Trump sanciona pacote emergencial de US$ 2 trilhões para a economia

Foto: Casa Branca/divulgação

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, promulgou nesta 6ª feira (27.mar.2020) o pacote de US$ 2 trilhões para dar fôlego à economia norte-americana em meio à pandemia de covid-19. O prazo para que as medidas de alívio fiscal comecem a vigorar é de 3 semanas.

Mais cedo, a Câmara dos Deputados precisou aprovar às pressas o projeto de lei, também avalizado pelo Senado no início da semana. Pelo Twitter, o chefe da Casa Branca comemorou.

“Acabei de assinar o maior pacote de ajuda econômica da história dos EUA –duas vezes maior do que qualquer lei de ajuda já aprovada. Esse projeto fornecerá o auxílio necessário para famílias, trabalhadores e empresas de nosso país”, escreveu Trump.

A deliberação ocorre num momento em que os Estados Unidos têm batido recordes em números de pacientes diagnosticados com covid-19: até o fechamento desta reportagem, haviam sido confirmados 15.079 novos casos da doença, além de 251 novos óbitos. Ao todo, o país tem contabilizado 100.514 infectados e 1.546 mortos pelo patógeno.

Os efeitos da pandemia na economia dos EUA levou 3,28 milhões de norte-americanos às filas do seguro-desemprego apenas na última semana. Os legisladores fixaram a liberação de US$ 250 bilhões para ampliação do auxílio trabalhista.

A nova sanção vai liberar, ainda, US$ 500 bilhões para as indústrias; US$ 290 bilhões para pagamentos de até US$ 3.000 a famílias e indivíduos em situação de vulnerabilidade econômica; US$ 350 bilhões em empréstimos para pequenas empresas; e cerca de US$ 100 bilhões para o setor hospitalar.

Poder 360