Candidato a vereador é executado enquanto denunciava em live obra irregular

Foto: reprodução/redes sociais

O candidato a vereador Cássio Remis (PSDB-MG) foi assassinado a tiros nesta quinta-feira (24). O crime aconteceu em Patrocínio (MG). No momento do assassinato, o político fazia uma transmissão ao vivo pelo Facebook.

Na transmissão, Remis, ex-presidente da Câmara de Vereadores, denunciava suposta obra irregular de autoria da prefeitura do município mineiro quando uma caminhonete branca estacionou próximo ao candidato.

Antes de cortar a gravação, o candidato anuncia: “Está aqui agora o secretário que veio aqui para me agredir”. Remis então identifica o homem que estava no carro como Jorge Marra, atual secretário municipal de Obras e irmão do prefeito de Patrocínio, Deiró Marra (PSB). Logo a seguir o vídeo é interrompido.

Veja:

 

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. […] Na última quinta, 24, o candidato a vereador pelo PSDB fazia uma live em frente a Secretaria Municipal de Obras para denunciar que funcionários da Prefeitura eram usados em serviços particulares para o prefeito Deiró Moreira Marra (PSB). Enquanto falava, Remis foi abordado por Jorge Marra, secretário de Obras da cidade e irmão do pref… […]

  2. sergio disse:

    Mas vamos liberar as armas. É pra isso que servem…

    • João Juca Jr disse:

      Exatamente. As armas servem para proporcionar a defesa da própria vida e da vida de terceiros contra agressão injusta.

  3. Marcos Benício disse:

    Pensei que isso só acontecia no Rio de Janeiro e Alagoas.

  4. Entregador De 🍕 disse:

    No RJ, a milícia também costuma “apagar” o opositor.

    • Priziaka disse:

      Em SP também. Celso Daniel e Toninho do PT que o digam…

    • disse:

      esse "entretador" só faz comentário ridículo… com associações que nada têm a ver com as notícias. Comentários assim deveriam ser moderados pelo blog. É muita asneira publicada!

  5. NOVÍSSIMA POLÍTICA disse:

    Democracia em vertigem.

COMENTE AQUI