Dona da Ambev compra vinícola argentina Dante Robino

Foto: Divulgação

A AB Inbev, gigante mundial de cervejas, adquiriu sua primeira vinícola sul-americana, a argentina Dante Robino, que tem cerca de 400 hectares de vinhedos, divididos entre Lujan de Cuyo, Barrancas e Santa Rosa, em Mendoza.

A compra foi realizada pela cervejaria Quilmes, subsidiária do grupo na Argentina. O valor da transação não foi revelado.

“A aquisição faz parte do plano da companhia de entender e estudar melhor o segmento de vinhos e continuar o crescimento do nosso portfólio de marcas”, informou a companhia, em nota ao NeoFeed. A transação ainda depende da aprovação das autoridades locais.

Em junho do ano passado, por meio da ZX Ventures, sua divisão global de inovação, a AB Inbev havia comprado a Babe Wine, empresa que comercializa vinhos em lata. Com sede em Nova York, a marca é um sucesso no mercado norte-americano.

Fundada pelo influenciador digital Josh Ostrovsky, conhecido como “The Fat Jewish”, e pelos irmãos David Oliver Cohen e Tanner Cohen, os vinhos Babe Wine são envazados na Califórnia e tem no público jovem os seus maiores consumidores.

“A aquisição da Dante Robino faz parte do plano da empresa de entender e estudar melhor o segmento de vinhos e de continuar com o crescimento do portfólio de marcas”, informou um porta-voz da AB Inbev, que é dona da Ambev, para a publicação inglesa The Drinks Business.

A nova aquisição, que ainda precisa ser confirmada pelas autoridades argentinas, mostra que a AB Inbev, forte no mercado de cervejas, busca amplicar o seu negócio para as bebidas alcoólicas em outros segmentos.

Um exemplo é que em 2016 a companhia já havia adquirido a Bon & Viv’s Spiked Seltzer, empresa norte-americana que produz bebidas que misturam vinho, cerveja e aromas naturais de frutas, e são envazadas em latas de alumínio.

Há interesse crescente da AB Inbev no vinho. Cerca de um ano e meio atrás, executivos da Ambev, o braço do grupo no Brasil, estudaram os custos de importação de vinhos para o mercado brasileiro. “Mas, aparentemente, eles desistiram ao entender um pouco melhor o nosso mercado”, conta um dos especialistas consultados na ocasião.

Neo Feed