“Goal machine”, Gabigol revela vontade de jogar na Premier League e se diz mais maduro

Gabigol, entrevista ao The Sun — Foto: Reprodução

Artilheiro e campeão do Brasil e da América do Sul, o sucesso de Gabigol faz eco na Europa. O atacante, que tem vínculo com o Flamengo até o fim do mês, conversou com o jornal inglês “The Sun” e garantiu que seu futuro será definido somente após o Mundial de Clubes. No entanto, elogiou a Premier League e disse que gostaria de jogar no país.

– Gosto muito da Premier League. Combina técnica, força e velocidade. Sempre acompanho os jogos do Brasil. Realmente é um lugar que eu gostaria de jogar. É uma das melhores ligas do mundo. Todo jogador sonha em ser campeão e ganhar a Premier League deve ser indescritível.

– Mas ainda tenho contrato com a Inter de Milão e com o Flamengo até o fim de 2019. Temos um torneio muito importante para frente e meu foco está totalmente nele. Vou pensar no futuro depois desta competição – disse Gabigol, que teve proposta do West Ham antes de acertar com o Flamengo.

O brasileiro ainda elogiou o compatriota Roberto Firmino e o Liverpool, possível adversário em uma eventual decisão no Mundial de Clubes.

– Ele (Firmino) é um grande atacante e tem sido ótimo na Seleção. É uma pessoa em que eu me inspiro. Seria um prazer jogar com ele. Talvez a gente possa jogar juntos pelo Brasil no futuro e o Liverpool é um time que todo mundo quer jogar. Mas é difícil falar sobre isso no momento. Meu foco é totalmente no Mundial de Clubes.

A passagem sem sucesso pela Europa também foi tema na entrevista ao tabloide inglês. O atacante apontou a imaturidade na época com uma possível causa e se disse mais experiente para retornar ao futebol europeu.

– São tempos diferentes. Quando fui para a Europa eu era jovem e tinha muitas coisas a aprender. Agora estou muito mais experiente e maduro, vivendo a melhor fase da minha vida. 2019 tem sido um ano mágico. Me sinto como um novo jogador.

– A Europa é o lugar natural para todos os jogadores que se destacam no Brasil, mas as coisas não saíram como imaginei na minha primeira passagem. Adaptação nunca é fácil, apesar de estar com a minha família lá. É uma nova cultura, novo país, novo jeito de jogar. Tudo isso, querendo ou não, acaba mexendo com você. Mas não me arrependo de ter ido. Nunca me curvei diante das dificuldades e sempre dei o meu máximo porque acredito no meu potencial e sei o quanto posso aprender e melhorar.

Gabigol é protagonista no Flamengo em 2019. O atacante foi campeão e artilheiro do Campeonato Brasileiro e da Libertadores. No ano, foram 43 gols com a camisa rubro-negra. O Rubro-Negro tem um acerto com a Inter de Milão para comprá-lo e aguarda a decisão do jogador. A resposta, no entanto, só deve acontecer após o Mundial de Clubes.

Globo Esporte

 

Secretaria da Administração Penitenciária (Seap) disponibiliza “botão do pânico” para enfrentar violência doméstica

FOTO: ASSECOM/SEAP

A Secretaria da Administração Penitenciária (Seap) começou a operar o botão do pânico em conjunto com a tornozeleira eletrônica nos casos de medida protetiva envolvendo violência doméstica. O equipamento, do tamanho de um telefone celular, é autônomo e alerta vítima e autoridades sobre a aproximação do agressor. Para otimizar o uso da nova tecnologia, o Poder Judiciário, Ministério Público e a Seap criaram uma Portaria para regulamentar a monitoração eletrônica aplicável como medida cautelar diversa da prisão ou medida protetiva de urgência. A portaria orienta juízes, promotores, policiais penais e forças de segurança sobre a utilização dos equipamentos.

O secretário da Administração Penitenciária, Pedro Florêncio Filho, explica que mais que dobrou o número de servidores envolvidos no monitoramento, criou o regime de 24 horas nos 7 dias da semana e transferiu as operações da Central de Monitoramento Eletrônico para dentro das instalações do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp). Isso criou as condições para avançar no uso do botão do pânico. “Temos 26 botões do pânico para atender a demanda da cidades de Natal, Parnamirim e Mossoró, mas já iniciamos licitação para aquisição de mais 200 equipamentos, além de 3 mil tornozeleiras. Essa tecnologia é um mecanismo bastante eficiente para coibir a violência doméstica e familiar contra a mulher”, disse. A Seap conta atualmente com 1.650 tornozeleiras.

O diretor da Central de Monitoramento Eletrônico, policial penal Michael de Oliveira, demonstrou o uso do equipamento em solenidade de assinatura da Portaria na sede do Tribunal de Justiça. “O juiz determina o uso do equipamento informando uma distância mínima em metros que deve ser mantida entre monitorado e vítima. Nós instalamos a tornozeleira no agressor e orientamos a vítima sobre a utilização do botão do pânico. Caso os dois equipamentos se aproximem da área de violação, vítima, acusado e a Central são alertadas. Caso permaneça a aproximação, a polícia é acionada para dar a pronta resposta”, esclareceu.

A vítima também pode acionar a Central de Monitoramento apertando um botão no equipamento. O Judiciário pode, inclusive, definir locais onde o monitorado não poderá ir, como residência, local de trabalho ou outro frequentado pela vítima. Caso a tornozeleira invada esse espaço, estabelecido em metros, o alarme é imediatamente acionado. Toda violação é comunicada pela Seap à Justiça para as medidas cabíveis.

O presidente do TJ, desembargador João Batista Rodrigues Rebouças, ressaltou que o botão do pânico é um mecanismo que dará “efetividade a medida protetiva”. “É um avanço porque dificulta muito uma nova violência”, disse. O juiz Deyvis de Oliveira Marques enfatizou que o equipamento trás “múltiplas vantagens e cumpre a finalidade de proteger a vítima de violência”.

A solenidade no TJ contou com a presença do corregedor geral de Justiça, desembargador Amaury Moura Sobrinho, a promotora da defesa da mulher, Luciana D’Assunção, a secretária adjunta da Seap, Ivanilma Carla, o subcoordenador de Gestão das Unidades Prisionais, Albertino Kennedy, representantes do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), entre outras autoridades.

 

Assessor de Bolsonaro diz que querem criminalizar com expressão “gabinete do ódio” aqueles que defendem o presidente: “trata-se de um fenômeno real”

Foto: Jovem Pan

Em entrevista ao Pânico, da Jovem Pan, Filipe Martins, assessor de Jair Bolsonaro para assuntos internacionais, negou a existência de um “gabinete do ódio” no governo e acusou os críticos de tentarem criminalizar aqueles que defendem o presidente.

“A impressão que fica é que as pessoas querem criminalizar a defesa do governo, como se qualquer coisa que se diga a favor do governo é por um grupo de milhões de robôs”, afirmou. “É não entender como funciona a internet, os fluxos da informação, que é uma coisa totalmente incontrolável.”

Martins criticou o que chamou de “show” em que teria se transformado a CPI das Fake News no Congresso.

“[Trata-se de] Um fenômeno real que as pessoas estão tentando criminalizar, com a expressão ‘gabinete do ódio’ e todo aquele show que estamos vendo na CPI”, disse.

O Antagonista, com Jovem Pan

Com número de alunos caindo, Brasil formará mais 1,5 milhão de professores em cinco anos

Foto: Anna Carolina Negri / Agência O Globo

O Brasil é um país de professores. Isso é o que defende o economista-chefe do Instituto Ayrton Senna , Ricardo Paes de Barros. Segundo ele, de todos os formandos no ensino superior no Brasil nos últimos cinco anos, 21% são professores .

Nesse período, o país formou 1,148 milhão de profissionais. Esse número é a metade de docentes que existem atualmente no país (2,2 milhões). Se considerarmos apenas a rede pública, o índice sobe para 66%.

Os dados foram apresentados, nesta quinta-feira, no lançamento de um estudo na oficina “Enfrentando os desafios educacionais” , com propostas de ações e políticas públicas voltadas para o ensino básico de cada um dos estados e o Distrito Federal.

— Há cinco anos, mandamos para as universidades a mensagem: formem professores. Mas ninguém avisou: parem de formar. Nos próximos cinco anos, serão mais 1,5 milhão. Não estamos preparados para essa queda da demanda. Temos que prestar atenção nisso, não é impacto pequeno no sistema de formação superior. Pode haver uma frustração grande desses formados que não vão conseguir emprego — afirmou Paes e Barros.

A tese, no entanto, não é consenso. Na avaliação de Claudia Costin, ex-diretora global de Educação do Banco Mundial, creches e pré-escolas ainda precisam de mão de obra porque o Brasil ainda não chegou à universalização.

Além disso, as redes do primeiro ciclo de ensino fundamental (1º ao 5º ano) estão recheando os currículos com professores especialistas em Artes, Educaçao Física e Inglês.

— Isso facilita o cumprimento da lei que prevê o planejamento. Ela diz que o professor tem que cumprir um terço da carga horária fora da sala de aula, para planejamento e formação continuada — explica Costin.

Corte de turmas e escolas

O sistema público, segundo Ricardo Paes de Barros, vai ter que reduzir o número de alunos por turma, fechar turmas ou até escolas. Ainda de acordo com o economista, a adoção de tempo integral pode ser um caminho para melhorar a educação e empregar esses professores.

No entanto, Barros acredita que o melhor caminho é melhorar a atratividade da carreira, não só com salários, mas nas condições de trabalho.

— Tem que avisar aos candidatos às universidades que não vai ter vaga para todo mundo. Tudo passa por tornar a carreira mais cobiçada. E não é só salário que conta, como os dados mostram.

Apesar de a formação estar crescente, enquanto a população em idade escolar vem caindo, ainda há áreas que precisam de formação específica.

Segundo o estudo, nos anos finais do ensino fundamental, somente a metade tem formação específica para área que está trabalhando. No ensino médio, essa parcela sobe para 62%. Em ciências, há 22% dos professores sem formação específica.

E a rotatividade dos professores não será tão grande para absorver os 200 mil professores formados a cada ano. Um quinto, na média, tem mais de 50 anos e pode estar mais perto de se aposentar.

A carreira é um instrumento de mobilidade social. Pelo estudo, esses professores, em sua maioria, são mulheres (74%), negros (52%), que concluíram o curso por faculdade privada (62%) e 18% fizeram a formação à distância. Vieram de famílias nas quais as mães não completaram o fundamental. No Brasil, essa parcela chega a 61% dos docentes.

— A maior parte veio de família pobres. A carreira é uma tremenda janela de mobilidade social no Brasil — afirmou.

Contratos

Segundo Ricardo Paes de Barros, um dos problemas de aprendizado no Brasil em relação à União Europeia é a parcela de professores que têm contrato por tempo integral. Lá, são 84% dos professores, contra 43% no Brasil.

— No Brasil, o professor tem contrato para a vida toda, mas roda por muitas escolas. Na União Europeia, a média em cada escola é de 10 anos, no Brasil, sete anos. No Acre, por exemplo, fica somente cinco anos.

Leia Mais: ‘Falta reforma sistêmica no ensino’, diz especialista sobre uma década de estagnação do Brasil no Pisa

O secretário de Educação de São Paulo, Rossieli Soares, levantou outras questões prementes a resolver como o ensino médio noturno, o que reduz o rendimento. Segundo ele, um terço dessa faixa escolar funciona à noite, problema também do Rio de Janeiro.

— Temos que trazer esses jovens para o ensino diurno.

No Rio, não há vagas para todos os alunos do ensino médio em idade regular estudarem de manhã ou de tarde. Em 2018, 20 mil alunos não conseguiram se matricular no começo do ano e foram absorvidos principalmente nas turmas noturnas.

O Globo

MP pede à Justiça nulidade de lei que aumenta subsídios de vereadores na Grande Natal

Foto: Reprodução

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) está movendo uma ação civil pública (ACP) em desfavor dos vereadores de São José de Mipibu. O objetivo é que a Justiça obrigue a Câmara Municipal a suspender o reajuste aprovado pela lei nº 1.117/2016 e a reestabelecer o pagamento no valor fixado durante a legislatura anterior.

O MPRN também pediu que o Juízo da Comarca declare nulo o mencionado dispositivo legal e condene o Município e o presidente da Câmara Municipal à obrigação de se abster de realizar o pagamento de subsídios dos vereadores (previsto na referida lei).

Matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. natalsofrida disse:

    Acho certo, mas é muita cara de pau, as regalias desse povo não tem limite.

“Acuse-os do que você faz, chame-os do que você é. PT reagrupa a sua própria milícia”, diz Eduardo Bolsonaro, sobre acusações de ataques virtuais

Foto: Reprodução/Twitter

No Twitter, Eduardo Bolsonaro compartilhou a notícia publicada pela Crusoé de que José Dirceu defende a criação de uma “rede de inteligência” de esquerda (leia aqui).

Ele escreveu o seguinte comentário:

“Mais uma vez, a esquerda segue o diabólico ensinamento de Lênin: ‘Acuse-os do que você faz, chame-os do que você é’. Enquanto forja falsas acusações de milícias virtuais contra Bolsonaro, o PT reagrupa a sua própria milícia.”

Veja mais: Na CUT, Dirceu propõe ‘rede de inteligência’ de esquerda e fala que militantes devem aprender ‘espionagem’

O Antagonista

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Menezes disse:

    Não é isso que a milícia digital coordenada por CARLUXO, sob o comando de Olavo de Cavalo e ordens de Trump por meio de Steve Bannon, fazem o tempo todo?
    QUEM disso usa, disso cuida.
    Inclusive esta acusação é parte desse esquema disseminado como new Marcatismo associado com operação Condor, na guerra híbrida travada pelos donos do Império para recolonizar a América Latina e se apropriar de suas riquezas naturais.
    Obs: Quem não souber do que se trata é bom ler e estudar um pouco, antes de berrar defendendo algo que vc nem sabe o que é.

Justiça do Trabalho reconhece vínculo de aplicativo e motoboys

Foto: Reprodução/Facebook/Loggi

A Justiça do Trabalho de São Paulo determinou que a empresa de entregas Loggi reconheça o vínculo trabalhista dos motoboys que prestam serviço para a companhia.

A decisão da 8ª Vara do Trabalho de São Paulo foi publicada na quinta-feira (5). O Ministério Público do Trabalhou moveu a ação em agosto do ano passado.

Na decisão, a juíza Lávia Lacerda Mendez determina que a Loggi limite a jornada dos motoristas a oito horas, implemente descanso semanal de 24 horas consecutivas e faça registro em sistema eletrônico de todos os motoristas que tiveram alguma atividade nos últimos dois meses.

A empresa também terá de fazer o pagamento adicional de periculosidade aos motofretistas e precisará fornecer capacetes e coletes de segurança para os trabalhadores.

Em setembro, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que os motoristas que trabalham para serviços de transportes por aplicativo, como Uber, não têm qualquer tipo de vínculo trabalhista com as empresas.

À época da decisão, especialistas ouvidos pelo G1 disseram que esse entendimento vem sendo mal interpretado. Para eles, cabe à Justiça do Trabalho decidir sobre as questões trabalhistas envolvendo aplicativos de transporte de passageiros.

Leia matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

VÍDEOS: Delegado esclarece procedimentos da polícia após prisão de homem que matou jipeiro no RN

O delegado Júlio César, em conversa com a imprensa na tarde desta sexta-feira(06), informou como será o procedimento do caso do assassinato de Fantone Henry Filgueira Maia, no último sábado (30), durante uma confraternização de um clube de trilhas de veículos 4×4. Na ocorrência, mais duas pessoas também foram atingidas.

Policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) prenderam Ailton Berto da Silva, 50 anos, na tarde desta sexta-feira (06), na cidade de Goianinha. Ele foi detido mediante o cumprimento de um mandado de prisão temporária expedido pela Justiça. Veja vídeos cedidos abaixo:

Governo do Estado pagará salário de dezembro próximos dias 14 e 30

Foto: Getty Images

O Governo do RN pagará o salário do mês de dezembro nos próximos dias 14 e 30. O critério de pagamento segue o mesmo do mês de novembro, com adiantamento integral a quem recebe até R$ 4 mil e 30% para quem recebe acima desse valor. A categoria da Segurança Pública também recebe integral no próximo dia 14. E os órgãos com arrecadação própria e a Educação, recebem tudo no dia 30.

Já o último dia útil do mês de dezembro, 31, será reservado para o pagamento do 13º salário de 2019, dia seguinte ao repasse pela União dos R$ 160 milhões referentes ao leilão da cessão onerosa – recurso extraordinário essencial para quitação da folha. A depender do horário do repasse pelo Governo Federal, é possível que falte tempo hábil à instituição financeira para realizar todos os depósitos no mesmo dia e uma pequena parte do funcionalismo pode receber o salário dia 2 de janeiro.

Hoje (6), o Governo do Estado concluirá mais uma operação a fim de obter recursos extras: a antecipação de parte dos royalties do petróleo e do gás natural. O processo está em fase final de análise documental.

No último mês de agosto, a equipe financeira do Executivo conseguiu, com sucesso, a venda da folha do Estado pelo valor de R$ 250 milhões, descontando R$ 130 milhões junto ao Banco do Brasil para quitar a dívida de consignados deixada pela última gestão.

Com a venda da folha e a operação dos royalties, o Executivo conseguirá R$ 300 milhões em recursos extras, o que viabiliza o pagamento do 13º salário dos servidores. Assim, será encerrado o ano com todas as 13 folhas de 2019 pagas em dia.

Somado às folhas do corrente ano, também foi pago o passivo de dezembro de 2017, concluído no último mês de julho. Além disso, há possibilidade de amortizar parte das folhas em atraso de 2018 até 2 de janeiro, quitando 15 folhas. No mesmo período do ano passado, muitos servidores tinham recebido apenas 10 salários.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Arthur disse:

    Com esse empréstimo o RN perde a entrada de 15 milhões por mês, pois o dinheiro do royaties irá direto para o caixa da Daycoval. Parabéns governadora. Mais um ativo que já era.

FOTO: Cosern desativa gato de energia em pousada na praia de Ponta Negra

Foto: Divulgação/Cosern

Equipes técnicas da Cosern, com apoio da Polícia Militar, identificaram e desativaram uma ligação clandestina de energia elética (o popular “gato”) numa pousada na praia de Ponta Negra, zona sul de Natal, na manhã desta sexta-feira (06).

O proprietário da pousada foi preso em flagrante pela Polícia Militar e conduzido para prestar depoimento na Delegacia de Plantão da Cidade da Esperança.

O “gato” de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal e a pena para o responsável pela fraude pode chegar a 08 (oito) anos de reclusão.

Com a ação de hoje, subiu para 14 o número de pessoas presas em flagrante em todo estado cometendo a irregularidade.

Neste mesmo período, o volume de energia recuperado pela Cosern com a “Operação Varredura” seria suficiente para abastecer, por exemplo, os municípios de São Gonçalo e Parnamirim, juntos, durante 30 dias (cerca de 331 mil residências).

Além de crime, o “gato” representa risco de morte a quem faz e a quem está próximo. A ligação clandestina também provoca perturbações no fornecimento de energia da região e pode provocar a queima de eletrodomésticos dos vizinhos.

A população pode denunciar as fraudes, de forma anônima e segura, no telefone 116 ou no site da Cosern.

Com informações da Assessoria da Cosern

VÍDEO: Presidente da Caern esclarece pontos abordados pelo Senador Styvenson Valentim

Diretor-Presidente da Caern, Roberto Linhares esclarece assuntos divulgados pelo Senador Styvenson Valentim (Podemos/RN) sobre a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Espedito Júnior disse:

    Parabéns, Professor Roberto! Quem o conhece sabe bem o peso de suas palavras, e o perfil de idoneidade e responsabilidade à frente desta casa! Gestão de transparência nas mãos de quem conhece bem gerir pessoas e recursos com ética e produtividade! Salve, salve, Triunfo Potiguar!

“SINCERIDA” OU “JOGOU PARA A PLATEIA”? Bolsonaro diz que gostaria de dar emprego à população de presente de Natal

Foto: (Adriano Machado/Reuters)

O presidente Jair Bolsonaro disse nessa quarta-feira que o maior presente que gostaria de dar à população no Natal é emprego, e garantiu que a economia brasileira não está mais ladeira abaixo e começa a reagir.

“Emprego, o maior programa social que a gente tem é esse. É esperança, confiança, emprego”, disse Bolsonaro a jornalistas, ao ser questionado sobre o presente que gostaria dar à população no Natal.

“O Brasil, graças a Deus, não está mais ladeira abaixo, está vencendo aí o grande problema que encontramos, a crise ética, moral e econômica”, acrescentou.

Após forte crise atravessada pelo país nos últimos anos, o desemprego tem sido um dos indicadores econômicos com maior resistência a cair durante o governo Bolsonaro. A taxa de desemprego, segundo o IBGE, está em 11,6 por cento — 12,367 milhões de pessoas.

Exame

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Edgar disse:

    Mas só trabalha p pecuarista exportador, milico e banqueiro.

  2. Joselito disse:

    Incompetente

  3. José aldomar disse:

    Interessante gostaria de dar presente de emprego ao povo e tirando o direito do povo qdo eu digo que natal eh festa da demagogia e da faculdade não estou mentindo

  4. Manuel de Souza disse:

    A revista exame do grupo Globo, que deixou de receber milhões em recursos público, continua atirando no governo a cada dia. Quando se tinha um governo populista, que vivia de mentiras, que aparelhava o poder, que repetia as promessas irrealizáveis, mas que distribuía as verbas públicas, podia falar todas as baboseiras do mundo e não se via uma palavra de crítica, mas agora, tudo é motivo de crítica.
    Bate que Bolsonaro mais cresce!
    Mintam, difame, façam calúnias, invertam os fatos que o povo cada vez mais vai entender e saber separar o joio podre do trigo saudável

VÍDEOS: Homem que matou jipeiro se entrega na Grande Natal

Ailton Berto da Silva, 50 anos, foi preso na tarde desta sexta-feira (06), na cidade de Goianinha, por policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Ailton matou Fantone Henry Filgueira Maia, no último sábado (30), durante uma confraternização de um clube de trilhas de veículos 4×4. O crime aconteceu na praia de Santa Rita, localizada no município de Extremoz.

Ailton Berto da Silva foi detido mediante o cumprimento de um mandado de prisão temporária expedido pela Justiça. Veja abaixo:

Veja mais: Polícia Civil prende em Goiaininha Ailton Berto da Silva após matar jipeiro em confraternização a tiros

Na CUT, Dirceu propõe ‘rede de inteligência’ de esquerda e fala que militantes devem aprender ‘espionagem’

Foto: Renato Alves/Crusoé

O ex-ministro e ex-presidiário José Dirceu defende a criação do que chama de Rede Nacional de Inteligência Cidadã, formada por militantes de partidos de esquerda, integrantes de movimentos sociais e qualquer um que se identifica com as causas socialistas e comunistas, diz a Crusoé.

Destinada ao monitoramento de informações e contraespionagem, essa organização serviria para contrapor os órgãos equivalentes das forças armadas e das polícias, além de fazer frente às ações dos militantes de direita nas redes sociais.

Leia a matéria completa aqui.

O Antagonista, com Crusoé

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Flavio disse:

    Esse safado tem que voltar para cadeia o quanto antes, bandido perigoso, corrupto e sem escrupulo.

  2. Minion de Peixeira disse:

    Contrapor órgãos oficiais, legalmente consttituídos, numa democracia plena (em que um presidente não consesgue nem cancelar uma assinatura de jornal)… Esse cara tem que voltar para cadeia já. É um risco.

Funcionalismo custa R$ 750,9 bilhões com 11,4 milhões de servidores

FOTO: MARCELLO CASAL JR

O estudo Três Décadas de Evolução do Funcionalismo Público no Brasil (1986-2017), divulgado nesta sexta-feira (6), pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), revela que, em 2017, foram gastos R$ 750,9 bilhões com os servidores públicos ativos, o que corresponde a 10,5% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e dos serviços produzidos no país) brasileiro.

Segundo a pesquisa, em 32 anos, o funcionalismo público ampliou-se em 123% e o número total de vínculos subiu de 5,1 milhões para 11,4 milhões. De acordo com o Ipea, o mercado de trabalho formal no setor privado teve crescimento de 95% no total de vínculos, no mesmo período.

No entanto, apenas um em cada dez servidores públicos é da esfera federal. O aumento no funcionalismo público está concentrado nos municípios. No período analisado, o número servidores municipais cresceu 276%, de 1,7 milhão para 6,5 milhões, enquanto o aumento foi de 50% na esfera estadual e de 28% na esfera federal, incluindo civis e militares. No caso dos municípios, diz o estudo, 40% das ocupações correspondem aos profissionais dos serviços de educação ou saúde como professores, médicos, enfermeiros e agentes de saúde.

“De 1986 a 2017, o total de vínculos no Poder Executivo – somando todos os níveis federativos – passou de 5 milhões para 11,1 milhões, um aumento de 115%. No Poder Legislativo, o crescimento foi de 436%, de 51 mil para 275 mil vínculos de trabalho. No Poder Judiciário, houve a maior expansão relativa, de 512%. O total de vínculos passou de 59 mil para 363 mil”, aponta o levantamento.

Remuneração

Em 2017, os dados mostram que permanece grande a discrepância na remuneração dos três níveis federativos. Apesar de representarem 60% dos vínculos do setor público, os servidores municipais ganham, em média, três vezes menos que os federais.

No Executivo federal, a remuneração média foi de R$ 4,8 mil em 1986 para R$ 8,5 mil, em 2017. No Executivo estadual, a remuneração média passou de R$ 3,6 mil para R$ 4,6 mil. No Executivo municipal, a remuneração média passou de aproximadamente R$ 2 mil para R$ 2,8 mil.

Na comparação entre os Três Poderes, o Judiciário tem os maiores salários. Em 2017, a remuneração média do Judiciário foi de R$ 12.081; no Legislativo, de R$ R$ 6.025, e no Executivo, de R$ 3.895.

A remuneração do Judiciário federal passou de R$ 7,4 mil em 1986 para R$ 14,1 mil, em 2017. No Judiciário estadual, a remuneração mensal média passou de R$ 5,8 mil para R$ 10,8 mil.

Nos 32 anos de análise da série histórica, as mulheres continuam ganhando menos que os homens, em todos os níveis. “Uma explicação possível para tal situação é que, provavelmente, elas estão predominantemente em ocupações com menor remuneração (uma vez que respondem pela maior parte das vagas nas áreas de saúde e educação). A média salarial dos homens era 17,1% superior à das mulheres em 1986, diferença que subiu para 24,2% em 2017”, diz o estudo do Ipea.

O levantamento mostrou também que houve aumento na escolaridade dos servidores públicos em todos os níveis da administração. Em 2017, 47% dos servidores públicos tinham nível superior completo, bem acima dos 19% com esse nível de escolaridade em 1986.

Atlas

A nova versão do Atlas do Estado Brasileiro também foi divulgada hoje. A plataforma interativa traz dados sobre a estrutura e a remuneração no serviço púbico federal, estadual e municipal do Executivo, Legislativo e Judiciário.

Agência Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Francisco Alves disse:

    Todo mundo sabe que a banda podre (os políticos) que vive mamando nas tetas do Estado, juntamente com os marajás do serviço público (Judiciário, MP, Tribunais de Contas, Procuradorias etc), são quem engole a maior fatia do dinheiro público. São sanguessugas insaciáveis! Contudo, é fato também, que existe um verdadeiro inchaço no serviço público com grande parte dos servidores inaptos e/ou incompetentes, isso sem mencionar os famigerados comissionados. Não fosse assim, a prefeitura de Natal não teria três vezes mais servidores do que a prefeitura de Paris! É isso mesmo, Paris, a capital da França tem um terço dos servidores da PMN. É mole?

  2. Bola Vermelha disse:

    O investigador errou, e muito feio, ao dizer que é o Judiciário que tem os maiores salários…. Se olharem direitinho, quem tem os maiores salários, e os mantém em caixa-preta, é o Legislativo. Os poderosos Deputados e Senadores usam de seus cargos para esconderem seus vencimentos e gastos de gabinete, além da contabilidade de seus gabinetes em Brasília e outros estados… visse

  3. Paulo disse:

    Os deputados, senadores, juízes e promotores com suas regalias custam quanto?

  4. Vera disse:

    A perseguição ao funcionário público é o recalque de quem não consegue passar num concurso público, quer ganhar estabilidade no salário e permanência no emprego e nunca conseguiu. Daí preferem destruir o Brasil ao invés de construir. Abaixo estes bandidos egoístas.

  5. Ana Melo disse:

    O País está sendo desmontado pelos seus governantes maiores e o povo nem está percebendo… nosso caminho é ser uma Venezuela sem Maduro…

  6. Arthur disse:

    Este é o tipo da matéria paga (ou comprada) para perseguir e culpar o funcionário público como sendo o responsável pela desgovernada e desastrosa gestão dos governantes federais, estaduais e municipais. O povo está sendo hipnotizado pelos números e vai ser destruído por estes mesmos números… O plano é simples: exonerar o funcionário público e contratar pessoas comuns, indicadas por políticos e donos de empresas, com salários bem menores mas com custos semelhantes ao funcionário público atual. Haverá enorme lucro e a quebra dos sigilos dos postos de trabalho, beneficiando apenas estes mesmos políticos e donos de empresa. A Democracia vai ser extinta e o Brasil vai pertencer a estes pequenos grupos.

IBAMA alerta que desde o dia 1º de dezembro até 31 de maio ocorre o período de defeso da lagosta no RN

Foto: Divulgação/Ibama

O IBAMA alerta que desde o dia 1º de dezembro até 31 de maio ocorre o período de defeso da lagosta no rio Grande do Norte, e no restante do litoral brasileiro compreendido entre o Amapá e o Espírito Santo. Dia 07 se encerra o prazo para os envolvidos na comercialização da lagosta preencherem a Declaração de Estoque de Lagosta.

O formulário para a declaração pode ser obtido no setor de protocolo da Superintendência do Ibama no RN, situada na Avenida Almrante Alexandrino de Alencar, 1399, Tirol, Zona Leste de Natal. Após o preenchimento da declaração, deve-se protocolar no mesmo setor, acompanhada das notas fiscais que atestem a procedência da lagosta a ser comercializada durante o período do Defeso.

O Ibama informa ainda que a venda de lagostas durante o período de defeso não é proibida. Entretanto, o consumidor final também tem responsabilidades ao adquirir esse pescado. As regras são as seguintes:

· A cada compra exija sempre nota fiscal e cópia da declaração de estoque – especialmente se for viajar de avião. Esses documentos são a garantia de que o consumidor agiu legalmente, caso seja parado pela fiscalização.

· Bares e restaurantes que servem lagosta também devem apresentar ao cliente, quando solicitada, a declaração de estoque. Não se envergonhe de exigir o documento – é seu direito!

· Respeite os tamanhos mínimos: a lagosta da espécie “vermelha” deve ter cauda de pelo menos 13 cm. Para a lagosta “cabo-verde” o tamanho mínimo da cauda é de 11 cm.

· Não compre lagosta em pedaços ou filetada, pois é proibido. A lagosta deve estar sempre inteira ou pelo menos a cauda deve estar intacta.

Não comprar lagostas de vendedores ambulantes ou em praias, porque podem ter sido capturadas no período de defeso. Ao comprar em peixarias peça para ver a declaração de estoque, com o carimbo do Ibama.

· Se o documento não for apresentado, o consumidor deve recusar a compra.

Irregularidades devem ser denunciadas ao Ibama Rio Grande do Norte pelo telefone (84) 3342-0472, e para obter mais informações, orientações ou fazer qualquer denúncia sobre o defeso da lagosta, é necessário ligar para (84) 3342 0470 na DITEC/IBAMA/RN.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. nasto disse:

    Só podem comer LAGOSTA os meninos de BRASÍLIA. É só observar a licitação.