SEGURANÇA: Parnamirim vai ganhar central de monitoramento integrada

O parnamirinense vai ganhar no próximo dia 17 de julho uma Central de Monitoramento integrada e totalmente equipada com alta tecnologia. O equipamento que está em fase de acabamento conta com orçamento na casa de R$ 1,5 milhão trará mais segurança para a população.

Para o prefeito Rosano Taveira, a Central de Monitoramento representa um passo importantíssimo no combate à criminalidade no município. “Parnamirim está em franco desenvolvimento e as forças de segurança precisam acompanhar esse movimento. Estamos equipando nossas equipes, investindo em mais tecnologia, levando para a população um dos seus principais pleitos, segurança pública”, disse.

A unidade funcionará de maneira integrada ao Centro Integrado de Operações da Segurança Pública (CIOSP), através do 190. De acordo com Dario Medeiros, Secretário Adjunto do Grupo de Ciência, Tecnologia da Informação e Inovação (GCTI), autor do projeto, que juntamente com a Secretaria de Segurança (SESDEM) está implantado o equipamento, essa parceria vai permitir mais agilidade no combate à criminalidade.

“Ao serem acionados, através do CIOSP ou pelos alertas gerados pelas câmeras, os operadores de segurança que atuarão na Central de Parnamirim poderão identificar, em tempo real, através das câmeras de monitoramento, a situação crime, podendo a partir daí deslocar a viatura policial mais próxima plotada e visualizada também em tempo real, sua localização”, explicou o Secretário.

Em termos técnicos, central contará com oito telas de 55 polegadas cada, formando um grande painel (video wall) com mais de cinco metros de comprimento. Nele serão reproduzidas as imagens captadas por câmeras distribuídas em 23 pontos de monitoramento, com um raio de até 500 metros de cobertura em cada um deles.

Atualmente a área de cobertura da Central do Monitoramento inclui os bairros do Centro, Boa Esperança, Cohabinal, Monte Castelo, Passagem de Areia, Santos Reis e Rosa dos Ventos, cobrindo entradas e saídas dos bairros, praças, avenidas e mercados públicos. Além disso, a SESDEM e o GCTI, já estão trabalhando para ampliar o raio de cobertura.

O secretário de segurança, Marcondes Pinheiro informou que uma parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e a rede comercial de Parnamirim também poderá ser formada, permitindo que as imagens do circuito externo dos estabelecimentos possam ser visualizadas pela central.

“Vamos ganhar uma cidade com um sistema de monitoramento inteligente, o criminoso vai pensar duas vezes antes de agir. Será muito importante para a Parnamirim, pois vai aumentar a segurança dos munícipes, ajudando não só na prevenção dos delitos, como também prender criminosos”, afirmou o titular da pasta de segurança pública.

A rede de monitoramento de Parnamirim conta atualmente com mais de 30 quilômetros de fibra ótica, armazenamento de dados com capacidade de 96 terabytes e todas as imagens são reproduzidas em resolução de até 4k geradas por quatro modelos de câmeras, com características específicas para olocal onde está instalada.

Além disso, as câmeras possuem tecnologia de identificação em tempo real de placas e de rostos, permitindo o máximo de aproximação de imagem sem perda da qualidade do foco. Os equipamentos permitem ainda, o disparo de alertas para casos de pessoas que transpassem áreas delimitadas e que estejam portando objetos suspeitos, orientando se podem ser armas como também, volumes suspeitos abandonados que podem vir a ser mesmo material explosivo, por exemplo.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Elinaldo disse:

    Dario bom dia!
    Essas câmeras realmente serão liberadas para que o povo tenha acesso?

  2. Chora mais disse:

    "De acordo com Dario Medeiros, Secretário Adjunto do Grupo de Ciência, Tecnologia da Informação e Inovação (GCTI), autor do projeto…"

    Dario autor do projeto?
    Kkkkkkkkkkkkkkkk
    Esse cara não fez absolutamente nada!
    Se não fosse a equipe de redes e desenvolvimento do GCTI eu duvido esse projeto ter ido pra frente.

    • Dario Medeiros disse:

      Terei enorme prazer de lhe apresentar o projeto como também todos os setores do GCTI então vc tira suas conclusões. Antes conheça para emitir opinião Sr anônimo "Chore mais".

  3. Lourival Wanderley dos santos disse:

    E bom que tenha alguas destas câmeras na BR principalmente nas entradas como por exemplo na altura do parque de exposições e água vermelha

    • Dario Medeiros disse:

      Terá sim. Todas entradas/saídas bairros e rotas fuga (plotadas pela polícia) serão cobertas.

  4. Lucca disse:

    N se enganem, é pra indústria da multa tb…. gestão patinante, fraca feito caldo de biloca, qualquer político mediano toma Parnamirim, prefeito pensa que seu cercadinho é intransponível, se brincar, cai fácil.

  5. Paulor disse:

    ISSO TEVE LICITAÇÃO ?

    • Dario Medeiros disse:

      Claro. Nada pode ser feito em gestão pública sem o devido processo legal. O diferencial deste projeto é equipamentos de ponta com baixo custo. Só a título comparação sistema inferior a este em cidades menores, tem custo mensal (sistema terceirizado) igual a nosso gasto total com sistema próprio.

  6. Orvalho de Cavalo (o original) disse:

    Como ficou aquela proposta de integrar as câmera dos particulares ao sistema público?

    • Dario Medeiros disse:

      A CDL já está articulando câmeras comércio e, asim que central estiver funcionado vamos sim legislar e definir padrão e como se dará o acesso as câmeras particulares. Muito ainda a se fazer…esse sistema tem infinitas possibilidades para juntos melhorar a nossa segurança

COMENTE AQUI