DAMA DE ESPADAS: Alvo de Operação do MP já administrou Cajueiro de Pirangi

Foto: Ricardo Araujo/G1 RN

O corretor de imóveis Francisco Cardoso, que foi um dos alvos da nova fase da Operação Dama de Espadas do Ministério Público do RN nesta terça-feira, 25, que investiga os crimes de peculato, lavagem de dinheiro, associação e organização criminosa, falsificação de documento público e uso de documento falso, já ocupou o cargo de administrador do Cajueiro de Pirangi, um dos principais pontos turísticos do Estado.

Como presidente das Associação de Moradores de Pirangi (Amopin),  responsável por gerir o Cajueiro, entre 2012 e 2014 , Francisco Cardoso participou do processo de instalação de caramanchões ao redor do Cajueiro, em polemica para melhorar a fluidez do trânsito no sentido das praias do litoral Sul.

Atualmente, Francisco Cardoso estava atuando como cargo comissionado na Prefeitura de Nísia Floresta. O atual prefeito, Daniel Gurgel Marinho é sobrinho de Rodrigo Marinho, ex-servidor da Assembleia Legislativa e que também esta sendo investigado pela nova operação do MPRN.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Eu sabia disse:

    Este senhor, enquanto administrava o Maior Cajueiro do Mundo, bradava aos quatro ventos: "Acusam-me de roubar o dinheiro do cajueiro, mas Deus está vendo a minha honestidade". Bem, agora a máscara caiu e todo mundo percebeu o que já sabiam: este homem é um bandido e faz parte da quadrilha articulada da família Marinho desde há muito.

  2. JUNIN disse:

    PASSARAM A MAO NUMA GRANA ALTA E NENHUM DEPUTADO SABIA DE NADA ???? CADÊ OS CABEÇAS DA TRAMÓIA ????

  3. Carlos Bastos disse:

    Cadê as prisões dos cabeça desse roubo até agora nada, só pequenos, eu quero saber quem comandava esse esquema milionário.

  4. JBBatista. disse:

    Esse deve ter gritado muito Lula livre e depois Brasil acima de tudo. profissional dos bastidores da politica corre para onde o dinda lhe agrada.

COMENTE AQUI