Celebridades

Record tira Ana Hickmann do ar e define Galisteu como nova apresentadora após quebra-pau público

 

Já nos preparativos para a estreia de A Fazenda 13, a Record promete fazer uma divulgação antecipada de alguns participantes do reality já no Hoje Em Dia da próxima quinta-feira (09), e até mesmo Adriane Galisteu, antigo desafeto de Ana Hickmann, estará na revista eletrônica.

Galisteu será uma apresentadora esporádica do Hoje Em Dia, que terá sua edição totalmente dedicada para o reality rural, porém, o problema é que a nova comandante de A Fazenda já protagonizou um barraco daqueles com a titular do matinal.

Para evitar um verdadeira torta de climão ao vivo, a Record optou por substituir Ana Hickmann. De acordo com Flávio Ricco, colunista do R7, Ticiane Pinheiro e César Filho vão receber Galisteu no estúdio.

Para quem não se lembra, o barraco aconteceu em 2012 quando Galisteu afirmou no programa que tinha na Band, na época, que Ana Hickmann seria uma pessoa muito melhor quando tivesse um filho. A declaração pegou muito mal e deixou a apresentadora e Alexandre Corrêa revoltados.

Em um evento, Ana Hickmann chamou Adriane Galisteu de ““, reclamou da forma que a loira falou sobre a vida dela publicamente e ainda disse que o assunto da maternidade não era da conta dela. A atual comandante de “A Fazenda”, por sua vez, declarou que não tinha a intenção de ofender.

Tv Foco

Opinião dos leitores

    1. Concordo plenamente não sei prq essa chatonilda da Ana Hickmann está com essa patifaria só pra chamar atenção isso sim

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Rodrigo Pacheco: ‘Carta à Nação é uma sinalização positiva’


Foto: JEFFERSON RUDY/AGÊNCIA SENADO – 01.09.2021

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), disse neste domingo (12) que viu a ‘Declaração à Nação’, assinada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), e elaborada pelo ex-presidente Michel Temer (MDB), como uma “sinalização muito positiva”. “Guardo expectativa e confiança de que ela se perpetue como uma tônica das relações entre os Poderes a partir de agora, porque isso é fundamental ao país”, afirmou.

A declaração foi feita durante homenagem a Juscelino Kubistchek no Memorial JK, em Brasília. Após convocar população para as ruas no último dia 7, e discursar afirmando que não iria mais cumprir decisão judicial do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, Bolsonaro se viu em meio a discussões sobre crime de responsabilidade e até pedidos de impeachment. Partidos de centro começaram a debater o assunto no Congresso.

A tensão entre os Poderes ficou ainda pior, com declarações dos presidentes do STF, Luiz Fux, do Senado e da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). Bolsonaro, então, teve que recuar, e quem veio em seu socorro foi o ex-presidente Temer, responsável pela indicação de Moraes ao STF. Na ‘Declaração à Nação’, Bolsonaro disse que nunca teve intenção de agredir os outros poderes e que sua palavras, “por vezes contundentes, decorreram do calor do momento”.

“O conteúdo da carta vai ao encontro do que pensamos do Brasil, que Poderes se respeitem e da lógica de cumprimento da Constituição, de observância ao bem comum. A vida do país passa por momento de crise, na iminência de inflação, fome, miséria, crise energética, crise hídrica que recomendam que se coloque à mesa qual o planejamento que temos para enfrentar esses problemas. Acredito na união nacional no que interessa ao povo brasileiro”, disse Pacheco neste domingo, ao lado do governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB)

Sobre as manifestações da última semana e deste domingo, o presidente do Senado afirmou que “todas são bem-vindas e precisam ser respeitadas”.

R7

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Barroso planeja abrir códigos-fontes das urnas eletrônicas aos partidos políticos em evento no dia 4 de outubro

Foto: Reprodução/Globo News -12.set.2021

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luís Roberto Barroso, anunciou neste domingo (12) que a Corte vai promover evento em 4 de outubro para abrir aos partidos políticos o código-fonte das urnas que será utilizado nas eleições do ano que vem.

O movimento do ministro tem o objetivo de dar maior transparência ao processo eleitoral e evitar a narrativa de que há fraudes nas urnas –posição defendida pelo presidente Jair Bolsonaro.

Segundo Barroso, todas as siglas com representação no Congresso serão convidadas. Os participantes vão assistir uma apresentação detalhada do sistema de apuração. Ele afirmou ainda que os partidos poderão indicar técnicos para analisar o processo eleitoral.

Barroso falou que tudo será transmitido nas redes sociais do TSE. “Não temos nada a esconder. Queremos mostrar para a sociedade a segurança e transparência, mundialmente reconhecida, das eleições brasileiras”.

Para ele, dizer que a urna é a mesma de 1996 é um “completo desconhecimento” do processo.

Indagado sobre o que achou da carta de recuo publicada por Bolsonaro com a ajuda de Michel Temer, Barroso evitou comentar assunto. Respondeu: “Essa é uma avaliação para os comentaristas políticos. Não me cabe avaliar isso”.

As declarações de Barroso foram no Rio de Janeiro. Ele passou o dia no Estado para acompanhar o teste de integridade das urnas eletrônicas durante as eleições suplementares de duas cidades cariocas (Silva Jardim e Santa Maria Madalena). Eleitores dos municípios elegeram novos prefeitos e vice-prefeitos que concorreram sob judice nas eleições municipais de 2020.

Segundo Barroso, o sistema do TSE é atualizado a cada ano para dar maior segurança às eleições. O teste de integridade funciona como uma votação simulada que serve para comprovar que o voto digitado é exatamente o recebido e contabilizado.

Poder 360

Opinião dos leitores

  1. Deixou o bôbolsonaro e seus idiotas apoiadores sem mais um discurso, a votação nas urnas vão ser acompanhada por todos os partidos e seus técnicos de informática, mais os representantes da sociedade civil e das forças armadas. Com o resultado Bôbolsonaro não vai poder dar um piu, como fez o Trump com seus idiotas seguidores. Kkkkkkk. MORO 2022. Agora o corrupto vão pagar caro!

    1. “Cumpanhero”, vc foi prás “minifestações” anti-Bolsonaro? Viu a dancinha do “calcinha apertada”? Vcs são ridículos.

  2. Para enganar os trouxas. Por que esse sujeito não quer de forma alguma o voto auditável? Vai sair do bolso dele? Acha que o povo é trouxa?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Operação Lei Seca prende mais um foragido da Justiça; 104 são autuados por embriaguez

Fotos: divulgação

Mais um foragido da Justiça — o terceiro em três blitzen consecutivas da Operação Lei Seca — foi recapturado pela Polícia Militar. A barreira foi montada na Zona Norte. Mais de 100 condutores ainda foram autuados por embriaguez ao volante. Nas duas últimas ações de fiscalização, dois fugitivos do Complexo Penitenciário de Alcaçuz foram presos e voltaram para a cadeia

Dessa vez, a blitz foi realizada em conjunto com o 4° BPM. Aconteceu nesta madrugada, na descida da ponte Newton Navarro, e abordou 1.982 veículos. Ao todo,101 motoristas se recusaram a fazer o teste do bafômetro, dois fizeram com resultado positivo menor que 0.34 mg/l, e um foi preso por resultado superior, totalizando 104 autuações por embriaguez.

Já o foragido, foi recapturado após tentar fugir pela contramão e ser interceptado. O fugitivo foi identificado como Joab Silva de Oliveira, e foi preso em flagrante e levado à Delegacia de Plantão para procedimentos cabíveis.

Também foram realizados outros 67 autos por infrações diversas e removidos 11 veículos ao pátio do Detran.

As últimas 3 blitzen Lei Seca, todas na Zona Norte, flagraram 3 foragidos com mandados de prisão em aberto, além de recuperar moto roubada, arma de fogo e menores infratores que realizaram assaltos.

“O sucesso das operações se dá pela integração com o 4° Batalhão, que dispõe de efetivo e soma esforços com nossa equipe”, destaca Isaac Paiva, coordenador da operação Lei Seca no RN.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: Média de óbitos no Brasil fica abaixo de 500 pelo 5º dia seguido; País registra 293 óbitos e 10 mil novos casos nas últimas 24h

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste domingo (12):

– O país registrou 293 óbitos nas últimas 24h, totalizando 586.851 mortes;

– Foram 10.615 novos casos de coronavírus registrados, no total 20.999.779.

O Ministério da Saúde calcula que mais de 20 milhões de pessoas já se recuperaram da covid-19.

A média móvel de óbitos nos últimos 7 dias é de 460, e a média móvel de novos casos é de 15.571.

Pelo 5º dia seguido, a média de óbitos no Brasil fica abaixo de 500.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

SÉRIE D: Fora de casa, ABC sofre empate no fim da partida contra o Retrô-PE

Foto: reprodução/CBFTV/ElevenSports

Jogando fora de casa o ABC empatou contra o Retrô, jogando na Arena Pernambuco. O Mais Querido teve um pênalti a favor no segundo tempo, mas o goleiro Jean defendeu a cobrança de Wallyson.

No fim da partida, Negueba abriu o placar em jogada pela esquerda. Ele driblou o zagueiro e mandou para as redes aos 43 minutos do segundo tempo.

Mas nos acréscimos da partida o time pernambucano conseguiu o empate em cobrança de pênalti.

Com o resultado de empate no jogo de ida, uma vitória simples classifica o ABC para as oitavas de final. O jogo da volta acontece no Frasqueirão, no próximo domingo (19), às 16h. Em caso de classificação, o ABC pode enfrentar o Penarol-AM ou o 4 de Julho-PI.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

FOTOS: Veja comparação dos atos do 7 de Setembro e do MBL em Brasília e São Paulo

Fotos: Sérgio Lima/Poder 360

Atos contra o presidente Jair Bolsonaro estão sendo realizados em pelo menos 17 capitais neste domingo (12.set.2021). As manifestações foram organizadas pelo MBL (Movimento Brasil Livre) e provocaram um racha em partidos de esquerda.

Na terça-feira (7), manifestantes foram às ruas em apoio ao governo. Bolsonaro discursou em Brasília e em São Paulo.

Compare as duas manifestações em Brasília e em São Paulo:

Fotos: Sérgio Lima/Poder 360

Fotos: Sérgio Lima/Poder 360

Foto: Tiago Queiroz/Estadão

Foto: reprodução

Poder 360

 

Opinião dos leitores

  1. Na hora que os evangélicos tiverem consciência de que estão sendo usados pelas suas liderança, e que uma simples quebra de sigilo bancário dessas lideranças mostrará, quem está sendo beneficiados, diferentemente dos militares, que tiveram suas aposentadoria mantidas, e até foram beneficiados com ganhos salariais, diferente da grande massa de trabalhadores, e que fazem parte a grande maioria dos evangélicos comuns, onde ficaram praticamente sem aposentadoria, e hoje está desempregado e com inflação galopante, sem nenhuma espectativa.

  2. Esse MBL (Movimento Brasil Livre) tirou Dilma do poder, e agora está querendo tirar Bolsonaro é??? Os Petistas eram mansos e desarmados. Já os Naristas são agressivos e armados. A maioria é marombado, é CAC e lutadores.

  3. Coisa mais sem lógica, comparar as manifestações, onde às de 7 de setembro foram organizadas por mais de dois meses e com o engajamento do presidente debilóide, para as de hoje que teve apenas poucos dias de idealizada e sem contar com a participação dos líderes maiores. Se preocupem não, seu presidente é rejeitado por mais de 60% dos brasileiros.

  4. O MBL nunca foi de esquerda e nem a representa. Para melhor esclarecimento, o movimento era contra Bolsonaro e Lula.
    “MBL é a mãe do fascismo e do bolsonarismo no Brasil”, e foi criado por financiamentos externos de agências interessadas em se infiltrar e dominar os países que lhes interessam por suas riquezas (Petróleo, Biodiversidade, etc).
    Tem mais é que passar vergonha mesmo.

  5. Nem bolsonaro nem o pt. Aí o negócio flopa pq o pt não vai a uma manifestação “nem o pt”. Então a turma culpa o pt pela flopada pq o pt não foi se manifestar contra o pt.
    Isso já é caso de camisa de força.

    1. Verdade verdadeira Ricardo lima, unzinho, por sinal burrinho que dá gosto 🤭🤭🤭🤭🤭🤭🤭🤭🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🥱🥱🥱🥱🥱

  6. Deve ter faltado dinheiro público pra bancar os patriotas comparecerem. Nada que uns cem reais, camiseta de bônus e não podemos esquecer o combustível ou transporte gratuitos Tb… Eles tem que aprender com o MINTOmaníaco das rachadinhas e com lulaladrao de como fazer manifestação…

    1. Homem BG, não coloque mais nenhuma fotografia do dia de hoje, vai ter gente dando chilique, pirando, tens umas figuras como esse Manoel F, que não cansa de dizer asneiras, hoje não dormem, que vergonha.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

FOTOS: Protesto contra Bolsonaro “BOMBOU” em Natal

Foto: reprodução

Foto: Diassis Oliveira/AgoraRN

Foto: Diassis Oliveira/AgoraRN


Pouquíssimos manifestantes se encontraram na calçada do shopping Midway Mall, na avenida Salgado Filho, na tarde deste domingo (12), na capital potiguar, para protestar contra o presidente Bolsonaro.

A manifestação convocada pelo MBL (Movimento Brasil Livre) e Vem Pra Rua, em Natal, contou ainda com a adesão de partidos como PDT e PC do B e de movimentos como o UJL (Juventude Livre). Outros partidos de esquerda, como PT e PSol, decidiram não participar do ‘fora Bolsonaro’ na tarde de hoje.

Opinião dos leitores

  1. Assim como a maioria, eu voto em qualquer pessoa, menos em Bolsonaro, e, JAMAIS vou em manifestaçao. Minha manufestaçao vai ser na urna e a MAIORIA pensa assim. Eu nao tenho politico de estimaçao.

  2. O jogo oficial será em 03/10/22. Os treinos não ganham jogos.
    O que interessa, será a derrota do Bolsolouco e Bolsoloides.
    Antes será só fumaça de ambos lados. Amistoso não ganha campeonato.
    Fora Bolsolouco e seus Bolsoloides.

  3. Esse canal do BG é totalmente parcial, como critica os manifestos contra Bolsonaro, sempre ridiculariza esses
    manifestos. Nos a favor, fica em êxtase!!

  4. BG nem disfarçar a veia bolsonarista que tem.
    Eu mesmo nao vou a nenhum protesto, e nem nunca fui. Depois dos últimos anos de protesto no Brasil percebi que eles só servem a interesses que nao são os de quem está indo ao protesto. Então nao serei massa de manobra.
    Muita gente ta cansada disso, e por isso que nao aderem a nada. A gente so quer paz, viver com dignidade e tranquilidade. Mas ta dificil no brasil.
    O brasil nao tem mais jeito. A cultura malandragem é muito enraizada, as classes dominantes so aumentam o poder a cada ano que passa, eu tenho medo do que vai ser isso aqui em 10 a 20 anos.

    1. Então todos que vão a manifestação são vagabundos? Dessa sua análise, no dia 7 teve um montão, além de serem anti democráticos.

    2. Sendo do PT, PSol, MBL e outras porcarias desse naipe, com certeza são vagabundos.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

“Manifestação” deste domingo vira malhação

O fracasso das manifestações organizadas pelo MBL, Vem Pra Rua, PC do B e entidades sindicais neste domingo (12) viru uma verdadeira malhação.

A hashtag #DerreteMBL é uma dos assuntos mais comentados no Twitter.

Políticos e personalidades, entre eles o ex-presidente e agora senador Fernando Collor e Felipe Neto, postaram comentários debochando do fiasco em se transformaram os protestos.

Outras publicações compartilhadas relembram as convocações e expectativas de João Amoêdo e da deputada federal Tabata Amaral em relação aos atos.

Veja abaixo:

Opinião dos leitores

  1. Ué, e lula não estava com 120% ? Foi a Grande mídia que anunciou, e agora, acreditar em quem? Chapolinho colorado?

    1. O movimento era contra Lula também, inteligentes comentadores de blogs.
      O PT e a maior parte da esquerda consciente não participou obviamente.
      Querem que eu desenhe?

  2. A pessoa normal, consciente, usa o domingo para o lazer/descansar ou ficar com a família. Quem perde tempo nesses protestos são fanáticos, minion, lulistas

    1. Então tá. Vcs são tão ridículos que chegam a ser hilários. Kkkkkkk

  3. Depois do que foi visto nas ruas no dia sete, melhor pensar duas vezes antes de fazer ajuntamento, a vergonha pode ser grande, o povo deixou de engolir corda e ser besta. Tem algumas figurinhas carimbadas que gostam de escrever por aqui, que estão murchas, fiquem calmos, o bom vira no final de 2022. Podem arrumar o palhaço, pintar ele de vermelho e colocar um abacaxi no pescoço.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro critica publicação do Estadão que ‘inventou’ manifestação com baixa adesão a favor do presidente neste domingo: “Alguém sabia desse ‘ato’?”, “imprensa de m…”

O presidente Jair Bolsonaro reproduziu em suas redes sociais uma postagem do Estadão que citava uma suposta manifestação a favor do dele, na manhã deste domingo (12) em Brasília, mas que na verdade não foi programada e por isso sequer existiu.

“Alguém sabia desse ‘ato’?”, questionou Bolsonaro, citando a data de hoje, que em seguida escreveu “Imprensa de m…..”, para criticar a publicação feita pelo veículo de imprensa.

Opinião dos leitores

  1. Será que xandinho vai incluir o ESTADAO, no inquérito do fim do mundo? Isso é fake news descarado.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

A “NOVA” OAB de Magna Letícia

A campanha do ACORDÃO DA OAB-RN em torno da candidatura de Magna Letícia precisa contratar um marqueteiro urgentemente, por que passar a ideia de ser o “Novo” não vai conseguir.

Afinal, a candidata está aliada às pessoas que comandaram a OAB-RN nos últimos 20 anos, como os ex-presidentes Sérgio Freire, Paulo Coutinho, Adilson Gurgel e Paulo Eduardo Teixeira. Além de contar com o apoio da atual vice-presidente da entidade, Rossana Fonseca.

Portanto, de “NOVO” não tem nada. Pelo contrário, essa junção mostra que o que importa é o projeto de poder, o ACORDÃO está aí para isso.

Opinião dos leitores

  1. Curioso o interesse do BG nas eleições da OAB, desconsiderando históricos,fatos e a proposição de candidaturas democraticamente construídas….curioso…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *