Capitães de ABC, América e mais 66 clubes pedem ajuda à CBF

Imagens: Canindé Pereira/Luciano Marcos

Os capitães das equipes participantes da Série D 2020 assinaram um documento no qual fazem vários pedidos ao presidente da Confederação Brasileira de Futebol-CBF, Rogério Caboclo.

Entre as reivindicações, ajuda financeira através de distribuição de cotas de participação no Campeonato Brasileiro da Série D para amenizar o impacto nas contas dos clubes por causa da pandemia do coronavírus. Pedem também que o formato da competição não seja alterado.

Vinícius Leandro e Leandro Melo, capitães de ABC e América, respectivamente, assim como os capitães de Globo e Potiguar de Mossoró, também assinaram o manifesto em nome de mais de 2.000 atletas.

Bolsonaro:“O vírus tá aí. Vamos ter que enfrentá-lo, mas enfrentar como homem, pô! Não como um moleque.”

Imagem: reprodução/YouTube

Na volta de seu tour por Brasília, Jair Bolsonaro voltou a defender o isolamento vertical, em que apenas as pessoas do grupo de risco permanecem em casa.

“Temos um problema do vírus? Temos. Ninguém nega isso daí. Devemos tomar os devidos cuidados com os mais velhos, com as pessoas do grupo de risco. Agora, o emprego é essencial”, afirmou.

“Essa é uma realidade, o vírus tá aí. Vamos ter que enfrentá-lo, mas enfrentar como homem, pô! Não como um moleque. Vamos enfrentar o vírus com a realidade. É a vida. Tomos nós iremos morrer um dia. Queremos poupar a vida? Queremos, na parte da economia, o Paulo Guedes está gastando dezenas de bilhões de reais, que é do Orçamento, que é dinheiro do povo, se bem que nem dinheiro é. Pegamos autorização do Congresso para furar o teto, que vai ser paga essa conta lá na frente”, disse ao conversar com apoiadores e a imprensa.

*Com informações do ‘O Antagonista’

Bolsonaro explica motivo da ida às ruas do DF e cita compromissos do G-20


Em seu perfil no Twitter, o presidente Jair Bolsonaro esclareceu o motivo de sua ida às ruas do Distrito Federal na manhã deste domingo (29). “Fui ver na ponta da linha como está o nosso povo, em especial os informais, os mais atingidos por essa onda de desemprego. Uma experiência que recomendo a todos os políticos do Brasil”, disse.

O presidente afirmou também estar alinhado aos compromissos assumidos em reunião do G-20 na última quinta-feira. “Com muita responsabilidade, estamos cumprindo também a agenda do G-20”, concluiu.

Em Belém, manifestantes pró-Bolsonaro são detidos pela polícia por fazerem carreatas

Imagem: divulgação

Um grupo de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro foi parar em uma delegacia da Polícia Civil em Belém, neste domingo (29), por desobedecer o isolamento social recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para conter a disseminação da covid-19.

Ao menos oito pessoas que realizaram uma carreata estão detidas para averiguação, por desobedecerem normas sanitárias do decreto do governador do Pará, Helder Barbalho, que proibiu aglomerações no estado.

O grupo circulava pelas ruas de Belém em sete veículos e defendia a volta das pessoas às ruas, reproduzindo o dirscurso de Bolsonaro.

O carro que liderava a carretada deve R$ 22 mil de licenciamento ao estado. Quando o valor for pago, o dinheiro será usado para comprar equipamentos como máscaras e luvas para o combate ao coronavírus.

Bela Megale – O Globo

Brasil tem 136 mortes por Covid-19; número de casos chega a 4.256


O número de mortes pelo novo coronavírus no Brasil subiu para 136 neste domingo (29), informou o Ministério da Saúde. Até sábado (27), eram 114 óbitos. O país registra, também, 4.256 pessoas infectadas com o Covid-19.

A taxa de mortalidade do coronavírus no Brasil é de 3,2%. O levantamento aponta que cerca de 90% dos casos de mortes são de pessoas acima de 60 anos. Em 84% das mortes, pacientes apresentaram ao menos um fator de risco – o mais comum, segundo o ministério, é de cardiopatia, seguida de diabetes e pneumopatia.

R7

Espanha endurece restrições em meio ao aumento do número de mortos por COVID-19


Foto: Susana Vera/Reuters

A Espanha se preparava para entrar em sua terceira semana em isolamento quase total, neste domingo (29), quando o governo aprovou um fortalecimento de medidas para conter a disseminação do coronavírus. A COVID-19 matou 838 pessoas no último dia e número total de óbitos no país já chega a 6.528.

Perdendo apenas para a Itália em vítimas fatais, a Espanha também viu as infecções subirem de 72.248 para 78.797 em relação ao dia anterior.

O primeiro-ministro Pedro Sánchez, em discurso televisionado ao país na noite de sábado, anunciou que todos os trabalhadores não essenciais devem ficar em casa por duas semanas, na mais recente medida do governo na luta contra o coronavírus.

Ele disse que os trabalhadores receberão seus salários habituais, mas terão que compensar as horas perdidas posteriormente. A medida vai durar de 30 de março a 9 de abril.

No domingo, a ministra do Trabalho, Yolanda Diaz, afirmou que a medida é “flexível” e que os trabalhadores serão remunerados, mas espera-se que os dias sejam compensados antes de 31 de dezembro.

“Precisamos reduzir a mobilidade ao nível dos domingos”, disse ela, acrescentando que, considerando o feriado da Páscoa, as medidas abrangem oito dias úteis.

Ela repetiu os pedidos do primeiro-ministro Sánchez para que a União Europeia reaja, dizendo: “precisamos de uma Europa na qual os direitos dos trabalhadores sejam reforçados”.

Os sindicatos elogiaram as medidas e os grupos empresariais CEOE e CEPYME disseram que vão cumprir a nova regra, mas que “ela gerará um enorme impacto sem precedentes na economia espanhola, especialmente em setores como a indústria”.

A desaceleração “pode levar a uma crise mais profunda da economia que pode se tornar social”, alertaram em comunicado.

CNN Brasil

Carlos Castim deixa Procuradoria, agradece ao prefeito e confirma pré-candidatura a vereador de Natal

imagem: cedida

Com 40 anos de trabalho no serviço público, o advogado Carlos Castim confirmou neste domingo (29) que é pré-candidato a vereador de Natal em 2020. Para isso, foi necessária a sua saída da função de Procurador Geral do Município da capital na última sexta-feira (27), data da publicação no Diário Oficial. Ele irá disputar pela primeira vez uma campanha eleitoral colocando o seu nome para concorrer a uma vaga no legislativo.

Em carta enviada ao prefeito de Natal, Álvaro Dias, agradeceu a confiança e relembrou sua trajetória. “Parece que foi ontem quando adentrava ao Poder Executivo natalense, aprovado em 5º lugar no Concurso Público para Procurador do Município. Havia também sido aprovado em outro concurso público realizado simultaneamente para Procurador do Estado do Rio Grande do Norte, sendo logo chamado para assumir o referido cargo. Fiz minha escolha. Decidi servir à minha cidade. De nascimento e adoração. Isto após doze anos ininterruptos trabalhando na Câmara Municipal de Natal”, conta ex-Procurador Geral de Natal.

Na Câmara Municipal, onde projeta uma nova missão, Carlos Castim ocupou os cargos de Chefe do Cerimonial Público, Chefe de Relações Públicas, Chefe de Gabinete, Assessor para Assuntos Administrativos (equivalente ao atual cargo de Assessor Parlamentar) e posteriormente Consultor Jurídico (atualmente Procurador Legislativo). Tudo isso antes da Constituição Federal de 1988.

Na carta, relembra ao prefeito os bons e adversos momentos. “Foram 40 anos de muito aprendizado Senhor Prefeito. De derrotas e vitórias; de erros e acertos; de dores e alegrias. Dentre estas últimas, posso destacar três, no campo pessoal: a) sempre ter dado o melhor de mim, da minha capacidade de trabalho e do meu propósito inarredável de servir ao povo de minha cidade e de meu estado; b) jamais ter transigido os princípios morais e éticos que aprendi com meus pais: a honestidade, o respeito às pessoas e o dever de agir com justiça; c) finalmente, a certeza de ter construído ao longo da minha vida profissional, um patrimônio de valores inexcedíveis, onde sobressai-se a amizade e gratidão”, finaliza Castim, acrescentando que o momento não talvez não fosse oportuno deixar o função, mas em razão do calendário da justiça eleitoral foi necessário para ficar apto na disputa por uma vaga na Câmara Municipal de Natal em 2020.

Carlos Castim também cita o ex-prefeito Carlos Eduardo. “Desejo também, por dever de justiça e por oportuno, agradecer penhoradamente ao ex-Prefeito Carlos Eduardo, amigo de primeira hora, pelo convite para integrar a equipe de transição e ocupar o honroso cargo de Procurador Geral. À Vossa Excelência, minha gratidão, pela amizade cultivada, pela confiança e pela compreensão com as difíceis trajetórias impostas pela burocracia oficial e hermetismo do nosso sistema jurídico. Ainda assim, obtivemos expressivas vitórias e excelentes lições”, finaliza.

“Deixo a Procuradoria do Município de Natal, minha segunda casa, de cabeça erguida, embora saudoso e consciente de que tenho ainda muito a contribuir na área pública em razão do que aprendi”, relata o ex-Procurador.

CARLOS CASTIM

Carlos Santa Rosa D’Albuquerque Castim é natalense, advogado, poeta, compositor com 150 canções, músico autor de 3 cds: Festa Nativa, Sementes de Jerimum e Trilogia do Amor. Com pós-graduação em Direito Administrativo pelo Instituto Brasileiro de Administração Municipal – IBAM, Rio de Janeiro, escreveu artigos sobre Direito Público. É Procurador concursado do Município de Natal, exercendo recentemente, até 27 de março de 2020, pela segunda vez, o cargo de Procurador Geral do Município de Natal (2001-2003 e 2013-2020). De 2003 à janeiro de 2007 foi Sub-chefe do Gabinete Civil do Governo do Estado do Rio Grande do Norte e Secretário de Segurança do Estado de janeiro de 2007 à julho de 2008.

Mulher que esteve em reunião com professor vítima do coronavírus em Mossoró está infectada

Imagem: reprodução

Uma professora da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte-UERN é um dos casos do novo coronavírus em Mossoró. Ela participou de uma reunião com o docente Luiz di Sousa, primeira vítima do Covid-19. Luiz tinha histórico de diabetes.

Por possui problema crônico de saúde, a professora encontra-se internada, informação confirmada pela UERN.

Os demais professores que participaram da mesma reunião estão em isolamento, segundo a UERN, que informou ainda que apenas esta professora apresentou sintomas até agora.

Alunos que tiveram contato com professores participantes da reunião antes das suspensão das aulas também receberam orientação da universidade para que fiquem em isolamento.

Coronavírus: Argentina fecha Ponte da Fraternidade com grades de ferro, em Foz do Iguaçu

Foto: Dilson Rodrigues/RPC

A Ponte Internacional da Fraternidade, que liga Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, a Puerto Iguazú, na Argentina, está fechada com grades de ferro neste domingo (29) para impedir a passagem de pedestres e veículos.

O bloqueio foi realizado pela polícia nacional do país vizinho no sábado (28). A princípio, a medida de prevenção ao novo coronavírus é válida até o dia 31 de março, segundo o governo argentino. Na manhã deste domingo as autoridades de segurança estavam na ponte e não autorizavam a entrada de argentinos que aguardavam do lado brasileiro da fronteira.

Entre os argentinos que esperam para retornar ao país de origem, o cozinheiro Jorge Telile aguarda poder voltar à província de Buenos Aires. Se isso ocorrer, ele disse que cumprirá a quarentena exigida.

“O estado argentino fechou o posto de migrações. Estamos sem pátria. Estamos numa situação em que as autoridades argentinas, Consul e migração não nos dá nenhuma reposta.”
Na quarta-feira (25), o presidente da Argentina, Alberto Fernandez, suspendeu a repatriação dos argentinos que estavam no exterior.

Restrições

Na sexta-feira (27), o governo da Argentina fechou todas as fronteiras, a princípio, até o dia 31 de março para combater o avanço do novo coronavírus. O decreto foi publicado no Diário Oficial.

Segundo o decreto, as novas medidas “são imprescindíveis, razoáveis e proporcionadas em relação à ameaça e ao risco à saúde que o país enfrenta”.

Conforme o governo argentino, até a manhã deste domingo, o país tinha 745 casos confirmados do novo coronavírus e 19 mortes pela doença.

G1

Bolsonaro planeja decreto para autorizar atividades de autônomos


Foto: Hugo Barreto/Matrópoles

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que pensa em editar um decreto tornando essencial toda atividade que sirva como meio de subsistência. Após retornar de um passeio por Ceilândia e Taguatinga neste domingo(29/03), ele afirmou que passou a pensar no assunto após conversar com os comerciantes e ambulantes.

“Tive a ideia agora e eu estou pensando em fazer um decreto desse, pra ver se cabe. Eu acho que é justo. Se o cara que corta grama não cortar grama, ele não vai ter dinheiro pra comprar arroz, feijão, leite pras crianças. Ele vai cortar grama, pô. Vai deixar a molecada morrer de fome?”, questionou.

Atualmente, apenas algumas modalidades de comércio estão autorizadas a funcionar, como supermercados, açougues, farmácias, padarias e veículos de comunicação. “Essencial é tudo aquilo que sirva para o homem e a mulher levar o leite para as crianças em casa. Levar o arroz e o feijão pra dentro de casa. Se não conseguir fazer isso, ele vai ter problema seríssimo de fome, subnutrição, inanição, talvez até morte”, destacou.

Metrópoles

Gabriela Prioli deixa a CNN e alega constrangimento

Foto: Gabriela Prioli/Divulgação Publicidade

Durou pouco a relação entre Gabriela Prioli e CNN. A comentarista do quadro matinal O Grande Debate anunciou a saída do canal pelo Twitter. Advogada de formação, ela citou constrangimento como motivo de tomar essa decisão. “Não posso legitimar que o achismo seja equiparado ao conhecimento científico nem contribuir para acirrar a polarização”, escreveu ela. VEJA entrevistou Prioli para a edição da semana. Ela mostrou-se feliz em poder contribuir para um debate sobre política de forma mais racional.

Dentro da emissora, a saída foi uma surpresa. A diretoria do canal mostrava-se feliz com a repercussão dos comentários de Gabriela, embora ela colecionasse desafetos internos. No quadro, Gabriela tinha como função discutir assuntos do dia com outro convidado de linha editorial antagônica. No começo, o debate ocorria com Caio Coppola., afastado por questões de saúde e substituído por Tomé Abduch, este integrante do movimento Nas Ruas.

Professora da pós-graduação do Mackenzie, em São Paulo, Gabriela havia pedido afastamento das aulas para poder se dedicar ao começo de sua carreira na televisão.

Procurados, Gabriela e CNN não retornaram aos contatos de VEJA.

VEJA

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jailson disse:

    Gata demais e inteligente

  2. Bruno disse:

    Vá pra Globo news gata

Polícia prende 23 pessoas durante festa em cumprimento ao decreto que restringe atividades coletivas no RN

Foto: reprodução

O portal G1-RN destaca que vinte e três pessoas foram detidas na noite de sábado (28) em uma granja localizada entre as cidades de Parnamirim e Macaíba, na Região Metropolitana de Natal. O grupo estava reunido em uma festa, o que vai na contramão das medidas de enfrentamento ao novo coronavírus estabelecidas pelo Governo do RN. Além de festas, carreatas e outras manifestações também podem sofrer sanções penais. Segundo a polícia, esta é a primeira prisão por desobediência ao decreto no RN. Leia a matéria completa aqui.

Bolsonaro vai às ruas em Brasília, visita comércios, dá entrevista e conversa com trabalhadores informais

O presidente Jair Bolsonaro foi às ruas na manhã deste domingo (29) em Brasília. Ele circulou entre as pessoas que registravam com celulares sua presença. Em um dos vídeos que o próprio presidente publicou em seu perfil no Twitter, Bolsonaro conversa com uma senhora que pede a reabertura de igrejas. Ele explicou que a Justiça havia derrubado a decisão dele de reabrir.

Bolsonaro esteve em Ceilândia, Sobradinho e Taquatinga. À CNN Brasil, concedeu entrevista e disse “esse isolamento horizontal, se continuar assim, lá na frente com a quantidade de desemprego, teremos um problema seríssimo que vai levar anos para ser resolvido”. E completou sobre o isolamento “esse esforço que está sendo feito, o preço a ser pago lá na frente, na minha opinião, é que vai ser enorme para o Brasil”.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. PAULO disse:

    PARABÉNS PRESIDENTE !!!!!!!!

  2. Guil disse:

    Alguém tem que parar esse senhor, os loucos que o veem nas ruas vão achar que está tudo bem, os fanáticos só querem um motivo para sair de casa.Pense num barco furado e um comandante louco.

  3. DUQUE disse:

    ESTE É O MEU PRESIDENTE. VIVA O BRASIL.
    BG O SEU EDITORIAL QUEM ESCREVEU? MUITO OPORTUNISTA

  4. Jr Laranjeiras disse:

    Estamos de verdade perdidos, esse ser não tem noção de nada, triste demais.

  5. lula presidente sqn disse:

    Crucifica-o, crucifica-o!!!
    Os fariseus procuravam todos os motivos pra prender o Messias!!!

EUA e Coreia do Sul investigam disparo de mísseis balísticos norte-coreanos


imagem: reprodução/NHK – Japão

As Forças Armadas da Coreia do Sul disseram que a Coreia do Norte lançou dois projéteis que seriam mísseis balísticos de curto alcance neste domingo (29) de manhã. Ambos teriam sido disparados em direção ao Mar do Japão.

Militares americanos e sul-coreanos têm coletado e analisado informações ligadas aos lançamentos para identificar a categoria dos projéteis. Esta é a quarta vez em março que os norte-coreanos realizam disparos do tipo. Pyongyang estaria visando aprimorar sua tecnologia com eles.

O Estado-Maior da Coreia do Sul anunciou que os lançamentos ocorreram às 6h10 da manhã (horário local), e teriam sido feitos perto de Wonsan, cidade no leste do território norte-coreano.

Os projéteis voaram cerca de 230 quilômetros e chegaram a atingir uma altitude de aproximadamente 30 quilômetros.

Agência Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Observando. disse:

    Vao investigar. Vao concluir q foi verdade. E daí? Vao fazer nada. Talvez algumas palavras duras de Trump na TV. Não passa disso.

QUARENTENA GRAFITEIRA: Banda Grafith também entrou na onda e faz show da varanda

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Blog do BG (@blogdobg) em

A Banda Grafith também soltou o som em plena quarentena. Da varanda do prédio em condomínio na Grande Natal, a banda potiguar anima a vizinhança.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Nildo disse:

    Deveria fazer uma doação,.inves de fazer palhaçada

  2. Sergio disse:

    Deus me livre. Prefiro o Corona!