Economia

Guedes defende redução no desperdício de alimentos; meta é fortalecer os programas sociais

Foto: Edu Andrade/Ascom/ME

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta quinta-feira(17) que é possível estabelecer ações contra o desperdício de alimentos para fortalecer os programas sociais. “A principal ideia é conectar a solução do problema do desperdício com o ataque direto à fome que é justamente objetivo das nossas políticas sociais. Precisamos facilitar a conexão entre as políticas sociais de um lado e o desperdício que ocorre do outro lado”, ressaltou ao participar de evento promovido pela Associação Brasileira de Supermercados (Abras).

Segundo o ministro, podem ser elaboradas propostas para que diferentes setores reaproveitem comida que seria perdida para apoiar famílias em insegurança alimentar. “Podemos, por exemplo, pensar em um incentivo para que todos esses alimentos perdidos, ao invés de serem jogados fora, possam serem canalizados para programas sociais, como postos de atendimento endereçados aos mais necessitados”, acrescentou.

Para Guedes, é preciso que o país concilie as diversas necessidades para promover crescimento econômico e melhoria da qualidade de vida da população. “Queremos manter toda a cadeia produtiva funcionando. Que o Brasil consiga expandir sua área de produção sem destruir o meio ambiente. Esse tratamento de água e esgoto também é preocupação do nosso governo, assim como a perda de alimentos”.

O ministro enfatizou ainda a contradição entre o Brasil ser um dos maiores produtores do mundo e ainda ter pessoas vivendo com insegurança alimentar. “O país não pode ser o celeiro do mundo sem acabar com a fome”, destacou.

Agência Brasil

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Lula exalta Renan Calheiros e diz que senador tem ‘credencial’ para relatar a CPI

FOTO: FERNANDO BIZERRA/EFE

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva elogiou a escolha do senador Renan Calheiros (MDB-AL) para a relatoria da CPI da Covid, que investiga o uso de recursos públicos e a atuação de gestores no combate à pandemia.

Lula afagou o emedebista ao dizer que Renan “tem credencial” para ser relator, uma vez que é experiente e tem décadas de mandato no Congresso.

“O Renan foi eleito pelo povo já há quatro ou cinco mandatos. O Renan é uma pessoa importante no Senado, o MDB é um partido importante. Ora, por que ele não pode ser o relator? Acho que tem credencial para ser relator, como poderia ter alguém do DEM, do PSL, de qualquer outro partido político”, disse Lula em entrevista à rádio Jovem Pan Natal.

Renan foi eleito presidente do Senado por quatro vezes: entre 2005 e 2007, com Lula na Presidência da República; em 2007, foi reeleito presidente do Senado, mas renunciou em dezembro daquele ano após denúncia de ter despesas pessoais pagas por um lobista; de 2013 a 2015, com Dilma (PT); e entre 2015 e 2017, com Dilma e, depois, Michel Temer (MDB) no Palácio do Planalto.

O petista destacou ainda que o brasileiro busca sempre o “político perfeito”, que não existe. “Renan Calheiros é senador da República. Muitas vezes, a gente fica querendo o político perfeito, que não foi eleito pelo povo. […] O político que a gente sonha, que às vezes as pessoas falam que não prestam, o bom talvez seja a pessoa que quer um bom. A pessoa tem que se candidatar”, sugeriu.

Lula aproveitou a ocasião para exaltar a postura de Renan quando este presidiu o Senado Federal enquanto era presidente da República. “Eu acho que o Renan foi um presidente do Senado que, quando eu fui presidente, trabalhou de forma muito responsável para que a gente pudesse fazer o governo que fizemos”, encerrou.

Renan está no Congresso Nacional desde 1983, quando se elegeu deputado federal. Depois disso, foi reeleito deputado federal em 1987 e assumiu uma vaga no Senado em 1995. Desde então, já está na sua quarta legislatura no Senado.

R7

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Operação Fura-fila: MPRN oferece mais 4 denúncias contra vereador e ex-secretários por fraudes no sistema do SUS

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) ofereceu quatro novas denúncias contra o vereador Diogo Rodrigues da Silva, de Parnamirim, e ex-secretários municipais de Saúde e Assistência Social por fraudes no sistema de marcação de consultas e exames do Sistema Único de Saúde (SUS) no Estado. Ao todo, Diogo Rodrigues já é réu em oito processos distintos. O esquema fraudulento do grupo foi alvo da operação Fura-fila, deflagrada pelo MPRN no dia 20 de abril passado. As participações de outras pessoas no suposto esquema ainda seguem sob investigação.

O vereador Diogo Rodrigues da Silva, ainda antes de se eleger em 2020, teria montado o esquema de inserção de dados falsos no Sistema Integrado de Gerenciamento de Usuários do SUS (SIGUS), sistema informatizado utilizado pela Sesap e por alguns municípios do Estado para regular a oferta, autorização, agendamento e controle de procedimentos ofertados pelo SUS, burlando a fila do SUS. A suspeita é que ele teria como braço-direito no esquema a própria companheira, Monikely Nunes Santos, funcionária de um cartório em Parnamirim.

Além de Diogo e Monikely, desta vez foram denunciados: Jadna Amaral Alves, Gleide Elissa Lopes de Oliveira Macedo, Jessica Gomes de França, Joison de Medeiros e Paula Francinete de Medeiros. Outras seis pessoas já haviam sido denunciadas pelo MPRN e já são rés em processos: Eliege da Silva Oliveira, Gleycy da Silva Pessoa, Anna Cely de Carvalho Bezerra, Alberto de Carvalho Araújo Neto, Maria Célia Rodrigues da Silva, e Bruno Eduardo Rocha de Medeiros.

Diogo Rodrigues e Monikely Nunes foram denunciados pelo MPRN por corrupção passiva, peculato, inserção de informações falsas em banco da dados da administração pública e lavagem de dinheiro. O vereador também responde pelo crime de fraude em licitação. Outras pessoas também estão sendo investigadas pelo MPRN.

O caso

As investigações do MPRN foram iniciadas em 2019, após denúncias de servidores da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap). Na apuração, o MPRN descobriu que desde 2017 a organização criminosa inseria dados falsos e alterava informações legítimas. Essas invasões na ferramenta de regulação interferem na sequência de elegibilidade de procedimentos médicos gerenciados pelo Sistema. Desta forma, o grupo furava a chamada “fila do SUS”, propiciando vantagens indevidas aos fraudadores.

Com o apoio da Polícia Militar, a operação Fura-fila cumpriu dois mandados de prisão preventiva, um mandado de prisão temporária e ainda outros 22 mandados de busca e apreensão nas cidades de Natal, Parnamirim, Mossoró, Caicó, Monte Alegre, Areia Branca, Brejinho, Frutuoso Gomes, Rafael Godeiro e Passa e Fica. Também houve o cumprimento de um mandado de busca e apreensão na cidade de São Paulo. Ao todo, 27 promotores de Justiça, 42 servidores do MPRN e 90 policiais militares participaram da ação.

MPRN

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

Universitário morre em acidente entre moto e carro quando seguia para o velório da avó no interior do RN

Foto: Blog Passando na Hora

Um jovem de 26 anos, estudante de educação física, morreu em um acidente de trânsito quando seguia para o velório da avó, em Felipe Guerra, na manhã desta quinta-feira (17).  De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a ocorrência foi registrada no Km 50 da BR-405, por volta das 8h. A moto pilotada pelo rapaz bateu em uma Hilux, provocando a morte ainda no local.

A vítima se dirigia para a comunidade Mulungu, no município de Felipe Guerra, no Oeste Potiguar, onde acontecia o velório da sua avó, que morreu aos 90 anos após uma parada respiratória.

Informações iniciais dão conta que o velório do rapaz acontecerá em Mossoró, no bairro Belo Horizonte.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

VETO MACONHA: Com exigência do teste toxicológico para a admissão, GM enfrenta escassez de candidatos às vagas abertas nos EUA

Foto: Divulgação/Autoesporte

A maconha é liberada para uso recreativo em Michigan, Estados Unidos, desde 2018. E nem assim algumas empresas assimilaram rapidamente a liberação. A General Motors foi uma delas. O grupo automotivo está com muitas dificuldades para contratar trabalhadores temporários para duas de suas fábricas principais no estado e em Indiana. Um dos motivos é a obrigatoriedade do teste toxicológico.

Segundo reportagem do Detroit Free Press, a companhia está procurando por operários temporários para reforçar a produção das fábricas de Flint (Michigan) e Fort Wayne (Indiana), justamente onde são produzidas as lucrativas picapes grandes. No caso da segunda delas, foram contabilizados apenas 60 candidatos, mas a empresa precisa de 275 funcionários.

O sindicato United Auto Workers assinala que a proibição do uso da maconha e derivados prejudica o recrutamento e, com isso, as vagas não devem ser preenchidas. “Quando você tem uma fila de pessoas esperando por um emprego, é ok testar. Mas quando você não tem candidatos suficientes, testar para o uso de maconha talvez faça as pessoas desistirem de se candidatarem”, afirma Eric Welter, chefe regional do sindicato. Deixar de fazer testes foi a opção de muitas empresas grandes, entre elas a Amazon.

“Você tem esse conjunto de candidatos que sabe que pode fumar maconha à noite em vez de tomar um drink. É meio bobo perder bons trabalhadores. Maconha não cria o problema que opiáceos, cocaína e outras drogas geram”, completa Welter.

Rich LeTourneau é o chefe do UAW na fábrica de Fort Wayne e aponta que o teste toxicológico é apenas um dos problemas. A questão salarial pesa muito, uma vez que são pagos apenas US$ 16,67 por hora. “A Pizza Hut está pagando US$ 20 a hora para entregar pizzas por aqui”, afirma. Ainda de acordo com a reportagem, a General Motors estaria levando em consideração esses problemas internamente.

Se o pagamento e a perspectiva de ser um emprego apenas temporário não são atraentes, há alguns benefícios para tentar compensar, um deles muito sedutor. Quem ficar mais de três meses no posto passa a ter plano de saúde, algo muito cobiçado em um país focado na medicina particular. A despeito disso, é difícil competir com os auxílios sociais, que chegam a passar ou igualar um salário mínimo em todos estados norte-americanos.

Há um outro ponto polêmico: o teste de toxicologia usa um fio de cabelo para determinar se a pessoa usou maconha nas últimas semanas. De acordo com estudo do Journal Analytical Toxicology, principal publicação mundial sobre o toxicologia, esse tipo de teste pode dar um falso positivo e apontar para a concentração de um dos princípios ativos da droga (THC) mesmo em quem usou produtos apenas com canabidiol (CBD). Ou seja, nem sempre o examinado acusado é um usuário. Às vezes é somente alguém procurando um emprego.

Auto Esporte

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Brasil x Peru duelam na noite desta quinta-feira pela Copa América

Foto: Daniel Apuy/Getty Images

Brasil e Peru reeditam nesta quinta-feira (17) a final da última edição da Copa América, vencida por 3 a 1 pelo time do técnico Tite. Dois anos depois, e novamente em território brasileiro, as seleções voltam a se enfrentar às 21h (de Brasília), no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, pela segunda rodada da fase de grupos da competição.

Em outubro do ano passado as equipes se enfrentaram pelas Eliminatórias da Copa do Mundo do Qatar e a seleção brasileira venceu por 4 a 2 no Estádio Nacional de Lima, com hat-trick de Neymar.

Onde assistir

A partida será transmitida na TV aberta pelo SBT e pelo canal por assinatura ESPN Brasil. Além disso, o Placar UOL acompanha em tempo real.

Horário e local

O duelo ocorre no Estádio Nilton Santos, o Engenhão, no Rio de Janeiro, sem público devido aos cuidados em meio à pandemia do novo coronavírus. A partida começa às 21h (de Brasília).

Arbitragem

Árbitro: Patricio Loustau (Argentina)

Assistentes: Gabriel Chade e Ezequiel Brailovsky (ambos da Argentina)

Quarto árbitro: Facundo Tello (Argentina)

VAR: Mauro Vigliano (Argentina)

Prováveis escalações

Brasil: Ederson; Danilo, Éder Militão, Thiago Silva e Alex Sandro; Fabinho, Everton Ribeiro (Fred) e Neymar; Gabriel Jesus, Éverton Cebolinha e Gabigol. Técnico: Tite.

Peru: Pedro Gallese; Aldo Corzo, Christian Ramos, Luis Abram e Marcos López (Trauco); Renato Tapia, Yotún, Sergio Peña, Cueva e André Carrillo; Gianluca Lapadula. Técnico: Ricardo Gareca.

Desfalques

O Brasil tem todos os 24 jogadores convocados à disposição, sendo Renan Lodi e Gabigol pendurados com um cartão amarelo. Já o Peru fará sua estreia, mas não conta com o atacante Santiago Ormeño, que trata uma lesão no tornozelo.

Últimos jogos

O Brasil vem de vitória por 3 a 0 sobre a Venezuela pela estreia na Copa América, enquanto o Peru folgou na primeira rodada e faz seu primeiro jogo.

Com UOL

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

RN liga sinal de alerta contra dengue, zika, chikungunya e faz plano de combate

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) realizou entrevista coletiva nesta quinta-feira, 17, na Escola de Governo para falar do plano de combate às arboviroses (dengue, zika, chikungunya, entre outras.

A coordenadora de vigilância em saúde da Sesap, Kelly Maia, apresentou o Plano Estadual de Saúde do RN. O documento será pactuado com os municípios e inclui um plano de contingência de arboviroses (dengue, zika, chikungunya, febre amarela), como detalhou a subcoordenadora de vigilância em saúde da Sesap, Diana Rego.

Ela destacou a 3ª região de saúde, que chama atenção pelo aumento no número de casos. “O plano caracteriza os municípios em quatro níveis e contém estratégias de atuação de acordo com o nível, por isso precisamos que, após pactuado, os municípios elaborem seus planos de acordo com o estadual”, disse Diana.

A coordenadora do núcleo de arboviroses da Sesap, Débora Mayara, destacou a importância das medidas de prevenção e orientou a população a procurar as unidades de saúde caso tenham sintomas das arboviroses, além de ressaltar que os gestores precisam estar sensíveis ao cenário epidemiológico de seus municípios.

VEJA MAIS:  Casos de dengue preocupam Sesap, principalmente, em municípios que fazem limite com Santa Cruz; Zika em mulheres em idade fértil é fator de preocupação no RN

 

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Diversos

FOTOS: Tesouros de dois navios dos séculos 14 e 18 são achados no mar

Fotos: Reprodução/ISEAS – Yusof Ishak Institute/Facebook

Descobertos em 2015 por uma equipe de mergulhadores, dois navios naufragados tiveram seus artefatos identificados por cientistas pela primeira vez após seis anos de estudo dos destroços. Os naufrágios ocorreram nos séculos 14 e 18, próximos à Ilha de Pedra Branca, no leste de Cingapura.

Segundo os pesquisadores do Conselho do Patrimônio Nacional de Cingapura e do Insituto Yusof Ishak ISEAS, que guiaram as investigações subaquáticas, o primeiro navio naufragado continha cerâmicas chinesas, como pratos verdes do tipo Longquan e tigelas de porcelana do século 14. O carregamento em questão é o maior da Dinastia Yuan (1271 – 1368) já recuperado em um navio.

Já o segundo veículo marítimo carregava não apenas cerâmicas, mas outros artefatos como instrumentos de percussão e contas de vidro. Havia ainda âncoras e nove canhões, que costumavam estar presentes em navios mercantes e eram utilizados para defesa bélica e sinalização.

Os pesquisadores acreditam que a embarcação era um navio mercante chamado Shah Munchah. Ele havia sido construído na Índia e naufragou em 1796 durante um trajeto da China ao território indiano. “Se [o veículo] tivesse sobrevivido mais 23 anos, teria certamente feito escala no porto restabelecido de Cingapura”, conta Michael Flecker, diretor da equipe de arqueologia do ISEAS, ao South China Morning Post.

Os achados revelam ainda que Cingapura era um importante centro comercial nas rotas marítimas globais que conectavam o Oceano Índico ao Mar do Sul da China — isso mesmo antes da chegada dos colonizadores britânicos em 1819.

O Império Britânico se expandiu na Ásia durante os séculos 18 e 19 por meio do comércio da Companhia das Índias Orientais. Grande parte da carga chinesa no segundo naufrágio era destinada para um eventual embarque para a Grã-Bretanha, segundo Flecker explica à agência de notícias AFP.

Galileu

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

Mais uma vez o Governo do Estado se apropria de uma ação: dessa vez, com direito a criação de marca própria e tudo, de uma lei federal

Foto: Reprodução

O Governo do Rio Grande do Norte criou a logomarca da Lei federal Aldir Blanc do Rio Grande do Norte para divulgar investimentos na cultura. Vale recordar, que a lei foi aprovada em junho pelo Congresso Nacional, prevê auxílio financeiro ao setor cultural e foi regulamentada pelo Presidente Jair Bolsonaro. A iniciativa busca apoiar profissionais da área que sofreram com impacto das medidas de distanciamento social por causa do coronavírus.

Vale ainda destacar, que pela Lei Federal, a União repassou R$ 3 bilhões para os estados, municípios e o Distrito Federal, destinados a manutenção de espaços culturais, pagamento de renda emergencial a trabalhadores do setor que tiveram suas atividades interrompidas, e instrumentos como editais e chamadas públicas.

A logomarca(abaixo) criada pelo Governo do Estado em material disponível e distribuído aos meios de comunicação não deixa dúvidas: “Lei Aldir Blanc do Rio Grande do Norte”.  Ainda sobre a apropriação, dois pontos no release em destaque neste post, em trecho publicado nessa quarta-feira(16), chamam a atenção.

“O projeto foi realizado com recursos da Lei Aldir Blanc Rio Grande do Norte, Fundação José Augusto, Governo do Estado do Rio Grande do Norte, Secretaria Especial da Cultura, Ministério do Turismo, Governo Federal, CNC – Centre National du Cinéma et de l’Image Animée. O Festival de Cannes acontece entre os dias 6 e 17 de julho de 2021, no Palais des Festival, na cidade de Cannes, na França”.

E mais:

“A Lei Aldir Blanc no Rio Grande do Norte lançou dez editais, premiou 2800 projetos e concedeu mais 906 auxílios emergenciais. Com um volume de benefícios desta envergadura poderia parecer que privilegiamos a quantidade, mas aqui está a prova da qualidade da produção. A cultura potiguar ganha muito com a presença deste documentário em Cannes”, em fala de Crispiniano Neto, diretor geral da Fundação José Augusto.

Fotos: Reprodução/Whatsapp/Instagram

 

Opinião dos leitores

  1. Manoel F é PT e Lula ate debaixo d’água kkkk o caba é mascarado rsrs se entrega não e cheio de mimimi

  2. E ainda tem gente que defende e/ou vota no PT! Desde 2002 , o primeiro ano do governo de Lulaladrão, que eu deixei de acreditar nesse partido… Depois foi só ladeira abaixo…

    1. Mentiroso. Tudo mundo já sabe quem é vc. Robô da esquerda

    2. Já profetizou Sandra Starling: “votar no PT é exercer o direito de ser idiota”.
      Sabe que é ela? Não? pesquise.

    3. Francisco, deixa eu te explicar: nem todos que falam a verdade sobre a realidade do governo inepto do MINTO das rachadinhas são petistas… Eu mesmo não acredito no PT muito menos em Lula desde 2002… Mas se instalaram esse “chip” em vc que só sabe definir críticos ao seu político corrupto de estimação como petistas, lulistas, esquerdistas, socialistas, comunistas… Só tenho a lamentar que vc seja mais um idiota útil do político da vez…

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

“Queremos deixar o nosso chamamento para que a população não deixe de tomar a segunda dose, pois só assim estará completando a imunização”, alerta gestora da Sesap

Foto: Divulgação

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) realizou entrevista coletiva nesta quinta-feira, 17, na Escola de Governo, para atualizar as informações sobre o cenário da Covid-19 no estado.

A secretária adjunta da Saúde, Maura Sobreira, apresentou o panorama de melhora na ocupação de leitos. Ela afirmou que a redução das taxas de ocupação está relacionada aos decretos regionalizados e à intensificação das ações de vigilância.

A gestora informou que, embora o Rio Grande do Norte como um todo esteja com 85,1% dos leitos ocupados por pacientes com a Covid-19, a região Oeste mantém 96,3% de taxa de ocupação, o que mostra a necessidade de manter a vigilância por parte dos gestores e da população. “Houve um desbloqueio significativo de leitos, contudo a região Oeste ainda nos preocupa”, destacou ela. A Região Metropolitana tem 81,8% dos leitos ocupados e a região Seridó tem 75% de ocupação.

Outra mudança percebida é em relação ao perfil dos pacientes, pois hoje as internações são em 70% de pessoas não idosas. “Isso nos leva a reforçar a importância da vacinação, inclusive na tomada da segunda dose”, completou Maura.

Avanço da vacinação

A subsecretária de planejamento e gestão da Sesap, Lyane Ramalho, reforçou o apelo para que a população não deixe de tomar a segundo dose. “Ainda temos 19 mil pessoas no RN, segundo o RN Mais Vacina, que não tomaram a segunda dose, por isso estamos fazendo busca ativa em todo o estado, além de promover ações para melhorar o registro das doses no sistema”, explocou.

Nessa quarta-feira, 16, a subsecretária coordenou reuniões virtuais com secretários municipais de saúde, equipes técnicas de imunização, coordenadores da atenção primária em Saúde de todas as cidades, Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do RN (Cosems-RN), membros do Ministério Público e dos Conselhos Estaduais e Municipais de Saúde.

O objetivo foi alinhar ações de apoio, em conjunto com a equipe do RN+ Vacina, principalmente ao processo de inserção de dados no sistema após a aplicação de doses das vacinas contra a Covid-19. “Foi um momento produtivo e já estamos percebendo o empenho dos municípios”, afirmou.

Lyane Ramalho também ressaltou a necessidade de completar o esquema vacinal. “Queremos deixar o nosso chamamento para que a população não deixe de tomar a segunda dose, pois só assim estará completando a imunização”.

Dados epidemiológicos

O Rio Grande do Norte contabiliza 287.416 casos confirmados da covid 19, além de 112.221 suspeitos e 550.221 descartados. Foram confirmados nove óbitos ocorridos nas últimas 24 horas, totalizando 6.553 óbitos desde o início da pandemia.

 

Opinião dos leitores

  1. Parece que estão na China ou na torcida organizada do América FC, Tdos de vermelhos, por ordem da Chefa kķkkk que coisa horrível.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comportamento

Atriz Cleo Pires critica “positividade tóxica”

Foto: Léo Fagherazzi/Reprodução/Instagram

Cleo, 38 anos de idade, criticou a onda de positividade que invade comportamentos da sociedade atual. De acordo com a atriz e cantora, os efeitos disso não costumam ser apenas benéficos. “Existe uma positividade tóxica em que você sempre tem que estar bem. A gente é ser humano. Todos têm altos e baixos. Aprender a se amar é também validar o aprendizado, o processo de melhoria, reconhecer quando está bem”, afirmou em uma live.

Namorando o modelo e empreendedor Leandro D’Lucca, Cleo afirmou que antes de viver o relacionamento também intensificou seu amor próprio. “Sim, estou amando. Já estava me amando antes, agora estou amando outro também”, disse ela, que iniciou o relacionamento durante a pandemia. “A quarentena terminou e começou muitos relacionamentos. Comecei meu namoro na quarentena e quero agradecer aos deuses da chamada de vídeo por isso”, completou Cleo, enaltecendo a tecnologia em uma fase que os flertes presenciais foram afetados.

Apesar de reconhecer a “ajudinha” da tecnologia, ela não se diz adepta do namoro virtual. “Virtual nunca acaba rolando para mim. Acho que não me adaptei, mas sendo real ou virtual, o planejamento da vida amorosa foi transformado pela pandemia e todos estão à flor da pele”, avalia.

Irmã mais velha de Fiuk, ex-participante do BBB21, Cleo admite que acompanhou o reality show atentamente, virando madrugadas para acompanhar o brother. “Quando rolava festa no BBB, eu ficava rodando todas as câmeras para encontrar meu irmão. Ele estava sempre no bar. Quer encontrar um Ayrosa Galvão numa festa? Vá até o bar (risos)”, disse, citando o sobrenome da família paterna.

Recentemente, a atriz conversou com Fiuk em uma live e acabou falando sobre a vida amorosa. Depois de ouvir o irmão falar que a abstinência sexual no BBB não foi tarefa simples, que já ativou contatinhos e que não sabe dizer se está “100% solteiro”, Cleo declarou que já ficou um ano sem sexo.

Globo, via Quem

Opinião dos leitores

    1. Me engana que eu gosto. Teu sonho é pegar o Fiuk ao som de Fábio Jr

    2. A quem quer enganar, Gadigiula?! Tu gosta é dum cilindro grosso de ozônio.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Meio Dia RN

VÍDEO MEIO-DIA RN: Confira o programa desta quinta-feira

Confira programa desta quinta-feira(17). O Meio-Dia RN, com este blogueiro, debateu os principais assuntos no Estado, pelo país e no mundo. Clique abaixo e assista via YouTube.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

ONU alerta que seca pode ser “a próxima pandemia”

Foto: REUTERS/Bridget Bennett/Direitos reservados

A escassez de água e a seca devem causar estragos em uma escala que rivalizará com a pandemia de covid-19, e os riscos aumentam rapidamente à medida que as temperaturas globais se elevam, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU).

“A seca está prestes a se tornar a próxima pandemia, e não existe vacina para curá-la”, disse Mami Mizutori, representante especial da ONU para redução de risco de desastres, em uma entrevista coletiva virtual hoje (17).

As secas já desencadearam perdas econômicas de pelo menos 124 bilhões de dólares e atingiram mais de 1,5 bilhão de pessoas entre 1998 e 2017, segundo um relatório da ONU divulgado nesta quinta-feira.

Mas até estas cifras, alertou, são “muito provavelmente subavaliações grosseiras”.

O aquecimento global intensifica secas no sul da Europa e no oeste da África, disse o relatório da ONU com “alguma confiança”, e o número de vítimas deve “crescer dramaticamente”, a menos que o mundo aja, disse Mizutori.

Cerca de 130 países podem enfrentar um risco maior de seca neste século, segundo a projeção de emissões altas citada pela ONU.

Outros 23 países sofrerão escassez de água por causa do crescimento populacional, e 38 nações serão afetadas por ambos, disse.

A seca, assim como um vírus, tende a durar muito tempo, ter um alcance geográfico amplo e causar danos em cadeia, disse Mizutori.

“Ela pode afetar indiretamente países que não estão passando por uma seca através da insegurança alimentar e do aumento dos preços de alimentos”, explicou.

A ONU antevê secas mais frequentes e severas na maior parte da África, nas Américas Central e do Sul, no centro da Ásia, no sul da Austrália, no sul da Europa, no México e nos Estados Unidos.

Ibrahim Thiaw, secretário-executivo da Convenção das Nações Unidas para o Combate à Desertificação, disse à Thomson Reuters Foundation que a deterioração do solo, causada em parte pela má administração de terras, deixou o mundo perto de um “ponto sem retorno”.

A ONU não tem pesquisado o efeito que a desertificação pode ter na migração interna dentro dos continentes, mas Thiaw disse que ela não é mais impensável, nem mesmo na Europa.

Agência Brasil, com Reuters

Opinião dos leitores

  1. Benjamin Netanyahu alertou o genocida, que ele pode responder pelo crimes que ele cometeu contra indígenas.

    1. Sua bolha Tomaz piora a cada dia, saia disso, venha para o mundo real. Sei que vai ser difícil conviver com os fatos, ver a verdade, mas aos poucos vai se acostumar. Vocês criaram esse mundo ilusório para não sofrer com toda corrupção que seus ídolos políticos submeteram o país até 2016. Deve ser complicado abrir os olhos e ver que seus líderes políticos falam em democracia, mas nunca respeitaram, tudo farsa, são ditadores e aliados de ditadores. Acorde para o fato que a esquerda segue sem questionar tudo que ditadores falam e só querem o poder. Que o único projeto deles é subjugar o povo e manter todos iguais na miséria, com meia dúzia deles vivendo de tudo que o capitalismo pode ofertar, como acontece na Venezuela, Cuba e a Argentina caminha a passos largos.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

VÍDEO: Prefeito da Grande Natal diz que Governo do Estado se apropria de vacinação sem ser responsável por ela

Em entrevista ao Meio-Dia RN com o BG nesta quinta-feira(17), o prefeito do município de Maxaranguape, Luís Eduardo, disse que o Governo do Estado está sempre querendo se  apropriar da vacinação, quando ela só distribui.

“Quem compra a vacina é o Governo Federal”, disse o prefeito, em tom de repúdio, ainda destacando que tem que dado o mérito “a cada esfera, cada um no seu quadrado”. Confira abaixo:

Opinião dos leitores

  1. José Tomaz e Manoel F
    Então teremos que desenhar para que, talvez assim, consigam admitir, pois pedir para entender, seria demais. Quem comprou e distribuiu TODAS AS DOSES DE VACINAS CONTRA O COVID 19 até hoje, FOI O GOVERNO FEDERAL.
    Os governos estaduais e prefeitos RECEBEM AS DOSES e ficam com a função de disponibilizar a população.
    O Governo Federal já distribuiu 110 milhões de doses aos estados brasileiros e foram aplicadas 84 milhões em todo Brasil.
    Segundo o portal de monitoramento de vacinação (RN+vacina) no RN 957 mil pessoas receberam a primeira dose e 393 mil já tomaram as duas.
    Vamos facilitar a vida de vocês, mostrem o EMPENHO do RECURSO, a NOTA FISCAL emitida pelo governo do RN na compra das vacinas? Ficou desenhado.
    Com a esquerda não basta esclarecer, provar e atestar, tem que pedir também a contraprova deles, que não existe, vivem na bolha especulativa, manipuladora e difamadora, nada mais.

    1. Floriano, obrigado pela explicação. Mas onde eu comentei que o governo de Estado comprou vacinas? Os Estados e municípios só puderam comprar vacinas a partir da lei 14.125/2021, de 10 de março deste ano. Logo, por isso mesmo, o governo do presidente inepto e negacionista não comprou vacinas ano passado e o Brasil, que sempre foi campeão em vacinação, tem uma vacinação pífia nesta pandemia, basta comparar de como foi a vacinação em 2002 durante a pandemia de H1N1… O que a postagem do Blog, o vídeo e o prefeito comentam da DISTRIBUIÇÃO das vacinas pelo governo do RN e foi disso que eu comentei… Sobre vc achar q eu sou esquerdista, lulista, petista: não sou! Mas se pra vc eu sou, por mim tá ótimo!

  2. Eu concordo com o posicionamento do prefeito antes mesmo de ele ter dado esse tipo de pronunciamento, não há como se garantir uma vacinação da população até setembro no RN, se não está na alçada do governo a compra da mesma, e a distribuição nacional, das quais ele depende. Logo é uma promessa de campanha política sim, e há de se entender que na democracia quem diverge do pensamento do outro não necessariamente é gado ou mortadela, é uma estupidez e uma ousadia, querer se ter o poder de classificar o posicionamento das pessoas em dois grupos, quem assim procede termina por eleger as extremidades que estão destruindo a economia e a unidade dessa nação.

  3. Tudo dentro do Plano Nacional de Imunização (PNI). Cada ente tem seu papel. Governo federal, governo estadual e governo municipal. O que o prefeito quer? Se quer reclamar de alguém, reclame do Governo Federal que fez de tudo para não comprar vacina apostando na imunidade de rebanho. Convide Osmar Terra Plana para ser seu secretário de saúde!

  4. Eu assisti o vídeo até o FIM!
    O que o prefeito falou, foi que o governo do estado distribui muito bem as vacinas…
    Mas, a boiada sem ver o vídeo, vai servir de massa de manobra…
    Boiada burra.

    1. Barroso tem o dever cívico de não praticar ativismo judicial.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Vacina da AstraZeneca é 92% eficaz contra internação por variante indiana

Foto: DADO RUVIC/ILLUSTRATION/REUTERS – 19.03.2021

Um estudo do PHE (agência de saúde pública da Inglaterra) mostrou que as imunizações completas com as vacinas anticovid da AstraZeneca e da Pfizer, ambas aplicadas no Brasil, são altamente eficazes contra hospitalizações de pessoas infectadas com a variante Delta, anteriormente chamada de indiana.

No caso da proteção produzida pela Fiocruz (Fundação Osvaldo Cruz), a eficácia é de 92%. Já a Pfizer apresentou uma eficiência de 96%. Nos dois casos não foram registradas nenhuma morte pela cepa estudada do SARS-CoV-2.

A pesquisa analisou 14.019 casos da variante que procuraram o pronto-atendimento nos hospitais públicos ingleses, entre 12 de abril e 4 de junho deste ano. Desses, 166 pacientes precisaram ser internados.

Além disso, o PHE comparou os riscos de hospitalizações entre pessoas vacinadas com uma dose e com duas doses.

No caso da AstraZeneca foram registrados 71% de efetividade após a primeira dose e 92% após a segunda contra a internação pela variante Delta. Já Pfizer apresentou média de 94% de efetividade após primeira dose e 96% após segunda.

Na comparação com a eficácia frente a variante britânica, nomeada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) de Alpha, as taxas de hospitalizações para imunizados com a AstraZeneca foram semelhantes. No caso da Alpha é de 78% (após uma dose) e 92% (após duas doses); a Delta é de 75% e 94% (respectivamente).

R7

Opinião dos leitores

  1. Reparem que “as vacinas anticovid da AstraZeneca e da Pfizer, ambas aplicadas no Brasil, são altamente eficazes contra hospitalizações de pessoas infectadas com a variante Delta, anteriormente chamada de indiana.”.
    A Manchete só menciona uma.

    1. Pessoal, vocês que estão por dentro das vacinas. Eu me vacinei no Sesi no último sábado (setor industrial), sendo que meu cadastro no RN +Vacinas não foi atualizado, ou seja, oficialmente estou sem me vacinar, embora já tenha tomado a primeira dose.
      É normal esse atraso na atualização das informações?

    2. Brando, conheço pessoas que tomaram a vacina contra covid e só lançaram no sistema quase um mês depois… Já outras lançaram na mesma semana…

    3. Manoel, obrigado por informar. Isso de certa forma é um alívio.

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Televisão

Globo antecipa saída de Faustão, e Tiago Leifert assume o ‘Domingão’

Foto: TV Globo

A TV Globo anunciou, nesta quinta-feira a antecipação da saída do apresentador Fausto Silva do “Domingão do Faustão”, antes programada para o fim do ano. A partir do próximo domingo, a atração será comandada por Tiago Leifert.

Segundo a colunista Patrícia Kogut, Leifert ocupa o espaço até a estreia de Luciano Huck, cujo programa está em fase de desenvolvimento. A emissora informou que “tomou a decisão de antecipar a saída de Fausto Silva do programa, e juntos decidiram formalizar o distrato”.

“Neste domingo, dia 20, vai ao ar a última rodada do mata-mata do ‘Super Dança dos Famosos’. O quadro revelará quem se juntará ao grupo de semifinalistas, que já conta com Maria Joana, Marcello Melo Jr, Paolla Oliveira, Lucy Ramos e Dandara Mariana”, disse a TV, em comunicado. “Dançando os ritmos forró e rock, três casais se apresentam para garantir vaga na semifinal: a atriz Christiane Torloni, vencedora da edição de 2008 do quadro, com o professor Álvaro Reys; o ator Odilon Wagner, que ficou em terceiro lugar em 2011, com a bailarina Yasmin Marinho; e o ator Tiago Abravanel, terceiro colocado de 2013. Devido a uma lesão de Nathalia Zannin, Tiago dança com Brennda Martins, que já esteve como professora no ‘Dança dos famosos’ em 2018 e 2020.

Já na próxima semana começa a fase de repescagem, em que os outros nomes da competição ainda não classificados para a semifinal tentam voltar ao jogo. São eles: Mariana Santos, Claudia Ohana, Rodrigo Simas, Juliana Didone, Arthur Aguiar, Viviane Araújo, Carmo Dalla Vecchia, Nelson Freitas, Sophia Abrahão e Robson Caetano”.

O Globo

Opinião dos leitores

  1. A Globolixo não tem aguentando o Véio Bolsonaro, o homem fechou as torneiras do dinheiro público, que alimentava essa Globolixo. Que venha 2022, vou votar com o pé embaixo, no Véio Bolsonaro. Quem não quiser cair que se deite, a paulada vai ser na moleira e no primeiro turno.

    1. E as mesmas “torneiras de dinheiro” de nossos impostos estão escorrendo para o SBT e pra Record agora… Pq será?

Comente aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *