“Tem que enfrentar e matar líderes de facções”, diz juiz federal

Juiz federal Odilon de Oliveira quer estratégia de guerra contra o crime organizado (Foto: Luciano Muta)

“O Brasil tem que enfrentar e matar os membros das facções criminosas”. Esta foi a frase do juiz Federal Odilon de Oliveira ao afirmar que o combate ao crime organizado tem que ser uma guerra pois segundo ele até mesmo os presídios federais estão eminência de serem dominados por grupos com o PCC (Primeiro Comando da Capital) e CV (Comando Vermelho) que nesta semana estão ameaçando de morte executar funcionários dos presídios federais até a próxima sexta-feira.

Odilon de Oliveira afirmou que não outra alternativa para o país que não seja a utilização de técnicas de guerra contra crime organizado pois só assim atingiria o coração destas organização que está na sustentação econômica que é baseada no narcotráfico e no roubo”. Hoje já temos o crime organizado comandado por facções brasileiras dominando o Paraguai e isso já começa a atingir o nosso país pois o Brasil é muito relaxado com suas fronteiras”, afirmou o Juiz.

“O Brasil tem tratado com perfume francês e talco o crime organizado e com isso os presídios estaduais já estão dominados e o Sistema federal está vivendo sob forte ameaça e se algo não for feito cai sucumbir também”, afirmou Odilon de Oliveira. Na opinião do magistrado o estabelecimento de uma estratégia mais agressiva é fundamental para que o país possa fazer frente ao crescimento das organizações criminosas como PCC e CV.

Ameaças

Com relação as ameaças de execução de servidores dos Presídios Federais o Juiz Odilon de Olivera acredita que a solução seria a suspensão definitiva das visitas íntimas e visitas comuns pois é através deste contato que os chefes das facções passam as ordens para os seus comandados que estão do lado de fora das penitenciárias. Essas medidas aliadas a censura das correspondências pode assegurar mais segurança para os agentes e demais servidores das penitenciárias federais.

Diário Digital

http://www.diariodigital.com.br/policia/crime/159761/

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jr disse:

    O crime organizado está em todos os poderes. Todos esses anos de governo depois do regime militar, sempre fomos governados por Bandidos, excluindo-se talvez Fernando Henrique Cardoso.
    Estamos assistindo de camarote prender os 40 ladrões enquanto Ali-babá fica solto e rindo do povo, querendo ser presidente novamente !

  2. João Batista disse:

    A policia sabe quem são os comandantes das facções criminosas, mas estão certo em não prender, prendem dentro de pouquíssimos dias a justiça manda soltar, baseada no código penal brasileiro, que existem mas furo do que tabua de pirulito, os meninos comandado pelos direitos dos manos vão até o policial e manda fogo e ponto final, não existem nenhum Chapolim colorado para o salvar, os policias estão correto eles não tem vida de vídeo game.

  3. Ana disse:

    E como fazer com os bandidos de paletó?

  4. Sergio disse:

    O Juiz tem toda razão. os órgãos de segurança perderam o controle total, só falta terem humildade para assumir.

  5. Potyguar disse:

    Os maiores líderes do verdadeiro crime organizado estão vestindo paletó e gravata, e atendem pela alcunha de Vossa Excelência : são quase todos os nossos políticos.

COMENTE AQUI