Governo lança nesta 4ª feira campanha “Brasil imunizado, somos uma só nação”

O governo federal lança nesta 4ª feira (20.jan.2021) a campanha publicitária “Brasil imunizado. Somos uma só nação”. As peças publicitárias ressaltam que as vacinas autorizadas pela Anvisa (Agência de Vigilância Sanitária) já estão sendo distribuídas em todo o país. A campanha terá duração de 6 meses e foi criada pela agência nova/sb. O valor do contrato é estimado em R$ 50 milhões, o que faz dessa campanha uma das ações de marketing mais caras do governo de Jair Bolsonaro.

Em nota, o Ministério da Saúde diz que a campanha busca “mostrar à sociedade a capacidade do país de promover a vacinação contra a covid-19”. Uma das peças que compõem a campanha é um vídeo com duração de 1 minuto no qual são apresentadas as diferenças sociais e geográficas no país e a estrutura de logística usada para a distribuição das vacinas.

O filme mostra cidadãos das 5 regiões. Na 1ª cena, um sertanejo idoso tira a viola de um armário e afina as cordas do instrumento enquanto visualiza fotos com amigos, como se estivesse se preparando para revê-los.

O texto que acompanha o vídeo destaca o “gigantismo do Brasil”.

“O Brasil é gigante… O desafio de vacinar os brasileiros também, e vai além da saúde, por se tratar de uma questão humana, social e econômica.”

Em outro momento, uma médica com equipamentos de proteção segura a mão de um paciente.

Na peça, há também imagens de laboratórios de pesquisa e de operações de logística feitas por Aeronáutica, Exército e Marinha, e trechos que mostram o transporte da vacina em aviões e caminhões, além de imagens do processo de vacinação com profissionais de saúde. A propaganda também mostra o aplicativo Conecte SUS.

O final do filme tem cenas de pessoas com máscaras, que lavam as mãos e utilizam álcool em gel, e um letreiro que reforça a necessidade de proteção enquanto a vacina não chega a todos

A campanha tem outros 2 filmes, sendo um de 30 segundos e outro de 15 segundos, além de peças para rádio e mídia impressa. Haverá uma 2ª fase da campanha com a convocação dos grupos prioritários para a vacinação.

O 1º grupo, definido pelo Ministério da Saúde, inclui idosos a partir de 60 anos, pessoas com mais de 18 anos que têm alguma deficiência e que vivem em instituições, trabalhadores da saúde da linha de frente e população indígena.

PODER360

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Josa disse:

    Ôôô governo bom!!

  2. Bolsovirus disse:

    O governo lança um programa sem ter uma vacina. Pode fazer isso graças ao empenho do governador de São Paulo (que não vale nada) que resolveu seguir o que determinava as autoridades sanitárias. Um governo desmoralizado que enterra o Brasil todos os dias.

  3. Natalense disse:

    Temos um desgoverno. O amadorismo vigora na esfera Federal. O estrago só não é maior pq o STF assegurou autonomia federativa aos Governadores e Prefeitos. Humilhação e vergonha todo dia, é o que o presidente faz o povo brasileiro passar.

  4. Neco disse:

    Se o governo brasileiro é genocida, o inglês, com mais mortes por milhão, é o que?
    E o espanhol, francês ou o espanhol (e de mais de vinte países)? Acalme a sua histeria. E decida se vai tomar um vacina meia-boca agora ou uma 4/5 de boca daqui daqui a umas semanas. O Brasil, em sucessivos governos, pelo que se gastou, não era para estar dependendo de laboratório estrangeiro para produzir vacina, ou era para estar em condições de mais participação, em parceria com esses países. Temos uma vacina de maior eficácia que deve demorar mais a chegar, por causa da demanda interna gigantesca indiana e outra vacina, menos eficaz, que começou a chegar aqui a conta-gotas, sem garantia de continuidade. O governo federal apostou na primeira. Poderia ter apostado numa desenvolvida no Togo, no Turcomenistão, nas Ilhas Fiji e ter acertado na 'cagada'.

  5. Lucas disse:

    Vai ter vacina suficiente pra 30min! Insumos para produção de novas doses bloqueados pela diplomacia esdrúxula promovida pelo Ernesto Araújo! Vacinas indianas enviadas pra outros países e Brasil de fora! Parece que o gov técnico e sem ideologias vai pra o ralo, mais uma vez!

  6. Maçonaria britânica! disse:

    O presidente da República está entrando em um alto nível SEMI-INTOLERAVEL de ataques e rompantes de goga e soberba,a espada está sendo afiada.

  7. Romero Cezar da Câmara disse:

    Com a vacina do Doria e do BUTANTAN. Vacina essa zombada el dita que não seria comprada. Governo GENOCIDA.

  8. Calígula disse:

    Hô presidente porreta é Bolsonaro.

  9. Faça o bem disse:

    Devemos agradecer primeiramente a Deus, e depois a Doria, que acreditou na vacina é suportou todas as críticas do governo federal, sem Doria não teríamos vacina, porque o governo federal não comprou nenhuma até agora ( só a do Butantan ). Acho que daqui a dois anos o povo brasileiro dará a resposta a Bolsonaro .

  10. ZéGado disse:

    Com que vacina? Por culpa desse miliciano não temos vacina nem para os profissionais de saúde, quanto mais pra população.

  11. Tico de Adauto disse:

    Kkkkkkkkk
    Sem vacinas????

COMENTE AQUI