Quarentena em SP é prorrogada por 15 dias com flexibilização progressiva em diferentes regiões do estado; veja plano de retomada da economia a partir de 1º de junho

Plano do governo de São Paulo para flexibilização da quarentena no estado — Foto: Governo de São Paulo/Divulgação

O governo de São Paulo anunciou, no início da tarde desta quarta-feira (27), a prorrogação da quarentena no estado por 15 dias, com flexibilizações progressivas, que serão feitas levando em conta as características de cada município.

“Estamos anunciando a retomada consciente a partir do dia primeiro de junho. A partir do dia 1º de junho, por 15 dias, manteremos a quarentena, porém, com uma retomada consciente de algumas atividades econômicas no estado de São Paulo”, disse o governador João Doria (PSDB), durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, na Zona Sul da capital.

O plano, denominado pelo governo como “retomada consciente”, prevê cinco etapas. As regiões serão classificadas em fases de acordo com os critérios definidos pela secretaria estadual da Saúde e pelo Comitê de Contingência para Coronavírus.

“Ela será possível nas cidades que tiverem redução consistente do número de casos, disponibilidade de leitos em seus hospitais públicos e privados e estiverem obedecendo o distanciamento social nos ambientes públicos, além da disseminação e do uso obrigatório de máscaras”, afirmou Doria.

A cidade de São Paulo vai se enquadrar na cor laranja do novo modelo de quarentena do estado. A definição estabelece que setores da economia que desejam a reabertura devem apresentar planos com protocolos para a Prefeitura. Caberá à gestão municipal definir quem e quando poderá reabrir.

A regiões serão avaliadas periodicamente de acordo com os indicadores de saúde, verificando se cumprem os critérios para avançarem a uma fase de maior relaxamento a cada 14 dias ou voltar para uma fase mais restrita a cada 7 dias (ou imediatamente, caso haja evidência da piora da situação).

Taxa de isolamento, número de casos da doença e taxa de ocupação dos leitos de UTI são os principais critérios.

Pelo plano, só poderão iniciar a retomada das atividades:

As cidades que tiverem taxa de isolamento de pelo menos 55%;

As cidades que tiverem redução no número de novos casos por 14 dias seguidos;

As cidades que mantiverem ocupação nos leitos de UTI inferior a 60%.

Com manutenção do distanciamento social nos ambientes públicos

Uso obrigatório de máscaras

Mortes e casos

O estado de São Paulo chegou a 6.423 mortes causadas pelo novo coronavírus, segundo boletim da Secretaria de Estado de Saúde divulgado nesta terça-feira (26). Foram confirmadas 203 mortes em 24 horas.

Há 86.017 pessoas com diagnóstico de Covid-19 no estado. Das 645 cidades de São Paulo, 511 têm pelo menos um caso confirmado e 244 ao menos um óbito causado pela doença.

Os pacientes hospitalizados chegaram a 12,2 mil internados nesta terça. Desses, 4.779 estão na UTI e 7.506 em leitos de enfermaria. 17.589 altas de pacientes que tiveram confirmação da doença já tiveram alta dos hospitais de São Paulo.

G1

 

Governo destina R$ 15,9 bilhões para fundo de micro e pequenas empresas

Foto: Reprodução

O governo federal publicou nesta quarta-feira (27), no Diário Oficial da União, uma medida provisória (MP 972/2020) que destina crédito extraordinário de R$ 15,9 bilhões para o fundo de aval que vai garantir os empréstimos concedidos aos pequenos empreendedores brasileiros por meio do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe).

Criado recentemente pela Lei 13.999/20 ), o Pronampe prevê uma linha de crédito especial para micro e pequenas empresas, com parte do aval garantido pela União, por meio do Fundo Garantidor de Operações (FGO). É esse fundo que receberá os R$ 15,9 bilhões.

Covid-19: Oeste e região metropolitana de Natal registram lotação em leitos

Foto: Reprodução/Youtube

A Secretaria de Estado e Saúde Pública-Sesap atualizou os números do coronavírus no Rio Grande do Norte, no fim da manhã desta quarta-feira(27). Na ocasião, falou o secretário de saúde do Rio Grande do Norte, Cipriano Maia. Sobre a situação da ocupação de leitos, a situação continua delicada.

Mossoró e região metropolitana de Natal registram ocupação máxima dos leitos, enquanto no Seridó representa 81% e o Alto Oeste(50%).

O Rio Grande do Norte registra 158 novos casos de coronavírus, no total de 5.630, com mais de 14 mil suspeitos, 11.207 descartados, e 242 mortes. Nas últimas 24 horas atualizam 22 óbitos Vítimas foram confirmadas ao decorrer dos dias – no período do dia 20 até este momento.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Eita, vai faltar leito para internar esse robozinho grisalho.

RN registra 158 novos casos de coronavírus, no total de 5.630, com mais de 14 mil suspeitos, 11.207 descartados, e 242 mortes; últimas 24 horas atualizam 22 óbitos

Foto: Reprodução/Youtube

A Secretaria de Estado e Saúde Pública-Sesap atualizou os números do coronavírus no Rio Grande do Norte, no fim da manhã desta quarta-feira(27). Na ocasião, falou o secretário de saúde do Rio Grande do Norte, Cipriano Maia.

O número de casos confirmados chega a 5.630, enquanto eram 5.472 no boletim dessa terça-feira(26). 158 casos a mais.

O total de vítimas do covid-19 no RN chega a 242–  (22) óbitos a mais que a atualização do boletim dessa terça-feira. Vítimas foram confirmadas ao decorrer dos dias – no período do dia 20 até este momento.

Os casos suspeitos chegam a 14.035. Descartados somam 11.207. Recuperados são 1410(de acordo com números dessa terça-feira – em atualização).

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Flávio disse:

    Com esta oscilação de casos, vai ficar difícil, de se tomar alguma decisão.
    E nem sabemos em qual fase da epidemia estamos !

  2. Sandra disse:

    Cadê o hospital de campanha??
    Cadê a grana do governo federal??

EUA estão mandando 2 milhões de comprimidos de cloroquina ao Brasil, diz Bolsonaro

Foto: Isac Nóbrega/PR

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quarta-feira (27) para apoiadores que os Estados Unidos enviarão 2 milhões de comprimidos de hidroxicloroquina para o Brasil. A declaração foi feita após a fala de um apoiador que informou ter vindo da Califórnia (EUA) e fazer elogios à gestão atual do governo no Brasil.

“Como está o Trump lá, tá bem?”, questionou Bolsonaro. Em seguida, o presidente deu a informação sobre a chegada do medicamento ao Brasil. “Ele [Trump] está mandando para nós aqui 2 milhões de comprimidos de hidroxicloroquina. Deve chegar hoje [quarta]”, afirmou o presidente.

A declaração de Bolsonaro acontece no mesmo dia em que a França proíbe o uso da hidroxicloroquina no país para tratamento de pacientes com a Covid-19. A decisão acontece após o posicionamento de órgãos de saúde contrários à utilização.

Na segunda-feira (25), a Organização Mundial de Saúde (OMS) informou que o uso da hidroxicloroquina está suspenso no ensaio clínico internacional Solidariedade (“Solidarity”). A decisão foi baseada em um estudo publicado na revista científica The Lancet, também considerado para a determinação na França.

O estudo publicado na revista concluiu que o uso da cloroquina ou da hidroxicloroquina em pacientes com coronavírus, mesmo quando associadas a outros antibióticos, aumenta o risco de morte e de arritmia cardíaca.

O Ministério da Saúde brasileiro indicou que vai manter a orientação para uso precoce do remédio nos casos de covid-19. “Estamos muito tranquilos a despeito de qualquer instituição ou entidade internacional que venha a cancelar os seus estudos com a medicação”, disse Mayra Pinheiro, secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde.

Mayra falou que o estudo publicado na Lancet não é “metodologicamente aceitável” como referência para as decisões tomadas pelo Ministério. “O que nós queremos reafirmar é que estamos seguindo, sobretudo, princípios bioéticos.”

Jovem Pan

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Vitor Silva disse:

    Diario Oficial da União extra de ontem (tá puxado, irmão): saiu com 99 portarias com alterações em cargos e funções na Polícia Federal em todo o país, totalizando dezesseis páginas; a edição foi publicada ontem à noite. Não vejo ninguém falar nada.

  2. MARCOS ANTONIO disse:

    Infelizmente, o povo paga o pato! Enquanto o uso da hidroxicloroquina não atingir "os poderosos", as medidas permanecerão as mesmas para "o bem do povo e felicidade geral da nação".

  3. TATA disse:

    EI COMO E QUE AINDA TEM GENTE QUE APOIA UM IMBECIL DESSES E QUE DEFENDEM O USO DA CLORORQUINA MESMO SABENDO QUE O LABORATORIO QUE TESTOU ESSA PORCARIA NAO TEM CREDIBILIDADE

  4. Silvino Filho disse:

    Depois de vários estudos e pesquisas científicas comprovarem a ineficiência da Cloroquina no combate ao Covid-19, Trump envia ao Brasil o que está em desuso nos EUA e não poderá mais ser utilizado por lá.

  5. Cidadão pagador de impostos disse:

    A cloroquina faz é aumentar a mortalidade! Por isso q vão mandar p cá só o lixo.

  6. Luciano disse:

    A imprensa segue distorcendo a verdade, não informa na matéria que o estudo do The Lancet foi feito em pacientes internados, ou seja pessoas que já estão na fase 2 e 3 da doença onde realmente o uso da hidroxicloroquina não é indicado, a abordagem deve ser com o uso de corticóides e anticoagulante, a hidroxicloroquina deve ser administrada precocemente nos primeiros dias na fase de replicação viral a fim de reduzir a multiplicação do vírus, diminuindo o número de pessoas internadas e consequentemente o número de óbitos.

  7. Nildo disse:

    Pode mandar de volta.

  8. Cigano Lulu disse:

    O refugo, legado da palhaçada protagonizada pelo 'cientista' Donald Trump.

VÍDEO: “Cheio de falhas”, inquérito das fake news “fragiliza” ainda mais o STF, diz analista

ASSISTA ANÁLISE CLICANDO AQUI

Leandro Narloch, na CNN Brasil, destaca inquérito “cheio de falhas”, em ação do ministro do STF, Alexandre de Moraes, que “fragiliza” ainda mais o Supremo como “alvo de críticas” em um processo que ele mesmo vai julgar.

O analista destacou que o processo já é polêmico desde o ano passado, quando serviu para censurar a Revista Crusoé.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Chicó disse:

    Segundo o STF, eliminando a direita não haverá fake news. Mas a questão não é ideológica !!!

  2. Geremias disse:

    Esse cabeça de p… nunca viu foi fake news.
    Manda ir no pt, psdb, tudo que é partido político, globo, folha de sao paulo, que ele vai vê, conhecer o que é fake.
    Kkkkkkkk
    Vão ter que alugar os estádios de futebol do Brasil todinhos, pra poder caber, e prender quem espalha fake news.
    Kkkk
    Procure o que fazer ministro meia boca, politiqueiro.
    Kkkkkkkk
    A piada do dia!

Brasil fecha 1,1 milhão de vagas com carteira assinada desde o começo da pandemia

Impactado pela crise do novo coronavírus, o mercado de trabalho brasileiro perdeu 763 mil vagas com carteira assinada entre janeiro e abril deste ano.

O fechamento de postos neste ano foi intensificado após a pandemia. Em janeiro e fevereiro, antes da crise de saúde pública, o país criou 338 mil vagas. Em março e abril, já sob efeito de medidas restritivas nas cidades, com fechamento de comércio e empresas, o saldo de empregos foi negativo em 1,1 milhão.

Os dados, do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) foram apresentados nesta quarta-feira (27) pelo Ministério da Economia com após meses de atraso.

A estatística, que costumava ser mensal, estava suspensa desde o início do ano após mudanças de metodologia e dificuldades do governo em receber dados das empresas por conta da pandemia.

Até então, o país vivia um apagão de informações sobre o emprego formal. O último dado do Caged disponibilizado pelo governo era relativo a dezembro do ano passado.

Informações sobre pedidos de seguro-desemprego já indicavam uma deterioração do mercado de trabalho. Dados reunidos até a primeira quinzena de maio mostram que foram feitas 2,8 milhões de solicitações do benefício no ano, alta de 9,6%. O governo ainda estima uma defasagem na estatística porque outras 250 mil pessoas têm direito à assistência, mas ainda não fizeram o pedido.

Membros da equipe econômica afirmam que os dados do desemprego neste ano seriam ainda piores se o governo não tivesse implementado a medida que autorizou a suspensão ou o corte proporcional de jornadas e salários de trabalhadores.

O programa que libera acordos desse tipo entre patrões e empregados já atingiu 8 milhões de pessoas. O governo argumenta que, nesse caso, 8 milhões de empregos foram salvos até o momento.

Folha de São Paulo

 

VÍDEO – Alvo da PF em inquérito das Fake News, humorista se revolta com Alexandre de Moraes, fala em tentativa de coagi-lo, e diz que “não foi advogado do PCC”

“A Polícia Federal esteve agora na minha casa! Por ordem do ministro do STF, Alexandre de Moraes! Querem me calar? Não sou o Lula e não tenho medo de policiais, sou homem honesto e Íntegro. Espalhem esse vídeo para todos!”. Essas foram as palavras do humorista Reynaldo Bianchi, um dos alvos da operação da Polícia Federal desta quarta-feira (27) no inquérito das fake news do Supremo Tribunal Federal (STF).

Em vídeo, o apoiador do governo dirigiu as suas palavras ao ministro Alexandre de Moraes:

“Não sou vítima de nada. Pagador de impostos, não fui indicado por ninguém. Agora o STF vem investigar a minha vida. Qual vida que deveria ser investigada? Eu não fui advogado do PCC”, disse.

Em outra mensagem publicada na mesma rede, ele afirmou que a operação era uma tentativa de coagi-lo.“Sou honrado, íntegro e a Verdade está ao meu lado”, escreveu no Twitter.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Xicu disse:

    Esse palhaço ainda se acha na razão , está certo o STF, tem que tomar algumas medidas contra esses bandido.

  2. natalsofrida disse:

    Estão querendo calar o povo. Que país é essr3
    ?

  3. Jose disse:

    É só nao cometer crime, não caluniar, não difamar, que a PF não vai pô! Acabou! E daí? Tem mais é que se fuder, pô!

  4. QUEIROZ 2022 disse:

    PCC é da turma de SP. A turma do RJ é do CV.

‘Ilegal e inconstitucional’: o que dizem os alvos da operação contra fake news

Foto: Reprodução/Twitter

A operação da Polícia Federal nesta quarta-feira (27), referente à investigação sobre notícias falsas conduzida pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que apura ameaças a ministros da Corte, teve como alvo uma série de políticos, principalmente entre apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Entre os investigados estão os deputados federais Bia Kicis (PSL-DF), Daniel Silveira (PSL-RJ), Carla Zambelli (PSL-SP), Felipe Barros (PSL-PR), Geraldo Junio do Amaral (PSL-MG) e Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL-SP), além dos deputados estaduais Douglas Garcia (PSL-SP) e Paulo Gil Diniz (PSL-SP).

No Twitter, Zambelli afirmou que a operação é “ilegal e inconstitucional” e deve ser repudiada por quem respeita a legislação brasileira.

“Toda pessoa que respeite a lei tem a OBRIGAÇÃO DE REPUDIAR essas buscas no âmbito de um inquérito ILEGAL E INCONSTITUCIONAL, sem fato determinado e já arquivado pela PGR” escreveu a deputada na conta que mantém na rede social.

“Se você aplaude a ação ilegal contra seu adversário, não adianta reclamar quando ela se voltar contra você”, completou.

Em uma segunda publicação na mesma rede, ela afirmou que os brasileiros vivem em “estado de exceção”.

“Está na hora do Sr. @davialcolumbre cumprir seu dever constitucional e analisar com carinho os pedidos de impeachment contra o responsável por esse absurdo”, escreveu, citando o presidente do Senado, David Alcolumbre, e se referindo ao ministro Alexandre de Moraes, que autorizou os mandados e comanda o inquérito no STF.

À CNN, Garcia disse “repudiar a ação e atitude” do ministro Alexandre de Moraes. Já no Twitter, ele chamou de perseguição a operação. “Polícia Federal no meu gabinete: a perseguição do inquérito inconstitucional 4.781 estabelecido pela ditatoga com o intuito de criminalizar a liberdade de expressão e a atividade parlamentar”, escreveu na rede social.

“A Polícia Federal está neste momento no gabinete do deputado estadual Douglas Garcia (PSL) para apreender computadores, suspeitos de terem sido utilizados para disparar informações falsas (fakenews), durante o horário de expediente, por funcionários públicos, com dinheiro público. Dentro de um ano e meio de mandato, essa é a segunda vez que a PF aprende máquinas do gabinete desse deputado para investigar essa relação com o disparo de fakenews”, afirmou o PSL, em nota.

Os agentes da PF cumprem 11 mandados de busca e aprensão na cidade de São Paulo, 3 em Araraquara, no interior de SP, 6 no Rio de Janeiro, 3 em Brasília, 3 no Paraná, 3 em Santa Catarina e 1 no Mato Grosso.

O inquérito, que corre em sigilo, foi aberto no dia 14 de março de 2019 pelo presidente do STF, Dias Toffoli, com a intenção de investigar a existência de uma rede de produção e propagação de fake news.

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo, determinou que os deputados que são investigados no inquérito que apura fake news e ameaças a integrantes da corte sejam ouvidos pela Polícia Federal em até dez dias.

A assessoria do deputado Filipe Barros informou que ele não foi notificado nem no gabinete em Brasília, nem em sua residência em Londrina sobre depoimento que supostamente deve prestar.

Roberto Jefferson

O ex-deputado e presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, também foi alvo da operação. À CNN, Jefferson disse que a PF estava em sua casa em Comendador Levy Gasparian, município do Rio de Janeiro já próximo de Juiz de Fora, Minas Gerais, para cumprir mandado de busca e apreensão, mas deixou o local sem levar nada.

Segundo Jefferson, os agentes da PF foram educados, muito gentis e informaram que estavam atrás de um fuzil não cadastrado, o mesmo que Jefferson teria publicado em uma foto nas redes sociais. Os policiais federais também estiveram na casa da ex-mulher de Jefferson, no interior do estado, por volta das 6h da manhã.

O ex-deputado informou que nada foi apreendido em sua casa e de sua ex-mulher e que armas que ele possui são todas públicas.

Questionado sobre ataques de políticos ao STF, Jefferson disse que isso vai continuar, infelizmente. Em suas redes sociais há ainda menções sarcásticas contra a ministra Cármen Lúcia.

Outros alvos

Fora do campo político, a PF foi atrás do empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, do blogueiro Allan dos Santos, do músico e humorista Rey Biannchi, do youtuber Enzo Leonardo Suzin Momenti e da ativista bolsonarista Sara Winter.

A ativista Sara Winter confirmou no Twitter que os agentes da PF estiveram em sua casa no começo da manhã. Ela chamou o ministro Moares de covarde e disse que ele não a calaria.

“Levaram meu celular e notebook. Estou praticamente incomunicável”, escreveu na conta que mantém na rede social.

O humorista Rey Biannchi usou a mesma rede social para dizer que não ficou com medo da operação. “Sou honrado, íntegro e a Verdade está ao meu lado”, escreveu no Twitter.

Em outra mensagem publicada na mesma rede, ele afirmou que a operação era uma tentativa de coagi-lo.

CNN Brasil

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    Relembrar Millôr nunca é demais: "O Brasil é o único país do mundo em que ratos põem a culpa no queijo". Foi assim ontem com a quadrilha petralha, é assim hoje com a milícia bolsotralha. E daí?

  2. Antonio disse:

    Rapadura é doce mais não é Mole amigo, !!!!

  3. realista disse:

    investigar FAKE NEWS ? pelo amor de Deus , coloquem a policia Federal pra prender traficantes, ladrões de bancos, políticos corruptos, mas perder tempo com FAKE NEWS ? , tenha santa paciência, tanta coisa mais importante pra investigar.

    • André Fortes disse:

      Quem cria fake News é bandido também. Os que propagam, algumas vezes, são só burros mesmo.

  4. Cidadão pagador de impostos disse:

    E vai muito elogiar… kkkkkk

  5. Ricardo Coutinho2 disse:

    Quando um juiz (Moro) combina com a parte Ministerio Publico Federal(Dalagnol) como vai ser o processo contra um ex presidente, outra parte(Lula), tudo vira normal. Vale pra todos, o fim do devido processo legal. Todos.

  6. Arthur disse:

    Eu gosto assim, batendo em Chico e em Francisco. Bandido bom é bandido preso.

  7. 7Arnaldo Lopes disse:

    O Moro é cruel.Cacete na cabada..nao pode haver clemência pra ninguém.

    • Ricardo disse:

      Imagine vc sofrer uma ação policial, sem saber do que tá sendo acusado, ou que a especulável acusação nem crime é; onde quem inventa a lei incriminadora, prende, acusa e julga é a mesma pessoa. Tá achando bunitim pq não é contra vc, né?

  8. Xicó disse:

    Ate ontem a PF tinha sido elogiada, no caso da oprecao no rio, a chamada etica seletiva…

  9. Xico disse:

    "Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" mas o modus operandi é sempre de fake kkkkkkk

  10. MORO 2022 disse:

    Moro é cirúrgico em desmoronar castelos e palácios. Bem que o Intercept falava. Mas ninguém acreditava. A turma de Coritiba está produzindo provas, indícios e convicções. O ex-juiz e ex-ministro é FODA! Chupa que é de uva, e não de Lula.

  11. JR e JR disse:

    Hahahaha o choro tá liberado

    • Ricardo disse:

      Até o momento em que vc for devassado por emitir opiniões.
      Mas basta ficar quietinho.

Polícia Civil apreende adolescente suspeito de ter assassinado mãe e filha em Mossoró

Duas investigações que estavam sendo realizadas pelos policiais civis da Delegacia de Homicídios (DHM) e pela Delegacia Especializada de Narcóticos (DENARC) de Mossoró resultaram na apreensão, nessa quarta-feira (27) de um adolescente de 16 anos, suspeito de ter assassinado mãe e filha no município. O suspeito foi detido quando estava em uma residência na comunidade do Ouro Negro. Um outro adolescente que estava na casa, também foi apreendido.

Na manhã desta quarta-feira, uma equipe de policiais civis da DENARC cumpriu dois mandados de busca e apreensão expedidos pelo Juizado da Infância e Juventude de Mossoró, dando continuidade às ações da Operação Resistência. Durante o cumprimento, foram apreendidos em flagrante dois adolescentes, um de 16 e outro de 15 anos. Os adolescentes, que estavam com maconha e munições de arma de fogo, foram autuados em flagrante pela prática de atos infracionais análogos à posse de drogas para consumo pessoal e posse de arma de fogo.

Durante depoimento, o adolescente de 16 anos confessou o crime cometido no dia 17 de maio, que vitimou a mãe Maria Clécia Ferreira da Silva, 49 anos e Jackeline Ferreira da Silva, de 21 anos. As duas estavam em casa, quando a residência foi invadida. Jackeline foi morta dentro de local e a mãe que tentou correr pelas calçadas da rua, foi alcançada pelo atirador e não resistiu.

Os dois adolescentes apreendidos foram encaminhados para o Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Mossoró. A Polícia Civil pede que a população continue enviando informações de forma anônima, através do Disque Denúncia 181.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil/RN – SECOMS

Trump ameaça “fechar” redes sociais após questionamento de seus tuítes

Foto: JIM WATSON / AFP

O presidente americano Donald Trump ameaçou, nesta quarta-feira (27), “regulamentar fortemente” ou “fechar” as redes sociais, depois que o Twitter classificou dois de seus tuítes como “enganosos” e os tratou como disseminadores de informações não verificadas.

“Os republicanos acham que as plataformas de mídia social silenciam completamente as vozes conservadoras. Vamos regulá-las fortemente ou vamos fechá-las, em vez de permitir que algo assim aconteça”, tuitou o presidente.

Estado de Minas

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cigano Lulu disse:

    A censura petralha é camuflada, travestida de "controle social da mídia". Já a pretensa censura bolsotralha, capacho fiel do histrionismo trumpalha, é esculachada, debochada, afuleirada.

  2. Marcelo disse:

    Na novela, o rei do gado, tinha muito era chifre!😂😂

  3. Cidadão pagador de impostos disse:

    As redes sociais só servem p fomentar o ódio/inveja entre as pessoas

  4. natalsofrida disse:

    Rei do gado petista. Turma de jumentos.

  5. O rei do gado disse:

    Quando li o titulo dessa materia, pensei: aqui seria o mesmo, SE o Bozopata tivesse dinheiro!

VÍDEOS: Neblina no início da manhã em Natal é registrada e “some” até a Ponte Nova

Neblina extensa foi registrada em Natal no início da manhã desta quarta-feira(27). Da zona sul da capital a Ponte Nova coberta. Cenário atípico na noiva do sol.

Governo Federal dá sinal verde para aporte de R$ 39 milhões para obras da engorda da Praia de Ponta Negra

Foto: Divulgação

Um dos projetos mais aguardados pelos natalenses, as obras da engorda da Praia de Ponta Negra, na zona Sul, recebeu o sinal verde de um novo aporte financeiro. A confirmação é da Prefeitura do Natal. Nessa terça-feira (26), o prefeito Álvaro Dias, acompanhado da secretária adjunta de Planejamento da Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semov), Teresa Cristina Pires, se reuniu, em Brasília, com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e recebeu do Governo Federal o sinal verde da liberação de R$ 39 milhões para as obras de recuperação costeira e engorda dessa praia.

“Estamos orgulhosos dessa reunião. Muito positiva para a cidade. Com essa confirmação, o montante financeiro será aplicado na engorda e na colocação de rochas para a contenção da força do mar”, explicou o secretário de Obras Públicas, Tomaz Neto, que não viajou à Brasília por participar de outras demandas em Natal. Em 2013, quando a cidade decretou emergência por conta dos danos causados pela avanço do mar, atingindo frontalmente a praia e os comércios em volta, o Governo Federal liberou R$ 21 milhões, por intermédio da Defesa Civil Nacional, para o restabelecimento dos serviços essenciais e as primeiras ações de reconstrução da orla.

De acordo com o ministro Rogério Marinho, a Praia de Ponta Negra merece todos os esforços para a garantia da sua recuperação. “Desde que assumi o ministério, venho mantendo contato com o prefeito de Natal, Álvaro Costa Dias, para construir uma solução para esse problema. É evidente que essa praia, tão importante para a nossa cidade, não poderia ficar sem o devido cuidado. Nós esperamos que esses recursos ajudem a recuperar e tornar ainda melhor a nossa orla”, ressaltou o titular do MDR.

Serviços

A chamada engorda da Praia de Ponta Negra deverá proporcionar uma faixa de areia entre 23 a 30 metros de largura na maré alta e aguarda a liberação do Idema, o que deve ocorrer nos próximos meses. “Com as informações do Estudo de Viabilidade Técnica e Ambiental, conduzido pela Semov, serão necessários 1 milhão de metros cúbicos de areia no processo das obras. Com isso, a areia será dragada por balsas e transportada por grandes tubos até o local da intervenção, na faixa da praia”, finalizou o secretário Tomaz Neto.

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Manoel disse:

    O gado tá tão sedento de noticias boas desse governo q qualquer migalha eles soltam foguetões. Que final triste. Já era tempo esse serviço. Em Fortaleza a faixa é de mais de 40m.

    • Vergonha disse:

      Você prefere o ladrao Lula que despejava bilhões para os governos DITADORES , a fundo perdido , gato ? Amigo vou dar uma dica, aprenda a trabalhar, mas antes vá tirar a carteira de trabalho , saiba que a cor da carteira de trabalho é azul.

  2. ALEX DE MESQUITA disse:

    PARABÉNS AO GOVERNO FEDERAL

    TOMARA QUE O DINHEIRO SEJA BEM UTILIZADO REALMENTE

  3. Paulo Roberto disse:

    O Governo Estadual é medíocre e resume-se a juntar dinheiro para pagar a folha. Nos últimos tempos, os pouquíssimos investimentos nas terras de Poti, vem de Brasília.

    • M.D.R. disse:

      Até presente data, só fez discriminar o funcionalismo. Ex.: a REFORMA DA PREVIDÊNCIA DO RN.

  4. Antonio Turci disse:

    ROGÉRIO MARINHO, um Potiguar merecedor de reconhecimento.

  5. N.A. disse:

    Viva o Governo Federal!!!

Covid-19: Zenaide Maia vota a favor de PL que permite paciente do SUS utilizar UTI de hospital particular

Foto: Divulgação

A senadora Zenaide Maia (Pros-RN) votou a favor do PL 2324/2020, que permite que um paciente do SUS possa ser internado em UTI de hospital particular que esteja disponível para os casos suspeitos ou confirmados de covid-19.

O projeto, de autoria da bancada do PT e que também contou com a assinatura de Zenaide, é importante neste momento, em que a rede pública de saúde se encontra colapsada ou à beira do colapso, por causa da crescente demanda de pacientes infectados com o novo coronavírus.

Para evitar prejuízo no atendimento aos pacientes da rede privada, o projeto prevê que a requisição de vagas deverá ser feita para os hospitais particulares que tiverem menos de 85% de ocupação nos leitos de UTI destinados ao atendimento de casos de covid-19. O texto também prevê indenização a essas unidades de saúde pelo uso de vagas de suas unidades de tratamento intensivo.

O PL 2324 segue para votação na Câmara dos Deputados.

‘Jamais patrocinei fake news’, diz empresário Luciano Hang sobre operação da PF

Foto: Reprodução/Facebook

O empresário Luciano Hang afirmou nesta quarta-feira (27), em live no Facebook, que nunca patrocinou fake news.

“Jamais patrocinei fake news. O que é? Fazer algo certo e transformar em errada. Queremos falar a verdade. Às vezes, tem um fato e varias versões. Eu sempre coloco a minha versão. Sempre produzimos conteúdo nas nossas redes sociais para os nossos fãs em todo o Brasil”, afirmou Hang.

O empresário é um dos alvos da operação da PF (Polícia Federal) desta quarta no âmbito do inquérito das fake news, do STF (Supremo Tribunal Federal).

Hang afirmou que os ministros do STF estão no direito de investigar, mas que autoridades não vão encontrar regularidades em seus pertences apreendidos.

“Acho que [os ministros do STF] estão no direito deles, de irem atrás se tem a veracidade ou não, se alguém fez alguma coisa ou não contra os membros ou contra a alta Corte. Mas muita transparência. Meu celular e meu computador vão provar que jamais que fiz algo contra os seus membros e a Corte. É por isso que eu uso tanto as redes sociais, temos milhões de pessoas nos seguindo, para termos uma voz para todos os brasileiros”, disse Hang.

O empresário afirma que jamais atentou contra um ministro ou contra o Supremo. De acordo com Hang, “tudo o que eu penso eu coloco nas minhas redes sociais e jamais atentei contra um ministro ou o STF. E isso estará provado no meu computador e no meu celular”.

R7

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Cidadão pagador de impostos disse:

    Vai terminar falindo… a note aí

  2. Véio de Rui disse:

    Quando será que a esquerda vai aceitar a derrota nas urnas? Não fiquem inventando essas situações pra mudar o foco, o Brasil precisa de trabalho, não de retóricas descabidas, inclusive com o aval do STF, meu Deus onde vamos parar?

    • Anti-Político de Estimação disse:

      Concordo plenamente com você : O Brasil precisa de trabalho.
      A questão é que quem deveria dar o exemplo, promovendo a união entre os brasileiros e "trabalhando de fato", é quem mais promove desunião, ódio e intrigas, deixando de trabalhar para se ocupar com coisas menores.

  3. Flávia Lemos disse:

    Não se pode confundir liberdade de expressão com propagação de mentiras. Calúnia, injúria, difamação podem e devem ter consequências. Quanto à sonegação de impostos, é público e notório que os grandes devedores de impostos no país são os grandes empresários. Fiquemos bem atentos, analisando o que está acontecendo no país. O voto tem muitas consequências.

  4. Antonio Turci disse:

    Figura estranha, este senhor.

  5. Juliano bugueiro disse:

    Patrocinou sim!!

  6. Chicó disse:

    Ainda é livre a manifestação do pensamento prevista na constituição ???

    • Manoel disse:

      Vc quer dizer, mentir?
      Embora para quem adora um mentiroso, isdo se torna o normal.

  7. Nono Correia disse:

    O cara se defende de acusação de fake news com uma mentira. Típico dos apoiadores dessa organização criminosa que assumiu o país.

  8. Anti-Político de Estimação disse:

    Claro que não . E também NUNCA sonegou impostos, kkkkkkkk.

Camilo Santana anuncia início gradual da reabertura da economia no CE a partir de segunda-feira

O governador Camilo Santana (PT) anunciou em live nesta terça-feira, 26, que a partir de segunda-feira, 1º, haverá o inicio gradativo da reabertura da economia no Ceará. Detalhes do plano econômico serão divulgados até quinta-feira, 28. A retomada será em fases e com cuidados.

De acordo com o governador, o plano de retomada foi decidido hoje em reunião com equipe de economia e saúde. As orientações serão aplicadas de forma diferente para cada região, de acordo com os índices de incidência da Covid-19. “Deverá ser apresentado amanhã ou quinta-feira. Vamos apresentar os critérios estabelecidos para o inicio da abertura, com muita responsabilidade”, afirmou.

Setores na expectativa de reabrir

Na semana passada, setores do mercado receberam uma lista prévia do governo, dentro de um estudo inicial de reabertura. O plano deveria passar ainda por modificações.

Por esse estudo inicial, os primeiros setores a reabrir seriam:

– Preparação, fabricação, e comercialização de artigos de couro e calçados;

– Geração, transmissão e distribuição de energia elétrica;

– Saneamento básico e reciclagem;

– Fabricação, confecção e comercialização de produtos têxteis e roupas;

– Indústria metalmecânica, química e correlatos;

– Agropecuária;

– Construção civil;

– Setor de serviços de apoio às empresas e famílias e artigos para o lar;

– Cadeia moveleira;

– Tecnologia da informação e comunicação;

– Publicidade, editoração e imprensa.

Por esse estudo prévio, entre uma etapa e outra, será dado um intervalo de 14 dias para o monitoramento da situação. Toda as atividades flexibilizadas teriam protocolos de segurança.

Critérios usados para definir a ordem de retorno dos setores econômicos, também no estudo prévio:

1. Baseado em riscos sanitários

Primeira fase = Baixo risco

Quarta fase = Alto risco

2. Baseado em aspectos econômicos e sociais

Primeira fase = Alto impacto

Segunda fase = Baixo impacto

O Povo

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. Neto disse:

    Algo errado está acontecendo. Decreta feriado antecipado para o povo não sair de casa hoje e amanhã, e logo em seguida vai começar a reabrir o comércio?

  2. Ivan disse:

    Soube q o JAPONÊS DA FEDERAL vai te visitar aí em Fortaleza…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  3. ForaCanalhas disse:

    Bom sinal para o RN. Já já Fátima INCOMPETENTE VAI COM OS OUTROS libera aqui tbm.

  4. José disse:

    Dá inveja de morar em um estado que tem governo.