Maia é alvo de protesto e vira boneco inflável em ato pró-Bolsonaro no Rio

Nos protestos no Rio de Janeiro, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, foi alvo de protestos. Ele ganhou um boneco com marcas de empresas supostamente ligadas a ele e ainda segurando um saco de dinheiro.

No Rio, a maioria das faixas e cartazes faziam críticas ao Congresso, ao Supremo Tribunal Federal (STF) e aos partidos políticos.

Manifestantes levaram até mesmo um boneco inflável do presidente da Câmara, posicionado ao lado de um pixuleco —como ficou conhecido o boneco “presidiário” do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Entre os cartazes contra Maia, foram vistos “Não elegemos Maia presidente do Brasil” e “Rodrigo Maia inimigo do Brasil, funcionário do centrão”.