COINCIDÊNCIA? Ibope erra para mais em sete capitais os percentuais de votos de candidatos de esquerda

Considerando as últimas pesquisa do Ibope divulgadas antes do pleito deste domingo (29), o instituto além de não cravar, em alguns casos errou até além da margem de erro os percentuais obtidos pelos candidatos de esquerda no segundo turno das Eleições 2020.

A maior diferença em pontos percentuais foi em relação aos votos projetados e recebidos pelo candidato José Sarto, que até venceu a eleição em Fortaleza, mas não com a diferença apontada pelo instituto.

Em Porto Alegre, o ibope foi além, projetou vitória da candidata Manuela D’ávila do PC do B em Porto Alegre, mas ela foi derrotada por Sebastião Melo que obteve 54,63% dos votos contra 45% de Manuela.

Outro erro aconteceu na pesquisa de Vitória, no Espírito Santo. Com nove pontos percentuais a menos que o projetado pelo Ibope, João Coser, do PT, perdeu as eleições para o Delegado Pazolini (Republicanos), eleito com 58,5% dos votos.

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Carlos disse:

    Depois da Marmota Acéfala liderando em Minas, e amargando o último lugar achei que iam criar vergonha. Pelo jeito, não…

  2. Maria disse:

    Alguém duvida que foram resultados comprados?
    Pensavam que iam influenciar a maioria. Kkkkkkk

  3. Torres disse:

    Infelizmente não há credibilidade em alguns meios de comunicação

  4. João Batista disse:

    Alguém me explica, porque esses institutos de pesquisa, nunca erra pra cima para os partidos de direita…??

  5. Luciana Morais Gama disse:

    Com dinheiro o resultado quem diz é o cliente.

  6. Helio disse:

    O IBOPE É UMA VERGONHA.
    acredita nesse Instituto quem quer.
    Essa quantidade de erros não é normal caso fosse sério.
    Manipuladores e enganadores, é o que são e nada mais.

  7. Neto disse:

    É simples. Fala que pesquisa é uma fotografia do momento e segue a vida

COMENTE AQUI