Geral

[VÍDEO] “Dinheiro foi arrecadado para ser roubado”, diz Kelps sobre Consórcio Nordeste

O deputado estadual Kelps Lima (SDD), presidente da CPI da Covid na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, revelou em entrevista ao Grande Ponto Podcast como funcionaria o esquema de corrupção montado no Consórcio Nordeste.

“O dinheiro foi arrecadado com o objetivo de ser roubado”, disse o parlamentar em referência a compra de respiradores por quase R$ 50 milhões. Os aparelhos jamais foram entregues. 

Grande Ponto

Opinião dos leitores

  1. Falso Moralista!
    Está falando o Secretário de Micarla. Será que também ficou contra e denunciou Micarla ou ficou caladinho enquanto mamava nas telas?

    1. Ele pode ter sido secretário de Lula o maior ladrão da humanidade , o que não impede de denunciar o roubo desse maléfico consórcio nordeste .

    2. Teu pai só pode ter errado o nome kkkkkk, “Meirison”, muita mistura dá nisso, um completo fora de sintonia com a realidade. Vcs tenta negar apontando o dedo para os outros kkkkkkkk.

    3. Tá me confundindo com o rebanho do qual vc faz parte Manoel F.?
      Não é isso que acontece quando é feito uma denúncia contra o Bozo e sua familicia?
      Rachadindas, micheque, mansões, compra de Deputados, Centrão, fake News, etc.

  2. Mais uma vez que me deixa irritado é o presidente da assembleia Ezequiel e órgãos de fiscalização ficarem quietos e calados. Alguns governadores pelo Brasil à fora, foram cassados ou afastado do cargo, mas estamos no RN e aqui tudo pode. Acordem deputados, próximo ano o povo ta de olho.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Terceirizados do Walfredo Gurgel iniciam greve nesta terça-feira (18)

Por meio de nota à população, os terceirizados que prestam serviço no Hospital Walfredo Gurgel anunciaram o início da greve a partir de hoje (18). Eles, que já haviam realizado uma paralisação de advertência ontem, alegam atrasos nos pagamentos dos salários e de benefícios e direitos.

Nota

Em razão do atraso no pagamento dos salários, 13º salário, vale alimentação e vales transportes, os trabalhadores das empresas prestadoras de serviços de mão de obra: JMT, SAFE e PETROGÁS realizaram paralisação de advertência durante 1h no dia de ontem (17/01/2022), na frente do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel- PSCS.

Ainda, pelo mesmo motivo, a categoria deflagrará GREVE por tempo indeterminado a partir da data de hoje (18/01/2022), até o efetivo pagamento dos direitos trabalhistas em atraso.

Ressaltamos que os trabalhadores da categoria são vítimas de constantes atrasos de salários. Diante do descumprimento de compromisso de regularização dos pagamentos assumidos pela SESAP/RN e as empresas, os trabalhadores, junto com o SIPERN, se viram obrigados novamente a convocar e deflagrar GREVE até a regularização e pagamento das verbas em atraso.

Destacamos, por fim, que serão mantidas escalas mínimas de trabalhadores para que sejam mantidos os serviços essenciais, minimizando o máximo possível os impactos à população Potiguar. Ainda que tão logo sejam pagas as verbas salariais em atraso, a greve será encerrada.

Os trabalhadores estão em greve pelo mais básico dos seus direitos, o pagamento pelo trabalho prestado. Sendo este sua única fonte de renda para o sustento de sua família.

Domingos da Silva Ferreira
Diretor Presidente
SINDICATO DOS PROFISSIONAIS DE ENFERMAGEM, TÉCNICOS, DUCHISTAS, MASSAGISTAS E EMPREGADOS EM HOSPITAIS, CASAS DE SAÚDE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE – SIPERN

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Jean Paul Prates prevê redução de até R$ 3 na gasolina e até R$ 40 no gás de cozinha

Foto: Alessandra Dantas
O senador Jean Paul Prates, relator do projeto que pretende criar uma estabilidade e previsibilidade no preço dos combustíveis para, assim, frear o modelo atual de remarcação frequentes aumentos nos postos de gasolina,
em contato com o Blog do BG, disse que está criando um pacote de soluções que pretende trazer uma redução de até R$ 3 no preço da gasolina e se até R$ 40 no gás de cozinha.

“Pretendo juntar o PL 1472/2021 que institui uma conta de estabilização – que já está em trâmite na Casa, e do qual já sou relator – com a proposta que veio da Câmara dos Deputados (PLP 11/2021) e que diz respeito ao ICMS, cuja relatoria também me foi reservada hoje. A conciliação destas iniciativas propiciará uma ‘caixa de ferramentas’ para a solução efetiva quanto à volatilidade e as altas sustentadas dos preços de combustíveis no mercado interno. O conjunto de medidas que organizarei deverá ser votado ainda na primeira quinzena de fevereiro, e permitirá que o Governo promova a redução de R$ 2 a R$ 3 no preço de bomba da gasolina e do diesel, e de R$ 10 a R$ 20 no preço do botijão de gás num período de 40 dias”, disse.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

[VÍDEO] Seturn afirma que licitação pode elevar tarifa para R$ 5 em Natal

O consultor técnico do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (Seturn), Nilson Queiroga, comentou sobre a licitação dos ônibus em entrevista a 96 fm nesta segunda-feira (17). Na avaliação dele, caso a Prefeitura do Natal não propor medidas para ajudar a rede de transportes de Natal, a passagem pode chegar a R$ 5.

“Se ela [a prefeitura] não continuar com a isenção e for atrás de reajuste, perde-se o benefício do governo e a tarifa passa de R$5. Como é que ela vai publicar um edital com R$5,00 a tarifa para atrair investidores e garantir o equilíbrio econômico-financeiro”, disse Nilson Queiroga.

Outras medidas devem ser tomadas de forma urgente, segundo Queiroga. “Para otimizar, melhorar a eficiência, o que a gente chama de IPK, é índice de passageiro por quilôetro”, afirmou.

Portal 96 FM

Opinião dos leitores

  1. Ônibus de BH são uma maravilha, ar condicionado, pontualidade, novos e custam o mesmo que aqui.

    Falta é interesse do poder público em ter um olhar diferenciado para o problema.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Economia

Bolsonaro culpa “roubalheira dentro da Petrobras” pela alta dos combustíveis

Jair Bolsonaro (PL) voltou a se eximir de responsabilidade pelo aumento nos preços dos combustíveis nesta segunda (17). Em entrevista à rádio Viva FM, do Espírito Santo, o presidente atribuiu os reajustes à “roubalheira” que ocorreu na Petrobras no passado.

“A empresa [Petrobras] foi assaltada no passado e agora quem está pagando é você que bota combustível no seu carro”, disse Bolsonaro.

De acordo com o presidente, a estatal pagou mais de 100 bilhões de dólares em dívidas que contraiu com obras não realizadas, nas palavras de Bolsonaro, “com a roubalheira dentro da Petrobras“.

Bolsonaro ainda comentou a possibilidade de o PT voltar a comandar o país.

“A Petrobras vai voltar à estaca zero e vai poder trabalhar melhor, investir melhor e ter combustível mais barato nas refinarias. O governo vai entregar uma Petrobras saneada para quem roubou no passado voltar a roubá-la no futuro, mas essa decisão está na mão da população brasileira”, acrescentou o presidente.

O Antagonista

Opinião dos leitores

  1. Vai passar os 4 anos de governo (?) culpando a tudo e a todos. Trabalhar que é bom………………………………………

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

“Além de Judas, é um covarde”, diz Malafaia sobre Moro

A live do canal ConservaTalk teve o pastor Silas Malafaia como convidado na 2ª feira (17.jan.2022). Ao lado dos ex-ministros Abraham Weintraub (Educação), Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Ricardo Salles (Meio Ambiente), o líder religioso abordou temas como educação e política, sempre ancorado na pauta de costumes conservadores, da qual todos os presentes são fiéis defensores.

Um dos principais alvos da discussão foi Sergio Moro, ex-ministro da Justiça e atual pré-candidato à presidência da República pelo Podemos. Salles citou que circula na internet a informação de que Weintraub estaria “se preparando para pular para o barco do Moro”.

O ex-ministro da Educação aproveitou a oportunidade para negar a informação: “Papo de maluco, fico até ofendido”, disse. Segundo o grupo, o Moro é um oportunista e não é conservador.

Malafaia chamou o ex-juiz de “Judas” e “traíra”. Citou duas situações para justificar a sua opinião. Uma delas foi o fato de Moro ter se calado diante das medidas de restrição colocadas em prática no começo da pandemia de covid-19 por governadores e prefeitos. Segundo o pastor, Moro é “Judas” porque não se pronunciou quando policiais tentaram travar trabalhadores informais que vendiam seus produtos nas ruas.

De acordo com o pastor, “além de Judas, [Moro] é um covarde, porque esperou um momento difícil de [Jair] Bolsonaro para tentar sair em glória e se ferrou”, se referindo à conturbada saída do ex-ministro da Justiça do governo.

Ainda segundo Malafaia, Moro já o procurou para uma conversa, mas ele se recusou.

“Eu não falo com um cara que era ministro da Justiça e não deu um pitaco, uma palavra da covardia de governadores e prefeitos contra o povo pobre vendendo laranja, limão para viver. E esse caboclo ficou calado. Então, é um covarde que não merece a consideração do povo brasileiro”, falou.

Poder 360

Opinião dos leitores

  1. Eita que o desespero tá batendo!!!
    O Cabaré de seu bozó tá pegando fogo !!!
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    CONTAGEM REGRESSIVA
    #LULATACHEGANDO

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

PL deve formar bancada independente na Assembleia

Enquanto não se abre a “janela partidária” entre 03 de março e 1º de abril para acomodação de parlamentares que pretendem trocar de partidos visando a disputa eleitoral, a bancada de três deputados do Partido Liberal (PL) deve se transformar na primeira baixa da base do governo do Estado na Assembleia Legislativa.

O presidente estadual do PL, deputado federal João Maia, confirmou que já vem dialogando com os deputados Kleber Rodrigues, Ubaldo Fernandes e George Soares, que foi líder do governo na primeira metade do mandato de Fátima Bezerra (PT), a respeito dessa questão: “A tendência que tenho conversado com eles, é que a partir de agora, com a retomada do processo legislativo em fevereiro, o PL faça um bloco independente para ver como a gente fica e que posição nós vamos tomar nas eleições”.

João Maia disse que isso não implica em dificuldades na aprovação de matérias do governo que irão à votação na Assembleia, pois votará a favor de projetos que seja de interesse do Rio Grande do Norte, “como o PL sempre fez, não votaremos contra matérias de interesse do Estado em hipótese nenhuma”.

Maia afirmou que depois da filiação do presidente Jair Bolsonaro ao PL, o que ocorreu em 30 de novembro do ano passado, “é uma realidade, portanto, incompatível apoiar o PT no Rio Grande do Norte”.

Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

Residencial Cosmopolitan reservou condição diferenciada na parceria com o BG; agende sua visita e aproveite!

Quer morar no melhor local do Tirol, perto do Midway, das melhores universidades, escolas e supermercados, com a conveniência dos mais importantes polos de lazer, segurança e saúde por perto, num prédio já praticamente pronto e com parcelas a partir de R$ 2.200?

O Residencial Cosmopolitan, no coração de Natal, em frente ao antigo hotel Tirol, é o seu endereço! O Residencial Cosmopolitan é muito mais Tirol! Na Av. Alexandrino de Alencar, 1500, com apartamentos de 55 m2, dois quartos, sendo 1 suíte, e a estrutura de alto padrão que toda família deseja!

Contemplado pelo inovador FlexPlano100, que permite financiar em até 100 parcelas direto com o empreendimento ou quitar todo o investimento em 50 vezes sem juros, de forma desburocratizada e com crédito aprovado em até 24 horas, as vantagens do Cosmopolitan rompem qualquer barreira!

Visite as obras avançadas da sua conquista e conheça o stand de vendas, o apartamento decorado ou qualquer uma das unidades presentes em um dos 33 pavimentos da imponente torre completamente erguida com vista para o Parque das Dunas. Mas ao agendar sua visita, digite o cupom BG É COSMO e ganhe uma condição diferenciada!

Agende agora mesmo pelo whatssap (84) 99807-0037, digite BG É COSMO e se surpreenda com a condição que essa parceria reservou pra você! *Válido até 28/02/2022.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Moro tem 8 das 45 sentenças da Lava Jato anuladas; novas análises travam no STF

Trunfo eleitoral de Sergio Moro na campanha para presidente da República, o trabalho dele como magistrado à frente da Operação Lava Jato vem sendo cada vez mais revisto nas instâncias superiores do Judiciário.

Das 45 sentenças expedidas de 2014 a 2018 por Moro no âmbito da operação, 8 já foram anuladas no STF (Superior Tribunal Federal) ou no STJ (Superior Tribunal de Justiça), a maioria no último ano.

A mais emblemática delas foi a decisão que invalidou condenação do ex-presidente Lula, seu provável adversário na eleição, no chamado caso tríplex de Guarujá (SP).

Além da condenação do petista, outras cinco sentenças assinadas por Moro foram revistas em 2021 nas instâncias superiores.

Em três delas, o motivo para a reviravolta foi o entendimento fixado no STF, em 2019, de que casos de corrupção que envolvem caixa eleitoral devem tramitar na Justiça Eleitoral, e não na Justiça Federal, como acontecia nos primeiros anos da Lava Jato.

Esse precedente levou à anulação, por exemplo, de condenações do ex-ministro Antonio Palocci e do marqueteiro João Santana, expedidas por Moro em 2017, e do pecuarista José Carlos Bumlai, que tinha sido despachada em 2016.

Nenhuma das anulações de 2021 envolveu tecnicamente uma absolvição. Os tribunais entenderam que os casos tramitaram em jurisdição incorreta e decidiram que deveriam voltar a ser analisados no foro adequado. Em tese, o novo juiz pode ainda revalidar medidas expedidas anos atrás na Vara Federal de Curitiba.

Na ação penal do tríplex, no entanto, além da questão da jurisdição, o Supremo também considerou que Moro agiu de modo parcial na condução do processo e determinou inclusive a anulação de ordens despachadas em medidas de investigação, como autorização para quebras de sigilo.

O Ministério Público Federal no DF, que recebeu o caso do apartamento de Guarujá, considera que as acusações contra Lula já prescreveram —portanto, não deve ter mais desdobramentos na Justiça.

Uma das anulações de 2021 reverteu condenação de Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados. Assim como aconteceu no julgamento do recurso de Lula, a sessão no STF, em setembro, foi marcada por críticas aos métodos da Lava Jato. O ministro Gilmar Mendes afirmou que havia um “problema psicológico e psiquiátrico” e que o Supremo ficou “submetido à República de Curitiba”.

Antes da atual sequência de anulações, Moro teve duas sentenças invalidadas em 2019, por causa de um outro aspecto que motivou debates no STF.

Naquele ano, a corte entendeu que réus delatores e réus delatados precisam de prazos distintos para apresentar suas manifestações nos processos, diferentemente do que vinha ocorrendo na Lava Jato.

Com isso, foram tornadas sem efeito sentenças expedidas pelo magistrado contra o ex-presidente da Petrobras Aldemir Bendine e contra dois ex-executivos da estatal. Nesses dois casos, os processos foram “rejulgados” na própria Vara Federal de Curitiba.

Folhapress

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Queiroga não vê sentido em condicionar volta às aulas à vacinação pediátrica contra a Covid-19

Foto: Walterson Rosa/MS

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou ser incoerente condicionar o retorno às aulas presenciais à imunização completa de crianças contra a Covid-19. “Já prejudicaram as nossas crianças em 2020, prejudicaram novamente em 2021, será que querem prejudicar novamente? A OMS não recomenda vacina como condição para aula. A UNICEF no mesmo sentido, a ONU no mesmo sentido. As vacinas, segundo recomendação do Ministério da Saúde não são obrigatórias. Então, é desarrazoado associar vacinação com aulas. As aulas devem acontecer, a segurança existe, as medidas são as mesmas”, disse.

O ministro da Saúde também garantiu que não faltarão doses para os pais que desejarem vacinar os filhos. “Como ministro da Saúde eu quero tranquilizar a população brasileira, sobretudo a cada mãe que quiser levar seu filho para a sala de vacinação, porque o Ministério da Saúde vai entregar as doses para que a campanha siga seu curso natural e de muito sucesso”, acrescentou o ministro.

A campanha de vacinação infantil contra a doença começou na sexta-feira (14) com uma previsão de 20 milhões de doses até março. Segundo o ministro, a quantidade é suficiente para aplicar a primeira dose em todas as crianças do país até o fim do primeiro trimestre de 2022.

Com informações de CNN Brasil

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Justiça Federal proíbe Bolsonaro de usar termo ‘lepra’ em declarações públicas

Foto: Alan Santors/PR

O presidente Jair Bolsonaro (PL) foi proibido de usar o termo “lepra” e seus derivados para se referir à hanseníase em declarações públicas. A decisão da 3ª Vara Federal do Rio de Janeiro, publicada neste sábado, atende a um pedido do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan).

A entidade recorreu ao judiciário depois que Bolsonaro fez um discurso, em dezembro do ano passado, no qual usava o termo “lepra”. A legislação brasileira – Lei 9.010/1995 – determina o banimento dessa expressão, considerada como violadora da dignidade humana.

— Quem já leu ou viu filmes daquela época, quando Cristo nasceu, o grande mal daquele momento era a lepra. O leproso era isolado, distância dele. Hoje em dia, temos lepra também, continua, mas o mundo não acabou naquele momento — disse o presidente em discurso.

A sentença do juiz federal Fabio Tenenblat deferiu parcialmente o pedido feito pelo Morhan. Apesar da proibição de uso do termo, o magistrado resolveu não aplicar multa em caso de descumprimento da decisão.

A entidade tinha solicitado multa diária no valor de R$ 50 mil, caso Bolsonaro ou qualquer outro representante da União voltasse a usar o termo. Tenenblat negou por “presumir que haverá reiteração no descumprimento da legislação por parte de autoridades federais”.

No entanto, o magistrado reconheceu que um discurso do presidente, gravado pelos canais de comunicação do governo, podem ser considerados como documento oficial. E, dessa forma, são alcançados pela Lei nº 9.010/1995.

Tenenblat destaca ainda, na decisão, “a histórica dívida que a sociedade tem com as pessoas atingidas pela hanseníase”. E menciona “os abalos psicológicos causados pelo uso de termos estigmatizantes e discriminatórios por autoridades públicas”.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. Está bem perto, o Brasil 🇧🇷 vai poder voltar a sorrir.
    Esse papangu vai para Bangú .tenho dito e não repito .

  2. Meu Deus. Quanta estupidez, quanta falta de bom senso em uma pessoa que ocupa o maior cargo político do país, em não saber que este termo foi abolido dentro das patologias justamente oara se evitar a discriminação, tendo em vista que a Hanseníase tem cura.

  3. Minha gente, aí é mostrar que não lê a Bíblia. Lá está escrito lepra e leproso. Menos com o cara, menos….

    1. Realmente começou a contagem regressiva faltam pouco mais de 280 dias para a reeleição de bolsonaro

    2. Pouco tempo pra mais uma Vitória.
      É muita politicagem nesse Brasil Véio. Daqui a pouco vão proibir Bolsonaro de cagar, porque a bosta dele também fede. Já tá até com dificuldade pra isso. Vão procurar uma lavagem de roupa!

    3. Vc obviamente fala dos vermelhinhos pilantras e burros, lembre-se até o final deste ano, do dia 07 de setembro kkkkkkkkkk. Vcs vão ser implodidos e a sarjeta é o caminho.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *