Coquetel de medicamentos indica resultado promissor contra covid nos EUA


Wu Hong/EFE/EPA – 24.09.2020

Um coquetel de medicamentos ministrado a pacientes com covid-19 em um hospital da Flórida, nos Estados Unidos, apresentou resultados positivos e funcionou em 95% dos casos em que a doença está no início.

Os testes ainda são preliminares e o coquetel será agora objeto de um estudo clínico para comprovar sua eficácia contra a doença causada pelo coronavírus.

O ICAM, como foi chamada essa terapia em um hospital localizado em Ocala, no centro-oeste do estado, e que pertence ao grupo AdventHealth, é composto por vitaminas, zinco, corticosteroides, anticoagulantes e antibióticos, segundo a entidade de saúde.

A plataforma TrialSite News, que compila informações sobre ensaios clínicos na internet, indicou que 100 pessoas que tiveram diagnóstico de covid-19 já se ofereceram como voluntários para o teste com ICAM.

A pesquisa conta com o respaldo do Departamento de Saúde da Flórida e do centro de saúde Centro Médico Regional Heart da Flórida.

O ensaio clínico foi aprovado pela AdventHealth e começou, segundo a empresa, na última segunda-feira no condado de Marion, que pertence a Ocala.

O ICAM foi desenvolvido pela diretoria de farmácia e uma equipe de médicos do hospital de Ocala e fornecido a pessoas hospitalizadas por conta da covid-19 há meses.

A combinação de medicamentos não foi testada em pessoas com sintomas leves da doença, apenas em pacientes hospitalizados.

“Por 76 dias, nenhum dos nossos pacientes foram transferidos para a unidade de terapia intensiva, nenhuma necessidade de respiradores mecânicos e zero mortes graças a tratamentos como o ICAM ou similar”, disse Carlette Norwood-Williams, diretora de farmácia do hospital AdventHealth Ocala.

A especialista indicou que a pesquisa mostra que, com uma “medicação correta” aplicado assim que o diagnóstico é recebido, um paciente com covid-19 pode ter uma melhor resposta à inflamação, “independentemente da idade ou de outras doenças que venha a sofrer”. Isso aumenta suas chances de sobrevivência, explica.

Em pacientes que recebem terapia ICAM imediatamente após o diagnóstico, a taxa de sucesso é de 96,4%, de acordo com Norwood-Williams e os colegas.

Joe Johnson, presidente e CEO da AdventHealth Ocala, disse em um comunicado que espera que o ICAM seja “um poderoso aliado nas mãos dos profissionais de saúde para combater o vírus” além da comunidade onde foi criado.

O objetivo do ensaio clínico é determinar se o trabalho da equipe de especialistas do hospital de Ocala pode ser usado em outro lugar para tentar reduzir a mortalidade por covid-19.

De acordo com o Departamento de Saúde da Flórida, os casos acumulados de covid-19 desde 1º de março no estado são, até hoje, de 700.564. As mortes totalizam 14.202. Nas últimas 24 horas, foram registrados 1.882 casos novos e 12 óbitos.

Nos EUA, conforme os casos acumulados, a Flórida ocupa a terceira posição, atrás da Califórnia e do Texas.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Santos disse:

    Cloroquina e Hidroxicloroquina que é bom, zero.
    Kkkkkkkkkkkkk

  2. JAG disse:

    Exato, vamos seguir a orientação da “ciência “ do ministro Mandeta e cia é só procurar o hospital quando estiver nas últimas, é só tomar medicação que já esteja com comprovação científica robusta.

  3. Gustavo disse:

    Mas só procurem o hospital depois que sentirem falta de ar, não se esqueçam!

    • Paulo Soares disse:

      Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Dá-lhe Mandeta, uhuu! Acertou miserável

    • MITOLÓGICO disse:

      Assim falava Mandetta!

COMENTE AQUI