Geral

CAPITÓLIO x FALÉSIAS DE PIPA – O que tem em comum

Foto: reprodução/blog Trilhas e Cantos

O acidente ocorrido na cidade mineira de Capitólio-MG que vitimou pelo menos oito pessoas até a manhã deste domingo (9) pode nos servir de alerta em relação às falésias de Pipa, em Tibau do Sul, independente das diferenças entre as áreas.

As falésias, assim como os cânions na cidade mineira, sofrem com a erosão causada pela água. Em Tibau do Sul, apesar da existência de um decreto de 2018 que proíbe a circulação de veículos motorizados no ‘chapadão’, é comum o acesso de veículos de todo porte em diversos pontos, sem controle algum.

Também é comum ver turistas ignorando qualquer risco, em busca de belas selfies à beira das falésias, sem a devida atenção e cuidado. Tudo isso se intensifica nesta época do ano, durante o período de férias para muitas pessoas e veraneio.

Não faz muito tempo, em novembro de 2021, um turista que fazia passeio de quadriciclo caiu de uma falésia, a mais de 30m de altura, e sofreu fraturas no fêmur e na coluna.

Vale lembrar também que em novembro de 2020, a queda de parte de uma falésia matou um casal e um bebê, na praia de Pipa. Um ano depois deste acidente, uma reportagem do g1-RN mostrou que não houve nenhuma mudança efetiva no trecho e não havia sinalização adequada.

Em outro acidente, este em setembro de 2020, uma turista grávida e o namorado perderam o controle de quadriciclo e caíram do ‘Chapadão’ da Praia de Pipa. O casal foi resgatado com vida.

Inevitavelmente, situações como estas nos levam às seguintes perguntas: Onde está a fiscalização da prefeitura de Tibau do Sul e demais órgãos competentes? O que mais falta acontecer para que sejam tomadas providências? Fica o alerta.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Prefeitura de cidade no interior de SP suspende vacinação infantil após criança sofrer parada cardíaca

Foto: NELSON ALMEIDA/AFP

A prefeitura de Lençóis Paulista, no interior de São Paulo, anunciou nesta quarta-feira a suspensão da vacinação de crianças contra a Covid-19 pelos próximos sete dias. A gestão municipal informou que a medida foi tomada após “uma criança de 10 anos sofrer uma parada cardíaca’.

O comunicado também afirma que a criança está estável e consciente.

Em nota publicada nas redes sociais, a Prefeitura afirma que a criança sofreu o evento adverso “12 horas após receber a dose pediátrica da vacina Pfizer”.

A decisão foi tomada em reunião extraordinária do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, realizada na tarde desta quarta-feira. Ficou estabelecida suspensão da vacinação de crianças entre 5 e 11 anos por sete dias, “em livre demanda”.

O Comitê de Enfrentamento à Covid-19 afirma ainda que não coloca em questão a importância da vacinação infantil. Mas que vai usar o prazo de suspensão para acompanhar e monitorar as crianças já imunizadas no município.

“O Comitê deixa claro que não existe dúvida sobre a importância da vacinação infantil, mas diante do ocorrido será dado esse prazo para o acompanhamento e monitoramento diário das 46 crianças lençoenses vacinadas até o momento. Além disso, esse prazo é necessário para aprofundamento sobre o caso de forma específica e envio de relatórios aos órgãos de controle federais e estaduais”, diz o texto.

O Globo

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Planos de saúde serão obrigados a cobrir teste rápido para a Covid-19, decide ANS

Foto: reprodução/ANS

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) aprovou, no início da noite desta quarta-feira (19/01), em reunião extraordinária, a inclusão do exame teste rápido para detecção de antígeno SARS-CoV-2 (coronavírus Covid-19), no rol de coberturas obrigatórias para beneficiários de planos de saúde.

O teste será coberto para os beneficiários de planos de saúde com segmentação ambulatorial, hospitalar ou referência e será feito nos casos em que houver indicação médica, para pacientes com Síndrome Gripal (SG) ou Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), quando os sintomas estiverem na janela ótima de utilização, ou seja, entre o 1° e o 7° dia de início dos sintomas. 

Para a avaliação da decisão, a ANS considerou o contexto atual, que conta com a circulação e rápido crescimento de casos relacionados à nova variante, Ômicron – designada como variante de preocupação pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 26 de novembro do ano passado. 

“Neste momento, compreendemos que a inclusão do teste rápido para detecção de antígeno pode ser realmente útil, tendo em vista que os testes rápidos são mais acessíveis e fornecem resultados mais rapidamente que o RT-PCR, por exemplo. Assim, o teste de antígenos pode ampliar a detecção e acelerar o isolamento, levando a uma redução da disseminação da doença e, por consequência, a uma diminuição da sobrecarga dos serviços laboratoriais. Ao mesmo tempo em que tomamos a decisão responsável de manter o acesso ao padrão ouro de diagnóstico, o RT-PCR”, avaliou Paulo Rebello, diretor-presidente da ANS. 

A Agência orienta que o beneficiário consulte a operadora do seu plano de saúde para informações sobre o local mais adequado para a realização do exame ou para esclarecimento de dúvidas sobre diagnóstico ou tratamento da doença. 

A ANS esclarece ainda que a cobertura do tratamento aos pacientes diagnosticados com a Covid-19 já é assegurada aos beneficiários de planos de saúde, de acordo com a segmentação de seus planos (ambulatorial, hospitalar ou referência). 

Sobre o exame

O exame que será incluído no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS é o “Teste SARS-COV-2 (coronavírus Covid-19) – teste rápido para detecção de antígeno”. 

A cobertura será obrigatória quando o paciente apresentar Síndrome Gripal (SG) ou Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), entre o 1° dia e 7° dia desde o início dos sintomas. 

A Síndrome Gripal (SG) é atribuída ao paciente com quadro respiratório agudo, caracterizado por pelo menos dois dos seguintes sinais e sintomas: febre, calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza, distúrbios olfativos ou distúrbios gustativos. Em crianças: além sintomas citados, o responsável deve considerar obstrução nasal, na ausência de outro diagnóstico específico. Em idosos: deve-se considerar também critérios específicos de agravamento, como: síncope, confusão mental, sonolência excessiva, irritabilidade e inapetência. Na suspeita de Covid-19, a febre pode estar ausente e sintomas gastrointestinais (diarreia) podem estar presentes. 

Já a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) é atribuída ao paciente com Síndrome Gripal (SG), que também apresente: desconforto respiratório ou pressão persistente no tórax, ou ainda saturação de oxigênio menor que 95% em ar ambiente, coloração azulada dos lábios ou rosto. Em crianças: além dos sintomas já mencionados, o responsável deve observar os batimentos de asa de nariz, cianose, tiragem intercostal, desidratação e inapetência. 

A ANS ressalta que, uma vez que o conhecimento da infecção pelo vírus SARS-CoV-2 (Covid-19) ainda está em processo de consolidação, à medida que novas evidências forem disponibilizadas, a tecnologia e sua diretriz poderão ser revistas, a qualquer tempo.

O procedimento que irá constar do anexo I da Resolução Normativa nº 465/2021 foi encaminhado para publicação no Diário Oficial da União após a reunião e a previsão é que seja publicado na edição desta quinta-feira. A partir de então, a cobertura passa a ser imediata. 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Influencer usa sêmen como creme facial: “alternativa barata e caseira”; Médico alerta sobre riscos

Foto: reprodução/TikTok

Um “truque” para lá de inusitado chamou atenção no TikTok esta semana. A influencer Kelly Zolanski, moradora dos Estados Unidos, contou na rede que usa o sêmen de um amigo como uma forma de hidratar o rosto. “É uma alternativa barata e caseira”, disse ela.

Em entrevista ao Daily Mail, a influenciadora digital de 26 anos contou que se viu tentada a passar o líquido no rosto depois que viu um vídeo sobre os “nutrientes e proteínas” que ele possui. De acordo com Kelly, o “glow up” de sua pele é resultado de passar o esperma misturado a um hidratante para o rosto. Ela mistura os dois produtos juntos a fim de “disfarçar” o mau cheiro do sêmen.

Médico dermatologista faz alerta

De acordo com o médico dermatologista André Moreira, a atitude é extremamente perigosa e não tem qualquer benefício para a saúde da pele. “Não existe estudos que comprovem que o sêmen melhora o aspecto da pele ou seja benéfico, pelo contrário, há estudos que mostram que ele pode fazer mau e até transmitir algum tipo de IST (Infecções Sexualmente Transmissíveis)”, disse.

André também alertou que, quando em contato com a mucosa do olho ou da boca, o esperma pode trazer riscos. “Algumas pessoas também podem ter alergia a esse líquido”, explicou.

“Devido a essas condições, é bastante perigoso e não recomendamos que ninguém repita essa atitude”, advertiu o médico.

@kellyzolanski #FritoLayRickRoll #YerAWizard #EveryKiss ♬ original sound – kellyzolanski

Solteira, Kelly disse que pediu a ajuda de um amigo para tentar o truque de skincare. “Quando ele me entregou, disse que eu estava louca e riu de novo”, contou ela ao jornal.

Ela também relatou que guarda o líquido em potinhos na geladeira. “Eu moro sozinha, então, ninguém vai precisar ver quando estiver fazendo o café da manhã”, contou.

O vídeo da influencer já acumulou milhões de visualizações no TikTok, com milhares de curtidas e comentários. Apesar do sucesso, o truque não deve ser repetido em casa.

Metrópoles

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

RN tem quase 370 mil pessoas com título de eleitor cancelado

Foto: Arquivo TRE-PR

O Rio Grande do Norte tem atualmente 368.512 pessoas com o título de eleitor cancelado e 17.994 com o documento suspenso. Os números foram divulgados pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RN) nesta quarta-feira (19).

A orientação do órgão é para que essas pessoas regularizem a situação junto à Justiça Eleitoral até o dia 4 de maio para poderem votar nas Eleições 2022 – para presidente e vice-presidente da República, governadores, deputados e senadores.

“Com o título cancelado, além de não votar nas Eleições 2022, o cidadão não pode tomar posse em concurso público, obter passaporte ou CPF, renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial, obter empréstimos em estabelecimentos de crédito mantidos pelo governo, participar de concorrência pública e praticar qualquer ato para qual se exija quitação do serviço militar ou imposto de renda”, conta o presidente do TRE-RN, desembargador Gilson Barbosa.

O sistema Título Net, disponível no site www.tre-rn.jus.br oferece atendimento remoto para resolver todas as pendências (tirar o primeiro título, fazer transferência de domicílio, atualizar os dados cadastrais, regularizar a situação eleitoral, emitir certidões).

Quanto ao atendimento presencial, durante todo o mês de janeiro, os Cartórios Eleitorais do RN funcionarão de segunda a sexta, no horário das 8h às 13h. Para ter acesso aos prédios, é preciso apresentar comprovante de vacinação.

g1-RN

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

PRF realiza leilão de 659 veículos retidos no RN

Foto: PRF/Divulgação

Polícia Rodoviária Federal realizará, no Rio Grande do Norte, nas datas de 03/02 e 04/02/2022, o primeiro leilão de veículos retidos, do ano de 2022. Serão leiloados automóveis e veículos de duas rodas, que poderão entrar em circulação pelo comprador ou serem destinados a sucatas. Serão postos à venda 659 veículos, distribuídos em 478 lotes, podendo sofrer alterações quantitativas até o momento da realização do leilão.

O edital do leilão foi publicado e está disponível no site do leiloeiro, pelo link www.mnleilao.com.br. Nele contém os detalhes dos veículos, os locais para a visitação, os lances iniciais, além de direitos e responsabilidades dos arrematantes. A maioria dos lotes estão com fotos disponíveis na mesma página.

Os lances já podem ser ofertados pela internet até o momento da realização do leilão, que ocorrerá exclusivamente on-line, nos dias 03 e 04 de fevereiro de 2022, pelo site: www.mnleilao.com.br.

Os lotes arrematados com direito a documentação serão disponibilizados, sem multas ou débitos de anos anteriores, apenas com as taxas do Detran para transferência e os débitos de licenciamento referentes ao exercício corrente (2022). Sobre o valor do lance dado, o comprador é responsável pela comissão do leiloeiro (8,75%) e o ICMS.

Leiam atentamente o edital publicado (EDITAL Nº 1/2022/LEILÃO-RN).
As visitações estarão disponíveis nos dias 31 de janeiro a 02 de fevereiro de 2021, nos locais indicados no edital. É importante verificar em qual dos pátios está o lote de interesse do participante.

Locais da Visitação:

Lotes: 01 ao 67, 360 ao 377, 479 e 480: Pátio TRANSGUARD – Localizado no Município de Caicó/RN:  Br 427, km 102, vizinho ao Posto do Moinho, às margens da rodovia;

  • Lotes: 68 ao 192, 378 ao 414, 481, 482 e 483: Pátio da TRANSGUARD – Localizado no Município de Mossoró/RN: AV. MOTA NETO S/N (EM FRENTE AO HOSPITAL SAO LUIZ) – Bairro: AEROPORTO.
  • Lotes: 193 ao 358, 416 ao 478, e 484: Pátio da TRANSGUARD – Localizado no Município de Natal/RN: AV. Industrial Francisco da Motta, s/n – Bairro: Bom Pastor;

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

[VÍDEO] COM QUALQUER SEXO: Styvenson diz que dentro de 4 paredes tudo pode acontecer

O Senador Styvenson Valentim disse nesta quarta-feira (19), em entrevista ao ser questionado se em relação à sexualidade ele se definia heterossexual, que: “Eu me defino muito bem definido, entre quatro paredes com quem quiser me conhecer melhor. Agora que eu tô solteiro, quem tiver a fim”.

O senador teve sua fala interrompida e ouviu a pergunta: “E pode ser homem?”. Na sequência ele respondeu: “Por quê não? O problema é que a gente tá vivendo numa sociedade hoje que quer uma coisa e por trás faz outra. Gente hipócrita, mentirosa.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Geral

AGU diz que 57 mil menores receberam doses incorretas contra a Covid-19 em 2021 e pede que STF intime estados e o DF

Foto: Roberto Jimenez Mejias/Getty

Um levantamento com base em informações da RNDS (Rede Nacional de Dados em Saúde) revela que mais de 57 mil menores receberam doses incorretas contra a Covid-19 no Brasil, até dezembro de 2021. Os equívocos ocorreram em todas as unidades federativas.

Segundo a AGU (Advocacia-Geral da União), os números foram repassados pelos próprios estados e pelo Distrito Federal e sustentam um pedido da advocacia para que o STF (Supremo Tribunal Federal) suspenda qualquer campanha de vacinação de crianças e adolescentes em desacordo com as diretrizes prescritas no PNO (Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19).

Imagem: AGU/reprodução

Os dados constam em manifestação enviada nesta terça-feira (18) ao ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), pelo advogado-Geral da União, Bruno Bianco. Segundo ele, os números foram retirados da Rede Nacional de Dados da Saúde, na qual estados e municípios são obrigados a registrar informações inseridas em todos os cartões de vacinação.

Ainda de acordo com Bianco, o Ministério da Saúde enviou dois ofícios aos estados e ao Distrito Federal, em setembro e em novembro do ano passado, questionando os dados sobre a aplicação de vacinas não aprovadas pela Anvisa em menores de 18 anos e também se haveria erros na inserção das informações que pudessem ser retificadas, mas não obteve respostas.

A AGU argumenta que, embora as informações contidas na Rede Nacional de Dados da Saúde necessitem de apuração conjunta com os estados para confirmação ou eventual correção, os números já configuram indícios suficientes para justificar a medida cautelar, pois “podem vir a revelar, nas hipóteses mais extremas, casos de negligência gravíssima na aplicação de vacinas”.

Bianco pede ainda que Lewandowski ordene estados e municípios a identificarem todas as crianças e adolescentes que receberam vacinas equivocadamente, para que sejam inseridas no sistema de farmacovigilância e tenham identificados possíveis efeitos adversos. O procedimento é uma recomendação da Anvisa.

Lewandowski é relator de uma ação de descumprimento de preceito fundamento (ADPF) aberta pela Rede ainda em 2020, relativa a atrasos na contratação de vacinas pelo governo federal. Na prática, a ação se tornou um meio de fiscalização sobre o andamento da vacinação no país, após ter recebido sucessivos pedidos de liminar sobre o tema.

Faixas etárias

De acordo com tabela extraída da Rede Nacional de Dados da Saúde e que consta na manifestação da AGU, 2,4 mil crianças de até 4 anos foram vacinadas contra a covid-19 – ainda que a imunização nessa faixa etária não tenha nenhum respaldo da Anvisa ou do próprio Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação.

Além disso, 4,4 mil crianças entre 5 e 11 anos teriam recebido vacinas de outros fabricantes que não a Pfizer/BioNtech, única aprovada pela Anvisa para aplicação nessa faixa etária.

A tabela também aponta a aplicação da vacina da Pfizer, mas em sua versão para adultos, em 18,8 mil crianças entre 5 a 11 anos no lugar de doses pediátricas aprovadas pela Anvisa para essa faixa etária e cujas primeiras remessas só chegaram ao Brasil este ano.

No caso de adolescentes entre 12 e 17 anos, 29,3 mil receberam doses de farmacêuticas – AstraZeneca, Sinovac ou Janssen – que ainda não receberam autorização da Anvisa para aplicação nessa faixa etária.

Entre os casos mais graves, a AGU cita a aplicação de doses para adultos e também já vencidas da vacina da Pfizer em 49 crianças no município de Lucena, na Paraíba. Segundo o órgão, o Ministério da Saúde apura o caso para eventual responsabilização criminal.

Com informações de R7 e Agência Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Natal começa a vacinar crianças de 10 e 11 anos contra Covid-19 nesta quinta-feira (20)

Foto: SMS/Natal

Com a chegada de mais doses da vacina contra Covid-19, a Prefeitura do Natal começa a vacinar a partir desta quinta-feira (20) crianças de 10 e 11 anos sem comorbidades. Nessa nova remessa, a capital recebeu 3.900 doses.

No primeiro dia da campanha de vacinação contra a Covid-19 para o público infantil, Natal vacinou apenas 327 crianças com idade de 5 a 11 anos, com comorbidade ou deficiência permanente.

A Secretaria de Saúde de Natal reforça que os pais ou responsáveis adiantem o cadastro do menor no RN Mais Vacinas e lembra para a criança se vacinar é necessário que os pais ou responsáveis apresentem qualquer documento comprobatório da comorbidade ou deficiência, cartão de vacinação, documento com foto ou certidão de nascimento. Todas informações sobre a vacinação na capital podem ser acessadas através do site https://vacina.natal.rn.gov.br/ .

A SMS Natal destinou pontos exclusivos para vacinação desse público, no Shopping Midway Mall – de terça-feira a sábado, das 10h às 21h, e aos domingos, das 15h às 21h; no Partage Norte Shopping – terça-feira a domingo, das 14h às 20h. Além desses pontos, a SMS Natal disponibiliza duas Unidades Básicas de Saúde, por Distrito Sanitário, com funcionamento de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 15h, com intervalo de uma hora para almoço. Confira os locais:

Norte 1:

UBS Pajuçara: Rua  Maracaí, S/N, Conjunto  Pajuçara
USF Nova Natal : Rua  Do Pastoril, Nova Natal, Lagoa Azul

Norte 2:

USF Vale Dourado:  Rua Irmã Vitória, N° 02, Igapó
USF Panatis:  Rua Das Pimenteiras, S/N, Panatis

Sul:

UBS Ponta Negra: Rua Dr. José Medeiros, 01. Ponta Negra
UBS Planalto: Rua Mira Mangue, 08. Planalto

Leste:

USF Rocas: Rua Francisco Bicalho, S/N, Rocas
UBS Alecrim: Rua Fonseca e  Silva, N° 1129, Alecrim

Oeste:

UM Felipe Camarão II: Rua Santa Cristina, N° 882, Felipe Camarão
USF Bairro Nordeste: Rua alto da Bela Vista, N° 492, Bairro Nordeste

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Brasil ultrapassa 200 mil casos diários de Covid-19 pela primeira vez; País registrou 338 óbitos nas últimas 24h

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil nesta quarta-feira (19).

– O país 338 óbitos nas últimas 24h, totalizando 621.855 mortes;

– Foram 204.854 novos casos de coronavírus registrados, no total 23.416.748;

O Brasil registrou um novo recorde de novos casos registrados em 24h, ultrapassando pela primeira vez a marca de 200 mil casos.

Dessa forma, a média móvel de óbitos dos últimos sete dias ficou em 212 e a média móvel de casos em 99.974

O ministério da Saúde calcula que mais de 21,7 milhões de pessoas já se recuperaram da Covid.

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Reino Unido suspende uso obrigatório de máscaras e medidas contra Covid

Foto: Daniel Leal-Olivas / AFP 

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou nesta quarta-feira, 19, a retirada gradual de medidas de restrição impostas contra a Covid-19. A partir da próxima semana, máscaras não serão mais obrigatórias em escolas, no transporte público e no comércio, e passaportes sanitários não serão mais exigidos em grandes eventos.

Segundo o premiê, a exigência legal de auto isolamento de pessoas com coronavírus também poderá expirar a partir de 24 de março.

Ao Parlamento, o premiê disse que as medidas, chamadas de Plano B e introduzidas em dezembro para conter o avanço da Ômicron, serão revogadas em 26 de janeiro. Ele argumentou que havia tomado um “caminho diferente” em relação a parte da Europa, porém os dados recentes apontam que “mais uma vez o governo britânico tomou as melhores decisões em períodos difíceis”.

“A partir desta quinta (20), não exigiremos mais máscaras nas salas de aula e o Departamento de Saúde removerá em breve as orientações nacionais sobre seu uso em áreas comuns”, disse. “No país em geral, continuaremos a estimular o uso de coberturas faciais em locais fechados ou lotados, porém iremos confiar no bom senso do povo britânico e não vamos mais criminalizar aqueles que optarem por não usar”.

Os sindicatos dos professores do Reino Unido expressaram preocupação com a revogação repentina, afirmando que ainda estão acontecendo interrupções frequentes das aulas devido a pequenos surtos de Covid-19 e que o número de alunos ausentes em decorrência da doença ainda serão divulgados.

Na última terça-feira (18), 94.282 casos de coronavírus e 440 mortes foram registradas em todo o Reino Unido. Saiba mais AQUI.

Veja

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *