Clientes cancelam compras de veículos Ford e concessionárias querem indenização

O anúncio do encerramento na fabricação de veículos da Ford no Brasil pegou de surpresa donos de concessionárias e funcionários. Na ponta da cadeia de produção, empresários estão apreensivos sem saber o que fazer com os pedidos feitos, as vendas canceladas e a possibilidade de demitir ou até fechar suas empresas. Pedidos de indenização pelo prejuízo no faturamento com vendas estão em discussão.

A notícia do encerramento chegou apenas pela imprensa, diz a dona de duas concessionárias em Minas Gerais. O comunicado oficial por parte da empresa só chegou quatro horas depois. Ela pediu que seu nome não fosse divulgado, pois ainda aguarda negociação com a montadora.

A Ford divulgou a decisão de encerrar a produção de veículos no Brasil na segunda-feira (11) à tarde. Menos de 48 horas depois, a concessionária mineira já teve pedidos cancelados e negociações interrompidas. Com isso, os vendedores serão dispensados. Ao todo, são 38. Há um ano, antes da pandemia de Covid-19, eram 58.

A empresária relata ainda ter sido procurada por proprietários de veículos Ford que querem vendê-los por temerem que a manutenção fique mais cara ou mais difícil.

Dúvidas quanto à disponibilidade de peças ou mesmo ao custo de revisões têm chegado também ao gestor de pós-vendas Kleber Agostinho dos Santos, 41 anos, de Lavras (MG). Ele diz que ainda não tem muito o que responder. Sabe apenas que, por enquanto, a concessionária em que trabalha seguirá funcionando. “Agora que o mercado estava começando a melhorar com essa pandemia, acontece isso”, queixa-se.

Para ele, o primeiro sinal de que a relação da Ford com os negócios no Brasil não ia bem foi o fechamento da fábrica de São Bernardo do Campo (SP), em outubro de 2019. Lá eram produzidos caminhões. “Na região, outros concessionários Ford já tinham fechado. Quando pararam com os caminhões e tiraram o Fiesta de linha, muita gente já ficou com pé atrás”, diz.

Leia matéria completa na Folha.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Macedo disse:

    É lamentável em um momento deste a empresa fechar suas portas deixando várias famílias sem esperança de um futuro tranquilo.
    Todos os brasileiros tem que boicotar e não comprar mais qualquer veículo desta empresa.

    • José MaisTarde disse:

      É lamentável que o governo deixe acontecer uma coisa dessas e ainda coloque a culpa em subsídios inexistentes na Argentina e Uruguai. Todos os brasileiros devem boicotar esse presidente incapaz, analfabeto em economia, ética e civilidade, e votar em candidato melhor nas próximas eleições.

    • Benjamim disse:

      O governo federal (leia-se BOZO) acaba de renovar sua frota com veículos da Ford. Diz que a empresa está saindo por causa dos subsídios mas Argentina e Uruguai não subsidiam ninguém. A Ford saiu porque viu que com esse ignorante no poder o país está fadado ao mais completo fracasso. Infelizmente.

    • José Macedo disse:

      O país está fadado ao mais completo fracasso e a GM já anunciou que vai investir 10 bilhões no país.
      Está fadado ao fracasso e as bolsas batem recorde, está fadado ao fracasso e tem em 2020 uma das menores perdas mundial no PIB, está fadado ao fracasso e tem recorde em depósitos na caderneta de poupança.
      Irão vender os carros fabricados naquele país falido para quem?
      Entendi, para os otários dos esquerdopatas.

COMENTE AQUI