ABIH-RN e Sindicato dos Hotéis apoiam rigor do decreto de Tibau do Sul para festas de final de ano

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio Grande do Norte (ABIH-RN), e o Sindicato do Hotéis, Bares e Restaurantes do RN (SHBRS), apoiam o rigor do decreto da prefeitura de Tibau do Sul para as festas de Fim de Ano.

Dentre as medidas tomadas estão o cancelamento de eventos e queimas de fogos promovidos ou patrocinadas pelo município bem como a proibição de eventos e festas em locais fechados.

Somente serão permitidos eventos em locais abertos, respeitando a área minima de 3m2/pessoa, bem como exige a testagem de Covid-19 de todos aqueles que participem dos eventos, alem da medição de temperatura e uso de álcool em gel.

Os participantes deverão apresentar um exame individual para o Covid-19 como “requisito indispensável” para participar do evento, e os documentos deverão estar à disposição da fiscalização municipal, com as seguintes regras: RT-PCR “negativo” ou “não reagente”, com até 72h de antecedência da data de início do evento; sorologia com resultado IgC positivo realizado pelos métodos de Quimioluminescência, Eletroquimioluminescência, Elisa Imunoensaio, com datas não superiores a 90 dias de antecedência.

O decreto foi editado após receber recomendações do Governo do RN e de órgãos fiscalizadores, e se reunir com profissionais da saúde e do controle epidemiológico, bem como debater com diversos atores econômicos e sociais da cidade, a fim de proteger a saúde da população através de regras mais rígidas e fiscalização e minimizar prejuízos de ordem financeira e de imagem do destino turístico e preservando a economia local, a geração de renda e os empregos.

O decreto ainda exige dos organizadores a disponibilização de um posto medico e ambulância com equipes de plantão. Demonstra-se, com isso, o cuidado que se está tendo com a saude dos participantes.

O presidente da ABIH-RN, José Odécio, destaca o rigor com que o decreto foi elaborado, permitindo a realização de eventos, mas, sobretudo, tomando cuidando com a saúde das pessoas que venham a participar de tais eventos e com os empregos, igualmente importante. “Diante dessa pandemia, Tibau do Sul vem cumprindo os protocolos aprovados, é interesse de todos que consigamos equilibrar as duas coisas, saúde e economia”, destacou.

“Tem dois pontos cruciais nesse decreto que merecem o nosso apoio, o rigor com as medidas preventivas e sanitárias que devem ser seguidas pelos organizadores de eventos, bem como a preocupação com as atividades econômicas do município e a garantia dos empregos, já que o município vive exclusivamente do turismo, demonstrando que se pode equilibrar cuidados com a saúde e a realização de eventos”, disse o presidente do Sindicato de Hotéis, Habib Chalita.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Jorge disse:

    Só falta o município de Tibau do Sul se responsabilizar pelo custo das internações do Covid das pessoas que se contaminarem nestas festas, já que estes pacientes exonerarão outros municipios

  2. José aguinaldo disse:

    Trabalho n uma barraca aqui na praia de tibau, obrigado aos senhores que não atrapalha a ganha meu sustento e minha família… não fechem denovo por favor

COMENTE AQUI