Acidente

Homem morre atropelado por caminhão, após cair de moto na BR-101

Foto: Sérgio Henrique

Um motociclista morreu no início da noite desta quinta-feira (11) depois de cair da moto e ser atropelado por um caminhão na via marginal da BR-101 em Parnamirim, na Região Metropolitana de Natal. O acidente aconteceu na altura do Parque Aristófanes Fernandes.

A vítima foi identificada como Daniel Rodrigues de Melo Filho, de 30 anos de idade. Ele era professor de artes marciais e morava em Santa Cruz, no interior do estado.

Os veículos trafegavam na marginal da pista no sentido de Parnamirim para Natal. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o motociclista caiu da moto e em seguida foi atropelado.

G1

Opinião dos leitores

  1. Muito bom ter chamado de mané mesmo, foi lindo ainda,pra quem não está respondendo uma dor dessa!
    Nessa hora, meu amigo é só dor.

  2. Simplesmente, somos infelizes no que falamos, é melhor ficarmos calados, se não edifica a tua fala em nada,fica calado, lembra que por trás de tudo isso, existe uma pessoa que chama-se , família, independente, de certo ou errado, é a mãe, é o pai, é o irmão, entende?! Ou vc não é família?!!!
    Ou não é ser humano?!!
    Pelo entender não!
    Fale o que edifica, numa hora dessas, fale uma palavra de conforto para a família por favor!

  3. Infelizmente (nao sei se foi o caso) é o que se ver todos os dias aqui , motociclistas querendo transitar onde não se deve e pior , cheios de razões rsrs não será o primeiro e nem o último!

    1. Mané, que comentário medíocre, sem noção e ridículo esse teu! Vai procurar o que fazer, rapaz!

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

PT tenta consertar estrago de Lula

O Partido dos Trabalhadores (PT) veio a público tentar consertar o estrago causado por uma declaração dada pelo ex-presidente Lula em entrevista ao El País.

Como a coluna mostrou, Lula deu uma resposta desastrosa ao comparar o presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, com a chanceler alemã Angela Merkel.

Em texto publicado no site oficial da legenda com o título “Nova fake news distorce entrevista de Lula ao El País”, o PT afirma que o ex-presidente defende a alternância de poder.

“É falso e de má-fé afirmar que Lula teria apoiado “ditaduras de esquerda” ou igualado a primeira-ministra Ângela Merkel ao presidente Daniel Ortega”, escreve o PT.

O partido publicou o vídeo – segundo eles, sem edição- com o trecho da entrevista que causou a polêmica. Lula começa defendendo a alternância de poder, mas em seguida compara Ortega e Merkel.

“Todo político que começa a se achar imprescindível ou insubstituível, começa a virar um pequeno ditador. Por isso, eu sou favorável à alternância de poder. Posso ser contra, mas não posso ficar interferindo nas decisões de um povo. Nós temos de defender a autodeterminação dos povos. Por que a Angela Merkel pode ficar 16 anos no poder, e o Daniel Ortega não? Por que Felipe González pode ficar 14 anos no poder? Qual a lógica?”.

Embora tente afirmar que Lula não disse o que realmente disse na entrevista, é fato que o ex-presidente soltou uma frase infeliz e deveria, pelo menos, pedir desculpas pela forma como colocou seus pensamentos.

Matheus Leitão/Veja

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

[VÍDEO] Bolsonaro confirma agenda oficial no RN em janeiro

O presidente Jair Bolsonaro confirmou que estará no Rio Grande do Norte em janeiro de 2022 em agenda oficial. A informação foi dada durante sua live semanal realizada nesta quinta-feira (25).

Ao ser convidado pelo ministro Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) para a inauguração de um trecho das obras do Rio São Francisco, ele foi simples e direto: “Estarei lá”.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

TCE manda câmara suspender reajuste de vereadores de Natal

A Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RN) determinou que a Câmara Municipal de Natal se abstenha de elevar os subsídios dos vereadores. A Câmara havia aprovado, por meio da Lei Municipal nº 7.108, de 28 de dezembro de 2020, o valor de R$ 19.533,24 como subsídio mensal dos vereadores para a legislatura de 2021 a 2024, com efeitos financeiros a partir de 01 de janeiro de 2022.
Segundo o voto do relator, conselheiro Carlos Thompson Costa Fernandes, não se poderá ordenar qualquer despesa pública com base na lei aprovada pela Câmara sob pena de multa pessoal de R$ 5 mil ao chefe do Poder Legislativo. O voto do conselheiro Carlos Thompson foi acompanhado pela conselheira Maria Adélia Sales. O conselheiro Francisco Potiguar Cavalcanti Júnior apresentou um voto vista, com tese oposta à do relator, contudo o entendimento não foi confirmado pela Primeira Câmara.

A divergência dizia respeito à data limite para edição de lei do Poder Legislativo Municipal para elevar os subsídios dos vereadores para a legislatura subsequente. No entendimento do conselheiro Francisco Potiguar Cavalcanti Júnior, o aumento pode ser concedido a qualquer momento antes do início da legislatura na qual a elevação será efetivada. Já para o relator o aumento deve ser dado antes dos últimos 180 dias do mandato do chefe do Poder Legislativo.

Nos termos do voto do relator, o limite de 180 dias antes do fim do mandato do chefe do Poder Legislativo está expresso na Lei de Responsabilidade Fiscal e tem sido confirmado na jurisprudência do Supremo Tribunal Federal, do Superior Tribunal de Justiça e demais Cortes. Dessa forma, não há “qualquer decisão acerca de eventual controvérsia jurídica relativa a limite temporal anterior às eleições municipais ou à vedação à prática de atos que impliquem aumento de despesa com pessoal nos 180 últimos dias dos mandatos do Prefeito e do Presidente da Câmara de Vereadores”, apontou.

Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

“Respiradores não existiam e custariam 10 vezes mais”, revela deputado

O deputado estadual Kelps Lima, presidente da CPI da Covid do Rio Grande do Norte revelou que os respiradores, pagos com dinheiro público para o combate à pandemia, mas que nunca chegaram aos potiguares não existiam. De acordo com o parlamentar, eles ainda seriam superfaturados.

“Os respiradores não existiam. Sendo desenvolvido, eles custariam ao povo do Nordeste dez vezes mais do que o seu custo”, resumiu Kelps Lima.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

CPI: testemunha recebeu R$ 2,5 milhões para desenvolver respirador para empresa

A CPI da Covid da Assembleia Legislativa se aproxima do término de seus trabalhos e, nesta quinta-feira (25), ouviu mais três pessoas, sendo um investigado e duas testemunhas sobre contratos investigados pela comissão. Entre os ouvidos estava o engenheiro Antônio Carlos Alvares Fasano, que falou como testemunha sobre o contrato do Consórcio Nordeste. No depoimento, o engenheiro e empresário confirmou que havia sido contratado para desenvolver um respirador pulmonar para a Biogeoenergy, que venderia os equipamentos à Hempcare para atender demanda do Consórcio Nordeste.

Segundo o depoimento de Fasano, que não é investigado pela CPI e não tem quaisquer acusações contra ele, a empresa Biogeoenergy buscou seus serviços para o desenvolvimento de um respirador pulmonar de baixo custo e que pudesse ser utilizado para o tratamento da covid-19. O serviço consistia em desenvolver e fornecer a tecnologia para viabilizar o novo ventilador, cedendo ainda cinco protótipos e treinando equipe de engenheiros que daria continuidade à produção dos equipamentos na sede da empresa, em Araraquara (SP). Inicialmente, ele recebeu R$ 500 mil, mas o primeiro protótipo precisou ser aperfeiçoado.

De acordo com o que disse à CPI, a mudança no protótipo precisou ocorrer para que o equipamento atendesse às especificações que viabilizaria a utilização dos respiradores para outros casos que não fossem a covid-19. O valor inicial era de R$ 8 mil e, com as mudanças implementadas após estudos e trabalho de sua empresa, o custo ficaria em R$ 15 mil. Pelo serviço e para a compra de novas peças, Fasano disse ter recebido outro adiantamento no valor de R$ 2 milhões da Biogeoenergy.

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Polícia

Ter um celular em casa e outro para sair é solução contra risco de golpes?

A onda crescente de roubos de celulares que levam a invasão de contas bancárias fizeram o escritor e jornalista Chico Felitti adotar a tática do “celular fixo”: manter um telefone em casa só com os principais apps de banco e outro “móvel”, para usar na rua.

A estratégia repercutiu nas redes sociais. Até o momento a sua publicação tem mais de 4 mil curtidas. Mas será que ter dois celulares —um pessoal e um outro para poder sair na rua com menos medo— é solução para nos manter mais seguros? Segundo os entrevistados, a tática ajuda, mas não resolve tudo.

Como existem vários tipos de golpes, infelizmente, é preciso conhecer o máximo que puder sobre as tentativas dos criminosos antes de tomar qualquer decisão. Mas, para evitar golpes com Pix ou acesso a seus apps bancários, esta pode ser, sim, uma boa decisão.

Caso você opte por ter dois celulares, o conselho é: instale em um todos os aplicativos sensíveis como os de bancos, de investimento e carteiras virtuais de cartões de crédito. No outro, você pode manter os apps de comunicação necessários para o dia a dia.

Tilt/UOL

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saúde

Planos de saúde crescem 9,5% no Rio Grande do Norte

Os planos de saúde no Rio Grande do Norte ganharam 48,6 mil usuários entre setembro de 2020 e setembro de 2021 e registraram o maior aumento percentual do Brasil (9,5%), de acordo com dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Em números absolutos, o Estado tinha 511.932 usuários em setembro do ano passado ante 560.615 em setembro último. Dois Estados do País apresentaram queda nos doze meses analisados pela ANS: Maranhão (-2,1%) e Acre (-1,8%).

Tribuna do Norte

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Bolsonaro antecipa que participará de debates em 2022

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que pretende ir aos debates para as eleições de 2022, mas impõe uma condição: não quer ser questionado sobre sua família e seus amigos. O chefe do Executivo deu a declaração em entrevista ao programa Agora com Lacombe, da RedeTV!, na noite de 5ª feira (25.nov.2021).

“É para falar do meu mandato. Até a minha vida particular, fique à vontade. Mas que não entrem em coisas de família, de amigos, porque vai ser algo que não vai levar a lugar nenhum”, disse o presidente.

Para Bolsonaro, o debate foge da sua finalidade quando tem provocações.

“Eu pretendo participar de debates. Não pude da última [vez, em 2018] porque estava convalescendo ainda [por conta de uma facada]. Da minha parte não vai ter guerra, eu tenho 4 anos de mandato para mostrar o que fiz (…) agora, eu não posso aceitar provocação, coisas pessoais, porque daí você foge da finalidade de um bom debate.”

Poder 360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Pacheco adia sessão do Congresso sobre emendas de relator depois de pressão

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), adiou a sessão do Congresso Nacional marcada para 6ª feira (26.nov.2021) que votaria um projeto de resolução visando dar mais transparências às chamadas emendas de relator ao Orçamento. A sessão foi remarcada para a próxima 2ª feira (29.nov), às 14h.

O relator do projeto de resolução, Marcelo Castro (MDB-PI), disse ao Poder360 que vai usar o tempo extra para debater mudanças no texto. A ideia já certa de constar no parecer é a criação de um limitador para a quantidade de emendas de relator possíveis a cada peça orçamentária.

A medida original determina que os nomes de congressistas que indicarem ações no Orçamento usando as chamadas emendas de relator sejam publicados em site da CMO (Comissão Mista de Orçamento). A mudança, entretanto, só dá essa transparência para os Orçamentos futuros e não para os que já passaram, como determinou o STF (Supremo Tribunal Federal).

Poder 360

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Câmara aprova MP que autoriza venda direta de etanol aos postos de combustível para reduzir preços

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quinta-feira (25), a Medida Provisória (MP) 1063/21, que autoriza os postos de combustíveis a comprarem álcool combustível (etanol hidratado) diretamente de produtores e importadores. O texto segue apara análise do Senado. O projeto foi editado pelo presidente Jair Bolsonaro diante da alta dos combustíveis.

Segundo o governo, a MP tem a intenção do governo de aumentar a competição no setor de combustíveis ao eliminar a obrigatoriedade dos postos de comprar o etanol apenas dos distribuidores. Estes poderão continuar atuando, mas os postos terão a opção de comprar o etanol diretamente de produtores nacionais, que são os maiores fornecedores do produto, ou do importador.

O texto do relator, deputado Augusto Coutinho (Solidariedade-PE), incorpora ao texto trechos da MP 1069/21, que permite a venda direta aos postos também para as cooperativas de produção ou comercialização de etanol e as empresas comercializadoras desse combustível.

Durante a votação dos destaques, os deputados aprovaram um destaque apresentado pelo PT que retirou a permissão para a venda de combustíveis de outros fornecedores diferentes do vinculado à bandeira do posto.

Com informações de Agência Brasil

Comente aqui

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *