Vídeo frustou oposição e Ministros do STF avaliam que vídeo de reunião não deve impulsionar investigações

O vídeo da reunião de Jair Bolsonaro frustrou uma parte da oposição a ele, que esperava assistir a cenas piores do que as que foram mostradas na filmagem.

Políticos e magistrados críticos do presidente acreditam que o vídeo pode até render frutos a Bolsonaro, do ponto de vista popular, apesar dos palavrões –em especial quando ele levanta bandeiras caras ao bolsonarismo, como a do armamento.

Magistrados do STF (Supremo Tribunal Federal) também opinavam, num primeiro momento, que o vídeo não deve impulsionar as investigações contra Bolsonaro deflagradas com as acusações de Sergio Moro.​

MÔNICA BERGAMO

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. aof disse:

    Tadinha da Monica Bergamo e de tantas outras e outros da midia. Segunda feira já vão ter que arranjar outro "escandalo devastador" contra o Presidente. A missão tá dificil.

  2. Raimundo disse:

    Quanto mais batem mais ele cresce. Continuem

  3. Leviatã disse:

    Na gravação desta reunião não vi nada de errado ou crime algum praticado que leve à um indiciamento ou investigação criminal judicial contra o ilustríssimo senhor presidente da República Jair bolsonaro e nem contra os seus ministros,apesar do seu tradicional coloquialismo e informalismo na expressão de seu comportamento,de suas ações atitudes e gestos,palavras
    e opiniões,retóricas e discursos,o presidente Bolsonaro é um homem de hábitos simples,comum e popular.

  4. 7Arnaldo Lopes disse:

    Colunistas do PT defendendo BolsonAro…Será alguma aliança contra moro numa eventual candidatura?

  5. Paul disse:

    Como disse e escrevi em grupos ontem no momento em que vi o vídeo . "Data Venia" ministro Celso de Melo, como ministro do STF o Sr é um ótimo publicitário. Aproveite que as eleições deste ano podem ser adiadas para o Sr abrir sua agência de propaganda. A fila será enorme. O Sr conseguiu colocar grandes nome da publicidade deste país no chinelo, meros amadores.

COMENTE AQUI