Ministério Público de Contas pede que tribunal investigue atos de chefe da Secom

O Ministério Público de Contas, que atua perante o TCU (Tribunal de Contas da União), pediu à corte que investigue se o chefe da Secom (Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República), Fabio Wajngarten, favoreceu emissoras de TV, entre elas clientes de sua empresa, ao distribuir verbas publicitárias, ferindo a lei de conflito de interesses e princípios constitucionais.

Em representação apresentada nesta sexta (17), o subprocurador-geral no TCU Lucas Rocha Furtado requer também uma medida cautelar, de cumprimento imediato, para que o rateio dos recursos entre os veículos seja feito com base em critérios de igualdade.

Folhapress

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Erivaldo disse:

    Corrupção no meio da canela neste governo

  2. natalsofrida disse:

    Chorem ladrões.

  3. Robert disse:

    AS RACHADINHAS E OS LARANJAS, NESSE GOVERNO TEM VEZ E VOZ.
    DEVE SER A TAL DA NOVA POLÍTICA QUE IA ACABAR COM AS MAMATAS.
    KKKKKKKKKKKK

COMENTE AQUI