Governo usará inteligência artificial para fazer consulta à distância e mapear riscos do coronavírus

Foto: REUTERS/Rahel Patrasso

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou nesta terça-feira, 31, que a pasta vai começar esta semana a fazer um disparo em massa de ligações para fazer uma triagem à distância na população e acompanhar riscos de contaminação pelo novo coronavírus. A ideia é evitar uma sobrecarga no sistema de saúde.

“A gente fez um algoritmo com disparo de ligações para 125 milhões de brasileiros, ligado em um grande data center”, disse Mandetta durante entrevista coletiva no Palácio do Planalto.

“Hoje a gente dispara as ligações. Então não se espantem se receberem as ligações, fazer uma consulta, vai te perguntando, você vai respondendo, e aí ela começa a acompanhar. O sistema com inteligência artificial vai triando, começa a acompanhar e dizer: posso te ligar daqui a oito horas, dez horas, 12 horas?”, explicou o ministro

O conjunto dessas informações vai permitir antecipar quem é do grupo e risco, que tem contato com quem, entre outras informações. Na prática, o governo quer reunir informações por meio desse recurso, para tentar rastrear o perfil das pessoas e, assim, identificar possíveis “zonas quentes” de contaminação pelo País, se antecipando a trajetórias da covid-19.

Estadão Conteúdo

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. José Macedo disse:

    Excelente medida do Bolsonaro e equipe, assim ficam sabendo aonde pode haver possíveis portadores fo vírus e indicar um atendimento próximo a sua residência e se há mais pessoas precisando de tratamento.
    O problema é ter o kit para o teste no possível infectado.

  2. Nordestino disse:

    O gadonaro reclama da Globo mas é quem mais assiste, por isso a emissora tem ficado em primeiro lugar em audiência.o povo burro esse do Satanaro

  3. Franco disse:

    Jornal nacional está aos poucos perdendo a credibilidade, eu já não confio mais neste emissora. Inclusive ela acabou de demitir o Stênio Garcia pelas redes sociais.

  4. Lucas disse:

    "Governo usa inteligência" – Quanta incongruência, não? Ironia à parte, que o nosso ínfimo presidente, agora pelo medo de cair como demonstrou no pronunciamento, haja de acordo com a grandeza do cargo que ocupa e pare de se comportar como um moleque.

    • Roberto disse:

      Falou o eleitor de Haddad, inconformado com a derrota em 2018.
      Está na moda esses adjetivos grosseiros contra o presidente da República.
      Medo de queda?
      Desde que sentou na cadeira, políticos corruptos, políticos do foro de e emissoras que não respeitam a democracia maquinam formas de se colocar seus representantes na presidência.
      Muita gente torcendo pelo quanto pior melhor para o Brasil virar uma Venezuela.

  5. Bolso disse:

    Pobre jornal nacional mostrando fiascos de panelaço contra um presidente que não faz parte de quadrilhas que saquearam 16 anos o país, globo falida, que tá perdendo pra o desconhecido sikera júnior.

    • Paulo Eduardo disse:

      Vá se tratar, doente!
      Defensor de miliciano!

    • Henrique disse:

      Não coloque a sua mão por politico nenhum, Bolsonaro não é santo e milita na politica há bastante tempo

    • Roberto disse:

      Falou e disse.
      Alguns defensores da esquerda bolivariana preferiam políticos que roubaram no mensalão e no petrólao.
      Preferem a turma do Foro de São Paulo, que pretende tomar o poder na América Latina.
      O comunismo é uma seita.
      É uma ideologia ultrapassada.
      Em nenhum lugar do mundo, exceto Coreia do Norte e América Latina, tem gente defendendo essa maluquice.
      Falam mal de Bolsonaro porque passaram por lavagem cerebral a que são submetidos há pelo menos 2 anos.
      Por meio da imprensa, nos bancos de universidades e por meio de materiais de divulgação da esquerda, preparado a peso de ouro a mando pela cúpula e repassado para a peãozada, como diz Lula, cono ração diária para manter o ódio aticado.

    • Rio disse:

      Paulo Eduardo, a viúva do Pinguço Trambiqueiro. O choro é livre…

COMENTE AQUI