Áudio de investigado na Operação Favorito cita ‘acerto’ com governador do Rio


Foto: Gilvan de Souza/Agência O Dia/Estadão Conteúdo

Um áudio de uma conversa entre um homem chamado Luís Roberto, alvo da Operação Favorito, com um amigo cita um “acerto” com o governador do RJ. A operação da Polícia Federal apura os negócios do estado do Rio com o empresário Mário Peixoto.

Na conversa, o investigado faz referências a Peixoto, afirmando que o empresário acertou a revogação da desqualificação da empresa Unir Saúde em editais do Rio de Janeiro.

“Te falaram que vão revogar aquela decisão?”, pergunta. “Diz o Mário que foi ele que acertou junto com o governador, mas não publicou ainda. Eu estava comprando isso de um outro cara”, responde o interlocutor, em trecho do diálogo.

Ser “desqualificada” significava que uma empresa não poderia ser contratada pelo estado. De acordo com a apuração, uma decisão do governador Wilson Witzel (PSC) de fato permitiu que essa contratação pudesse voltar a ser feita. A requalificação feita por Witzel contrariou dois pareceres internos do próprio governo para que essa organização social fosse reabilitada.

O governador Wilson Witzel afirmou que se considera vítima de “perseguição política”. “O que se encontrou foi apenas a tristeza de um homem e de uma mulher pela violência por este ato de perseguição política que está se iniciando neste país. O que aconteceu comigo vai acontecer com outros governadores considerados inimigos. Narrativas fantasiosas e investigações precipitadas”, disse.

CNN Brasil

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Ronnie disse:

    Os esquerdopatas entram em polvorosa a cada vitória de Bolsonaro. Xupaaaaaaa que é de uva !!!!!! Acabou-se a era da roubalheira sem punição , agora a coisa anda rápido. Nossa bandeira jamais será vermelha.

    • QUEIROZ 2022 disse:

      Cadê Queiroz??? Vamos procurar ele para a gente fazer a campanha dele para prefeito do Rio. Tá ok?

  2. Fernanda disse:

    "PIMENTA NOS OLHOS DOS OUTROS É REFRESCO!"
    Esse Governador fazia parte dos que não eram políticos e apoiou Bolsonaro, tendo dele também o seu apoio.
    E agora, vão dizer o quê?
    Será mais um comunista, esquerdista ou coisa que o valha na boca dos alienados Bolsonaristas?
    Pois Bolsonaro só protege a família, o Queiroz e ele mesmo. O resto, se for pego, ele logo descarta e diz que não conhece a pessoa ou que se trata de um traidor.
    E assim, o cordão dos traidores e novos comunistas vai aumentando: o PSL, o MBL, o Bebbiano (ex-Presidente do PSL), Alexandre Frota, Villa, Lobão, Dória, Joice, Reinaldo Azevedo, General Santos Cruz..,

  3. E DAÍ??? disse:

    Eu pensava que os direitões da direita eram direitos. Mas vejo que são farinha do mesmo saco dos corruptos da esquerda. Só sobrou o centrão. Nosso presidente já está distribuindo cargos e orçamentos para os honestos do centrão. Agora o Mito vai voar em céu de brigadeiro tendo a maioria absoluta do congresso. TUDO TEM SEU PREÇO. NÃO É BARATO MAS É CONFORTÁVEL. ESSA É A NOVA POLÍTICA. TÁ OK???

    • TATA disse:

      Que comentario mais bacana, esse seu , o problema e que hoje temos uma PF que tem como dever da instituicao , guardar os direitos do cla bolsonaro, vai PF protege flavinho , vai PF protege eduardinho enquento isso ainda tem imbecis como vc que acham certa essa pratica kkkkkkk

    • paulo disse:

      Esse tata é que é um babaca, vai se informar melhor papangu, quem determinou a operação no Rio foi o um ministro do STJ sabe o que é STJ???, se não souber vá se informar também.

COMENTE AQUI