Delação de Dario Messer é validada e ‘doleiro dos doleiros’ deverá devolver R$ 1 bilhão

Foto: divulgação

A Justiça Federal no Rio de Janeiro homologou um acordo de delação premiada com Dario Messer, o “doleiro dos doleiro”. Segundo informações divulgadas nesta quarta-feira (12) pelo Ministério Público Federal (MPF), Messer se comprometeu a devolver R$ 1 bilhão aos cofres públicos.

Messer é réu em processos da Lava Jato no Rio por esquemas nacionais e transnacionais de lavagem de dinheiro, além de outros crimes. De acordo com o MPF, o acordo com Messer é em “escala inédita” na Justiça brasileira.

Homologado pelas 2ª e a 7ª Varas Federais Criminais do Rio, o acordo – segundo avaliação da Força-tarefa da Lava Jato no estado – permitirá a coleta de provas para investigações em andamento.

A Lava Jata informou que Messer já teve depoimentos juntados aos autos de processos associados a três investigações:

– “Câmbio, desligo”, sobre esquema de lavagem de dinheiro a partir do Uruguai e que movimentou mais de US$ 1,6 bilhão;

– “Marakata”, sobre transações de dólar-cabo para lavar dinheiro em contrabando de esmeraldas;-

– “Patrón”, sobre o braço no Paraguai da organização transnacional de lavagem de dinheiro liderada por Messer.

O combinado é que Messer deverá cumprir pena de até 18 anos e 9 meses de prisão, com progressão de regime prevista em lei – o regime inicial é o fechado.

Outra cláusula prevê a renúncia, em favor dos cofres públicos, de mais de 99% do patrimônio do doleiro, estimado em cerca de R$ 1 bilhão.

Os bens incluem imóveis de alto padrão e valores no Brasil e no exterior, além de obras de arte e um patrimônio no Paraguai ligado a atividades agropecuárias e imobiliárias, que deverão fundamentar um pedido de cooperação com as autoridades paraguaias para sua partilha com o Brasil.

Doleiro é investigado desde os anos 1980

Antes de ser preso em julho do ano passado, Messer esteve no radar da Polícia Federal por cerca de 30 anos, sendo citado em inquéritos policiais desde o fim dos anos 1980.

Já naquela época, o doleiro aparecia como operador de personalidades como o então patrono da Escola de Samba Salgueiro, Waldomiro Paes Garcia, o Miro.

Há 15 anos, a Comissão Parlamentar de Inquérito do Banestado também esbarrou em Messer. Na ocasião, foi descoberta uma movimentação de forma irregular de R$ 8 bilhões, entre 1996 e 2002 ligada ao doleiro. Na ocasião, foi pedido o indiciamento do doleiro que sequer foi preso.

No Mensalão, a PF apontou o doleiro como o responsável por enviar US$ 1 bilhão de forma irregular para o exterior e depositar o valor equivalente em reais em contas para integrantes do PT no Banco Rural.

Dario Messer também apareceu no caso Swissleaks como proprietário de uma offshore no Panamá.

G1

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. MORO E DALLAGNOL 2022 disse:

    É por essa e outras razões que a opinião pública tem que lutar pela manutenção e fortalecimento da Força Tarefa da Lava Jato.

  2. Batista disse:

    Todos sabem ou deveriam saber que corrupção no Brasil veio com as caravelas. Porém, o que deixa boa parte da população revoltada, e eu me incluo, é que a esquerda que tanto lutei por ela, criticava, lutava, prometia que se chegassem ao poder, fariam diferente. Fizeram, fizeram sim muito pior, milhões, BILHÕES, TRILHÕES pior que a direita, mostrando que os safados só queriam o poder e todos eram bem pior do que o que eles acusavam e criticavam. Aí o que hoje os defendem ou são inocentes ou tinha participação no ocrim, roubo, desvio, corrupção….. Ou seja, são os outros bandidos entre nós.

  3. Apir Pertinente disse:

    Lembrar que a corrupção não foi só com o PT nem nasceu no governo do PT. A notícia diz que desde os anos 80 o doleiro já era investigado por lavar dinheiro.
    Corrupção recente no Brasil só foi descoberta por que a oposição ao governo Lula sabia onde existia corrupção. Como haviam perdido as tetas, decidiram denunciar. Esse foi o ponto de partida, e daí a Lava Jato se instalou e esclareceu tudo que era obscuro na corrupção (menos a dos governos anteriores a Lula, um pecado da Lava Jato).
    Quem pensa que corrupção existiu apenas em governo de esquerda é por que não conhece a história do brasil, ou então é bobo ou se faz.

  4. Emmanoel do Nascimento Costa disse:

    Faz mais de 500 anos que roubam muito no Brasil mas tem uma parte da população dizendo que isto só ocorreu no Governo PT 13 anos.O pior a roubalheira continua.

  5. Entregador De Pizza disse:

    Vejo comentários “brilhantes” aqui, dizendo que a a esquerda é isso, que a esquerda é aquilo, por causa de uma delação mixuruca como essa. É bando de retardado, alienado, etc e tal!!! Se esse camarada vai devolver 1 bi, não precisa ser muito demente, para saber que ele guardou mais 2, 3, imóveis, etc.

  6. Lourdes Siqueira disse:

    E ainda tem gente que acredita que a Lava jato foi perseguição, armação, mente…..a maior prova da veracidade do tamanho da ladroagem é a fortuna que esses ladrões já devolveram. Esse povo com os advogados mais caros do planeta jamais teriam entrado na porta de uma prisão se a paulada nao fosse tão certeira. Lava jato me trouxe esperanças de que milionário vai pra cadeia; até o Gilmar Mendes saber…..

  7. Batista disse:

    Isso é só a parte dele que ele está devolvendo, e garanto só uma parte. Agora imaginem o tamanho da corrupção que ele participou junto com os comparsas do PT. Trilhões e trilhões, agora sabemos porque nosso país nunca sai desse buraco sem fim.

  8. Mgil disse:

    Meu amigo…o cara vai devolver 1 bilhão. Meu Deus, onde vamos parar?

  9. Edgar disse:

    A esquerda nunca mais ganha nada neste país. Roubaram o povo. E hoje o dinheiro faz falta na saúde.
    1 bilhão.

    Fátima perdeu 5 MILHÕES na pandemia para uma empresa fanstasma

COMENTE AQUI