36% acham que a vida vai melhorar nos próximos meses, mostra PoderData

Pesquisa PoderData mostra que ao menos 36% dos brasileiros têm boa expectativa para o ano de 2021, afirmando que suas vidas devem “melhorar” nos próximos 6 meses. Outros 35% disseram que ela deve “se manter do mesmo jeito”, enquanto 20% afirmaram que a vida deve “piorar”.

A pesquisa foi realizada pelo PoderData, divisão de estudos estatísticos do Poder360. A divulgação do levantamento é feita em parceria editorial com o Grupo Bandeirantes.

Os dados foram coletados de 18 a 20 de janeiro de 2021, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram 2.500 entrevistas em 544 municípios, nas 27 unidades da Federação. A margem de erro é de 2 pontos percentuais. Saiba mais sobre a metodologia lendo este texto.

Para chegar a 2.500 entrevistas que preencham proporcionalmente (conforme aparecem na sociedade) os grupos por sexo, idade, renda, escolaridade e localização geográfica, o PoderData faz dezenas de milhares de telefonemas. Muitas vezes, mais de 100 mil ligações até que sejam encontrados os entrevistados que representem de forma fiel o conjunto da população.

HIGHLIGHTS DEMOGRÁFICOS

pesquisa traz um recorte por sexo, idade, região, escolaridade e renda. Confira os destaques:

Os que estão mais positivos com o futuro:

– os homens (44%);
– os moradores da região Sul e da região Norte (ambos com 43%);

Os que mais acham que a vida vai se manter do mesmo jeito:

– os que têm mais de 60 anos (48%);
– os que têm de 16 a 24 anos e os moradores da região Sul (ambos com 46%).

Os que estão mais pessimistas com o futuro:

– os moradores da região Centro-Oeste e os que estudaram até o ensino superior (ambos com 27%);
– os que estudaram até o ensino fundamental e os que moram na região Nordeste (ambos com 25%).

PODER360

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ze bode disse:

    Vai mesmo!!!
    Não tem globo lixo e esquerdistas que empate.
    O véi Bolsonaro é duro.
    Duro.

    • Dr. Nelore disse:

      Você acha que a vida vai melhorar por causa do miliciano?
      216 MIL mortes, 15 milhões de desempregados, milhares de pessoas na extrema pobreza, rachadinhas, cheque na conta da 1ª dama, Queiroz, filho fritador de hambúrguer, voto impresso, etc.
      .

    • Clésio disse:

      Vai nelore, não tem quem empate.
      Vá cobrar de Fátima genocida o número de mortes, ela foi quem recebeu a grana que Bolsonaro mandou.
      Agora, foi investir em respiradores que não exister, hospital de campsnha que não exister, então o povo morre mesmo.
      Uma genocida irresponsável.
      Não sabe cuidar do nosso dinheiro.
      É igual ao pateta da Amazônia.
      Deixou faltar oxigênio, mas dinheiro pra comprar foi, e muito.
      Ne?

COMENTE AQUI