Envio de oxigênio por Maduro causa espanto entre venezuelanos que vivem em Manaus: “Estou em choque porque o meu país está quebrado”

Venezuelanos que vivem em Manaus ficaram chocados quando souberam que o seu país, liderado pelo ditador Nicolás Maduro, enviará remessas de gás hospitalar para socorrer a capital do estado do Amazonas.

Ao menos dois caminhões-tanque com o insumo já estão a caminho de Manaus. Novas remessas estão previstas, segundo acordo firmado com o governo do Amazonas.

Manaus vive uma crise sem precedentes em seu sistema de saúde devido à falta de oxigênio hospitalar, um insumo fundamental na manutenção de pacientes internados com ou sem Covid-19 em leitos de UTI.

A Folha conversou com um grupo de venezuelanos que vivem num acampamento da “Operação Acolhida”, montado pela prefeitura em parceria com a ONU (Organização das Nações Unidas) sob um viaduto ao lado do terminal rodoviário da cidade.

Se antes da pandemia a luta pela inserção social na cidade já era grande, agora, a situação piorou, diz Claritza Magdalena Suarez, 39.

Suarez organizava suas roupas espalhadas sobre um colchão quando a reportagem da Folha visitou o espaço nesta sexta.

Ali, a maioria dos venezuelanos abrigados são indígenas. Poucos foram vistos usando máscara de proteção no rosto, apesar de o item estar visível entre os seus pertences.

Suarez ainda não sabia da parceria entre o seu país e o Brasil. Informada pela Folha, ficou espantada. “Estou em choque porque o meu país está quebrado e, por isso, eu estou aqui nestas condições.”

O marido dela, que não quis se identificar, também esboçou a mesma surpresa. “Não acredito nisso.”

Mesmo tendo sido quase que obrigados a deixar a sua terra natal quando não tinham nem o que comer no auge da crise venezuelana, o casal ainda foi capaz de soltar uma pista. “Será que o Nicolás mandou essa ajuda porque sabe que muitos venezuelanos estão aqui?”, disse Suarez.

Com um currículo que inclui serviços prestados no setor petrolífero e funções que vão de camareira a auxiliar administrativa, Suarez sonha com um emprego. “Mas ficou difícil de arrumar algo nesta pandemia”, diz.

Como seus compatriotas, ela também vai até o semáforo para pedir dinheiro. Cada centavo conquistado faz diferença. “Aqui eu ganho comida, banho e roupas. Esse dinheiro é para trazer os meus seis filhos que ficaram na Venezuela”, afirma.

Todos ali integram o grupo de 6 milhões de pessoas que deixaram a Venezuela quando o país entrou em colapso. Muitos deles caminharam até a fronteira com o Brasil, na cidade de Pacaraima, em Roraima, em busca de ajuda humanitária.

No acampamento, composto por imensas barracas de lona branca, as famílias venezuelanas conseguem dormir à noite em segurança. Durante o dia, saem pelas ruas para fazer bicos ou pedir dinheiro nos semáforos da capital.

FolhaPress

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cidadão Indignado disse:

    Os maiores canalhas e lixos humanos existentes na humanidade: Maduro, Putin, Donald Trump, a familicia, radicais da esquerda, radicais do centro e rediadicais da direita. Bando de sem futuro.

  2. Pixuleco disse:

    Em um gesto humanitário de gente de bom coração , o presidente Maduro ajuda nossa nação
    Manda oxigênio de barco e até de caminhão para o povo do Amazonas melhorar a respiração
    O nosso presidente não deu a mínima atenção
    Mandou foi CLORIQUINA e não teve compreensão
    O povo brasileiro humilde agradece é só maduro presidente envia um prece
    Paro o Tonho da lua pedimos piedade e humildade
    Um presidente do BRASIL não pode agir com irresponsabilidade .
    Chega Chaguinha ! Bota minha papa de cúrau com avoete assado ,
    PIXU HOJE TÁ ANIMADO
    A vacina de DÓRIA VAIA SER LIBERADA !

  3. Janio A Marie disse:

    O negócio é simples, se não gosta do O2 venezuelano, não respire, ou então façam melhor, pressionem o governador do AM pra recusar o gás. Pra quem está bem de saúde e se sentindo seguro é fácil, né?

  4. Tarcísio Eimar disse:

    O problema é a origem desse O2. Ninguém sabe da qualidade, com ctz. No sufoco estão recebendo tudo

  5. Lula encantador de otário disse:

    Pode usar um pouquinho daquele do meu caixa 3, obrigado.

  6. Tico de Adauto disse:

    O nosso o governo bovino quebrou.

  7. Calígula disse:

    Tem que ter cuidado com essa esmola do Maduro, o oxigênio podeestá contaminado.

  8. Gaguinho disse:

    Ele precisava retribuir um pouquinho do que o Brasil fez pelos Venezuelanos, acolhendo milhares deles em nosso País.

  9. Neto disse:

    Esse é o famoso goz… com o dos outros. O oxigênio vem da White Martins.

  10. ZéGado disse:

    Hora de agradecer, venha de onde vier.

  11. Chicó disse:

    Quantos venezuelanos devem está precisando desse oxigênio em seu país e o Maduro querendo pousar de bom moço !!! Pergunta se ele deixa alguma emissora internacional fazer uma reportagem sobre a situação da saúde na Venezuela.

  12. Pixuleco disse:

    Obrigado Maduro ! Mesmo passando por dificuldades ajuda aos Brasileiros.

    • Frank disse:

      Quem pode ajuda pixu, foi o que fez ditador Maduro, o PR Jair Bolsonaro, e o cantor Gustavo Lima por exemplo.
      Já figuras como nhonhom botafogo, João doriana calcinha apertada e o candidato da globo lixo Luciano Hulk, convocam Panelaço.
      Tem cabimento?
      Eu te pergunto, ums imbecis desses tem condições de governar o Brasil??
      Não!!!!!
      Pelo jeito, estão mais pra quererem roubar o nosso dinheiro como fez a quadrilha do Lula da Silva.
      Fora canalhada.

    • Pixuleco disse:

      FRANK que não é o Aguiar , FRANK que não é-o Sinatra . Que argumetozinho besta esse criatura . Eu quero é vacina , eu quero o povo respirando . TONHO não quer ! Tonho não deixa o povo respirar . Maduro com toda dificuldade da Venezuela está salvando o Brasil 🇧🇷. Galego Lundun o amigo de Tonho vai deu bem as horas . Obrigado MADURO olá contribuição ao povo do Brasil .

  13. Pepe disse:

    Para você ver,de onde menos se espera vem a ajuda.Asfixia é pior que fome.
    A oferta da viuva de uma moeda,tinha mais valor que o ouro do mercador.

COMENTE AQUI