Geddel, Saud e Funaro promovem barraco na Papuda

A prisão do ex-ministro Geddel Vieira Lima, do operador Lúcio Funaro e de Ricardo Saud, executivo da JBS, tem provocado uma sessão de gritaria no presídio da Papuda, em Brasília, onde estão recolhidos. Segundo relatos, Funaro aguarda o fim do banho de sol e antes de voltar para a cela manda aos gritos recado para Saud, preso do outro lado: “Saud, vou te matar”, aterroriza o delator que o entregou. Do seu lado “do muro”, Geddel faz coro: “Saud, também vou te matar”. Saud devolve as provocações, mas só para Geddel. “Cala boca, seu gordo!”

No seu quadrado. Os três estão separados e não se encontram no banho de sol, justamente para evitar que cumpram a promessa. Há, inclusive, revezamento entre os advogados para que eles não se esbarrem nem no parlatório.

Com a palavra. Advogado de Saud, Antônio Carlos Almeida Castro, o Kakay, disse que não vai comentar o caso. Os outros dois advogados não foram encontrados.

Blog Coluna do Estadão – Andreza Matais e Marcelo de Moraes

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Maracujina disse:

    LULA DE NOVO NOS BRACIS DO POVO . Os coxinholas , bolsenaretes , Pakitas Neves . Estão em polvorosa . E tome 51 no orifício corrugado dos bambinos . O mito tá subindo !!!!! Eu acho é pouco .

  2. Frederico Cabral disse:

    Eu heim? Ameaça de assassinato não constitui crime? Se existem as provas, eles não devem ser processados pelas ameaças? Falta o quê? Se as ameaças se tornaram públicas…

  3. Bolsonaro toma 51 disse:

    Tá faltando o Lula preso ao também.

  4. monitor disse:

    Verdade Claudio. Isso é combinado para sustentar o pedido de prisão domiciliar.

  5. LULADRÃO disse:

    Muito fácil de resolver a questão, entregariam uma faca a cada um.

  6. Cláudio disse:

    Parece que estão combinado….para depois informar que correm risco de vida e pedir domiciliar…não tem nenhum bobinho com 51 milhões em AP ….

COMENTE AQUI