Saúde

VÍDEO: Mães denunciam mortes de bebês na UTI Neonatal do Hospital Santa Catarina, na Zona Norte de Natal

Mães de bebês que nasceram prematuros denunciaram as mortes de pelo menos oito crianças na UTI Neonatal do Hospital Santa Catarina, na zona Norte de Natal. Segundo os relatos das mães, os óbitos aconteceram em um intervalo de aproximadamente um mês, sendo cinco dos casos em apenas 10 dias.

Weska Sabrina, mãe de uma bebê que faleceu com um mês de vida, relatou que a morte da filha foi provocada por uma bactéria. “Minha bebê ficou internada por 30 dias e morreu devido a uma bactéria muito forte dentro da UTI Neonatal, que tinha uma bebê de 1 ano que deveria estar em uma UTI Pediátrica, mas estava na Neonatal”, contou.

Abalada pela perda precoce, ela criticou a forma como a direção do hospital conduziu a situação. “Apenas após as mortes, o hospital decidiu tomar providência e está dedetizando. Mas foi preciso ter essas mortes para fazerem alguma coisa”, reclamou.

Outra mãe é a Tainara Tamires. Ela perdeu o filho com pouco mais de um mês de vida. “Eu tive o bebê no dia 21 de agosto, ele nasceu com 28 semanas e precisou ficar internado por ser prematuro. Quando completou um mês, ele pegou essa bactéria e morreu. Hoje, ele estaria fazendo dois meses. Ele estava super bem, ganhando peso, mas aconteceu isso”, relatou.

Tainara também teceu críticas. “A gente gostaria de uma explicação, pois não ficou claro o que aconteceu. Isso não pode ficar impune”, declarou.

A Marcela Elizabeth é outra mãe que perdeu uma criança. A filha dela nasceu no dia 14 de setembro, com 24 semanas de gestação e também foi encaminhada à UTI Neonatal do Hospital Santa Catarina.

“Ela morreu no dia 7 de outubro por causa de uma bactéria. A gente quer explicações porque eu e outras mães perdemos nossos filhos por negligência”, protestou.

De acordo com ela, a criança, mesmo considerada de prematuridade extrema, já mostrava sinais de desenvolvimento com menos de um mês de vida. “Minha filha estava bem, saudável, não tinha outro problema”, finalizou.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap-RN) se posicionou sobre o caso por meio de nota. No entanto, no texto, a pasta sequer cita os casos de óbitos e não forneceu mais informações sobre as mortes.

A pasta esclareceu que a UTI Neonatal do Hospital Santa Catarina “está passando por um processo de desinfecção e por isso não admitirá novos pacientes”. Segundo a secretaria, a ação é “necessária para garantir as condições de segurança sanitária para receber novos bebês”. As visitas foram suspensas.

Ainda no documento, a Sesap afirmou que “a medida foi tomada após o Núcleo de Vigilância Epidemiológica Hospitalar da unidade identificar um possível surto infeccioso. O Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) da Sesap foi notificado no último dia 18 de outubro e está realizando o processo de investigação epidemiológica”.

Outro ponto destacado pela secretária é que oito dos 24 leitos instalados na unidade estão bloqueados para a desinfecção.

Confira a nota da Sesap na íntegra:

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) comunica que a UTI Neonatal do Hospital Dr. José Pedro Bezerra (Santa Catarina) está passando por um processo de desinfecção e por isso não admitirá novos pacientes. A ação é  necessária para garantir as condições de segurança sanitária para receber novos bebês. Também estão suspensas as visitas nesse período. 

A medida foi tomada após o Núcleo de Vigilância Epidemiológica Hospitalar da unidade identificar um possível surto infeccioso. O Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) da Sesap foi notificado no último dia 18 de outubro e está realizando o processo de investigação epidemiológica, que envolve equipe técnica das Doenças de Transmissão Hídrica e Alimentar (DTHA), Vigilância Sanitária Estadual e Municipal, Sistema de Informação de Mortalidade (SIM), Comissão Estadual de Controle de Infecção Hospitalar (CECIH), Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) e Coordenação de Atenção à Saúde (CAS) 

Oito leitos estão bloqueados para desinfecção, do total de 24 leitos de UTI Neonatal disponíveis. A Sesap está trabalhando para garantir a regulação de novos pacientes para outras unidades enquanto perdurar o bloqueio.

Portal da Tropical

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Segurança

INSEGURANÇA: Dezenas de jovens que participavam de encontro de igreja evangélica em uma casa em Barreta são vítimas de arrastão

Três bandidos fizeram um arrastão em uma casa localizada em Barreta, no município de Nísia Floresta, onde estavam cerca de 30 jovens de uma igreja evangélica que participavam de um encontro. Os criminosos estavam armados com duas pistolas e uma faca e levaram diversos pertences das vítimas.

A ação criminosa ocorreu durante a madrugada de sexta-feira para sábado (4). A previsão era que o encontro terminasse no início da tarde deste sábado. Mas após a ocorrência os jovens acabaram tendo que retornar para suas casas ainda durante a madrugada.

Um outro grupo que participava de atividade semelhante em Búzios, também voltou para casa, assustado com a insegurança que toma conta também das regiões litorâneas justamente às vésperas da temporada de veraneio no Estado.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN registra taxa de ocupação de leitos críticos para covid de 39,8%

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 39,8%, registrada no início da tarde deste sábado (28). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 111.

Até o momento desta publicação são 97 leitos críticos (UTI) disponíveis e 64 ocupados, enquanto em relação aos leitos clínicos (enfermaria), são 94 disponíveis e 47 ocupados.

Segundo a Sesap, a Região metropolitana apresenta 45,1% dos leitos críticos ocupados, a região Oeste tem 27,3% e a Região Seridó tem 40%.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

COVID: RN possui 97 leitos críticos e 94 leitos clínicos disponíveis

O RN permanece com fila zerada de pacientes para UTI Covid conforme levantamento feito por volta das 12h55 deste sábado (4).

Neste período, havia 01 paciente com perfil para leitos críticos na lista de regulação e outro aguardava avaliação. Foram registrados disponíveis 97 leitos críticos e outros 94, sendo clínicos.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Mendonça vai herdar 911 processos de Marco Aurélio Mello no STF e terá voto desempate em questões polêmicas

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), André Mendonça, vai herdar 991 processos que estavam sob relatoria do seu antecessor, o ministro aposentado Marco Aurélio Mello — que se retirou da Corte em julho deste ano.

O recém-chegado magistrado participará do julgamento de temas considerados polêmicos — alguns deles abordarão questões como o bloqueio de perfis de bolsonaristas nas redes sociais, a prisão após condenação em segunda instância e os direitos da comunidade LGBTQIA .

Durante sabatina na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado, que aprovou seu nome — depois ratificado pelo plenário da Casa —, Mendonça foi questionado pelo senador Fabiano Contarato (Rede-ES) sobre o casamento homoafetivo e, na resposta, sinalizou que defenderia os direitos da população LGBTQIA . O novo ministro será obrigado a dar o voto de desempate no julgamento que analisa se as detentas transexuais e travestis têm o direito de optar por cumprir a pena em presídios destinados aos gêneros com os quais se identificam.

A ação foi apresentada pela Associação Brasileira de Gays, Lésbicas e Transgêneros. O caso foi encaminhado ao plenário virtual do Supremo, onde o julgamento foi suspenso depois do empate em 5 a 5. O presidente do STF, Luiz Fux, aguardava a nomeação do 11º ministro para marcar a data de retomada da votação, que deverá ser incluída no calendário de 2022.

Mendonça também vai participar de votações de interesse do governo Bolsonaro, como o marco temporal para demarcação de terras indígenas — ao qual o Palácio do Planalto é favorável — e a derrubada dos decretos de flexibilização armamentista.

Correio Braziliense

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Relator da reforma do Imposto de Renda no Senado diz que projeto tem que ser arquivado e “extinto”

Foto: reprodução/YouTube

O senador Angelo Coronel (PSD-BA), relator da reforma do Imposto de Renda, disse que o projeto do governo será arquivado e “extinto” para a criação de um novo texto. Ele criticou a aprovação rápida na Câmara e insinuou que “90%” dos deputados aprovaram a proposta sem entender o assunto.

Segundo ele, não é possível aprovar o texto sem “ouvir” milhões de brasileiros que vão ser afetados pelo texto. Ele falou que o projeto é “uma das peças mais horríveis” que já tramitaram na história do Congresso, porque sacrifica os pagadores de impostos e prejudica empregos.

As declarações foram feitas nesta sexta-feira (3) durante evento da ACSP (Associação Comercial de São Paulo).

O texto foi aprovado na Câmara em setembro por 398 votos favoráveis, 77 contrários e 5 abstenções. O quórum de votação foi de 481 deputados. Ele foi apresentado pelo Ministério da Economia em junho.

A reforma foi aprovada na Câmara pouco mais de 2 meses do envio ao Congresso. O relator da proposta no Senado criticou a votação precoce.

“Não se pode aprovar uma peça dessa natureza como foi na Câmara, e aqui sem fazer críticas diretas, mas também criticando, com total rapidez e com quórum bastante elevado. Significa que, provavelmente, 90% daqueles que aprovaram na Câmara não devem saber nenhum capítulo, nenhuma linha, nenhum artigo desse projeto”, disse. “Esse projeto não será somente arquivado. Ele será extinto e que se nasça um novo projeto. Com mais base, com mais conteúdo”, completou o senador.

A reforma do Imposto de Renda foi a opção número 1 do ministro Paulo Guedes (Economia) para bancar o Auxílio Brasil. Em setembro, ele criticou Angelo Coronel pelo atraso na votação do texto.

O senador disse nesta sexta-feira (3) que fica “feliz” em ouvir críticas do ministro e insinuou que Guedes não leu o projeto, porque o texto tem 100% da rejeição dos brasileiros. “Todos os segmentos ouvidos até então repudiaram esta obra de arte que é o projeto”, disse. “Ele como economista deveria ter pelo menos a inteligência e perspicácia de ler algo que quando fosse debatido ele soubesse responder”, completou.

Entenda o projeto

O novo texto da reforma do IR (Imposto de Renda) reduz o IRPJ (Imposto de Renda Pessoa Jurídica) de 15% para 8%. O projeto diz que “a redução adicional da carga tributária corporativa se dará por meio da redução das alíquotas da CSLL, em até 1%”. O corte da CSLL (Contribuição Social sobre Lucro Líquido) é condicionado à revogação de benefícios fiscais do PIS/Pasep e da Cofins.

No texto anterior, apresentado em 12 de agosto, Sabino propunha reduzir o IRPJ de 15% para 6,5% e a CSLL de 9% para 7,5%. Com isso, a carga tributária das empresas cairia de 34% para 24%. O texto, no entanto, afetava a arrecadação de Estados e municípios, que recebem parte do IRPJ. Por isso, foi ajustado para reduzir a resistência dos entes federados e da oposição.

No plenário da Câmara, Celso Sabino disse que a reforma do IR reduzirá a carga tributária de todas as empresas. Ele também informou que a proposta do governo de taxar em 20% os lucros e dividendos foi mantida.

“Não haverá empresa que terá aumento de carga tributária. Haverá sim sócios e pessoas físicas que, ao retirarem lucros e dividendos das empresas, serão tributados, assim como são tributados no mundo todo”, afirmou.

Poder 360

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Televisão

Startup potiguar participa da ‘Batalha das Startups’ na Record News

Foto: reprodução/Instagram

A Startup potiguar Válerie foi selecionada para participar da Batalha das Startups, reality show do canal Record News que estreia sua segunda temporada na próxima segunda-feira (6), às 19h15. A Válerie foi uma das 32 Startups que conquistaram a oportunidade de fazer parte do programa entre mais de 1.200 empresas inscritas.

“Estamos muito orgulhos em levar o nome do RN para o cenário nacional”, comentou o empreendedor Arlindo Neto que esteve em São Paulo para participar das gravações do programa. Ele está retornando à capital paulista para fazer negócios, fruto dos contatos feitos durante a viagem anterior. “A participação no programa também nos dá a oportunidade de ampliar nossa rede de contatos e possibilitar a expansão do nosso negócio”, conta Arlindo.

A Válerie é uma plataforma atua processando e fornecendo informações relacionadas a diversas áreas de investimento para permitir que seus clientes possam tomar as melhores decisões na hora de investir. Tudo isso em tempo real.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Maior campanha de vacinação da história do Brasil a chega 313,1 milhões de doses aplicadas

Foto: Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

Com as doses de vacinas contra covid-19 que chegaram nesta sexta-feira (3) ao Ministério da Saúde, somente os laboratórios Pfizer e AstraZeneca já entregaram, até agora, 292,7 milhões das 372,5 milhões de doses de imunizantes adquiridos pelo governo brasileiro.

Desde o começo de 2021, na maior campanha de vacinação de todos os tempos, o Brasil já aplicou mais de 313,1 milhões de doses contra Covid-19.

Mais de 159,5 milhões de pessoas tomaram a primeira dose, o que representa 90,1% da parcela da população-alvo (177 milhões), de brasileiros acima dos 18 anos.

Até o momento, mais de 140,5 milhões de pessoas completaram o esquema vacinal, o equivalente a 79,3% do público vacinável.

Foi recebidas nesta sexta-feira (3) mais uma remessa da Astrazeneca, fabricadas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no total 1.258.250 doses.

Também foram entregues outras 1,3 milhão de doses da Pfizer, que desembarcam, nesta noite, no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP).

A entrega é parte do segundo contrato do Ministério da Saúde com a farmacêutica, que prevê 100 milhões de doses. Desde o começo da campanha, em janeiro, 147,2 milhões de doses da Pfizer foram distribuídas aos estados.

Das mais de 372,5 milhões de doses distribuídas pelo Ministério da Saúde aos estados, 145,5 milhões são da Astrazeneca. Dessas, 4,1 milhões foram entregues na semana de 29 de novembro a 3 de dezembro.

As vacinas são distribuídas aos estados e ao Distrito Federal de forma proporcional e igualitária depois de acerto entre representantes da União, estados e municípios

Diário do Poder

Opinião dos leitores

  1. Se fossemos esperar pelas vacinas do Consórcio Roubo Nordeste, vc e mais alguns que acreditam nesses pilastra, talvez não estivesse aqui. Tenha um pingo de noção e para de falar mer… essa turma do Consórcio Nordeste eram para está todos presos.

    1. Verdade amigo se não fosse consórcio Nordeste que compraram respiradores com os recursos doados pelos seus filiados e doados aos governos estaduais a situação estaria complicada temos que agradecer a eles por esse ato de desprendimento.

    2. Quantas doses o Consórcio Nordrste comprou mesmo? Graças ao Governo Federal os brasileiros estão sendo vacinados em massa!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social

Programas sociais como o auxílio emergencial impediram disparada da extrema pobreza no Brasil em 2020, diz IBGE

Foto: Rafael Henrique/Getty Images

As transferências de renda via programas sociais como o auxílio emergencial impediram em 2020 uma disparada da extrema pobreza no Brasil. A conclusão é de uma análise divulgada nesta sexta-feira (3) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Com o impacto dos programas sociais, o percentual de pessoas em extrema pobreza caiu para 5,7% no ano inicial da pandemia. O resultado equivale a cerca de 12 milhões de pessoas no país.

Em um cenário simulado, sem o suporte das medidas de auxílio, que mitigaram a crise vista no mercado de trabalho, a proporção de brasileiros em extrema pobreza alcançaria 12,9% em 2020. Ou seja, seria mais do que o dobro do resultado verificado. A marca de 12,9% corresponderia a cerca de 27,3 milhões de brasileiros, diz o IBGE.

A projeção faz parte da Síntese de Indicadores Sociais, publicação anual que avalia uma série de resultados nas áreas de economia, educação, habitação e saúde.

Para definir a linha de extrema pobreza, o IBGE levou em conta o critério do Banco Mundial, que abrange pessoas que sobrevivem com menos de US$ 1,90 por dia —ou R$ 155 per capita por mês, conforme a cotação e a metodologia utilizadas na síntese.

Em 2019, o percentual de brasileiros em pobreza extrema havia sido de 6,8%, maior do que o verificado em 2020. Esse número leva em consideração o impacto dos programas sociais.

A marca de 5,7%, registrada em 2021, é a menor desde 2015 (5,1%). A série do IBGE reúne dados a partir de 2012.

O instituto fez outra comparação levando em conta a linha de pobreza de menos de US$ 5,50 por dia por pessoa (R$ 450 per capita por mês, segundo a pesquisa). É o nível de pobreza considerado pelo Banco Mundial para países de renda média-alta, como é o caso do Brasil.

Com o suporte dos programas sociais, a proporção de brasileiros nessa condição foi de 24,1% em 2020, a menor desde 2014 (23,8%). O percentual do ano passado equivale a quase 51 milhões de pessoas.

Sem as transferências de renda, a proporção teria saltado para 32,1%. O percentual corresponderia a cerca de 67,7 milhões de brasileiros.

“Ao longo da série histórica (2012-2019), a diferença entre as taxas de pobreza e extrema pobreza, com benefícios de programas sociais e em um cenário simulado de rendimentos sem benefícios de programas sociais, oscilou entre 2,0 e 3,0 pontos percentuais. Em 2020, na ausência dos benefícios sociais, a diferença seria de 7,2 pontos percentuais para extrema pobreza e 8,0 pontos percentuais para pobreza”, aponta a publicação.

Ao atingir especialmente os mais vulneráveis, os programas sociais ainda reduziram a desigualdade de maneira temporária, sinaliza o IBGE.

O Senado aprovou, nesta quinta-feira (2), a proposta que cria o Auxílio Brasil, que agora segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro. O ministro da Cidadania, João Roma, afirmou que o pagamento do benefício no valor de R$ 400 deve ser feito ainda em dezembro.

Com informações de FolhaPress

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Surfista potiguar Italo Ferreira é eleito o ‘Homem do Ano no Esporte’

Imagem: Ryan Pierse/Getty Images

O surfe finalmente ganhou o Olimpo em 2021. Os Jogos Olímpicos de Tóquio incluíram o esporte como modalidade pela primeira vez na história e, no topo do pódio, estava um brasileiro: o potiguar Italo Ferreira. Ele foi escolhido pela GQ Brasil como o Homem do Ano na categoria Esporte, parte do prêmio Men of The Year, anunciado nesta sexta-feira (3).

A premiação organizada pela GQ Brasil é marca registrada das 21 edições da GQ ao redor do mundo, reconhecendo homens e mulheres que protagonizaram cada ano em áreas essenciais da sociedade, como as artes, os negócios, os esportes e a ciência.

Italo atribui parte do sucesso ao foco na preparação física, com um treino digno de um bodybuilder. “Fui um dos caras que transformaram a visão da preparação física no surfe. No início, a galera só pensava em fazer treinos leves, que não tinham muito peso e não puxavam muito. Sempre fui muito elétrico. Achava chato ficar fazendo corridinhas e circuitos. Eu queria realmente puxar o meu limite, botar peso e levantar aquilo. É um desafio, é como lutar contra mim mesmo.”

Foto: Franco Amendola/GQ Brasil

A conversa com Italo Ferreira é uma das capas da edição de dezembro e janeiro da revista, que começou a chegar às bancas a partir desta sexta-feira (3).

GQ – globo.com

Opinião dos leitores

  1. Esse mereceu essa honra além de ser um grande atleta e uma pessoa do bem por causa das atitudes que ele tem além de ajudar a família ele também ajuda as pessoas carentes da sua cidade Natal!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

VÍDEO: Polícia intima blogueira que falou em “esfaquear” Bolsonaro; Intimação cita crime de segurança nacional

A Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI) do Rio de Janeiro intimou a empresária e blogueira Maria Cristina Fontes de Mattos, também conhecida como Tininha Mattos, para prestar depoimento sobre um vídeo postado por ela nas redes sociais em março deste ano. No vídeo, ela fala sobre esfaquear Bolsonaro e um dos filhos, o deputado federal Eduardo Bolsonaro.

O depoimento deve ser realizado na próxima sexta-feira (10). A intimação, que cita crime contra a Segurança Nacional, foi feita nesta sexta-feira (3) e atendeu a um pedido feito em setembro pelo Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) para apurar supostos crimes contra o deputado Eduardo Bolsonaro.

Em seu parecer, o promotor André Luís Cardoso pede que a delegacia especializada faça diligências após uma denúncia de ameaça de “facada” e incitação à violência contra a família Bolsonaro.

“Ia dar outra facada”, disse em vídeo

Na ocasião, Tininha Mattos gravou uma sequência de vídeos em que lamenta ter chegado atrasada ao trabalho e, consequentemente, ter perdido a oportunidade de encontrar o presidente Jair Bolsonaro e os filhos dele, que cumpriam agenda no mesmo endereço, no Rio de Janeiro.

Ela diz nos vídeos que perdeu a oportunidade de fazer um escândalo e que “ia dar outra facada” no Bolsonaro com uma faca de pão. “Provavelmente no Eduardo Bolsonaro que é quem eu mais odeio”.

Após os vídeos, o deputado Eduardo Bolsonaro entrou com uma ação de indenização por danos morais contra a empresária. A advogada do parlamentar, Karina Kufa, alega que Tininha publicou em sua conta no Instagram uma série de stories com conteúdo ofensivo.

Defesa diz que inquérito é ilegal

O advogado de Tininha Mattos, Jefferson de Oliveira, afirmou que sua cliente falou sobre a facada em tom de brincadeira e de forma irônica.

Ainda segundo ele, o próprio deputado teria concordado, durante uma audiência de conciliação, que Maria Cristina não cometeu crime.

“A defesa de Maria Cristina Mattos informa que a cliente foi intimada hoje, data 3 de dezembro, para prestar esclarecimentos sobre um inquérito inconstitucional e ilegal uma vez que ela jamais cometeu crime. Essa afirmação foi também compartilhada pelo próprio deputado em audiência de conciliação no 6º Juizado Especial de Brasília. O advogado Jefferson de Carvalho informa ainda que impetrara nos próximos dias, com fim de trancamento policial, um habeas corpus eis que o inquérito é manifestamente ilegal”, diz a nota.

g1

Opinião dos leitores

  1. Sociopatas, marginais e desequilibrados. Lixo que encontramos na internet, sem controle de conteúdo, não se pode permitir o estímulo ao áudio e ao crime nas redes sociais, principalmente através de disparos de mensagens em massa através de robôs, independente de quem seja o alvo! Devem ser presos e encaminhados para tratamento psiquiátrico.

  2. Sociopata, marginal e desequilibrada, é esse lixo que nossos filhos encontram na internet, sem o menor controle de conteúdo, não se pode permitir esse tipo de exibição em redes sociais, independente de quem seja! Tem que ser presa e encaminhada à uma unidade de tratamento psiquiátrico. E TENHO DITO!!!

    1. Vai nada. Ele vai tentar se justificar com mais algum comentário estúpido.

  3. Todos esses esquerdistas são doentes, pouquíssimos se salvam, são frouxos, mentirosos, falastrões, doentes da alma, o que ela fez “em tom de brincadeira” podem ter sérios desdobramentos de conduta delitiva, deve pagar, assim como aconteceu com o deputado Daniel Silveira, fez besteira que seja exemplarmente punido depois do devido processo legal.

    1. São essas pessoas que se tornaram ídolos das nossas crianças e adolescentes. Por isso muitos estão desequilibrados emocionalmente. Um dia quase apanho em sala de aula porque disse que não sabia quem era um blogueiro famoso aí. Não vou citar o nome para não divulgar a criatura.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *