Justiça determina que famílias deixem prédio da UFRN em 24h: risco à integridade física dos ocupantes

Foto: reprodução

O caso das famílias que ocupam o antigo prédio da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Norte ganhou mais um capítulo. Com a constatação das condições precárias  da estrutura do local e de risco à integridade física de seus ocupantes, a Juíza Federal Gisele Leite determinou que o grupo desocupe o espaço no prazo de 24 horas.

A magistrada, citando o Relatório de Vistoria Técnica elaborado por engenheiros e arquitetos da UFRN e do IPHAN, que aponta a insegurança do edifício e o risco à integridade física das famílias que lá estão, encaminhou requisição à Defesa Civil do Rio Grande do Norte, para que vistorie o prédio  e se manifeste sobre a sua  segurança  estrutural,  procedendo à desocupação do local.

Além disso, a Juíza Federal Gisele Leite encaminhou o processo para o CEJUSC – Centro de Conciliação da JFRN, para continuidade das tratativas já iniciadas extrajudicialmente,  no sentido de se buscar uma solução dialogada para a  realocação do grupo.

Portal Grande Ponto

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Juvenal disse:

    O prédio onde funcionou o curso de Direito da UFRN, e que por muito tempo abrigou a Secretaria Estadual de Segurança, é belíssimo e deveria ser bem utilizado. Inclusive, havia nos corredores da UFRN uma ideia de levar para lá a prática jurídica, o que seria muito bom para quem precisa desse serviço. Infelizmente hoje o prédio ameaça desabar. Passou muito tempo abandonado, mesmo nas gestões PTistas, que, com relação ao curso de Direito, só despertou os olhares da Reitoria para o programa de Direito do Petróleo. Onde então foram parar todas aquelas entidades que tanto lutaram para "preservar" as ruinas do antigo hotel Reis Magos? Por que ficam caladas diante do abandono desse prédio, que muito mais história tem para contar que o hotel? Certamente se o prédio fosse hoje de propriedade de alguma empresa, que ali quisesse construir algum empreendimento, teríamos muita gritaria pela cidade.

  2. Muda Brasil disse:

    Risco a i integridade pq? Basta respeitar a decisão judicial, arrumar a mala e sair. Mas como estamos vivendo num período crítico, vão se juntar um monte de desocupados na frente do prédio fazendo baderna, chamando a polícia de fascista e gritando "MARIELE VIVE" e Vidas negras importam. Querem apostar?

COMENTE AQUI