Igreja quer que Netflix e Porta dos Fundos paguem R$ 1 mil para quem se ofendeu com especial de Natal

Foto: Reprodução

Na última quinta, 19, representantes evangélicos moveram uma ação contra a Netflix pedindo a censura do Especial de Natal realizado pela equipe do Porta dos Fundos.

A Primeira Tentação de Cristo, que estreou no início de dezembro, sofre diversas tentativas de boicote por suas piadas com a religião cristã. A produção estrelada por Gregório Duvivier e Fábio Porchat é uma sátira da passagem bíblica que relata a volta de Jesus Cristo após 40 dias no deserto.

Junto ao Conselho Nacional dos Conselhos de Pastores do Brasil e o bispo Robson Rodovalho, fundador da comunidade evangélica Sara Nossa Terra, Tuma pede indenização por dano moral coletivo no valor de R$ 1 milhão, bem como indenizações individuais em valor “não inferior a R$ 1 mil” a todos os cristãos que se sentirem ofendidos de alguma forma.

Segundo o advogado que protocolou a ação, Ricardo Hasson Sayeg, a intenção é mobilizar a comunidade evangélica para que diversas pessoas recorram à Justiça. Além disso, ele acredita que o pedido de retirada do programa do ar não configura censura ou repressão. “A gente entende que [A Primeira Tentação de Cristo] foi além do direito de manifestação artística”, disse.

A petição – que conta com mais de 700 mil assinaturas – defende que o conteúdo do programa está “deturpando ofensivamente a imagem de Deus, de Jesus Cristo, da sua sagrada Mãe Maria e de todos os demais protagonistas bíblicos envolvidos.”

Revista Rolling Stones

 

OPINIÃO DOS LEITORES:
  1. SilviaMatos disse:

    Excelente filme. Vi com minha família a ninguém ficou ofendido.
    Os padres pedófilos e todos os outros desmandos da instituição me ofendem.

  2. JOSE ALDYR GONCALVES disse:

    E a igreja vai pagar quanto pelos filhos de Deus que ela mandou matar na fogueira e estraçalhar em praça pública? É uma instituição muito cara de pau essa e é muita gente hipócrita ainda sustentando pedófilos acobertados.

    • Cigano Lulu disse:

      Não é à toa que para a bispada católica Luladrão é um santo.

    • Manoel disse:

      Se você tivesse lido a reportagem teria visto se tratar de bispos e pastores evangélicos, nenhum sacerdote católico foi citado, apesar de que o vídeo em questão ofendeu sim a todos os cristãos.

  3. Curitiba ja disse:

    Deveria era mandar estes Fdp, pro inferno essas merdas se quizerem da o cu que façam, ninguém tem Nada com isso mas estão passa ndo limite para aparecerem

  4. Potiguar disse:

    Quem ganhar a ação judicial deverá "devolver" o dízimo.

  5. Bicha bixerrima potiguar disse:

    Então vou processar igreja quando diz que ser gay é pecado, assim como comer carne de porco e frutos do mar….. toda tv vem um aparelho chamado controle remoto, so usar, lembrando pra vc homofobico sem deus no coração que deus tb existe para minorias

    • Armando disse:

      O ignorante não é a igreja que te condena, e sim à bíblia sagrada, leia .

    • sebastiao disse:

      ME CHAME DE HOMOFOBICO QUEM QUISER MAS SO SENDO ESSES GAY SEM MORAL E EMDOMONIADOS PRA DEFENDEREM UM FILME DIAOLICO DESSE

  6. Minion alienado disse:

    Vamos abrir precedente para a justiça teocrática e todos os credos poderão abrir processo contra qualquer ofensa que exista.

  7. Raimundo disse:

    Estou ofendido

COMENTE AQUI