeção para o índice perto de 132 mil pontos em dezembro de 2020. Mas com o CDS atualmente abaixo disso, há espaço para ver a Bolsa avançando mais. Por exemplo, diz, caso o risco médio a ser considerado seja de 160 pontos, a expectativa seria de 147 mil pontos no mesmo período.

Regina Nunes, sócia fundadora da RNA Capital, diz que, apesar do CDS, o Ibovespa só não estabelece uma tendência mais forte de alta porque, comparado a outros emergentes, o Brasil sofre com retiradas quando os investidores precisam de liquidez. Neste ano, os estrangeiros já retiraram R$ 22 bilhões da Bolsa. “Quando querem fugir de risco, os investidores tiram dos países mais líquidos e aqui a liquidez é brutal”, afirma. Para ela, a Bolsa tem sinal de compra e deve chegar a 120 mil pontos no médio prazo.

O economista para Brasil do Citi, Leonardo Porto, ressalta que o CDS brasileiro vem caindo desde as eleições presidenciais, mas o movimento tem sido em linha com outros emergentes, a exceção da Argentina. A evolução de indicadores externos, como a redução do déficit da conta corrente para 0,9% do Produto Interno Bruto (PIB), além do crescimento das reservas internacionais nos últimos anos, ajudaram a melhorar a percepção do Brasil. As obrigações externas do Brasil (incluindo dívida pública e privada) caíram de 47% do PIB em 2001 para 33% no primeiro trimestre deste ano.

Câmbio

O real caminha para fechar o dia com a moeda com pior desempenho mundial entre o dólar, considerando uma cesta de 34 divisas. O dólar era negociado a R$ 4,14, perto das máximas do dia, destoando do clima de bom humor visto em outros ativos. O Ibovespa se mantém acima dos 105 mil pontos e os juros futuros recuam, em meio à sinalização de que o Banco Central pode cortar novamente os juros em sua próxima reunião de política monetária.

A alta do dólar, segundo operadores, reflete o fortalecimento da divisa americana ante emergentes, com os investidores em dúvidas sobre os próximos passos do Federal Reserve, o banco central dos EUA que ontem cortou os juros do país. Também em meio ao aumento dos riscos geopolíticos após os ataques na Arábia Saudita no fim de semana. Em tempo, o presidente da Shell no Brasil, André Araujo, disse que o ataque à Arábia Saudita não interfere na indústria petroleira brasileira e afirmou que o plano da empresa holandesa é investir US$ 3 bilhões por ano em renováveis no mundo.

Estadão

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Chicão disse:

    Governo não se move pra sair desse marasmo econômico, fica no aguardo da reforma da previdência, cujo congresso pouco está se lixando. E o povo tomando na tampa.

  2. gilberto ivan disse:

    Parabéns ao Governo Bolsonaro, no caminho certo.

Cidadão baleado por foragido de presidio no RN será indenizado em R$ 15 mil

Foto: Ilustrativa

O juiz Bruno Montenegro Ribeiro Dantas, da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal, condenou o Estado do Rio Grande do Norte a pagar uma indenização de R$ 15 mil, a título de danos morais, a um cidadão vítima de um assalto realizado por um foragido da cadeia pública do Município de Caraúbas. Durante o evento, ocorrido em setembro de 2015, em Assú, a vítima foi baleada e precisou passar por cirurgia. Detalhes aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Riva disse:

    Qual Estado vai pagar isso? É mais uma tapa na cara dos contribuintes.

    • DesacocheiocomoBrasil disse:

      Tapa na cara dos contribuintes é a "bolsa presidiário" que pagamos todo mês para a multidão de vagabundos presos, assim como as indenizações para as famílias dos marginais que morrem nas rebeliões que eles mesmos causam…..o que é pago ao cidadão de bem é justiça, seu palhaço.