Diversos

SUCUPIRA PERDE: Austríaco vai a festa na Itália para pegar Covid-19 de propósito e morre

Um austríaco de 55 anos morreu de Covid-19 após se infectar propositalmente com o coronavírus na Itália para obter um passaporte sanitário — as autoridades italianas adotam em alguns casos a infecção prévia como alternativa à vacina para acesso a determinados locais.

O alerta foi feito na semana passada por Patrick Franzoni, coordenador da unidade anti-Covid de Bolzano, cidade italiana perto da fronteira com a Áustria. Em entrevista à emissora RAI, ele diz que pessoas, jovens e velhas, têm participado de “festas do coronavírus” para tentar se infectar propositalmente e, assim, não precisar se vacinar.

“Aqui, temos um menino que se recupera na unidade pediátrica e um morto de 55 anos que se infectou em uma ‘festa do corona'”, disse.
As vacinas aprovadas contra a Covid-19 até agora têm altos graus de efetividade contra todas as formas da doença, especialmente as mais graves. Além disso, mesmo pessoas jovens e saudáveis podem contrair o coronavírus e desenvolver quadros sérios ou até morrer.

G1

Opinião dos leitores

  1. Governadora, em nome do senhor Jesus Cristo, cancele o Carnatal e Carnaval! 🙏🙏
    O vírus continua atuando.

    1. Duvido, a preocupação dela e com o dinheiro, se vier outra onda de covid, vai ser mais verba pra ela, e ate agora os 5 milhões ninguém dar conta.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

[VÍDEO] “O choque atua quando há a quebra da ordem”, afirma capitão da PM sobre confronto com torcedores no clássico entre ABC e América

O Capitão Ulisses Alves, do BPChoque e que comandou o policiamento no estádio Frasqueirão, classificou como “organizações criminosas” e não torcidas organizadas e explicou a ação do policiamento no confronto com os integrantes dessas organizadas fora do estádio.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

“Estaremos prontos para impedir que um bandido como Lula coopte nossos homens”, avisa general Girão

O deputado General Girão mais deu declarações polêmicas em relação ao ex-presidente Lula. Em entrevista à revista A Verdade, ele disse que as Forças Armadas estão prontas para impedir que o ex-presidente coopte “nossos homens”, que deu a entender serem os militares, e disse que, mesmo estando na reserva, está pronto para colocar a mochila e se armas nessa espécie de “combate à corrupção”.

“As Forças Armadas Brasileiras sempre foram fiéis ao que estava escrito na Constituição, sempre foram fiéis à soberania do Brasil e estaremos, com certeza absoluta, prontos para impedir que um bandido como o Lula coopte nossos homens. Eu espero continuar vivo muito tempo ainda porque mesmo na reserva, mesmo reformado, eu estarei botando a mochila nas costas e pegando em armas para reagir”, ressaltou.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

“Seria um tiro no pé”, diz Moro sobre intenção do PT em abrir uma CPI para investigá-lo

O pré-candidato à presidência Sergio Moro (Podemos) disse nesta terça-feira (25), em seu perfil oficial do Twitter, que o PT recuou da ideia de criar uma CPI contra ele. Segundo o ex-ministro, a sigla “percebeu que além de não haver justificativa legal, seria um tiro no pé, pois a CPI seria uma oportunidade de relembrar aqueles que realmente receberam suborno das empresas investigadas na Lava Jato”.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Covid atrapalhou negociações entre PSDB e PL no RN; entenda

PL e PSDB estão negociando o futuro dos seus deputados estaduais para as eleições de 2022. Por enquanto, nada definido e um dos motivos que adiaram algum tipo de definição foi a Covid, mais especificamente o teste positivo do presidente da Assembleia Legislativa e do PSDB, deputado Ezequiel Ferreira de Souza.

O deputado Kleber Rodrigues declarou que “toda esta discussão está sendo feita pelo presidente do PL, João Maia, que está nos deixando ciente de tudo, houve um contato inicial, mas, devido ao afastamento de Ezequiel por motivo de saúde, houve uma pausa”.

Ao que tudo indica, os deputados do PL migrarão para o PSDB para concorrer ao pleito de 2022 em um super bloco. O partido tucano pode ter até 16 deputados estaduais disputando a reeleição.

Nesse sentido, Kleber ainda disse que as decisões serão tomadas com a presença de todos. “Toda esta decisão será tomada por todos os deputados do PL em conjunto”.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

“Negociações estão em construção”, diz Ubaldo sobre ida para o PSDB

Na bancada estadual do PL, o deputado Ubaldo Fernandes afirmou que “ainda não tem nada definido em relação a permanência no PL ou a uma possível saída para o PSDB”, pois as negociações “estão em fase de construção”. O Partido Liberal é presidido no Estado pelo deputado federal João Maia, que hoje se reúne como o presidente do PSDB no RN, Ezequiel Ferreira de Souza.

Ubaldo Fernandes acredita que no decorrer desta e até a outra semana, “poderemos avança quanto ao caminho que iremos estar presentes no processo eleitoral de 2022”.

No entendimento de Fernandes, “existe muitas indefinições, o que retarde essas definições”, principalmente a respeito da formação do palanque eleitoral da oposição: “Isso, estamos acompanhando de perto, mas acredito que em breve saberemos qual será o quadro político em relação às chapas majoritárias e proporcionais”.

Tribuna do Norte
Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Covid: Brasil tem maior número de mortes desde 8 de outubro

O Conass confirmou 487 novas mortes por covid-19 no Brasil nesta 3ª feira (25.jan.2022) – o maior número desde 8 de outubro de 2021, quando 615 mortes foram registradas. São 623.843 vítimas da doença no país desde o início da pandemia.

Foram registrados 183.722 novos casos de covid nas últimas 24h no Brasil. São 24.311.317 diagnósticos confirmados no total.

A média móvel de mortes voltou a ficar acima de 200 nesta semana depois de mais de 40 dias abaixo da média. A curva apresenta tendência de alta com uma variação de 172% em relação há duas semanas.

Poder 360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

MPF arquiva investigação de Michelle Bolsonaro por suposto favorecimento em empréstimos

A Procuradoria da República do Distrito Federal arquivou nesta terça-feira (25) o processo que investigava a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, em casos de supostos favorecimentos para que amigos conseguissem empréstimos de forma facilitada pela Caixa. As informações são da Folha.

O banco enviou ao MPF (Ministério Público Federal) um ofício negando que tenha havido favorecimento de pessoas próximas à família do presidente Jair Bolsonaro (PL).

O caso foi revelado em 2021 em uma reportagem da revista Crusoé, que implicava Michelle e o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, uma vez que ela teria tratado do tema pessoalmente com ele.

IstoÉ

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Eleições municipais de 2024 são entrave para federação entre PT e PSB

Além das divergências sobre os palanques estaduais deste ano, as eleições municipais de 2024 têm representado um entrave nas negociações para que se concretize a federação entre PT e PSB.

Em 2020, por exemplo, ambos os partidos estiveram na mesma coligação em apenas 2 das 26 capitais do país e formaram chapa conjunta em somente 1 delas.

Caso decidam se federar, porém, as siglas serão obrigadas a caminhar juntas nas mais de 5.500 cidades do país daqui a dois anos. A engenharia política a ser montada para que isso ocorra sem maiores intercorrências, na visão de dirigentes petistas e pessebistas, é praticamente impossível.

Parte das duas legendas está empenhada em se unir e formar uma chapa em 2022.

A ideia é filiar o ex-governador Geraldo Alckmin ao PSB para indicá-lo a vice do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e formar uma federação. Disputas sobre eleições estaduais, porém, têm dificultado a evolução das negociações.

Como pano de fundo dessas arestas imediatas está 2024. A avaliação é que a dificuldade para encontrar consensos nos estados do país neste ano será ainda maior no pleito municipal.

Folhapress

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

“Reconhecimento de que somos uma grande nação”, diz Guedes sobre convite para entrada do Brasil na OCDE

Foto: WALLACE MARTINS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou, na tarde desta terça-feira, 25, que o convite para a entrada do Brasil na Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) é um “reconhecimento de que somos uma grande nação”.

A declaração foi dada em pronunciamento feito no Palácio do Planalto ao lado dos ministros da Casa Civil, Ciro Nogueira, e das Relações Exteriores, Carlos França. “Esse início de processo de acessão é um reconhecimento de que somos uma grande nação”, disse Guedes. Além do Brasil, os governos de Argentina, Bulgária, Croácia, Peru e Romênia também foram convidados para darem início às negociações para a adesão à entidade, em um processo que pode durar de dois a cinco anos.

Opinião dos leitores

  1. Incluir comentários da jovem pan é um bom avanço para o seu blog bg. Falta agora algumas notícias do jornal da cidade, para dividir mais as informações.

  2. Se é verdade, a OCDE esperou o fim do governo bolsotralha pra confirmar. Não teria como suportar um imbecil desse numa organização por quatro anos falando merda e querendo tocar fogo no Brasil. Acertou a OCDE se não for mais uma fake news

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

Policiais civis e servidores da Sesed decidem suspender paralisação

Os policiais civis e servidores da Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) do Rio Grande do Norte decidiram, em assembleia geral, na noite desta terça-feira (25), suspender a paralisação iniciada nesta manhã. A decisão foi tomada após discussão com o Governo do RN durante a tarde.

“A categoria espera uma resposta do Governo à proposta que foi apresentada pelo Sinpol-RN [Sindicato dos Policiais Civis] ainda em novembro de 2021 em relação ao ADTS [Adicional por Tempo de Serviço] dos policiais civis. Nesta tarde, os representantes do Comitê Gestor do Governo Estado afirmaram que não tinham tido conhecimento dessa proposta. Ou seja, mesmo o sindicato tendo buscado várias secretarias e conversado com o Gabinete Civil sobre essa proposta, o Executivo não analisou para negociar”, afirma Edilza Faustino, presidente do sindicato.

Edilza ainda afirmou que a causa da paralisação das atividades das categorias se deu por falta de ‘negociação concreta’ e de resposta do Governo. Segundo a representante do Sinpol, os servidores decidiram suspender o movimento por entenderem que a discussão vai voltar à mesa.

“Somente na reunião desta tarde que o Comitê Gestor disse que vai analisar e negociar uma possível solução baseada na proposta protocolada, remarcando uma reunião para a próxima segunda-feira, 31, para nos dar uma resposta. Dessa forma, nós apresentamos o que foi discutido com o Executivo e os policiais civis decidiram suspender a paralisação por entender que o diálogo foi retomado e a proposta será avaliada”, comenta.

Os policiais civis decidiram se manter em assembleia permanente, remarcando o próximo encontro para a próxima segunda-feira (31), a partir das 14h, em frente à Governadoria.

Demandas

Os policiais reivindicam o impedimento da retirada do ADTS, que deve representar uma redução de 35% do salário da categoria. Após a assembleia da noite desta terça (25), a presidente do Sinpol afirmou que “a paralisação foi suspensa, mas a mobilização continua”. “Os policiais não vão aceitar nenhuma redução de salário e nenhuma possibilidade que venha a prejudicar os direitos da categoria. Por isso, esperamos que o Governo leve em consideração o que foi posto pelo Sinpol-RN e encontre a melhor solução para nossa problemática”, destaca Edilza Faustino.

Já os servidores da Sesed, que demandam a implantação de Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração para todos os servidores, também deliberaram pela suspensão de sua paralisação. A reivindicação dessa pauta ainda será cobrada pelo Sinpol-RN, que irá buscar o Gabinete Civil para isso.

Tribuna do Norte

Opinião dos leitores

  1. Pelo menos avisam quando param e quando voltam ao trabalho…assim a gente fica sabendo, caso contrário, nem perceberíamos a diferença!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *