TURISMO NO RN: 42% dos negócios temem não reabrir se isolamento durar por mais tempo

Foto: reprodução

Reportagem da Tribuna do Norte destaca números referentes ao setor do turismo no estado e o temor em relação às consequências provocadas pela pandemia. A cadeia, composta por 52 setores da economia interligados no Estado, foi uma das mais afetadas pela crise da covid-19, e deve ser uma das últimas a se recuperar plenamente.

Pesquisa realizada pela Empresa Potiguar de Promoção Turística, a Emprotur, aponta que 84% das empresas tiveram queda superior a 75% do faturamento, das quais 79% correspondem a Microempreendedores Individuais. Do total, 42% (189 dos 450 pesquisados) dos que atual na área do turismo acreditam que não serão capazes de sobreviver se o isolamento social perdurar por mais tempo, e 30% (135 estimam suportar apenas mais 30 dias). Dos hotéis, 57% tiveram registro de cancelamento em 100% das reservas e 77% de pelo menos 75%. Leia a matéria completa aqui.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Joseph disse:

    Os tempos sugerem reinvenção. A rede hoteleira poderia incentivar o turismo local e regional, com preços muito atrativos, promoções de Day Use ou coisas do gênero. Esse pode ser o caminho.

  2. Leanio Robson disse:

    O governo tem que criar uma linha de crédito pro turismo, vinda do ministério do turismo para o viajante. Os hotéis tem em seu sistema todos os cadastro de perfil de hóspedes, faz campanha em cima dessa gente. Vontade de viajar o povo tem, falta uma campanha e incentivo diferenciado…pq dinheiro mesmo vai ser difícil neste momento. Min do Turismo tem que abraçar a causa com inteligência.

  3. Gregório disse:

    A malha aérea está fechada por ordem do governo federal, não vem turista internacional nem de pára-quedas. Outra questão é a mudança do perfil do consumidor como também sua renda…estamos no essencial. Turismo é importante é depende mais do governo federal que estadual pra socorrer. Na Itália distribuíram voucher de 500 euros pra gastar em hotéis, receptivos, restaurante e toda cadeia…tudo pelo governo federal, tem que criar algo semelhante ou linha de crédito de turismo pro cidadão sair de casa, mas algo bem atrativo mesmo. Do jeito que tá não rola.

  4. Nordestino disse:

    Infelizmente não é questão de reabrir que vai fazer as empresas sobreviverem, pois mesmo que abra dificilmente teremos clientes querendo arriscar a sua saúde 🤧 e vida para se lançar ao turismo . Infelizmente estão focando apenas na questão de abrir ou fechar, e estão esquecendo que o estado precisa de leitos para suprir a necessidade atual, precisa de teste em massa para controlar o vírus 🦠, precisa de um sistema de saúde 🤧 que o cliente se sinta seguro ao viajar ou usufruir o espaço e que não tenha dúvidas sobre expor a vida de sua família .

    • Cidadão Indignado disse:

      Parabéns pelo seu comentário! Extremamente sensato. É exatamente isso.

    • Henrique disse:

      Excelente comentário, o turismo vai ser a última atividade a voltar ao normal.

    • George disse:

      Pois é, mas se deixar abrir e o empresário quebrar pq ninguém está querendo viajar então a culpa não é do governo, mas se o governo os impede de abrir então é.

COMENTE AQUI