Em pronunciamento, Trump faz ultimato a governadores e diz que vai mandar o exército para acabar com protestos nos EUA


Foto: Tom Brenner/Reuters

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez pronunciamento nesta segunda-feira na Casa Branca prometendo “reestabelecer a lei e a ordem” no país depois de sete dias seguidos de protestos por causa da morte de George Floyd, no último dia 25, em Minneapolis. O homem negro foi asfixiado por nove minutos por um policial branco sob a suspeita de ter tentado comprar um cigarro com uma nota falsa.

Ao som de bombas ao fundo, lançadas pela polícia para conter manifestantes que marchavam próximos à sede do governo, o presidente instigou governadores e prefeitos a fazerem uso da Guarda Nacional para que os protestos violentos sejam contidos no país. Ele ainda ameaçou que poderá agir diretamente, com o envio de homens do exército para os locais.

— Estamos mobilizando todos para acabarmos com a destruição e garantir os direitos do povo americano. Hoje eu recomendei que usem a Guarda Nacional para dominarmos as ruas novamente. O governador ou o prefeito que relutar em restabelecer a ordem, verá que eu vou agir diretamente, com o envio do exército para acabar com o violência — afirmou, sem deixar claro se existiria legalidade na medida.

Trump voltou a fazer ataques contra o que chamou de “extrema-esquerda”, “anarquistas” e “antifas”, que seriam os responsáveis pelos protestos violentos em todo o país. Ele os classificou de terroristas domésticos e prometeu que aqueles que forem presos durantes as manifestações precisam ser punidos com rigor.

O Globo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Justus disse:

    Caro Pedro Henrique, antes de tudo, não sou fã de Bolsonaro. Tenho as reportagens originais desde o início, quando nem apareciam aqui, além de informações de moradores de lá. Para variar, nossa imprensa não conta tudo. O seu comentário é típico de quem só lê esta blog. A mídia internacional está à sua disposição. É só clicar.

  2. José Macedo disse:

    Gostei da sua visão Loremberg, podemos não gostar dos atos pessoais das pessoas mas temos que apoiar aquilo que ela faz de bom para o país.
    Um país próspero é aquele que tem uma grande oferta de empregos e uma economia forte.
    Estávamos caminhando para isso, taxa de juros mais baixa da história, desemprego caindo, inflação caindo, investimentos em infraestrutura, porém nada disso interessa aqueles que odeiam o JB, preferem o país na merda a ver a ver a continuidade do presidente na República.
    Estão torcendo para a volta do PT ao governo, com seus indicados arruinando o país.

  3. Loremberg Tinôco disse:

    Moro nos EUA e posso dizer que antes do covid-19 Trump estava reeleito. Economia batia recordes históricos com todos os números ultrapassando os melhores da história, inclusive da empregabilidade de afro-americanos. Faltava gente pra trabalhar em certas regiões, aqui onde moro no Texas, tinha vaga em praticamente todas as atividades. Veio o vírus e agora as manifestações por conta da morte (Absurda) de um segurança negro por um policial branco. O cara já foi demitido, está preso, a mulher pediu divórcio e ele vai pagar pelo que fez. Até aí, tudo bem protestar, mas vc sair batendo em pessoas inocentes, quebrando lojas e as cidades, tem que ser reprimido mesmo. Aqui, como no Brasil os adversários políticos aproveitam qualquer oportunidade para em nome de alguma coisa manipular a população a favor dos seus interesses, e gado que é gado vai na onda, principalmente se for pra comer confinado e não ter que procurar novos pastos… Aqui não tem STF nomeado por políticos, e se o presidente mandar o exército resolver, vai resolver mesmo. Ele não está preocupado como alguns governadores em capitalizar votos, ele vai fazer o que deve ser feito para preservar a Segurança da população e seus direitos como também as propriedades dos cidadãos que trabalham e pagam impostos.

    • Lutemberg disse:

      Parabéns pela lucidez. Tem que agir com dureza contra esses baderneiros e oportunistas.

  4. Isoares disse:

    Eu gostaria muito de saber qual o governante que vc Pedro Henrique queria para o nosso pais, porque depois de JB Figueiredo; sarney, color, lula, Dilma???

  5. Potiguar disse:

    É a primavera "árabe" americana!

  6. Pedro Henrique disse:

    Esse doidinho do pão já perdeu a eleição! Sabe nem pra onde vai mais. Tá procurando uma cortina de fumaça e não acha. Coreia do Norte não rolou, Irã não funcionou, Venezuela tão pouco e com a China ele se "tóra" todinho. O Trump Tropical das bandas de cá ta indo no mesmo caminho, isolado, andando de "carralo" tangendo o gado e sendo sustentado por um punhado de gado sem pé nem cabeça. E antes que me chamem de "comunisto ou comunaquilo", sou um democrata que abomina os desmandos de gerentes desqualificados e ditaduras de todo tipo. Apenas fiz uma constatação lógica e óbvia. Agora os Nelore podem mugir à vontade nos comentários abaixo.

COMENTE AQUI