Acidente

VÍDEO: Carro desgovernado atinge lava a jato no interior do RN

Um carro desgovernado invadiu e destruiu parte da estrutura de um lava a jato no município de São Miguel, na região do Alto Oeste potiguar. O caso aconteceu na quinta-feira (2) e foi registrado por câmeras de segurança.

Algumas pessoas estavam no ambiente, que também funciona como oficina mecânica, mas nenhuma ficou ferida. Os vídeos mostram o susto de funcionários e clientes no momento do acidente.

O lava a jato fica na Rua Valmir Alves de Freitas, no bairro Sabino Leite. De acordo com a Polícia Militar da cidade, que atendeu a ocorrência, um casal estava no carro e o homem deixou o veículo para fazer uma cobrança.

Ele saiu, manteve o automóvel ligado e pediu para a esposa colocar o pé no freio até ele voltar. A mulher se confundiu e pôs o pé no acelerador.

Em velocidade, o carro destruiu parte da estrutura do lava a jato. Funcionários e clientes correram com o susto, mas ninguém ficou ferido no local. A mulher dentro do carro também escapou ilesa.

G1 RN

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trânsito

Rodoviários iniciam greve e somente 30% da frota de ônibus está circulando em Natal

Foto: Reprodução

A população que utiliza ônibus em Natal está prejudicada desde as primeiras horas desta terça-feira (18). Os rodoviários iniciaram uma paralisação e somente 30% da frota está circulando. A greve é por tempo indeterminado e atinge todas as linhas que circulam na capital.

O Sindicato dos Rodoviários (Sintro) publicou edital de greve na sexta-feira (14). Inicialmente, a expectativa era de que a paralisação ocorresse somente na quarta-feira (19), mas já teve início nesta terça-feira. Os trabalhadores reclamam de dois anos sem reajuste salarial e cobram, também, retorno do pagamento integral do vale-alimentação. Segundo o Sintro, a integralidade desse valor corresponde a R$ 360 e há dois anos os rodoviários cedem metade dessa quantia, recebendo só R$ 180.

Por outro lado, os empresários afirmam que não têm condições de conceder o reajuste. O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (Seturn) encaminhou ofício solicitando reunião em caráter de urgência com prefeito de Natal, Álvaro Dias, para definir o dissídio coletivo do setor. Segundo o consultor técnico do Seturn, Nilson Queiroga, é preciso um posicionamento da Prefeitura do Natal para que seja possível definir um reajuste aos trabalhadores.

“O que tem salvado as empresas até agora são as isenções. O Governo renovou (isenção do ICMS sobre combustível) e a Prefeitura ainda não se posicionou se vai isentar ou não o ISS, e se vai ter reajuste de tarifa. Mas só a isenção não resolve o problema”, disse Queiroga.

De acordo com ele, a STTU respondeu a questionamento da Justiça sobre a planilha de composição tarifária e disse que a tarifa técnica estava calculada em R$ 4,12. Segundo Queiroga, a previsão da nova tarifa, inclusive, não tinha a previsão de isenção e do reajuste de motoristas. “O Seturn solicitou a audiência com o prefeito, junto ao presidente do Sintro, para que o prefeito diga qual é o percentual que cabe dentro da planilha tarifária”, pressionou.

Atualmente, a tarifa de ônibus custa R$ 3,90 para quem faz o pagamento através do cartão de passagens e R$ 4,00 para quem paga em dinheiro. Até o momento, não há a confirmação sobre uma audiência entre empresários, Executivo e rodoviários.

Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Governo do RN publica decreto que exige passaporte vacinal em shoppings, cinemas, bares e restaurantes; veja o que diz

Foto: Danilo Girundi

O governo do Rio Grande do Norte publicou na manhã desta terça-feira (18) o decreto que exige o passaporte vacinal para entrada em shoppings, cinemas, bares e restaurantes. O documento determina que todos os ambientes fechados devem exigir a comprovação da vacina contra a Covid, assim como ambientes abertos com capacidade superior a 100 pessoas.

O anúncio do novo decreto com a medida foi anunciado em um coletiva de imprensa com representantes do governo do RN na noite de segunda-feira (17). Ele passa a valer a partir de sexta-feira (21).

Veja o que diz o decreto

  • Segmentos socioeconômicos

De acordo com o decreto, “os segmentos socioeconômicos de alimentação, a exemplo de bares e restaurantes, bem como centros comerciais, galerias e shopping centers que utilizem sistema artificial de circulação de ar deverão realizar o controle de entrada de cada indivíduo nas suas dependências, mediante comprovação do esquema vacinal em conformidade ao calendário de imunização”.

O decreto reforça que ficam dispensados da obrigatoriedade os estabelecimentos de alimentação em locais abertos com capacidade máxima de 100 pessoas.

  • Eventos de massa

Segundo o texto, “os eventos de massa, sociais, recreativos e similares, inclusive aqueles sem assento para o público, deverão exigir, para acesso ao local, a comprovação do esquema vacinal”. A exceção fica para eventos de massa com no máximo 100 pessoas e ventilação natural.

“O descumprimento aos protocolos previamente aprovados pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) ensejará na suspensão imediata do evento”.

O documento diz ainda que os municípios poderão definir medidas e protocolos específicos, prevendo medidas mais protetivas, para eventos de menor porte.

  • Serviço público estadual

Os órgãos e entidades da Administração Pública Direta e Indireta do Estado deverão regulamentar “a forma de atendimento ao seu público-alvo, recomendando-se, neste sentido, a adoção da obrigatoriedade de comprovação do esquema vacinal em conformidade ao calendário de imunização”.

  • Recomendação aos municípios

Entre as recomendações, estão fiscalizar o cumprimento de medida sanitária; implantar medidas de restrição coordenada, simultânea e regionalizada; esclarecer situação da pandemia à população; realizar busca ativa da população não-vacinada; suspender realização de festas e eventos públicos de qualquer natureza; disciplinar acesso às praias, lagoas, cachoeiras, açudes, rios e similares; disciplinar funcionamento do transporte público e impedir acesso de passageiros sem utilização das máscaras em transporte público ou privado.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Terceirizados do Walfredo Gurgel iniciam greve nesta terça-feira (18)

Por meio de nota à população, os terceirizados que prestam serviço no Hospital Walfredo Gurgel anunciaram o início da greve a partir de hoje (18). Eles, que já haviam realizado uma paralisação de advertência ontem, alegam atrasos nos pagamentos dos salários e de benefícios e direitos.

Nota

Em razão do atraso no pagamento dos salários, 13º salário, vale alimentação e vales transportes, os trabalhadores das empresas prestadoras de serviços de mão de obra: JMT, SAFE e PETROGÁS realizaram paralisação de advertência durante 1h no dia de ontem (17/01/2022), na frente do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel- PSCS.

Ainda, pelo mesmo motivo, a categoria deflagrará GREVE por tempo indeterminado a partir da data de hoje (18/01/2022), até o efetivo pagamento dos direitos trabalhistas em atraso.

Ressaltamos que os trabalhadores da categoria são vítimas de constantes atrasos de salários. Diante do descumprimento de compromisso de regularização dos pagamentos assumidos pela SESAP/RN e as empresas, os trabalhadores, junto com o SIPERN, se viram obrigados novamente a convocar e deflagrar GREVE até a regularização e pagamento das verbas em atraso.

Destacamos, por fim, que serão mantidas escalas mínimas de trabalhadores para que sejam mantidos os serviços essenciais, minimizando o máximo possível os impactos à população Potiguar. Ainda que tão logo sejam pagas as verbas salariais em atraso, a greve será encerrada.

Os trabalhadores estão em greve pelo mais básico dos seus direitos, o pagamento pelo trabalho prestado. Sendo este sua única fonte de renda para o sustento de sua família.

Domingos da Silva Ferreira
Diretor Presidente
SINDICATO DOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM, TÉCNICOS, DUCHISTAS, MASSAGISTAS E EMPREGADOS EM HOSPITAIS, CASAS DE SAÚDE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE – SIPERN

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Jean Paul Prates prevê redução de até R$ 3 na gasolina e até R$ 40 no gás de cozinha

Foto: Alessandra Dantas
O senador Jean Paul Prates, relator do projeto que pretende criar uma estabilidade e previsibilidade no preço dos combustíveis para, assim, frear o modelo atual de remarcação frequentes aumentos nos postos de gasolina,
em contato com o Blog do BG, disse que está criando um pacote de soluções que pretende trazer uma redução de até R$ 3 no preço da gasolina e se até R$ 40 no gás de cozinha.

“Pretendo juntar o PL 1472/2021 que institui uma conta de estabilização – que já está em trâmite na Casa, e do qual já sou relator – com a proposta que veio da Câmara dos Deputados (PLP 11/2021) e que diz respeito ao ICMS, cuja relatoria também me foi reservada hoje. A conciliação destas iniciativas propiciará uma ‘caixa de ferramentas’ para a solução efetiva quanto à volatilidade e as altas sustentadas dos preços de combustíveis no mercado interno. O conjunto de medidas que organizarei deverá ser votado ainda na primeira quinzena de fevereiro, e permitirá que o Governo promova a redução de R$ 2 a R$ 3 no preço de bomba da gasolina e do diesel, e de R$ 10 a R$ 20 no preço do botijão de gás num período de 40 dias”, disse.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

[VÍDEO] Seturn afirma que licitação pode elevar tarifa para R$ 5 em Natal

O consultor técnico do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (Seturn), Nilson Queiroga, comentou sobre a licitação dos ônibus em entrevista a 96 fm nesta segunda-feira (17). Na avaliação dele, caso a Prefeitura do Natal não propor medidas para ajudar a rede de transportes de Natal, a passagem pode chegar a R$ 5.

“Se ela [a prefeitura] não continuar com a isenção e for atrás de reajuste, perde-se o benefício do governo e a tarifa passa de R$5. Como é que ela vai publicar um edital com R$5,00 a tarifa para atrair investidores e garantir o equilíbrio econômico-financeiro”, disse Nilson Queiroga.

Outras medidas devem ser tomadas de forma urgente, segundo Queiroga. “Para otimizar, melhorar a eficiência, o que a gente chama de IPK, é índice de passageiro por quilôetro”, afirmou.

Portal 96 FM

Opinião dos leitores

  1. Ônibus de BH são uma maravilha, ar condicionado, pontualidade, novos e custam o mesmo que aqui.

    Falta é interesse do poder público em ter um olhar diferenciado para o problema.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Bolsonaro culpa “roubalheira dentro da Petrobras” pela alta dos combustíveis

Jair Bolsonaro (PL) voltou a se eximir de responsabilidade pelo aumento nos preços dos combustíveis nesta segunda (17). Em entrevista à rádio Viva FM, do Espírito Santo, o presidente atribuiu os reajustes à “roubalheira” que ocorreu na Petrobras no passado.

“A empresa [Petrobras] foi assaltada no passado e agora quem está pagando é você que bota combustível no seu carro”, disse Bolsonaro.

De acordo com o presidente, a estatal pagou mais de 100 bilhões de dólares em dívidas que contraiu com obras não realizadas, nas palavras de Bolsonaro, “com a roubalheira dentro da Petrobras“.

Bolsonaro ainda comentou a possibilidade de o PT voltar a comandar o país.

“A Petrobras vai voltar à estaca zero e vai poder trabalhar melhor, investir melhor e ter combustível mais barato nas refinarias. O governo vai entregar uma Petrobras saneada para quem roubou no passado voltar a roubá-la no futuro, mas essa decisão está na mão da população brasileira”, acrescentou o presidente.

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. Vai passar os 4 anos de governo (?) culpando a tudo e a todos. Trabalhar que é bom………………………………………

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

“Além de Judas, é um covarde”, diz Malafaia sobre Moro

A live do canal ConservaTalk teve o pastor Silas Malafaia como convidado na 2ª feira (17.jan.2022). Ao lado dos ex-ministros Abraham Weintraub (Educação), Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Ricardo Salles (Meio Ambiente), o líder religioso abordou temas como educação e política, sempre ancorado na pauta de costumes conservadores, da qual todos os presentes são fiéis defensores.

Um dos principais alvos da discussão foi Sergio Moro, ex-ministro da Justiça e atual pré-candidato à presidência da República pelo Podemos. Salles citou que circula na internet a informação de que Weintraub estaria “se preparando para pular para o barco do Moro”.

O ex-ministro da Educação aproveitou a oportunidade para negar a informação: “Papo de maluco, fico até ofendido”, disse. Segundo o grupo, o Moro é um oportunista e não é conservador.

Malafaia chamou o ex-juiz de “Judas” e “traíra”. Citou duas situações para justificar a sua opinião. Uma delas foi o fato de Moro ter se calado diante das medidas de restrição colocadas em prática no começo da pandemia de covid-19 por governadores e prefeitos. Segundo o pastor, Moro é “Judas” porque não se pronunciou quando policiais tentaram travar trabalhadores informais que vendiam seus produtos nas ruas.

De acordo com o pastor, “além de Judas, [Moro] é um covarde, porque esperou um momento difícil de [Jair] Bolsonaro para tentar sair em glória e se ferrou”, se referindo à conturbada saída do ex-ministro da Justiça do governo.

Ainda segundo Malafaia, Moro já o procurou para uma conversa, mas ele se recusou.

“Eu não falo com um cara que era ministro da Justiça e não deu um pitaco, uma palavra da covardia de governadores e prefeitos contra o povo pobre vendendo laranja, limão para viver. E esse caboclo ficou calado. Então, é um covarde que não merece a consideração do povo brasileiro”, falou.

Poder 360

Opinião dos leitores

  1. Eita que o desespero tá batendo!!!
    O Cabaré de seu bozó tá pegando fogo !!!
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    CONTAGEM REGRESSIVA
    #LULATACHEGANDO

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

PL deve formar bancada independente na Assembleia

Enquanto não se abre a “janela partidária” entre 03 de março e 1º de abril para acomodação de parlamentares que pretendem trocar de partidos visando a disputa eleitoral, a bancada de três deputados do Partido Liberal (PL) deve se transformar na primeira baixa da base do governo do Estado na Assembleia Legislativa.

O presidente estadual do PL, deputado federal João Maia, confirmou que já vem dialogando com os deputados Kleber Rodrigues, Ubaldo Fernandes e George Soares, que foi líder do governo na primeira metade do mandato de Fátima Bezerra (PT), a respeito dessa questão: “A tendência que tenho conversado com eles, é que a partir de agora, com a retomada do processo legislativo em fevereiro, o PL faça um bloco independente para ver como a gente fica e que posição nós vamos tomar nas eleições”.

João Maia disse que isso não implica em dificuldades na aprovação de matérias do governo que irão à votação na Assembleia, pois votará a favor de projetos que seja de interesse do Rio Grande do Norte, “como o PL sempre fez, não votaremos contra matérias de interesse do Estado em hipótese nenhuma”.

Maia afirmou que depois da filiação do presidente Jair Bolsonaro ao PL, o que ocorreu em 30 de novembro do ano passado, “é uma realidade, portanto, incompatível apoiar o PT no Rio Grande do Norte”.

Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Residencial Cosmopolitan reservou condição diferenciada na parceria com o BG; agende sua visita e aproveite!

Quer morar no melhor local do Tirol, perto do Midway, das melhores universidades, escolas e supermercados, com a conveniência dos mais importantes polos de lazer, segurança e saúde por perto, num prédio já praticamente pronto e com parcelas a partir de R$ 2.200?

O Residencial Cosmopolitan, no coração de Natal, em frente ao antigo hotel Tirol, é o seu endereço! O Residencial Cosmopolitan é muito mais Tirol! Na Av. Alexandrino de Alencar, 1500, com apartamentos de 55 m2, dois quartos, sendo 1 suíte, e a estrutura de alto padrão que toda família deseja!

Contemplado pelo inovador FlexPlano100, que permite financiar em até 100 parcelas direto com o empreendimento ou quitar todo o investimento em 50 vezes sem juros, de forma desburocratizada e com crédito aprovado em até 24 horas, as vantagens do Cosmopolitan rompem qualquer barreira!

Visite as obras avançadas da sua conquista e conheça o stand de vendas, o apartamento decorado ou qualquer uma das unidades presentes em um dos 33 pavimentos da imponente torre completamente erguida com vista para o Parque das Dunas. Mas ao agendar sua visita, digite o cupom BG É COSMO e ganhe uma condição diferenciada!

Agende agora mesmo pelo whatssap (84) 99807-0037, digite BG É COSMO e se surpreenda com a condição que essa parceria reservou pra você! *Válido até 28/02/2022.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Moro tem 8 das 45 sentenças da Lava Jato anuladas; novas análises travam no STF

Trunfo eleitoral de Sergio Moro na campanha para presidente da República, o trabalho dele como magistrado à frente da Operação Lava Jato vem sendo cada vez mais revisto nas instâncias superiores do Judiciário.

Das 45 sentenças expedidas de 2014 a 2018 por Moro no âmbito da operação, 8 já foram anuladas no STF (Superior Tribunal Federal) ou no STJ (Superior Tribunal de Justiça), a maioria no último ano.

A mais emblemática delas foi a decisão que invalidou condenação do ex-presidente Lula, seu provável adversário na eleição, no chamado caso tríplex de Guarujá (SP).

Além da condenação do petista, outras cinco sentenças assinadas por Moro foram revistas em 2021 nas instâncias superiores.

Em três delas, o motivo para a reviravolta foi o entendimento fixado no STF, em 2019, de que casos de corrupção que envolvem caixa eleitoral devem tramitar na Justiça Eleitoral, e não na Justiça Federal, como acontecia nos primeiros anos da Lava Jato.

Esse precedente levou à anulação, por exemplo, de condenações do ex-ministro Antonio Palocci e do marqueteiro João Santana, expedidas por Moro em 2017, e do pecuarista José Carlos Bumlai, que tinha sido despachada em 2016.

Nenhuma das anulações de 2021 envolveu tecnicamente uma absolvição. Os tribunais entenderam que os casos tramitaram em jurisdição incorreta e decidiram que deveriam voltar a ser analisados no foro adequado. Em tese, o novo juiz pode ainda revalidar medidas expedidas anos atrás na Vara Federal de Curitiba.

Na ação penal do tríplex, no entanto, além da questão da jurisdição, o Supremo também considerou que Moro agiu de modo parcial na condução do processo e determinou inclusive a anulação de ordens despachadas em medidas de investigação, como autorização para quebras de sigilo.

O Ministério Público Federal no DF, que recebeu o caso do apartamento de Guarujá, considera que as acusações contra Lula já prescreveram —portanto, não deve ter mais desdobramentos na Justiça.

Uma das anulações de 2021 reverteu condenação de Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados. Assim como aconteceu no julgamento do recurso de Lula, a sessão no STF, em setembro, foi marcada por críticas aos métodos da Lava Jato. O ministro Gilmar Mendes afirmou que havia um “problema psicológico e psiquiátrico” e que o Supremo ficou “submetido à República de Curitiba”.

Antes da atual sequência de anulações, Moro teve duas sentenças invalidadas em 2019, por causa de um outro aspecto que motivou debates no STF.

Naquele ano, a corte entendeu que réus delatores e réus delatados precisam de prazos distintos para apresentar suas manifestações nos processos, diferentemente do que vinha ocorrendo na Lava Jato.

Com isso, foram tornadas sem efeito sentenças expedidas pelo magistrado contra o ex-presidente da Petrobras Aldemir Bendine e contra dois ex-executivos da estatal. Nesses dois casos, os processos foram “rejulgados” na própria Vara Federal de Curitiba.

Folhapress

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *