Geral

Operação resulta em morte de dois irmãos de prefeita do RN

Uma operação conjunta entre a Polícia Civil do Rio Grande do Norte e da Bahia resultou em uma prisão e na morte de dois suspeitos na cidade de Vitória da Conquista, no interior da Bahia. A operação, que ocorreu na tarde da terça-feira (19), teve como alvos três irmãos da prefeita de João Dias, Damária Jácome: Deusamor, Leidjan e Romeu Jácome. Os dois primeiros foram mortos em troca de tiros com os policiais, enquanto o terceiro foi preso.
Reprodução
O grupo é suspeito de envolvimento com tráfico de drogas e com uma das maiores facções criminosas do país. A Delegacia Especializada em Combate ao Crime Organizado (Deicor) identificou o paradeiro dos três, que estavam escondidos em uma casa em Vitória da Conquista, e deram andamento à operação com a Polícia da Bahia. Na ação, os suspeitos reagiram e Deusamor Jácome e Leidjan Jácome morreram no confronto. Romeu Jácome foi preso. A Polícia Civil ainda não deu detalhes sobre as circunstâncias da troca de tiros.
Além deles, outro irmão, Samuel Jácome, já estava preso após operação em Sergipe, em julho deste ano, também por suspeita de envolvimento com facção criminosa.
Os quatro são irmãos da prefeita de João Dias, Damária Jácome, e filhos do atual presidente da Câmara dos Vereadores da cidade, Laete Jácome.

Opinião dos leitores

  1. Eu soube que a Prefeitura decretou “LUTO OFICIAL” no município. O Brasil é um país onde o crime está infiltrado nos três poderes. Um absurdo!

  2. Eita!!! Nesse caso a facção criminosa recrutou toda família. A PF tem que dar uma geral no município e fazer uma limpa na bandidagem.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Governo se reúne com empresários pra garantir funcionamento dos Restaurantes Populares e Programa do Leite

Representantes da Secretaria de Habitação, Trabalho e Assistência Social (Social) se reuniram com empresários responsáveis pelos programas Restaurante Popular e do Leite e garantiram o pagamento de atrasados que vinham dificultando a continuidade dos serviços.

Já foi paga a dívida relacionada ao mês de setembro, no valor de R$ 4,8 milhões e garantiu um cronograma de pagamento dos demais atrasados ainda esse mês.

Os empresários falaram ao Blog que ficaram satisfeitos porque foram recebidos, porque saíram da reunião com compromisso firmado por parte do Governo do Estado e que a primeira parte já foi cumprida.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Orçamento da Prefeitura de Natal cresce 17% e será votado na Câmara até o dia 28

Até o dia 28 de dezembro ocorrerá a votação final da Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício de 2022 da Prefeitura do Natal pelos vereadores. Para garantir o debate das emendas parlamentares, a votação poderá exigir convocações extraordinárias em dias e horários diferentes do convencional. A LOA/2022 de Natal estima a receita e fixa a despesa em R$ 3.710.401.818,87. O valor é superior em 17,47% em comparação com o que foi previsto no orçamento para o atual exercício.

Em primeira discussão, o projeto foi aprovado na quinta-feira, 2 de dezembro, após ter passado pelas comissões de Justiça e de Finanças. No dia seguinte, foi aberto o prazo para acolhimento de emendas dos vereadores que têm até o dia 20 para propor alterações na matéria, retirando, alterando trechos do texto original ou incluindo novos. Como o prazo foi iniciado recentemente, ainda não foi divulgado um número de emendas já apresentadas, mas historicamente, o orçamento é um dos projetos que mais recebe alterações. No ano passado foram 499 e em 2020 passaram 455 emendas.

“O orçamento vem com 17% a mais de previsão de recursos comparado à LOA passada. Isso nos traz expectativas boas, com previsão de obras estruturantes, como a reestruturação da orla, construção do hospital municipal, do hospital veterinário, várias obras de drenagem e pavimentação. Estamos nos debruçando para que possamos concluir esse debate na última semana do ano, começando após o Natal. As emendas serão encartadas até dia 20 e para que possamos cumprir esse calendário teremos sessões extraordinárias, tanto pela manhã como na parte da noite”, contou a vereadora Nina Souza, relatora do orçamento na Comissão de Finanças. “Vai ser um trabalho intenso mas vamos concluir tudo esse ano”, frisou a parlamentar, que também é a líder da bancada governista.

Leia a notícia completa aqui na Tribuna do Norte.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: Dose de reforço para maiores de 18 anos já está disponível em Natal

A Prefeitura do Natal vai ampliar o público em vacinação apto a receber a dose de reforço contra a Covid-19 nesta terça-feira (7) para 18 anos e mais. Qualquer morador de Natal que tenha completado cinco meses de intervalo a partir da segunda dose dos imunizantes Coronavac, Oxford ou Pfizer pode receber o imunizante. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS/Natal) disponibiliza a D3 em qualquer ponto de aplicação do município: unidades básicas de saúde, drives Nélio Dias e Via Direta, e o trailer de vacinação na árvore de Mirassol (de quinta a domingo das 18h às 22h).

“A gente havia divulgado um cronograma para chegar nessa faixa etária até o fim dessa semana, mas devido à baixa procura da população, decidimos ampliar os públicos em vacinação com dose de reforço já nesta terça-feira. Reforçamos que as pessoas devem se atentar aos prazos de segunda dose e terceira dose para que a gente possa garantir um esquema vacinal completo e eficiente”, comenta o secretário Municipal de Saúde, George Antunes.

Em Natal, qualquer pessoa a partir dos 12 anos pode se vacinar com a primeira dose. Os prazos de segunda dose variam conforme o imunizante recebido, estando apto para a segunda dose da Oxford qualquer munícipe que tenha tomado a D1 até 20 de setembro (ou 60 dias de intervalo); e a D2 de Pfizer disponibilizada para qualquer indivíduo que tenha recebido a primeira dose há 21 dias de intervalo.

A terceira dose será aplicada para população em geral com 18 anos e mais, há cinco meses de conclusão do esquema vacinal; e imunossuprimidos dentro da classificação do Ministério da Saúde ou fazendo uso de drogas imunossupressoras, que tenham completado o esquema de vacinação há pelo menos 28 dias. Para mais informações basta verificar a plataforma vacina.natal.rn.gov.br.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Educação

Educadores de Natal iniciam greve na próxima sexta-feira (10)

Foto: Lenilton Lima/Sinte
Os educadores de Natal decidiram entrar em greve na próxima sexta-feira, 10 de dezembro. A decisão saiu em Assembleia presencial realizada pelo SINTE/RN nesta segunda (06), no Clube América. O encontro ainda contou com a participação de profissionais no formato remoto.

A categoria está lutando há quase dois anos pela atualização salarial 2020. Se espera que até o último dia útil desta semana a Prefeitura chame o Sindicato para dialogar e apresentar nova proposta. Enquanto isso, os profissionais vão conversar com alunos e pais para explicar os motivos pelos quais decidiram paralisar as atividades por tempo indeterminado. Desta forma, procurarão buscar apoio da comunidade escolar a fim de fortalecer a luta.

Entrar em greve foi a última alternativa encontrada pela Rede Municipal para tentar arrancar da Prefeitura a atualização salarial 2020, reivindicada há quase dois anos.

De janeiro do ano passado para cá, entre outras coisas, várias desculpas foram apresentadas pelo município. As escassas propostas apresentadas foram consideradas inaceitáveis pelos educadores. A última, exposta durante a 4º audiência de conciliação com o Sindicato, também foi rechaçada coletivamente. Isso porque consiste em implementar apenas 6,42% dos 12,84%, e sem retroativo, para ativos e aposentados.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Contra variantes, Oxford deve atualizar vacina em dias, diz chefe de pesquisas

Mudar a fórmula de uma das vacinas mais usadas no Brasil e adaptá-la a novas variantes levaria ‘dias’. A afirmação é do chefe das pesquisas de desenvolvimento da vacina da Universidade de Oxford com o laboratório AstraZeneca, Andrew Pollard. Em visita ao Brasil para a implementação de um centro de estudos de Oxford, o britânico concedeu entrevista exclusiva à CNN e afirmou que a adaptação no imunizante é a parte mais rápida do processo.

“É possível desenvolver uma vacina em dias, mas ela precisa ser produzida, o que demora alguns meses, e precisa ser testada. A resposta que não temos dos reguladores é quantos testes são necessários, e se forem necessário muitos testes, levará mais tempo”, afirmou.

O grupo de pesquisa da universidade, no Reino Unido, está empenhado em fazer os testes de eficácia da fórmula da vacina contra a variante Ômicron. O trabalho é feito em laboratório colocando o vírus dessa cepa em contato com o soro de pessoas vacinadas com a fórmula de Oxford/AstraZeneca. Pollard revelou que a expectativa é que os resultados saiam em cerca de 14 dias, na semana do Natal. Mas afirmou que é impossível precisar a data pois os estudos no laboratório são imprevisíveis.

“Nesse estágio, nós não temos informações suficientes. Nas próximas semanas, nós vamos começar a aprender se essas mutações da proteína Spike realmente enfraquecem a imunidade gerada pelas vacinas. É provável que haja uma habilidade do vírus de se disseminar mais facilmente mesmo nas populações vacinadas. Mas, até o momento, não vemos evidências de casos mais graves”, disse ele.

A proteína Spike é uma especie de camada de revestimento do vírus que é justamente usada pra conexão com os anticorpos, que destroem o vírus e diminuem a infecção. A diferença da Ômicron para outras variantes é justamente o fato de as mutações se concentrarem nesse local. Mas há ainda outro ponto que atrai a atenção dos pesquisadores, a alta capacidade de contágio da mutação identificada pela primeira vez na África do Sul.

CNN

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Carlos Eduardo Alves não descarta ser candidato a senador em 2022 com apoio de Fátima e lembra que já votou em Lula no passado

O ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT) voltou a dizer neste fim de semana que é pré-candidato a governador do Rio Grande do Norte nas eleições de 2022, mas que também não descarta ser candidato a senador com apoio da governadora Fátima Bezerra (PT).

Em entrevista à rádio Liberdade FM, de Parnamirim, o pedetista lembrou que recebeu o apoio da governadora em duas eleições vitoriosas para prefeito de Natal (2004 e 2012) e que ele próprio já votou em Fátima em 2008 – ano em que ela disputou a Prefeitura do Natal e perdeu para Micarla de Sousa.

“Eu quero a cadeira em que Fátima está sentada. Eu tenho que ganhar a eleição dela para sentar na cadeira. Mas esse é um processo político de construção, e eu tenho conversado com as forças políticas do Rio Grande do Norte sem nenhum preconceito ideológico. Eu tenho meu ideal político e não revogo, mas político que não dialoga fica só. Não tenho nenhuma dificuldade de conversar com a governadora”, afirmou Carlos Eduardo.

O ex-prefeito também fez questão de registrar que, no passado, votou três vezes no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que é pré-candidato ao Planalto em 2022. Carlos Eduardo está hoje no PDT, partido que tem Ciro Gomes como pré-candidato a presidente.

Perguntado se estaria definido que ele disputará o Senado caso recebesse o apoio de Fátima, ele respondeu: “Deixa ela me fazer o convite que eu vou levar o assunto para o partido. E o partido vai decidir. Eu não tenho nenhuma dificuldade de conversar com ela”.

Portal 98 FM

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Instituto Butantan tem 15 milhões de doses de CoronaVac paradas por falta de interesse de Estados e União

O Instituto Butantan tem 15 milhões de doses da vacina CoronaVac contra a Covid-19 paradas em estoque, segundo levantamento feito pela TV Globo. Nem o governo federal, nem os estados manifestaram intenção de compra dos imunizantes.

A CoronaVac, produzida pelo Butantan em parceria com a chinesa Sinovac, começou a ser aplicada na população brasileira no começo deste ano, e era a única disponível no país. Posteriormente, outras três vacinas passaram a fazer parte da campanha nacional: AstraZeneca, Pfizer e Janssen.

De janeiro a setembro, 100 milhões de doses da CoronaVac previstas em contrato com o Ministério da Saúde foram entregues e distribuídas aos estados, mas o Butantan também produziu um lote extra de 15 milhões de doses entre julho e agosto. São essas doses que estão sem destino. A validade desse lote vai até agosto de 2022, segundo o Butantan.

O Ministério da Saúde afirmou que segue as negociações para novas aquisições apenas com a Pfizer e a AstraZeneca, escolhidas por já terem registro de uso definitivo no país.

G1

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro volta a atacar Moro e diz que ex-ministro atuou contra normas pró-armas

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse nesta segunda-feira (6) que o ex-ministro da Justiça e potencial adversário nas eleições de 2022, Sergio Moro, atuou contra portarias para flexibilizar o armamento.

“Como é que o cara aceita trabalhar comigo sabendo que eu sou armamentista e depois trabalhar contra? Ele trabalhou contra muito tempo, descobri mais tarde. Tem que ter caráter, né: ‘Olha, não me interessa trabalhar, porque sou de esquerda'”, disse o presidente a apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada.

Esta não foi a primeira vez que Bolsonaro atacou Moro por conta da questão de armas. Na live da última quinta (2), o presidente elegeu o ex-juiz da Lava Jato como alvo e fez menções discretas sobre seu novo partido, PL. Na ocasião, o chefe do Executivo disse que Moro é contra armas, faz campanha a presidente “na base da mentira”, além de “papel de palhaço”.

Desde sua posse, o presidente já editou 31 atos, entre decretos, portarias e dois projetos de lei para flexibilizar o acesso às armas. Alguns durante a gestão de Moro à frente da Justiça.

Opinião dos leitores

  1. ALGUÉM VIU UM PALHACO POR AI? ELE ESTA SENTADO NA CADEIRA DE PRESIDENTE…simplesmente UM FACISTA RIDICULO E MENTIROSO. AINDA TEM AGUENTE AFFFF.

  2. Essa denuncia pode até se benéfica pra ele. Pra o povão é positivo pois eles nem comida estão tendo na mesa, imagina comprar arma. E pra o eleitor de Moro, só a sensatez interminável do ex juíz, inclusive mostra que ele apesar de ter pedido renuncia do cargo de juíz, não ficou subserviente ao cargo, e sim ao bem estar dos brasileiros, cuja índole é anti armas.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Famílias comem lagartos e restos de animais para matar a fome no RN; confira relatos de famílias

Foto: Allan Lira/Folhapress
“A última vez que comi carne já tem mais de um mês. Foi quando ajudei a tirar o couro de uma vaca”.

Em Senador Elói de Souza, município do Rio Grande do Norte em estado de calamidade pública pela seca, Adailton Oliveira lembra, emocionado, que o animal agonizava de fraqueza, faminto, e foi abatido pelo dono.

Os pedaços foram repartidos onde caíram. Adailton, 52, conta que ficou com “a mão”, uma das patas dianteiras. Com a mulher, Sebastiana, fez o pedaço render por 20 dias no fogão à lenha improvisado. Alimentos ali estão contados. Os R$ 170 do Bolsa Família “não dão para nada”, afirma, e o auxílio emergencial da pandemia é passado.

“Ao invés de deixar a vaca para urubu e cachorro, a gente tem que comer”, diz o agricultor. “É isso porque não tem outro jeito. Sem chuva não se planta o que comer e se acabam os animais. Também não existe mais passarinho para desfrutar, e a gente não tem condição de pedir no mercado ‘bota 1 kg de carne com osso’. A gente tem que pegar os bichinhos para fazer a mistura.”

Os relatos sobre a fome na região potiguar se somam aos de outros brasileiros pelo país. Neste ano, ganharam notoriedade imagens de ossos de boi serem disputados por moradores no Rio de Janeiro Janeiro e vendidos como um produto a mais em açougue em Santa Catarina. Em Fortaleza, ossos de carne de primeira e de segunda também foram incluídos na lista de itens de alguns açougues, quando antes eram doados.

Duas casas adiante, Deojem Emanuel Gomes da Silva, 57, conta não ter nada na geladeira. O alimento disponível na cozinha é meio quilo de feijão espalhado numa caixa.

A renda “é menor que o gás”. O botijão custa R$ 110. “Tudo subiu com a pandemia”, diz com tom de lamento. No almoço, comeu o feijão puro.

Ele conta que não é possível recorrer nem aos pequenos répteis, animais que por décadas fizeram parte da dieta dos mais pobres afligidos pela seca no Nordeste.

“A mistura, às vezes, é ovo. Às vezes, não tem. Nem calango, nem lagarto tijuaçu tem mais aqui. Eles migram atrás de água.” Há quem diga que os que ficam “são pequenos como lagartixas”.

No assentamento onde vive, parte das famílias está “no extremo do extremo”, diz a presidente da associação de moradores, Áurea da Silva, 60. “Não têm nem o Bolsa Família e a renda é a agricultura, porém esse ano não teve nada, não teve chuva”. Cestas básicas da igreja são o que ajuda a salvar.

Folhapress

Opinião dos leitores

  1. Presidente quer lá saber disso, se quiserem arma ele autoriza. E até recrimina Moro por não ter apoiado abertura tota pra compra de armas. Pior é querer ainda ser reeleito eu é muita cara de pau esse lider das Rachadinhas.

  2. Emquanto pessoas vivem nesta situação muitos resebem até assima de 200. Salário mínimo ! E outros resebem bos salários sem trabalhar. Vivendo em outro município.outro estado. E até fora do país ! É este ó motivo de faltar recursos para emvestir em ifristutura para gera renda e alimenta às pessoas que passam fome !

  3. No RN o povo morre de fome, morre sem saúde, morre pela violência desenfreada, morre nas estradas de péssima qualidade e na propaganda do governo tá tudo lindo, tudo paz e amor.
    Lamentável!

  4. Cadê o governo Fátima Bezerra que não dispõe nenhum plano assistencial a esses sertanejos que estão sem a dignidade de ter o mínimo de alimento em suas mesas.
    #FatimaIncomPTente!
    #ForaFatima!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

VÍDEO E FOTO: Polícia Civil apreende 100 kg de drogas e prende quatro criminosos na Zona Sul de Natal

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (DEICOR) prenderam quatro criminosos e apreenderam 100 Kg de drogas na Zona Sul de Natal, nesta segunda-feira (6).

Depois de receberem várias denúncias acerca de um Gol, de cor preta, com bandidos foragidos, e que eles estariam distribuindo drogas em Parnamirim, e que parte dos suspeitos residia em um condomínio ou apenas usavam para guardar drogas, foram feitas várias diligências investigativas no intuito de localizar o carro e averiguar a veracidade da denúncia.

Foto: Polícia Civil

Durante as diligências, as equipes da DEICOR encontraram o citado veículo em Nova Parnamirim. Após um acompanhamento pelas equipes de investigação, o veículo tentou entrar em um condomínio, na Zona Sul de Natal, momento em que foi efetuada uma abordagem na qual foram encontrados mais de 100 quilos de maconha, além de uma balança de precisão, fitas e apetrechos para o tráfico.

Na operação foram presos Jeandson Lucas de Araújo, conhecido como “Pateta”, Jeferson Rai Dantas, Alysson Alexandre Cunha de Farias e Jefferson Bruno da Silva Costa. Três deles estavam no veículo abordado e outro foi preso no estacionamento de um supermercado na Av. Ayrton Senna, onde encontraram 1kg de crack.. Todos foram conduzidos para base da DEICOR para os procedimentos cabíveis.

Opinião dos leitores

  1. Mesmo com efetivo reduzido a nossa Polícia Civil tem o número de prisões elevadíssimo. O percentual de elucidação em casos de homicídios também é excelente.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *