Brasil

Corpo de Jô Soares é velado com presença de amigos e familiares

Foto: Divulgação

O corpo do jornalista Jô Soares está sendo velado em uma cerimônia fechada em São Paulo. O velório começou apenas algumas horas depois que o jornalista faleceu nesta sexta-feira (5/8) e é restrito a familiares e amigos próximos do jornalista.

A cerimônia discreta está sendo realizada na Funeral Home, uma casa de velórios no bairro paulista Bela Vista. Entre os famosos presentes na despedida estão o casal Drauzio Varella e Regina Braga, que foram os primeiros a chegarem ao local.

Também compareceram ao adeus a Jô o casal de jornalistas Tiago Leifert e Daiana Garbin, o ator Juca de Oliveira e o maestro João Carlos Martins. Serginho Groisman foi ao velório e se emocionou após ver o corpo do amigo. A despedida contou também com a presença de Zelia Duncan e a esposa Flávia, que é ex de Jô Soares.

Metrópoles

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

ABC aciona Justiça Desportiva contra América e pede bloqueio de renda em jogo na Arena das Dunas

Foto: Alex Régis

O ABC acionou a Justiça Desportiva do Rio Grande do Norte contra o América. O motivo é que, segundo o alvinegro, o rival não repassou ao ABC os valores referentes à divisão da renda entre os clubes em dois jogos decisivos do campeonato estadual deste ano. Na ação, o alvinegro pede que sejam bloqueados R$ 57.803,91 do América, dando como opção, inclusive, a renda do próximo confronto do alvirrubro em Natal, que será no dia 28, na Arena das Dunas.

O vice-presidente Jurídico do ABC, Marco Antônio Medeiros, explicou que havia um acordo com o América para a divisão da renda referentes aos confrontos decisivos entre os clubes, tanto no segundo turno quanto no final do campeonato. O América deveria, de acordo com Marco Medeiros, fazer o repasse de aproximadamente R$ 58 mil, o que não foi realizado. Houve a tentativa de um acordo e o ABC aceitou receber o valor dividido em três vezes. Contudo, ainda segundo o vice-presidente Jurídico do ABC, o América não fez o repasse.

“A gente quer receber o dinheiro, não quer prejudicar o América. O presidente do TJD pode até marcar uma audiência de conciliação que estamos dispostos a resolver a situação”, disse o vice-presidente Jurídico do alvinegro.

Na quinta-feira (18), o América conseguiu realizar um acordo com o Superior Tribunal de Justiça Desportiva e evitou a perda do mando de campo em partida decisiva pela Série D, em Natal. Para se livrar da punição, o América teve a pena revertida em multa de R$ 50 mil e está livre da sanção. Todos os ingressos para o confronto contra o Caxias já foram vendidos.

Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Varíola do macaco ‘está mais perto do que você imagina’, diz homem com a doença internado em SP

Foto: Arquivo Pessoal

Um advogado brasileiro viralizou nas redes sociais após contar detalhes de como estão sendo os dias dele, que foi infectado com a varíola do macaco. João Pinheiro, de 31 anos, foi internado na segunda-feira (17), em São Paulo, para controle da dor. Desde então, tem se dedicado a levar informações a pessoas que muitas vezes desconhecem a doença.

Foi no fim de uma viagem à Europa que ele começou a sentir os primeiros sintomas do que descobriria alguns dias depois ser a infecção pelo vírus monkeypox, que causa um surto global com mais de 40 mil casos. O cansaço e o que achava ser uma afta no lábio foram as primeiras manifestações da infecção.

Ele estava em Malta, no dia 5 de agosto, e ainda passaria um fim de semana em Paris. O cansaço persistiu, mas não interrompeu a programação na capital francesa, conta em entrevista ao R7. “Cheguei a Paris muito cansado no dia seguinte, também achei que o cansaço fosse por causa do calor e da viagem, que já estava no final. A afta começou a doer muito, [a ponto] de atrapalhar meu bem-estar para comer. Não era uma dor que precisasse de analgesia, mas incomodava.”

João, que é bissexual, chegou a comentar com os pais que poderia ser monkeypox, mas tentou se convencer do contrário. “Àquela altura, eu achava que era algo talvez sexualmente transmissível. Eu me envolvi só com uma pessoa na viagem, essa pessoa não tem nada. Pensei que não deveria ser nada.”

No surto atual, a transmissão tem sido relatada, principalmente, por contato sexual, mas pode ocorrer por qualquer contato de pele com um indivíduo que tenha lesões ativas ou até por roupas e lençóis, por exemplo. A suspeita dele começou a ficar mais forte quando retornava ao Brasil. Sentiu-se febril e com outro sintoma comum da varíola do macaco: inchaço de linfonodos, que podem ser no pescoço, atrás da orelha, embaixo dos braços ou na virilha.

“No dia em que eu estava pegando o voo para cá, senti que os gânglios no meu pescoço estavam muito doloridos, a ponto de eu não conseguir virar direito o pescoço. A afta parou de doer, só que estava com um aspecto meio emborrachado.”

Ele procurou um hospital em São Paulo e fez o exame na rede privada — planos de saúde ainda não cobrem o teste. O resultado positivo saiu no dia seguinte.

“No dia em que saiu o resultado, tinha saído um ferida no dedo, tinha essa da boca, uma no pulso e outra na perna. Pensei que seria uma coisa mais branda. No dia seguinte, essa ferida da boca começou a ficar muito grande, perdeu o aspecto de afta e ficou com aspecto de feridona mesmo e doendo muito. Uma dor que só ia aumentando.”

R7

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Datafolha: Bolsonaro amplia vantagem sobre Lula entre evangélicos

Foto: Metrópoles

O presidente e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), ampliou ainda mais a vantagem sobre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) na parcela do eleitorado evangélico. De acordo com a pesquisa mais recente do Instituto Datafolha, que ouviu eleitores entre a terça-feira (16/8) e a quinta-feira (18/8), o chefe do Executivo acumula 49% das intenções de voto do segmento, contra 32% do petista.

Esse é o maior patamar de diferença entre os dois candidatos, levando em consideração as últimas pesquisas. Em maio, a diferença entre os dois era de 3 pontos; em junho, de 5 pontos; e em julho, de 10 pontos. Em comparação com a última sondagem, a diferença cresceu 7 pontos percentuais e chegou a 17.

A margem de erro do novo estudo referente ao eleitorado evangélico é de três pontos percentuais para mais ou para menos, levando em conta apenas a porção evangélica do eleitorado, que representa 25% das 5.744 pessoas ouvidas em 281 cidades.

Entre os católicos, o ex-presidente Lula lidera com 52% das intenções de voto, ante 27% de Bolsonaro na disputa de primeiro turno. A parcela de eleitores evangélicos é menos numerosa que os brasileiros que se dizem católicos — segmento que representa 53% da amostra populacional do Datafolha.

Metrópoles

Opinião dos leitores

  1. NENHUMA PESQUISA publicada até aqui merece crédito. Tudo com resultados manipulados, muitas com números oposto ao que se constata nas ruas.
    Como um candidato com essa proposta pode está a frente das pesquisas:
    Despenalização do tráfego;
    Descriminação do furto;
    Fim do teto de gastos para o governo poder se endividar sem controle;
    Legitimação da invasão das propriedades privadas;
    Volta do imposto sindical;
    Desarmamento da polícia;
    Derrubada da ficha limpa na política;
    Aborto em qualquer situação, feito pelo SUS;
    Para finalizar é ex preso, ainda ex condenado e apoia ditador.
    Seria jogar o país na lama da imoralidade, improbidade, injustiça e insegurança generalizada.

  2. Tchutchuca do centrão espalhou que o Presidente Lula vai fechar igrejas..
    A boiada imunda tem a quem puxar no ramo da mentira

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Finanças

Municípios do RN têm dificuldade para implantar piso da enfermagem

Foto: Rovena Rosa

Sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro no último dia 4 de agosto, o novo piso nacional da Enfermagem foi uma vitória comemorada pela categoria que agora teme não vê-la se concretizar. Isso porque, a nova lei preocupa Estados e Municípios sobre os recursos para esse aumento na folha de pessoal tendo o orçamento que já esbarra nos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

No Rio Grande do Norte, pelo menos 140, dos 167 municípios que se enquadram no perfil de pequeno porte, dependem dos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) para equalizar as finanças e com os questionamentos feitos no Supremo Tribunal Federal (STF) por diversas entidades, o sindicato da categoria vê o risco da conquista não acontecer na prática e planejam mobilização com paralisações incluídas na pauta. O impacto nos municípios do RN pode ser de R$ 272,4 milhões, segundo levantamento da Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

A presidente do Conselho Municipal das Secretarias de Saúde do RN (Cosems), Maria Eliza Garcia, diz que o novo piso é merecido para esses profissionais que trabalham diretamente na linha de frente do atendimento à população, porém , ressalta que há preocupação enquanto gestão.  “Temos 140 municípios com menos de 20 mil habitantes e eles não têm sustentação de arrecadação vivendo do FPM para garantir o pagamento desse piso”, alertou a presidente.

Segundo a gestora, o novo piso elevará a folha dos enfermeiros de quase todos os municípios em 100%. “Estamos preocupados em como vamos articular, organizar e cumprir o piso, que sabemos que teremos que fazer, mas como vamos ter recursos para isso?”, questiona.

A Lei 14.434 estipula que, em todo o país, enfermeiros não poderão receber menos que R$ 4.750, independentemente de trabalharem na iniciativa privada ou no serviço público federal, estadual, municipal ou do Distrito Federal, mas não apenas isso, uma vez que 70% (R$ 3.325) deste valor deve ser pago aos técnicos e 50% (R$ 2.375), para auxiliares e parteiras. Os pisos salariais deverão ser aplicados por todos os setores até o início do próximo exercício financeiro. Por enquanto, só poderão ser aplicados em instituições privadas e filantrópicas e municípios que tenham disponibilidade orçamentária.

A lei que institui os pisos nacionais também determina que as remunerações e salários atualmente pagos a quem já ganha acima desses pisos deverão ser mantidos, independentemente da jornada de trabalho para o qual o trabalhador foi admitido. E que também os acordos individuais ou coletivos devem respeitar esses valores mínimos.

Tribuna do Norte

Opinião dos leitores

  1. A maioria dos municípios tem um quantitativo “pequeno” desses profissionais, fico calado, c,/Natal, Mossoró, Parnamirim….porém é o que me chama atenção, é que a mídia diz que os governadores e prefeitos, nunca viram tanto dinheiro, oriundo dos impostos, impulsionados pelo aumento de preços de produtos vendidos. É a velha choradeira, coicidentemente em período eleitoral federal e já bastante conhecido de todos.

  2. Era esperado! O bandido das rachadinhas era contra (o Eduardo BANANINHA até votou contra o piso) mas como medida pra ganhar popularidade estilo DilmAnta, acabou sancionando um aumento e passando a responsabilidade para os demais entes federativos pagarem, isso após o corte do ICMS em alguns produtos que não só reduzem a arrecadação dos Estados mas também dos municípios…

  3. Conversa, se contrata uma banda ou um cantor desses chibata, pra tocar uma noite e paga 200, 300 ou até 500 mil reais, logo pode sim pagar um salário digno pra meia dúzia de enfermeiros. Lutem e não desistam, é direito de vocês.

  4. Para aumento do judiciário e legislativo não falta dinheiro, para profissionais de saúde, começa campanha de não tem dinheiro. Se não pode pagar fecha essa porra e entrega a chave pro Lula.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comportamento

“É possível ser gay, ídolo e ganhar título”, diz ex-goleiro do América-RN, Flamengo e Grêmio

Foto: Arquivo Pessoal

Era apenas um amistoso na pré-temporada do Grêmio em 1993, contra o Capão da Canoa. Aos 12 minutos do primeiro tempo, o goleiro Kita, do Capão, lança o atacante Melancia. Ao ver o ponta livre, o jovem goleiro Emerson, então com 21 anos, se joga com força sobre o adversário para impedir o chute.

O choque provocou na perna direita de Emerson uma lesão gravíssima que o afastaria dos gramados por praticamente dois anos. Ninguém entendeu o reflexo arriscado em um jogo que não valia nada, e que terminaria inclusive com um placar elástico — 6 a 1 para o Grêmio.

Naquela altura, Emerson já era um goleiro das categorias de base da seleção brasileira, valorizado e assediado. E isso virou um fardo. Quanto mais famoso ficava, maior o risco de ser descoberto como homem gay pelos companheiros, pela mídia e até pela família.

“Eu me joguei desesperado. Na verdade, o desespero era outro, não era um desespero para não tomar gol. A minha vida pessoal, a cada defesa que eu fazia, cada vez que eu me destacava mais dentro de campo, o buraco vazio aumentava também inversamente proporcional. Quanto mais famoso eu ficava, mais difícil se tornava ser gay dentro desse ambiente.”

“Eu não tinha tido contato com o mundo gay até então, com 21 anos. Então, quando eu quebrei a perna, e foi uma lesão grave que poderia inclusive ter ter acabado com minha carreira, porque quebrou a tíbia e fíbula, eu acabei saindo de cena, apesar de toda a fama e todo a comoção que causou no Rio Grande do Sul. Mas eu acabei saindo de cena um pouco e foi o que me deu a oportunidade de poder repensar algumas coisas e começar a equilibrar isso. Foi inconsciente, mas foi um ato de desespero mesmo para tentar mudar o rumo das coisas”, diz o ex-goleiro.

No podcast do ge, “Nos Armários dos Vestiários”, Emerson decidiu falar publicamente sobre como lidou com sua sexualidade durante os mais de 30 anos de futebol para ser um exemplo positivo especialmente para os atletas mais jovens que eventualmente se sintam presos no armário por causa do preconceito.

“O ambiente do futebol é muito hostil para um gay, muito mesmo. Eu fico imaginando quantos garotos desistiram de se tornar jogador de futebol por conta disso, por perceberem essa situação. Quantos talentos foram perdidos? O futebol perdeu, os clubes perderam, porque o ambiente realmente não ajuda. Eu segui com tudo isso, mas sofri com as consequências de seguir, era o meu sonho. Eu queria ser goleiro do Grêmio. Eu queria ser um jogador de futebol. Eu eu conquistei isso, só tive que que enfrentar um outro lado que é muito difícil”, afirma.

GE

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comportamento

Policiais militares discutem e vão parar na delegacia

Dois policiais militares foram parar na Central de Flagrantes da Polícia Civil após uma discussão entre eles. O caso aconteceu no bairro de Cajupiranga, em Parnamirim, na Região Metropolitana de Natal, nessa quinta-feira (18).

De acordo com as informações preliminares, a briga entre os PMs teria sido causada por motivos pessoais. Segundo a Polícia Militar, uma equipe foi acionada após uma denúncia indicar que um deles estaria baleado.

A guarnição foi ao local, mas não havia ninguém baleado. Ainda circulou a informação de que disparos teriam acontecido, mas não houve confirmação. Os dois militares foram encaminhados para a Delegacia de Plantão, em Cidade da Esperança, na zona Oeste de Natal.

A arma de um dos policiais foi apreendida por causa da suspeita dos disparos. Os agentes de segurança devem responder na justiça militar.

Opinião dos leitores

  1. A grande maioria dos policiais estão lá apenas pelo salário (nada demais nisso), mas Jamaica serão bons policiais porque para isso é preciso ter vocação. A mesma coisa acontece com juizes é médicos. Sem vocação, se tornam péssimos profissionais. É só pelo dinheiro.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

Corpo é encontrado em mangue com marcas de tiro e pés amarrados com arame farpado na Grande Natal

Foto: Sérgio Henrique Santos

O corpo de um homem foi encontrado em um mangue da Grande Natal com possíveis sinais de violência e os pés amarrados com arame farpado. O caso aconteceu na tarde desta quinta-feira (18).

Segundo a Polícia Civil, o corpo estava na gamboa – pequena lagoa formada próximo ao rio dos Coqueiros – um afluente do Rio Potengi, em São Gonçalo do Amarante.

O Corpo de Bombeiros foi acionado por pessoas que viram o corpo no local de difícil acesso e enviou uma equipe para fazer o resgate.

De acordo com o sargento Carvalho, que comandou a operação, o corpo é de um homem que aparenta ter entre 40 e 45 anos.

Ainda de acordo com os militares, o corpo tinha uma marca, possivelmente de disparo de arma de fogo, na altura da cabeça, e estava com os pés amarrados com arame farpado. Ele estava vestido apenas com uma bermuda de cor preta.

Os militares informaram que o corpo não estava em estado de decomposição, o que significa que a morte é recente.

Após o resgate, os militares levaram o corpo até uma área do Rio Potengi, perto da ponte de Igapó, onde ele foi recolhido pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep).

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil foi acionada para dar início às investigações.

G1 RN

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Ex-reitor do IFRN é condenado pelo TRE-RN por propaganda antecipada nas redes sociais

Foto: Reprodução 

O Ministério Público Eleitoral propôs representação por propaganda eleitoral irregular antecipada em desfavor de Josué de Oliveira Moreira, conhecido também como Prof. Josué Moreira, pré-candidato ao cargo de deputado federal nas Eleições de 2022. Na sessão plenária desta quarta-feira (17), a corte do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) julgou como procedente a representação, aplicando a multa mínima prevista (R$ 5.000,00), a ser paga pelo pré-candidato. A notícia é do próprio TRE.

Segundo o representante, o pré-candidato divulgou em seu perfil em rede social particular, uma postagem contendo explícito pedido de voto em seu favor. Nela há a frase “Vote em quem irá trabalhar em prol do seu Estado, cidade e da nação brasileira. Sigamos!” atrelada à imagem do representado, publicada no mês de julho de 2022, antes do período de campanha eleitoral.

“Neste caso, reconheço o pedido explícito de voto. A expressão ‘Vote em quem irá trabalhar em prol do seu Estado, cidade e da nação brasileira. Sigamos!’, tudo associado a ele é considerado como o pedido ‘vote em mim!’. A fundamentação do meu voto é no sentido de julgar procedente o pedido contido na representação e condenar o representado pela prática de propaganda extemporânea”, destacou o relator do processo, juiz José Carlos.

96 FM

 

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

VÍDEO: Homem morre e mulher grávida é presa após confronto com a PM na Grande Natal

Vídeo: Reprodução 

Um suspeito de assalto morreu e uma mulher foi presa após um confronto com a Polícia Militar. A troca de tiros aconteceu no bairro de Golandim, em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal, na noite dessa quinta-feira (18).

O que chama a atenção é que a mulher está grávida. Contra ela, a polícia disse que já existia um mandado de prisão em aberto.

De acordo com a polícia, a ocorrência começou na avenida das Fronteiras, na zona Norte de Natal. O casal roubou a bolsa de uma mulher com diversos bens pessoais, como carteira, celular, cartões e dinheiro. A PM foi acionada e fez buscas, mas, inicialmente, os suspeitos não foram localizados.

Em seguida, a vítima conseguiu rastrear o celular e acionou novamente a PM. Os policiais foram ao local indicado e foram recebidos a tiros. Houve revide e o criminoso acabou baleado.

Ele chegou a ser socorrido para o Hospital Santa Cataria, mas não resistiu e morreu ao dar entrada na unidade hospitalar. A criminosa foi detida e levada para a Central de Flagrantes da Polícia Civil, na zona Norte da capital.

Portal da Tropical

Opinião dos leitores

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

BRONCA: Fátima sem Carlos Eduardo

Foto: Redes sociais

A governadora Fátima Bezerra está tendo que administrar um grande problema na sua campanha pela reeleição.

E o problema tem nome e sobrenome: Carlos Eduardo Alves.

Aproximadamente 50 prefeitos que apoiam a governadora e também o ex-ministro Rogério Marinho, candidato ao Senado pelo PL, não aceitam que Fátima chegue no município acompanhada do ex-prefeito de Natal e candidato a senador pelo PDT.

A altíssima rejeição a Carlos Eduardo Alves tem gerado muito estresse e tensão na campanha da governadora, principalmente na agenda, a equipe de mobilização e articulação tem sido obrigada a montar a agenda sem a presença do ex-prefeito da capital.

Nos municípios cujos prefeitos apoiam a chapa Fátima Bezerra-Rogério Marinho, a governadora já está avisada: ela será muito bem recebida, mas sem Carlos Eduardo.

É BRONCA….

Opinião dos leitores

  1. Fico olhando esses analistas políticos remunerados por um lado. Eles veem apenas pontos políticos para o lado que o remunera. O Carlos Eduardo, não voto nele ainda, é o único candidato atacado 24 hs em todas as frentes, basta pegar esse blog como exemplo. É como se ele nunca tenha exercido nenhum cargo e não tivesse sido avaliado como bom gestor em todas as suas administrações. Tem muita gente, como eu, que não vota em Carlos Eduardo, mas se não tiver jeito de evitar que o 171, mentiroso, caloteiro dos servidores, processado, envolvido em denúncias, carrasco dos trabalhadores , rogerio marinho, chegue, vamos votar no Carlos Eduardo. Tem muita gente que vota em Fátima e Lula que ainda não declararam votos em Carlos Eduardo, isso so se dará no último momento e fará toda diferença.

  2. A Governadora deu um tiro no pé escolhendo esse Carlos \eduardo,pensou em transferir os poucos votos que Cabeção tem em Natal,enganou-se,Carlos Eduardo vai tirar é voto da Governadora,quem for vivo,verá….Rogério Marinho com certeza,será o futuro Senador 2022,pelo RN !!!

  3. As pesquisas reais, aquelas guardadas nos bastidores mostram que Carlos perde de lavada para o senado. Seu desespero fica evidente a cada atitudes louca tomada e fala desconectada com a vontade do povo.
    Não adiantou Garibaldi tentar salvar a vida política do filho e dele, um sabe que vai morrer politicamente nessa eleição e o outro corre risco devido a enorme rejeição da governadora.
    Por sinal a enorme rejeição de Fátima é o grande impecílio que os prefeitos encontram e não estão conseguindo transferir os votos.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *