Saúde

FOTOS: Adolescente de 15 anos é operado após enfiar cabo USB no pênis

Fotos: Calum Grant/Urology Case Report

Um adolescente de 15 anos precisou passar por uma cirurgia após enfiar um cabo USB no pênis. O caso ocorreu em Londres, no Reino Unido, e foi divulgado por um artigo científico publicado na revista “Urology Case Reports”.

O jovem, que não teve o nome revelado, relatou aos médicos que inseriu um cabo USB, utilizado para carregar aparelhos celulares, na uretra para medir o comprimento do pênis. Ao perceber que havia prendido o cabo no membro, ele tentou removê-lo manualmente, mas acabou piorando a situação e prendendo as duas pontas do objeto na uretra.

O adolescente foi com a família ao hospital mais próximo, mas tentativas manuais ou endoscópicas de remoção não foram eficientes porque havia um nó no cabo USB.

Ele foi então encaminhado ao University College Hospital London, onde há tratamento especializado e cirurgias urológicas. Os médicos precisaram realizar uma uretrostomia penoescrotal, onde é feito um corte entre a genitália e o ânus do paciente. O cabo foi cortado e retirado através de um meato uretral externo.

O adolescente recebeu alta no dia seguinte à cirurgia. Ele precisou usar cateteres suprapúbicos para drenar a urina por duas semanas. Segundo os médicos, o jovem não terá sequelas.

De acordo com o artigo científico publicado na Urology Case Reports, o jovem não apresentava problemas mentais, e casos assim são mais comuns do que se imagina. “A experimentação e a gratificação sexual são considerados as principais causas de corpos estranhos retidos na uretra e na bexiga de pacientes”, diz trecho do estudo.

Correio Braziliense

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Brasil recebe lote de 4,5 milhões de doses da vacina da Pfizer

Foto: UPS

A Pfizer entregou neste sábado (16.out.2021) um lote de 4.527.900 de doses da vacina contra a covid-19 ao Brasil. Os lotes chegaram em 2 voos. O 1º aterrissou por volta de 4h50 no Aeroporto Internacional de e trouxe 3.194.100 doses do imunizante. O 2º, com 1.333.800, chegou às 16h50.

É o 2º maior carregamento já feito pela empresa em um só dia, atrás apenas das 5 milhões de doses entregues em 12 de setembro.

Os lotes deste sábado fazem parte do novo cronograma da farmacêutica anunciado no início desta semana, que prevê o envio de 10 milhões de doses até domingo (17.out). Outras entregas foram feitas na 5ª feira (14.out) e na 6ª (15.out).

Eis o cronograma desta semana:

  • 5ª feira (14.out) – 912.600;
  • 6ª feira (15.out) – 3.226.860;
  • Sábado (16.out) – 3.194.100;
  • Sábado (16.out) – 1.333.800;
  • Domingo (17.out) – 1.333.800.

As remessas fazem parte do 2º contrato firmado entre a Pfizer e o governo federal. Assinado em maio, o acordo prevê a entrega de 100 milhões de doses entre outubro e dezembro. O 1º lote referente ao contrato chegou ao Brasil no dia 9 de outubro, com 1.989.000 doses.

O 1º contrato também previa 100 milhões de doses, cuja entrega foi finalizada no dia 5 de outubro, depois de atraso da última remessa por “questões logísticas”.

Poder 360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

América é eliminado pelo Campinense nos pênaltis e dá adeus à Série D

Foto: ElevenSports/CBF TV

O América de Natal foi eliminado da Série D pelo Campinense, em partida disputada no Estádio Amigão, em Campina Grande, neste sábado (16). O Campinense retorna à Série C depois de 10 anos.

Após empatar novamente em 0 a 0 com o time paraibano, o América foi derrotado na disputa de pênaltis. Esquerdinha e Roni despediçaram suas cobranças.

Agora, o Alvirrubro precisa torcer para que o ABC conquiste o acesso no domingo (17), contra o Caxias-RS, para não ficar sem série para disputar em 2022.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Judiciário

Brasileiro é condenado a um ano em liberdade condicional e a prestar serviços comunitários por invasão ao Capitólio nos EUA

Foto: reprodução/TV

Um brasileiro que participou da invasão do Capitólio, em janeiro deste ano em Washington, no Estados Unidos, foi condenado pela Justiça na última quarta-feira. Eliel Rosa, de 53 anos, foi flagrado dentro da sede do Legislativo americano quando o prédio foi invadido por apoiadores do ex-presidente Donald Trump.

Rosa recebeu pena de um ano em liberdade condicional, multa de US$500 e 100 horas de serviço comunitário. Ele chegou a ser preso em 13 de janeiro deste ano, uma semana após a invasão. Na ocasião, se declarou inocente de todas as acusações. No entanto, em 29 de julho, firmou um acordo de confissão, segundo informações do Departamento de Justiça do Distrito de Columbia.

O brasileiro respondeu na Justiça por obstrução de processo; ´pr entrar e permancer em local restrito; conduta desordeira e perturbadora em local restrito; e por participar, ajudar, encorajar o protesto e os piquetes no Capitólio.

Morador de Midland, no Texas, Rosa vive nos Estados Unidos desde 2016. Ele foi para Washington acompanhado de sua amiga Jenny Cudd, que também se declarou culpada mas ainda não teve a sentença divulgada.

Cudd tem 36 anos e foi candidata a prefeita da cidade de Midland, de acordo com o Washington Post. Ela está entre os mais de 70 réus que se confessaram culpados em negociações com o Ministério Público dos Estados Unidos.

O Globo

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Brasil tem semana com menor número de mortes por Covid-19 desde abril de 2020

Foto: Josué Damacena/IOC/Fiocruz

No total da semana epidemiológica encerrada neste sábado, foram notificadas 2.323 mortes pela doença – é o menor número semanal desde os primeiros meses da pandemia, no ano passado.

A última vez em que o número de mortes em uma semana foi mais baixo do que isso foi entre 19 e 25 de abril de 2020, quando a pandemia estava havia pouco menos de dois meses no Brasil e 1.669 novos óbitos foram confirmados.

O número de novos casos notificados nesta semana – 71.545 – é também o menor desde a semana encerrada em 9 de maio (59.543).

As médias móveis de óbitos e de infecções estão em tendência de queda e ficaram em 332 e 10.221, respectivamente, neste sábado.

CNN Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Brasil registra 483 mortes e 11 mil novos casos nas últimas 24h

O Ministério da Saúde divulgou os dados mais recentes sobre o coronavírus no Brasil neste sábado (16):

– O país registrou 483 óbitos nas últimas 24h, totalizando 603.152 mortes;

– Foram 11.250 novos casos de coronavírus registrados, no total 21.638.726.

O Ministério da Saúde calcula que 20.783.940 pessoas já se recuperaram da covid-19. Outras 251.634 seguem em acompanhamento.

Média atual de casos: 10.221, a menor desde 14/05/20 (9.687).

Média atual de óbitos: 332, a menor média desde 13/10/21 (316)

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Cerca de 30 milhões de brasileiros aptos ainda não se vacinaram contra a Covid, diz Sociedade Brasileira de Imunizações

Foto: EPA/Antônio Lacerda

O Brasil ultrapassou a marca de 100 milhões de pessoas com imunização completa contra a Covid-19 entre vacinados de duas doses (Pfizer, AstraZeneca e Coronavac) e dose única (Janssen). Apesar disso, segundo o presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (Sbim), Juarez Cunha, há um número expressivo de pessoas que já poderia ter completado seu esquema vacinal ou recebido a primeira dose, mas que ainda não foram aos postos de saúde.

“É claro que a gente tem que festejar estes quase 50% da população com a dose plena, com duas doses ou dose plena, e os 71% que já receberam a 1ª dose. Ao mesmo tempo, nos preocupa que, se nós temos 151 milhões de pessoas que receberam a 1ª dose, significa que temos cerca de 30 milhões de pessoas que poderiam ter se vacinado e ainda não se vacinaram”, ressaltou o executivo em entrevista à CNN.

Cunha detalha que estes indivíduos estão incluídos no público-alvo da campanha, ou seja, não fazem parte do número de crianças menores de 12 anos, que ainda aguarda a autorização de uma vacina contra a Covid-19 para as faixas etárias mais baixas. “Precisamos melhorar ainda mais nossas coberturas vacinais, lembrando que a proteção do indivíduo também impacta a proteção do coletivo”, defendeu.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

VÍDEO: Veja como ficou o apartamento no bairro de Capim Macio destruído por incêndio

Imagens mostram a destruição de um apartamento causada por um incêndio na manhã deste sábado (16) no bairro Capim Macio, Zona Sul de Natal.

As chamas tomaram conta de um apartamento no 12º andar de uma das torres do Residencial Príncipe de Asturias. O fogo começou em um aparelho de ar-condicionado e se propagou pelo imóvel. Os moradores não se encontravam na residência no momento do ocorrido.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Ministério da Saúde confirma que receberá 36 milhões de doses da Janssen até o final do ano

Foto: Breno Esaki/Agência Saúde DF

O Governo Federal e a Johnson & Johnson, fabricante da vacina de dose única da Janssen, confirmaram que o contrato entre as partes será cumprido. Além da antecipação de 1,8 milhão de doses ocorrida em junho, 36,2 milhões serão entregues até o final do ano pela J&J.

O Brasil também recebeu outros 3 milhões de doses em julho, por meio de doação do governo dos Estados Unidos.

Questionado pela CNN, o Ministério da Saúde ainda não respondeu como esse novo lote de imunizante será utilizado, já que a Janssen é dose única e só está autorizada em adultos.

A empresa informou à CNN que os estudos mostraram que quando um reforço da vacina foi administrado seis meses após a dose única, os níveis de anticorpos aumentaram nove vezes após uma semana e continuaram a subir para 12 vezes mais após quatro semanas a partir do reforço.

Já com o reforço administrado dois meses após a primeira dose, os níveis de anticorpos aumentaram de quatro a seis vezes mais do que os observados após a dose única.

A companhia forneceu os dados disponíveis para a Food and Drug Administration (FDA, na sigla em inglês), dos EUA, órgão correspondente à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). E planeja enviar os dados para o governo brasileiro, a Organização Mundial da Saúde (OMS) e os Grupos Técnicos Consultivos Nacionais sobre Vacinação (GTCVs ou NITAGs) em todo o mundo para auxiliar na tomada de decisão e estratégias locais de administração de vacinas, conforme necessário.

Mas apenas 4,8 milhões de brasileiros poderiam receber a possível dose de reforço, número recebido e aplicado no país. Não existem estudos divulgados sobre a intercambialidade (mistura de diferentes imunizantes).Sobrariam 31,4 milhões de doses. A validade da vacina, a partir da fabricação, é de 2 anos quando armazenada a -20 graus Celsius, e apenas seis meses quando refrigerada a temperaturas entre 2 e 8 graus Celsius, que é o que acontece na imensa maioria dos municípios brasileiros.

Até o momento, a Janssen só conseguiu autorização pra uso emergencial junto a Anvisa. A empresa informou também que “Segue trabalhando em estreita cooperação com a Agência nesse processo para obter todas as certificações necessárias e avançar com o pedido de registro definitivo de sua vacina contra a COVID-19 para indivíduos com 18 anos ou mais até o final de 2021”.

A reportagem também questionou a Anvisa e o Ministério da Saúde sobre o registro definitivo e se a doação de vacinas da Janssen é uma possibilidade. Até o fechamento desta matéria não houve resposta. Governo e empresa não divulgaram a data de entrega do próximo lote do imunizante no Brasil.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Empresário é assaltado na Afonso Pena enquanto caminhava

O empresário Israel Protásio foi assaltado por volta das 6h30 na sexta-feira (15) enquanto caminhava na avenida Afonso Pena, no bairro de Petrópolis.

Uma dupla de assaltantes que estava em uma moto praticou o crime nas proximidades do Banco do Brasil. Eles levaram a aliança, uma corrente da vítima e outros pertences.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acidente

VÍDEO E FOTOS: Tempestade com fortes rajadas de vento provoca naufrágio de Barco-hotel em MS; Seis turistas morreram e um está desaparecido

Foto: divulgação/Corpo de Bombeiros MS

Desde a manhã deste sábado (16) o Corpo de Bombeiros de Corumbá (MS) atua no resgate de vítimas do naufrágio do barco-hotel Carcará, que ocorreu na tarde de 6ª feira (15.out) no rio Paraguai.

O local do acidente esta a 415 km da capital Campo Grande. Quatorze pessoas foram resgatadas com vida, seis corpos já foram localizados e uma pessoa está desaparecida.

Foto: Caio Tumelero/TV Morena

Os 21 passageiros que estavam no barco-hotel são da cidade goiana de Rio Verde e tinham saído daquela região em 8 de outubro. Ainda na noite de 6ªfeira (15.out), um corpo foi encontrado, no final das buscas. Os bombeiros seguiu com as buscas a partir das 5h30 da manhã deste sábado, quando foram encontrados mais dois corpos.


Foto: divulgação

Eles estavam retornando para a cidade quando a embarcação enfrentou uma tempestade com rajadas de vento fortes, que atingiram o grupo na região da Ilha do Tagiloma. Corumbá foi uma das cidades mais atingidas pelo forte temporal que atingiu municípios sul-mato-grossenses. As rajadas de ventos chegaram a alcançar 145 km/h.

Pessoas que estavam em outras embarcações fizeram o registro da tempestade e foi compartilhado nas redes sociais.

SBT News

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *